Busca

Categoria: Empreendedorismo


11:43 · 13.08.2018 / atualizado às 11:43 · 13.08.2018 por

A DCDN, companhia cearense com forte penetração no mercado de energia elétrica, está acompanhando mudanças e avanços do setor. “Crescemos, em média, dois dígitos ao ano. Nós temos atingido muitos mercados, fornecendo energia para prédios, shoppings e hospitais, por exemplo. Todos esses segmentos precisam de energia emergencial e a DCDN tem suprido essa demanda por meio dos geradores”, explica o diretor da DCDN, Luiz Antonio Trotta.

Responsável pela cobertura de peças e serviços em grande parte da região Nordeste, a DCDN também dispõe de filial em Jaboatão dos Guararapes (PE) – com moderna estrutura em uma área de quatro mil metros quadrados. Recentemente o espaço foi ampliado e recebeu novo galpão. A matriz, em Fortaleza (CE), está localizada na BR 116, em uma área total de 14 mil metros quadrados.

O grupo também fornece empilhadeiras dos mais variados portes, além de tratores de esteiras, escavadeiras e carregadeiras para empresas de todos os segmentos de mercado. A distribuição dos produtos e serviços é feita em parceria com as empresas Cummins, Hyster e Komatsu.

07:37 · 30.07.2018 / atualizado às 07:42 · 30.07.2018 por

O Ceará lidera no Nordeste a categoria de Geração Distribuída (instalações em casas, empresas, indústrias e órgãos públicos), com 1.078 ligações. Essa posição dá ao Estado a sétima colocação no ranking nacional.

Isso indica a procura por mão de obra qualificada para a execução dos projetos.

Pois saiba: a empresa Sou Energy já capacitou no primeiro semestre de 2018 mais de 200 pessoas.

Os profissionais trabalham como representantes comerciais com salários que podem variar de R$ 1.500 R$ 5.000 ao mês. A Sou Energy já efetuou mais de 100 projetos e está com 15 em andamento.

16:46 · 26.07.2018 / atualizado às 05:47 · 23.07.2018 por

Ilude-se monumentalmente quem acha que o conceito de “cidade inteligente” é relacionado apenas a capitais ou a metrópoles.

O município de Juazeiro do Norte, no Cariri cearense, está agora tentando se consolidar com sistemas do gênero. Por trás, um namoro com o desenvolvimento econômico e a melhoria da qualidade de vida.

Se conseguir, vai mudar o rumo de muitas coisas da gestão pública.

A base da ideia de “cidade inteligente” tem a ver com a interação social e com o uso de energias, materiais, serviços e financiamento em iniciativas de crescimento.

A Prefeitura de Juazeiro até já expôs a proposta na Câmara de vereadores, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação.

15:37 · 25.07.2018 / atualizado às 05:39 · 23.07.2018 por

É inquestionavelmente significativa a ampliação das demandas apontada pela Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Ambiental de Caucaia: 25%.

A pasta do município da Região Metropolitana de Fortaleza alterou logísticas internas, implementou sistemas e redefiniu metas, daí o crescimento.

É que há no novo cenário um namoro firme com a atração de investimentos para o município.

05:34 · 25.07.2018 / atualizado às 05:36 · 23.07.2018 por

Na Coluna Comunicado desta quarta-feira, no jornal Diário do Nordeste:

Fortaleza está de olho no desenvolvimento da economia local. E a Prefeitura elaborou um projeto denominado Meu Bairro Empreendedor, justamente para estimular melhorias em comunidades. Agora, busca-se o apoio do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) para viabilizar a ação. O próprio prefeito Roberto Cláudio (PDT) assumiu as negociações. Uma das estratégias visa ao microcrédito, com um fundo municipal a ser criado especificamente para garantir crédito a juros negativos para a indução de novos empreendimentos.

O Meu Bairro Empreendedor também dá atenção à agricultura urbana. A ideia é formar quintais produtivos e organizar associações e cooperativas de produção, garantindo a participação dos integrantes nas compras governamentais. A semente deve ser lançada no Serviluz.

07:19 · 19.07.2018 / atualizado às 07:20 · 18.07.2018 por

Para debater os desafios e alternativas para o homem do campo, o Instituto de Arte, Cultura, Lazer e Educação (Iarte), com o apoio do Instituto Agropolos, realizará amanhã, das 8h às 16h, a segunda etapa do Ciclo de Seminários “Cenários para o Fortalecimento da Agricultura Familiar”. Será  na Bodega Ecológica, no município de Quixadá.

Para o coordenador técnico do evento, Antonio José Monteiro, o objetivo do Ciclo de Seminários é fortalecer as cadeias produtivas, como princípio básico do desenvolvimento sustentável e solidário da agricultura familiar no estado do Ceará. “O apoio à realização do conjunto dessas ações implica em um esforço permanente e sistêmico de aprimorar os instrumentos operacionais de fortalecimento e consolidação das institucionalidades necessárias à gestão social das políticas públicas para a agricultura familiar”.

O Ciclo de Seminários “Cenários para o Fortalecimento da Agricultura Familiar” já passou por Barbalha (Cariri) no mês de junho e ainda ocorrerá em outras três cidades, representando as macrorregiões do Estado: Aracati (Litoral Leste), Itapipoca (Litoral Oeste) e Morada Nova (Jaguaribana).

A segunda etapa do Ciclo de Seminários tem o apoio das Prefeituras municipais e dos Sindicatos dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais dos Municípios do Sertão Central.

