Busca

Categoria: Arte


10:53 · 11.08.2017 / atualizado às 09:03 · 10.08.2017 por

A deputada Rachel Marques (PT) apareceu na Assembleia Legislativa com uma proposta pra lá de bacana.

Ela quer classificar a obra do cantor e compositor Antonio Carlos Belchior (1946- 2017) como Patrimônio Cultural e Imaterial do Ceará.

Segundo Rachel, as músicas de Belchior – que, quando vivo, não tinha essa atenção toda dos políticos – revolucionaram as gerações dos anos 1970 e 1980.

A ideia da deputada é salvaguardar o trabalho de Belchior “para garantir a continuidade e preservação”.

E lembra que o músico “divulgou o nome do nosso Estado aos quatro cantos do País”, explicando que o reconhecimento dá valor único e de eternidade” ao legado que Belchior deixou.

A propósito, o jornalista Jotabê Medeiros lança este mês uma biografia do artista. O título é “Belchior — Apenas um Rapaz Latino-Americano” (abaixo), pela editora Todavia.

Como Belchior, Jotabê é nordestino com carreira no Sudeste. Nasceu na Paraíba e foi se consolidar na profissão em São Paulo.

09:57 · 04.08.2017 / atualizado às 17:16 · 04.08.2017 por

Na semana em que o Brasil abriu mão, sob os mais exóticos argumentos, do direito e da obrigação de investigar a corrupção atribuída a um golpista que usurpou o poder de presidente da República, o País perde mais da melodia que tem: o cantor Luiz Melodia (foto) seguiu caminho hoje.

Para nós, sobram os safadões.

13:33 · 28.07.2017 / atualizado às 10:48 · 26.07.2017 por

Pequenos filmes de curta duração sobre o Parque do Cocó – com até 3 minutos, registre-se – podem entrar numa cena competitiva.

É que a 27ª edição Cine Ceará em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do Estado do Ceará, Assembleia Legislativa e operadora de telefonia Oi vão premiar a melhor produção com R$ 3 mil. Para entrar no páreo, os produtores devem focar no tema “Parque do Cocó: o parque da cidade”.

O curta deve ter pelo menos 80% das cenas captadas por um aparelho de telefone celular. As inscrições seguem até o próximo dia 2.

Mais informações estão nos sites www.cineceara.com e www.sema.ce.gov.br.

*** *** ***

Vale observar: o Festival Ibero- Americano de Cinema (Cine Ceará), que vai agora para a 27[ edição, é realizado pela Casa Amarela Eusélio Oliveira, da Universidade Federal do Ceará.

O evento tem três mostras competitivas – Longa-Metragem, Curta Metragem e “Olhares do Ceará” – e cinco paralelas – Cinema Chileno, “O 1º Filme a Gente não Esquece”, Melhor Idade, Acessibilidade e Cinema na Praça.

08:52 · 27.07.2017 / atualizado às 08:55 · 25.07.2017 por

Publiquei na Coluna Comunicado, na edição desta quinta-feira:

Treze anos depois de ser inserida na legislação de Fortaleza, a obrigatoriedade de edificações construídas pelo Poder Público terem obras de arte também pode alcançar a administração estadual. Proposta que tramita na Assembleia Legislativa estabelece que “toda edificação arquitetônica pública, de competência estadual ou delegada a entidade privada, com área adensável igual ou superior a mil metros quadrados” deverá exibir “obra de arte original, plana ou tridimensional”. E “em lugar de destaque e de fácil visibilidade à população”.

Há uma questão, porém: caso seja aprovada, a matéria terá o mesmo tratamento que teve a de Fortaleza? Se há esse risco, que se trabalhe no sentido de preveni-lo. Afinal, na Capital, deu-se de ombros à lei. E ainda se dá.

09:00 · 26.07.2017 / atualizado às 17:40 · 25.07.2017 por

O documentário “Allende, meu avô Allende” (“Allende, mi abuelo Allende”) é uma das atrações da Mostra de Cinema Chileno, atividade paralela ao Cine Ceará 2017 que estará em cartaz de 1º a 6 na Caixa Cultural Fortaleza (Avenida Pessoa Anta).

