Roberto Maciel

Categoria: Eleições 2014


07:00 · 17.05.2013 / atualizado às 05:30 · 16.05.2013 por

Fortaleza recebe hoje o projeto “Cresce Brasil: a engenharia e os legados da Copa”. O evento será realizado das 8h30min às 12h30min, na sede da Fiec por iniciativa da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), em parceria com o Ministério do Esporte e o Sindicato dos Engenheiros do Ceará (Senge-CE).

Para participar é preciso confirmar presença pelo e-mail sengece@gmail.com.

O “Cresce Brasil e a Copa 2014” realiza desde 2011 debates visando a contribuir com a conclusão das obras em tempo hábil e para que os preparativos para o mundial deixem um legado positivo às 12 cidades-sedes.

09:26 · 13.05.2013 / atualizado às 09:26 · 13.05.2013 por

A ex-senadora Marina Silva (AC), ex-PT e ex-PV, tem compromisso hoje em Fortaleza.

Marina vem dar prosseguimento à campanha nacional de adesão à Rede de Sustentabilidade.

A agenda inclui a divulgação da campanha para imprensa, palestra em ambiente acadêmico e visitas a líderes locais envolvidos nas idealização e concretização da rede no Ceará.

A ex-senadora ainda dará coletiva à Imprensa no Hotel Luzeiros (Avenida Beira Mar), a partir das 16h.

*** *** ***

Por enquanto, embora cotada como candidata a presidente da República – se conseguir viabilizar a Rede a tempo para as eleições de 2014 -, Marina Silva ainda conta com a possibilidade de não ter seus esforços confundidos com uma articulação da oposição a Dilma Rousseff, capitaneada pelo PSDB, DEM e outras siglas acessórias.

Depois, vai ter de se requebrar para, diferentemente de 2010, não ser confundida com uma força auxiliar dos tucanos.

07:57 · 23.04.2013 / atualizado às 04:59 · 23.04.2013 por

Hoje, no jornal Diário do Nordeste:

O governador do Ceará e presidente do PSB no Estado, Cid Gomes, vai propor à direção nacional do partido que comece a discutir oficialmente se lançará, no próximo ano, a candidatura presidencial do governador de Pernambuco, Eduardo Campos.

(…)

“O assunto [candidatura própria] já está no mundo e é importante que o partido tenha uma posição oficial sobre isso”, afirmou Cid. Para ele, não é preciso decisão imediata, mas o importante é que o debate comece.

Campos não assumiu candidatura publicamente e diz que só discutirá 2014 no próximo ano. No entanto, o socialista movimenta-se nos bastidores em busca de apoio político.

Pessoalmente, Cid e seu irmão Ciro Gomes já manifestaram oposição a uma eventual candidatura do governador de Pernambuco, que também é presidente nacional do PSB. Ciro a classificou de “inoportuna” na semana passada.

Eles preferem o apoio à reeleição de Dilma Rousseff e têm feito críticas ao correligionário. Especula-se que ambos possam deixar a sigla se o PSB optar pelo voo solo. “[O apoio a Dilma] é minha opinião pessoal, mas eu queria que o partido tratasse a questão formalmente e se possível evoluísse na definição de uma diretriz partidária. Que as coisas se esclareçam e a gente possa oficialmente se posicionar já com uma decisão partidária e não com opiniões pessoais”, disse Cid.

05:42 · 10.04.2013 / atualizado às 04:43 · 10.04.2013 por

Do Diário do Nordeste, hoje:

O estado do Ceará passará de 22 a 24 deputados, segundo decisão tomada ontem pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por cinco votos a dois. O Tribunal aprovou alteração na quantidade de deputados federais de 13 Estados para as eleições de 2014.

Outros quatro estados terão a bancada ampliada. Minas Gerais também passará a ter mais dois deputados. Ganharão uma cadeira extra Amazonas e Santa Catarina. O Pará foi o maior beneficiado – passará de 17 deputados federais para 21.

Pelos dados apresentados pelo TSE, os estados de Alagoas, Espírito Santo, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul perderão uma cadeira. Paraíba e Piauí perderão dois deputados.

O novo cálculo foi feito com base dos dados do Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Atualmente, a divisão das 513 cadeiras da Câmara tem por base a população que havia nos Estados em 1998.

Se algum Estado considerar inconstitucional a nova divisão, pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). São Paulo continuará com 70 cadeiras. A decisão, conforme estabeleceu o TSE, terá impacto nas assembleias legislativas e na Câmara Legislativa do Distrito Federal.