21:54 · 27.06.2018 / atualizado às 07:55 · 15.06.2018 por

Publicado na Coluna Comunicado, hoje:

A região composta pela Capital e cidades vizinhas, como Caucaia e Maracanaú – a “Grande Fortaleza” – fecha amanhã o ciclo de consultas da Plataforma Ceará 2050. Trata-se de rodada de discussões sobre propostas de desenvolvimento para o Estado nos próximos 30 anos. A Plataforma Estratégica de Desenvolvimento de Longo Prazo – Ceará 2050 visa a debater soluções para o desenvolvimento econômico, sustentável e social do Estado.

A ação utiliza dados sociais, econômicos, ambientais, territoriais e de governança das últimas três décadas no Estado para projetar as próximas três. E conduz um importante elemento: a convergência de conhecimentos, projetos e demandas num sentido único, utilizáveis como ferramentas de crescimento.

As discussões levantadas pelo Governo do Estado correm paralelas às que a Prefeitura de Fortaleza tem feito tendo como referência o ano de 2040. São medidas propostas para execução em curto, médio e longo prazos, tratando de planos urbanístico, de mobilidade e de desenvolvimento econômico e social.

17:40 · 25.06.2018 / atualizado às 07:43 · 15.06.2018 por

Da Coluna Comunicado, nesta quarta-feira, no jornal Diário do Nordeste:

A região composta pela Capital e cidades vizinhas, como Caucaia e Maracanaú – a “Grande Fortaleza” – fecha amanhã o ciclo de consultas da Plataforma Ceará 2050. Trata-se de rodada de discussões sobre propostas de desenvolvimento para o Estado nos próximos 30 anos. A Plataforma Estratégica de Desenvolvimento de Longo Prazo – Ceará 2050 visa a debater soluções para o desenvolvimento econômico, sustentável e social do Estado.

A ação utiliza dados sociais, econômicos, ambientais, territoriais e de governança das últimas três décadas no Estado para projetar as próximas três. E conduz um importante elemento: a convergência de conhecimentos, projetos e demandas num sentido único, utilizáveis como ferramentas de crescimento.

As discussões levantadas pelo Governo do Estado correm paralelas às que a Prefeitura de Fortaleza tem feito tendo como referência o ano de 2040. São medidas propostas para execução em curto, médio e longo prazos, tratando de planos urbanístico, de mobilidade e de desenvolvimento econômico e social.

07:51 · 11.06.2018 / atualizado às 07:53 · 08.06.2018 por

Hoje, na Coluna Comunicado:

O BNB lançou chamada pública para selecionar projetos que ofereçam soluções para os principais desafios enfrentados pelos agentes econômicos nas atividades do Programa de Desenvolvimento Territorial. O Prodeter é efetivado pela instituição. Baixa produtividade e reduzida eficiência econômica em setores como bovinocultura leiteira, caprinocultura e fruticultura estão entre esses desafios. O pacote de apoio está orçado em R$ 4 milhões. Os projetos apresentados podem ter prazo de execução de seis meses a dois anos e serão apoiados, cada um, com até R$ 300 mil. As inscrições podem ser feitas até hoje, na Internet, pelo endereço www.bnb.gov.br/fundeci.

O edital é parte de um plano de ações para o desenvolvimento territorial e a organização do BNB. O banco visa ainda ao fortalecimento e à ampliação da competitividade das cadeias produtivas. O resultado da primeira etapa será conhecido dentro de dois meses.

15:06 · 04.06.2018 / atualizado às 05:07 · 01.06.2018 por

O Banco do Nordeste, por meio do Hub Inovação Nordeste (Hubine), apoiará a participação de jovens empreendedores no InovAtiva Brasil 2018, maior programa de aceleração de startups do país, que ocorre dias 9 e 10 de junho no Recife e 13 e 14 de outubro em São Paulo.

Os jovens inovadores, Vaneska Sousa, Hudney Ferreira, Pedro Sousa, Lucas Martins e Filipe Silva, concluíram o ensino médio profissionalizante de informática em uma escola pública estadual cearense. Hoje eles compõem a equipe da startup Escolarize, plataforma que se propõe a otimizar o processo de ensino-aprendizado por meio da gamificação, que é o uso de técnicas de jogos para engajar pessoas, resolver problemas e melhorar o aprendizado.

Segundo a gerente do Hubine, Lina Salles, a gamificação na educação tem se mostrado eficaz estratégia para aumentar o interesse dos alunos pelo conteúdo estudado. “É necessário que a metodologia de ensino se atualize para acompanhar a evolução tecnológica na qual os estudantes atuais estão imersos 24 horas por dia. O uso de jogos é uma maneira eficaz de mostrar que adquirir conhecimento pode sim ser muito divertido”, afirma Lina.

A ideia da Escolarize surgiu do acompanhamento, durante três anos, dos baixos resultados escolares dos colegas. A responsável pela gestão de estratégias e negócios da equipe, Vaneska Sousa, explica porque a gamificação foi escolhida pela startup como solução para o problema: “Quando você usa a estratégia de jogos, você prende a atenção do jovem, pois permite que ele possa seguir seu próprio ritmo e sinta-se bem estudando com algo que ele gosta”.

Com o auxílio da solução da startup Total Cross, abrigada no coworking Hubine, a Escolarize criou uma plataforma de estudos que funciona diretamente de aluno para aluno e é acessível à realidade do estudante da rede pública de ensino. A solução já conta com mais de 500 alunos e 27 professores.