Busca

Categoria: Economia


07:13 · 16.07.2018 / atualizado às 07:16 · 12.07.2018 por

Hoje, na Coluna Comunicado, que escrevo de segunda a sábado no jornal Diário do Nordeste:

Nas contas da Federação das Indústrias do Estado, 58% das empresas do setor no Ceará já utilizam tecnologias digitais. Os recursos são estratégias de competitividade. Um estudo realizado pelo Núcleo de Economia e Estratégia indica que pelo menos uma entre 15 tecnologias digitais listadas já foram está em uso por cada empreendimento. Isso é bom? Nem tanto. É que no Brasil, o índice é de 73%.

Programas que projetam manufaturas e que dão conta de automação digital estão no topo da lista dos que são usados nas indústrias cearenses. A Fiec tem observado que a aplicação de tecnologias possibilita o aumento da eficiência operacional, a flexibilização das linhas de produção e o encurtamento dos prazos de lançamento de produtos. E, por fim, a maior flexibilização na criação de produtos.

A propósito, a Federação e o Departamento Estadual de Rodovias (DER) pavimentaram uma via de diálogo. Tanto um lado quanto o outro estão na rota do conhecimento. A ideia é alimentar com dados sobre infraestrutura uma plataforma de informações elaborada pelo Núcleo de Economia da Fiec. Objetivo: dispor constantemente de informações atualizadas sobre os principais setores econômicos do Ceará.

15:17 · 06.07.2018 / atualizado às 07:19 · 12.07.2018 por

O Tribunal de Contas do Estado pode ganhar um recurso extra: a informação bancária.

É que a Comissão de Orçamento, Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa do Ceará aprovou projeto com o qual as instituições ficam obrigadas a remeter para o TCE, em tempo real, dados das movimentações bancárias do setor público.

O texto leva assinatura do deputado petista Manuel Santana.

A ideia é a de fortalecer não apenas a transparência das gestões, considerando que prefeituras e câmaras de vereadores estão agora sob a fiscalização do TCE, mas as possibilidades de os cidadãos acompanharem com mais precisão os gastos de órgãos do Estado e de municípios.

15:32 · 04.07.2018 / atualizado às 05:33 · 03.07.2018 por

O Banco do Nordeste está com uma novidade: agências itinerantes.

As unidades percorrem cidades nos nove estados do Nordeste e do norte do Espírito Santo e de Minas Gerais – que são a área de atuação do BNB.

E vão promovendo a regularização de operações de crédito rural em atraso.

Outra boa notícia: mais de 252 mil operações já foram colocadas nos trinques.

17:40 · 25.06.2018 / atualizado às 07:43 · 15.06.2018 por

Da Coluna Comunicado, nesta quarta-feira, no jornal Diário do Nordeste:

A região composta pela Capital e cidades vizinhas, como Caucaia e Maracanaú – a “Grande Fortaleza” – fecha amanhã o ciclo de consultas da Plataforma Ceará 2050. Trata-se de rodada de discussões sobre propostas de desenvolvimento para o Estado nos próximos 30 anos. A Plataforma Estratégica de Desenvolvimento de Longo Prazo – Ceará 2050 visa a debater soluções para o desenvolvimento econômico, sustentável e social do Estado.

A ação utiliza dados sociais, econômicos, ambientais, territoriais e de governança das últimas três décadas no Estado para projetar as próximas três. E conduz um importante elemento: a convergência de conhecimentos, projetos e demandas num sentido único, utilizáveis como ferramentas de crescimento.

As discussões levantadas pelo Governo do Estado correm paralelas às que a Prefeitura de Fortaleza tem feito tendo como referência o ano de 2040. São medidas propostas para execução em curto, médio e longo prazos, tratando de planos urbanístico, de mobilidade e de desenvolvimento econômico e social.

08:19 · 21.06.2018 / atualizado às 08:21 · 13.06.2018 por

Publicado na Coluna Comunicado desta quinta-feira, no jornal Diário do Nordeste:

Estudo periódico do Núcleo de Economia e Estratégia da Federação das Indústrias (Fiec), a “Sondagem Industrial do Ceará” aponta um cenário otimista, no qual a indústria local aparece em recuperação. Colocada à frente do quadro de seca dos últimos seis anos, a notícia é alentadora. Afinal, pode representar fôlego para o Estado – não só para a economia, isoladamente vista, mas para temas como desenvolvimento social, saúde, segurança, gestão pública, educação e trabalho. A dúvida agora se refere ao modo como a política recebe isso. E, como o ano é eleitoral, é legítimo imaginar que nem todas as alas vão celebrar as melhorias. 

