Busca

Categoria: 1


07:11 · 13.07.2018 / atualizado às 07:11 · 13.07.2018 por

Fortaleza voltou a ser tema da mídia internacional. Exibidas pelo programa de turismo “Viajeros Cuatro”, nos canais espanhóis Cuatro e Mitele, a capital cearense, chamada de “Miami brasileira” pelo televisivo, foi reconhecida como um dos principais destinos brasileiros a serem visitados pelos europeus por suas praias paradisíacas, povo acolhedor, boa infraestrutura, gastronomia, além de uma vida noturna agitada.

Com o privilégio de ter sol durante todo ano, Fortaleza foi veiculada em suas diversas nuanças, através de roteiros culturais, que demonstravam, por exemplo, as belezas e opções de entretenimento do Teatro José de Alencar, aos artesanatos e produtos regionais do Mercado Central. As boas opções de alimentação e lazer ganharam espaço por meio dos inúmeros restaurantes da Cidade, como os que se encontram no bairro Meireles, indicados como ideais para ter acesso à gastronomia local e internacional, com pratos sofisticados e simples, à base de pescados e frutos do mar, além de equipamentos já reconhecidos como o Mercado do Peixes, Orla da Cidade, Barracas da Praia do Futuro, entre outras.

Foram retratadas, ainda, opções de práticas de esportes como surf, kitesurf e windsuf, além de passeios de buggy e a cavalo, além da extraordinária infraestrutura das barracas de praia da cidade e região metropolitana. As áreas verdes do Cocó foram referenciadas como um lugar de refúgio e paz a poucos passos do agito da cidade grande.

O arrasta-pé, o forró e as internacionalmente conhecidas caipirinhas foram mote para classificar as noites de Fortaleza entre as mais badaladas do País, cheia de gente bonita e diversas opções, local para aprender a dança típica da região e curtir os amigos.

O programa “Viajeros Cuatro” contou com mais de uma hora de duração e está sendo exibido pelo canal espanhol Cuatro, além do serviço de transmissão por internet e televisão Mediaset España (Mitele).

15:12 · 18.04.2018 / atualizado às 07:17 · 16.04.2018 por

Acredite: não é por falta de energia que os mandatos dos vereadores Jorge Pinheiro (PSDC) e Eron Moreira (PP) vão minguar.

Muito menos por falta de clonagem.

É que Jorge e Eron conseguiram a proeza de apresentar o mesmo projeto copiado. E com uma diferença curtinha de 10 dias entre uma e outra entrada no protocolo.

Os vereadores querem, por meio de indicações reproduzidas de outras casas, que a Prefeitura de Fortaleza instale sistemas que evitem a falta de eletricidade em semáforos – os chamados no breakes.

Ambos dizem, cada um do seu (ou dos outros?) jeito que a ideia é prevenir panes provocadas, por exemplo, por apagões.

Note-se que o sistema de trânsito de Fortaleza já dispõe de aparelhos assim.

07:23 · 08.03.2018 / atualizado às 07:23 · 08.03.2018 por

Na Coluna Comunicado de hoje:

07:17 · 02.02.2018 / atualizado às 07:18 · 02.02.2018 por

Notícia boa: a Prefeitura de Caucaia e a entidade religiosa Embaixada Cristã da Coreia do Sul no Brasil, que é relacionada à Igreja Batista, firmaram parceria para analisar a implantação de mudanças nas estratégias de desenvolvimento social do município.

Caucaia deve inaugurar um programa de desfavelização e erradicação de pobreza elaborado pela Embaixada.

A proposta para Caucaia terá como modelo uma série de experiências de desfavelizalção implantadas na Coreia do Sul, país que aparece atualmente entre as 12 maiores economias do planeta.

Apesar da localização privilegiada no ranking, há 50 anos a Coreia do Sul tinha um cenário de miséria preocupante. E iniciou, então, uma escalada de crescimento, trocando a condição da pobreza pela do desenvolvimento.

09:18 · 25.01.2018 / atualizado às 09:33 · 23.01.2018 por

A Universidade de Fortaleza (Unifor) e a empresa de cosméticos O Boticário definiram acordo de cooperação técnica. Agora, a Unifor se aproxima do setor explorado pela O Boticário, agregando conhecimento para pesquisadores e alunos.

Serão realizados treinamentos para professores e estudantes engajados em processos de avaliação dos produtos. O Curso de Farmácia terá participação mais específica no convênio.

Palavras do professor Ângelo Roncalli Alves e Silva, que integra o projeto pela Diretoria de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Unifor, sobre atividades que serão realizadas em laboratórios da universidade: “O objetivo é confirmar as propriedades definidas ao produto, por grupos externos à empresa”. O Núcleo de Biologia Experimental, da Unifor, também fará parte do projeto.