04:37 · 11.03.2013 / atualizado às 04:37 · 11.03.2013 por

Publiquei hoje na Coluna Comunicado, que escrevo no jornal Diário do Nordeste:

O Partido dos Trabalhadores fez sábado passado reunião do Diretório Estadual do Ceará. Foi um encontro que, entre outros pontos, começou a definir posturas para a disputa eleitoral de 2014. Entre as decisões, a de que “A tática eleitoral de 2014 estará subordinada às resoluções do V Congresso Nacional do PT (que será realizado em fevereiro do próximo ano). A aliança no Ceará, em consonância com a política nacional de alianças, será realizada com os partidos comprometidos no Estado com a reeleição da presidenta Dilma”. Isso, a rigor e tendo em vista o cenário atual, põe a sigla em cima do muro em relação ao PSB e ao PMDB. Afinal, os surtos de cisão que acometem alas controladas pela ex-prefeita Luizianne Lins ficam, pelo menos até que os dois aliados se posicionem, sob calculada restrição.

Outra deliberação mostra o estado hesitante do PT: “Reafirmar a manutenção da aliança partidária estadual, construída desde 2006 no Ceará e no Brasil, respeitando-se as realidades municipais”. Ou seja, preserva-se a parceria, mas nem tanto. Era só o que Luizianne queria para dar prosseguimento à animosidade com o PSB e o PMDB em Fortaleza, surgida na disputa para a Prefeitura em 2012.

04:29 · 04.03.2013 / atualizado às 04:29 · 04.03.2013 por

Da Coluna Comunicado, que escrevo no jornal Diário do Nordeste:

Sem conflito não há graça
Do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva podem-se dizer muitas coisas como elogio ou crítica. Mas não se pode dizer jamais que faz política com ingenuidade. Sexta-feira, em Fortaleza, Lula deixou claro que ver reconstituída a parceria local entre petistas e socialistas. “O fato de termos tido uma divergência não significa o fim da possibilidade de reconstruir a aliança”, afirmou, em observação publicada sábado na editoria de Política do Diário do Nordeste. E tirou essa do vasto repertório de frases que cultiva: “Bom na política é que, se ela não tivesse problema, conflito, adversidade, não teria graça”.

Outro momento
Em Fortaleza, por pressão do grupo de Luizianne Lins, o PT se colocou na oposição à gestão do prefeito Roberto Cláudio (PSB). Resquício da eleição de 2012, nas quais o próprio Lula atiçou a fogueira das diferenças. Na esfera estadual, porém, os petistas continuam aliados do governador Cid Gomes, também do PSB.

Recado dado
Para os que insistem no rompimento, Lula deixou um conselho que beira o óbvio: “Você tem que exercitar sua inteligência todo santo dia”. Ele entende como inteligente a estratégia de ter a ala de Cid e Roberto Cláudio como antídoto contra aspirações presidenciais do governador Eduardo Campos (PSB-PE).

03:02 · 01.03.2013 / atualizado às 18:17 · 28.02.2013 por

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dá um tempo hoje na agenda política que desde ontem cumpre no Ceará. Ou não, já que a programação do petista inclui uma sequência e significados e significantes políticos que merecem atenção especial de quem se dá ao trabalho de analisar cenários e fazer projeções.

O fato é que Cid Gomes, governador do Ceará e presidente estadual do PSB, e Lula acenam com uma reaproximação após o tenso período de disputa eleitoral em Fortaleza. Justamente quando há uma movimentação, sobretudo em instâncias partidárias nacionais do PSB, do PSDB, do DEM e até do PT, tentando levá-los para o campo oposto e, para isso, criando situações de animosidade e questionamento.

*** *** ***

Abaixo, trecho de texto distribuído à Imprensa pela assessoria da Secretaria da Saúde do Estado:

O Centro de Convivência Antônio Diogo da Secretaria da Saúde do Estado, em Redenção, com 85 anos de existência e de referência no tratamento de hanseníase, vai receber nesta sexta-feira, 1º de março, às 16 horas, a visita do governador Cid Gomes e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acompanhados do secretário da Saúde do Estado, Arruda Bastos. Antes, às 15 horas, o governador Cid Gomes vai conferir a entrega do título Doutor Honoris Causa pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), também no município de Redenção.

 Em 2007, Lula instituiu pensão indenizatória para pacientes de hanseníase vítimas de isolamento e internações compulsórias até dezembro de 1986, no valor de R$ 750, vitalícia, pessoal e intransferível. Gente como a aposentada Maria de Lourdes, com 96 anos, que mora no Centro de Convivência Antônio Diogo, antiga colônia, desde os tempos de juventude. Lá, casou três vezes com  parceiros que também tiveram a doença e nunca mais saiu. Ficou viúva no ano passado. Na varanda da casa dela, sempre sentada num cadeira de rodas por causa das incapacitações trazidas pela hanseníase, a aposentada acompanha o movimento de preparação para receber os visitantes desta sexta-feira.