08:11 · 20.06.2018 / atualizado às 08:16 · 13.06.2018 por

Equador, Paraguai, Colômbia e Argentina têm muito em comum. São países da América Latina onde se fala espanhol e também estão entre os principais consumidores de tecidos fabricados no Ceará.

Só os argentinos respondem pela compra de 58% do produto cearense.

Mas animador mesmo não é apenas a performance comercial.

Há, ainda, um elemento que deve ser considerado. São os produtos de algodão. Essa linha tem crescido na pauta e recuperado posições, conforme apurou a Federação das Indústrias do Estado (Fiec), chegando a 29,5% de avanço.

17:40 · 13.06.2018 / atualizado às 17:40 · 13.06.2018 por

Empreendedores do segmento de bares ou restaurantes, hotéis, distribuidoras e representantes, ou não mais do que amantes de cerveja, gastrônomos ou mesmo entusiastas do assunto: todos podem se tornar especialistas em cervejas.

Como o mercado brasileiro de cervejas especiais está em expansão, o Sistema Fecomércio, por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Ceará (Senac/CE), lança a terceira turma do curso de qualificação de Beer Sommelier em Fortaleza e a primeira turma em Juazeiro do Norte, com a maior carga horária entre os cursos de Beer Sommelier no país.

O Curso traz instrutores de diversos estados e com várias premiações em concursos e que são referências nacionais no setor, como Carlo Lapolli, Taiga Cazarine, Rodrigo Ferraro, Ronaldo Rossi, João Filho, Fernando Chaves, Wellington Alves, entre outros. As inscrições estão abertas no site de cursos do Senac.

Mais informações pelos telefones (85) 3270 5400 e (88) 3566 4790.

07:51 · 11.06.2018 / atualizado às 07:53 · 08.06.2018 por

Hoje, na Coluna Comunicado:

O BNB lançou chamada pública para selecionar projetos que ofereçam soluções para os principais desafios enfrentados pelos agentes econômicos nas atividades do Programa de Desenvolvimento Territorial. O Prodeter é efetivado pela instituição. Baixa produtividade e reduzida eficiência econômica em setores como bovinocultura leiteira, caprinocultura e fruticultura estão entre esses desafios. O pacote de apoio está orçado em R$ 4 milhões. Os projetos apresentados podem ter prazo de execução de seis meses a dois anos e serão apoiados, cada um, com até R$ 300 mil. As inscrições podem ser feitas até hoje, na Internet, pelo endereço www.bnb.gov.br/fundeci.

O edital é parte de um plano de ações para o desenvolvimento territorial e a organização do BNB. O banco visa ainda ao fortalecimento e à ampliação da competitividade das cadeias produtivas. O resultado da primeira etapa será conhecido dentro de dois meses.

10:55 · 09.06.2018 / atualizado às 10:56 · 06.06.2018 por

Publicado hoje na Coluna Comunicado, que escrevo no jornal Diário do Nordeste:

O gigantesco Sítio Precabura, propriedade do Governo do Estado no município de Eusébio, vai ter a posse transferida para a Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará. E, nessa condição, deve ficar desimpedido para abrigar o Polo Industrial e Tecnológico da Saúde, empreendimento que começou a ser gestado ainda na gestão de Cid Gomes (hoje no PDT), em acordo com a Fundação Osvaldo Cruz e o Instituto Pasteur para a produção de vacinas e medicamentos. O investimento previsto para os projetos, acertado com Ministério da Saúde, é de R$ 180 milhões.

A Assembleia já aprovou projeto do Executivo que viabiliza o repasse do terreno. Considerando a força da base aliada, a complexidade do tema – relacionado à saúde pública, à economia e à geração de empregos -, a matéria passou sem que a oposição sequer chiasse.

10:07 · 07.06.2018 / atualizado às 10:08 · 06.06.2018 por

Hoje, na Coluna Comunicado:

As escolas municipais de Fortaleza podem ganhar um projeto de eficientização, gestão, operacionalização e manutenção energética. Numa semana em que holofotes e confetes vão para os temas ambientais, a notícia é muito boa. Afinal, o ambiente educacional tem a perspectiva de agregar práticas de preservação de bens naturais e de economia de dinheiro. O prefeito  Roberto Cláudio (PDT) lançou procedimento de manifestação de interesse para empresas interessadas em prestar o serviço, integrado ao Programa Fortaleza Competitiva. Resta à iniciativa privada se mostrar atenta e  disputar a oportunidade.

O “Fortaleza Competitiva” prevê estímulo à criação de um ambiente qualificado para novos negócios. A ideia é viabilizar ferramentas para empresas atividades consideradas estratégicas do Município. Nesse mesmo contexto estão as demandas de geração de empregos e de renda. E as de desenvolvimento.