A expressão-chave é tecnologia de ponta. Associada a isso está a troca de conhecimento entre profissionais e o meio acadêmico. A previsão é de que a agenda de atividades do projeto comece em maio deste ano. Os testes somente serão iniciados após autorização do Comitê de Ética da universidade e toda a linha de cosméticos da O Boticário estará envolvida na programação.

09:05 · 11.12.2017 / atualizado às 09:26 · 11.12.2017 por

Um ano atrás – nunca tornei isso público – caminhei à beira do abismo. Fui diagnosticado com um hemangioblastoma cerebelar, um tipo de tumor cerebral. Dores de cabeça, desequilíbrio físico e visão dupla estavam entre os terríveis sintomas que me atingiam.

Passei poucas e boas, mas com o apoio, o amor e a paciência da Fernanda, do Pedro e da Marina, consegui superar as dificuldades.

O hemangioblastoma cerebelar, pelo que entendi, é uma lesão benigna mas capaz de causar estragos barra-pesada, incluindo a morte.

Em resumo, quase embarquei para outras paragens, mas minha família me deu o amparo necessário e indispensável para que eu pudesse enfrentar os desafios que a doença me impunha e ficar por aqui mesmo.

Hoje em dia estou sem sequelas, tocando o barco e me lembrando com certo pesar dos momentos complicados. Não é fácil, podem apostar, e eu mesmo me supreeendo com a forma como cheguei a este ponto da minha caminhada.

*** *** ***

Devo, claro, fazer menção a dois extraordinários profissionais que me atenderam: os neurocirurgiões Arnaldo Arruda e Arnaldo Arruda Filho.

Em 14 de dezembro de 2016, eles e a equipe que os auxilia me implantaram uma válvula para normalizar a pressão intracraniana e eliminar as terríveis dores que me atormentavam. Em janeiro passado, numa operação que durou mais de sete horas, removeram o hemangioblastoma.

Depois disso, contei com a compreensão e o esclarecimento deles e das equipes dos hospitais São Mateus e São Camilo, profissionais gabaritadíssimos e atenciosos.

*** *** ***

Pois bem, tenho obtido êxito na minha readequação.

Parei de fumar, voltei a trabalhar normalmente, tenho participado de atividades sociais na medida do que me agrada, tenho lido muitos livros, “ouvido muitos discos, conversado com pessoas” (salve, Belchior!) e só me falta coragem para desenvolver uma rotina de exercícios físicos.

Sei das energias positivas que parentes, amigos e colegas me transmitiram e à minha família.

Sei o quanto essas energias foram e são fundamentais.

*** *** ***

Tudo isso eu chamo de amor. E agradeço demais.

20:44 · 27.11.2017 / atualizado às 20:44 · 27.11.2017 por

Estou de férias, pessoal, e passei aqui pelo Blog do Roberto Maciel só para lembrar isso.

Em dezembro retorno ao batente.

18:51 · 14.11.2017 / atualizado às 18:51 · 14.11.2017 por

Estou de férias, com blues, praia e sol, mas aqui e acolá volto para dar o ar da graça.

07:46 · 02.09.2017 / atualizado às 07:47 · 30.08.2017 por

Hoje, na Coluna Comunicado, do Diário do Nordeste:

Tema recorrente das instituições legislativas municipais, de prefeituras e da Justiça – como em Fortaleza -, os aplicativos de transporte privado estão chegando aos debates no Senado. A Comissão de Assuntos Sociais da Casa está agendando audiência pública sobre a regulamentação desses programinhas que têm gerado dores de cabeça a taxistas e, na mesma proporção, a gestores. Do Ceará, só o senador José Pimentel (PT) integra a Comissão de Assuntos Sociais. E na pouco expressiva condição de suplente.

Deve-se lembrar que três projetos tramitam no Senado sobre a ação das empresas que usam os aplicativos, abordando desde a cobrança de impostos e à permissão de funcionamento dada pelos dos municípios, passando pela obrigatoriedade de os motoristas serem habilitados com profissionais e não terem antecedentes criminais.

10:18 · 18.08.2017 / atualizado às 10:27 · 14.08.2017 por

Publiquei hoje na Coluna Comunicado, que escrevo no jornal Diário do Nordeste, de Fortaleza (CE):

Junto com a decisão de dar fim ao funcionamento de 34 comarcas no Interior do Ceará – uma das metas pretendidas pela reforma do Judiciário que tramita na Assembleia -, o Tribunal de Justiça do Estado vai implantar outra mudança. É na competência das 39 Varas Cíveis de Fortaleza. Algo mais ágil, argumenta o TJCE.

A ideia do TJCE, aprovada pelos desembargadores, é criar unidades especializadas em ações mais recorrentes, as chamadas “demandas em massa”. Dessas, 26 Varas vão processar e julgar casos comuns. As outras 13 serão privativas das demandas em massa. Entre essas, o DPVAT, conhecido como o “seguro do trânsito”.