O filme, sob a condução da neta Márcia Tambutti Allende, resgata a imagem pessoal e familiar de Salvador Allende, primeiro presidente socialista democrático do Chile, derrocado pelo violentíssimo golpe de estado que implantou a partir de 11 de setembro de 1973 a ditadura de Augusto Pinochet e se associou a uma época de chumbo – da qual o Brasil também não escapou.

O filme, que em 2015 foi premiado em Cannes, na França, será exibido no dia 3 de agosto.

O Chile é o país homenageado nesta edição do festival, que será aberto oficialmente no dia 5 de agosto no Cineteatro São Luiz, em Fortaleza.

04:58 · 21.07.2017 / atualizado às 17:17 · 20.07.2017 por

O livro “Mãos que fazem história – a vida e a obra de artesãs cearense” publicado pelo Diário do Nordeste/Editora Verdes Mares, será lançado em Portugal.

Será na 40ª Feira Nacional de Artesanato de Vila do Conde, cidade litorânea próxima a Porto . O evento se realiza de amanhã a 6 de agosto próximo.

A feira é uma das mais destacadas promoções do setor na Europa. A edição 2017 enfatiza as rendas de bilros – que podem ser consideradas uma interseção cultural entre o artesanato do Ceará e o da própria Vila do Conde.

O evento apresenta, ainda, gastronomia e folclore.

E vale registrar, claro: “Mãos que fazem história – a vida e a obra de artesãs cearense” tem textos das jornalistas Cristina Pioner e Germana Cabral e fotografias de Marília Camelo e Patrícia Araujo.

A obra inspira o estande cearense no evento português. E mostra o que há de mais original do trabalho feito à mão no Ceará.

A promoção é do Diário do Nordeste – com realização do Governo do Ceará e Central de Artesanato do Ceará.

22:07 · 19.07.2017 / atualizado às 20:06 · 19.07.2017 por

O fotógrafo brasiliense Druso Mota, radicado há 15 anos no Ceará, abre amanhã a exposição “Paisagens Inquietantes, Olhares Penetrantes”, a partir das 19h, no Iate Clube de Fortaleza.

Pausa para a fala de Druso: “Minhas fotografias tem a intenção de transportar o espectador para ambientes  que transcendem o imaginário e desperte novas emoções”.

A mostra é um relato visual de dezenas de viagens pelo Brasil e por outros países.

04:48 · 15.06.2017 / atualizado às 17:23 · 14.06.2017 por

Publicado hoje na Coluna Comunicado, do jornal cearense Diário do Nordeste:

Referência na moderna literatura da Língua Portuguesa, reconhecido pelos prêmios Camões e Neustadt, entre outros, o escritor moçambicano Mia Couto tem palestra agendada para a Fortaleza no dia 29, no teatro Celina Queiroz, na Unifor. Vem falar sobre recriações do pensamento e mudança da realidade. A palestra é promovida pelo Escritório de Gestão, Empreendedorismo e Sustentabilidade, em parceria com a Pós-Unifor. Inscrições neste link www.unifor.br.

10:00 · 05.06.2017 / atualizado às 16:36 · 04.06.2017 por

Informação bacana para quem se entusiasma com políticas públicas de cultura: 25 artistas plásticos participam de mostra que realiza o Espaço Cultural Belchior (Rua dos Pacajus, 123, Praia de Iracema), articulado pela Secretaria de Cultura de Fortaleza.

As visitas estão abertas de terça a sexta-feira, de 10 às 21 horas, e aos sábados e domingos, das 15 às 21h. O acesso é gratuito.

10:40 · 02.06.2017 / atualizado às 10:50 · 01.06.2017 por

A escritora cearense Ana Miranda, colaboradora do Diário do Nordeste, vai receberá em 12 de setembro próximo, data do aniversário de nascimento do fundador de Brasília, a Medalha JK – referência ao ex-presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira (1902-1976, com gestão de 1956 a 1961).

A homenagem será prestada em Diamantina (MG), pelo conjunto da obra da escritora e pelo seu mais recente livro,” A Cinderela Negra”, sobre Chica da Silva.

E é bom registrar: o engenheiro Raul Miranda, quando do começo de Brasília, foi quem implantou o cinturão verde que protegeu e alimentou a Capital por anos. Raul Miranda – pai de Ana – contou com a ajuda das famílias japonesas que plantaram frutas e verduras em numerosas chácaras no entorno do Plano Piloto.