 Atualmente há no Brasil 33 ex-colônias. Abrigam principalmente ex-pacientes que, por problemas de adaptação física ou opção, permanecem nos antigos hospitais. No Ceará, além do  Centro de Convivência Antônio Diogo, fundado em 1928, há em Maracanaú o Centro de Convivência Antônio Justa. Hoje, vivem no Centro Antônio Diogo 152 pessoas. São 51 ex-pacientes e familiares. Há dois pavilhões que abrigam ex-pacientes sem familiares. O pavilhão masculino abriga nove ex-pacientes e, o feminino, oito. Há, ainda, 64 casas, quase todas ocupadas por famílias de ex-internos.

 A prioridade do Centro de Convivência Antônio Diogo é o trabalho de reintegração social dos ex-internos. O grupo de convivência de ex-pacientes se reúne todas as sextas-feiras em oficinas de ressocialização. No Centro de Convivência funciona uma sapataria especializada em calçados para pacientes vivendo com as sequelas provocadas pela doença. São sandálias feitas sob medidas para quem perdeu partes dos membros inferiores e precisam de sandálias adaptadas para garantir proteção, mobilidade e mais qualidade de vida. Para melhorar o movimento das pernas e braços, em muitos casos incompletos devido a doença, há uma unidade de fisioterapia.

Lá, dentro da área do Centro de Convivência Antônio Diogo, funciona ainda uma Unidade Básica de Saúde onde atua uma equipe de Saúde da Família mantida pelo SUS através da Prefeitura de Redenção. A unidade também faz o diagnóstico de hanseníase para todos os municípios da região. Em todo o Ceará, nos últimos seis anos, foram diagnosticados 13.761 casos novos de hanseníase.

Cid Gomes eLula: retomada de diálogo interrompido pela campanha municipal de 2012
Cid Gomes eLula: retomada de diálogo interrompido pela campanha municipal de 2012
08:10 · 18.01.2013 / atualizado às 08:13 · 17.01.2013 por

Da Coluna Comunicado, do jornal Diário do Nordeste, nesta sexta-feira:

Antecipar as discussões eleitorais de 2014 é semear terreno para os adversários. Com essa avaliação, PT e PSB têm corrido léguas de apreciações sobre o cenário do ano que vem – quando haverá eleições para presidente da República, governadores, um terço do Senado e deputados federais e estaduais. Frase do presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos dá a medida da contenção de ânimos: “Não chegou a hora de tratar de 2014. Estamos tratando de ajudar a presidenta a vencer o ano de 2013”. Essa postura não significa que ele se exclui de projetos políticos num futuro próximo, mas pelo menos indica a disposição dos socialistas de levar as alianças a sério.

A definição dos humores entre PT e PSB passa pelo Ceará, onde o grupo do governador Cid Gomes se fortaleceu mais ainda ao eleger Roberto Cláudio prefeito de Fortaleza. Cid é tido pelo Planalto como um contraponto à expressão política de Eduardo Campos. Ou alguém que não deixa o pernambucano ser a única voz do partido.

06:05 · 15.01.2013 / atualizado às 05:07 · 15.01.2013 por

Da Agência Brasil:

Após mais de duas horas de reunião com a presidenta Dilma Rousseff, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), disse (ontem, segunda-feira, 14 de janeiro) que os dois conversaram sobre parcerias entre os governos federal e estadual, investimentos em obras e sobre a situação da estiagem no estado. A presidenta e o governador também trataram de questões políticas, mas Campos evitou comentar a continuidade da aliança entre o PT e o PSB para as eleições de 2014 e disse que seu partido não quer “eleitoralizar” o debate político brasileiro nesse momento.

“Não chegou a hora de tratar de 2014. Estamos tratando de ajudar a presidenta a vencer o ano de 2013. A disposição do PSB é dar a contribuição do partido para que possamos retomar o crescimento econômico, para que possamos tratar da pauta efetiva do país”, disse. Segundo Campos, é preciso priorizar a “pauta real” do país e ajudar o governo a enfrentar as dificuldades do cenário econômico mundial, além de facilitar o diálogo em temas como o Fundo de Participação dos Estados e a distribuição de royalties do petróleo.

*** *** ***

A íntegra está aqui.

03:38 · 01.11.2012 / atualizado às 18:38 · 31.10.2012 por

Repare bem: na troca de acusações pré-eleitoral entre a prefeita Luizianne Lins (PT) e o governador Cid Gomes (PSB) – que quase chegou às raias do xingamento -, ele questionou o que seria dela após concluir o mandato.

É bom notar que, não havendo desvios radicais de rota, uma possível candidatura de Luizianne Lins em 2014, ao que quer que seja, tende a ser “casada” com a de Dilma Rousseff à reeleição.

E isso tem um peso danado.

Pesquisar

Roberto Maciel

O blog é de autoria do jornalista Roberto Maciel, da coluna Comunicado, da editoria Cidade, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

11h10mCanoa Blues começa em Fortaleza dia 1º de novembro, no Centro Cultural BNB

08h10mO desapego municipal

06h10mDe longas datas

11h10mEscola de Gastronomia põe à mesa ciclo de formação

08h10m“Voto útil” para quem?

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs