Busca

Categoria: Fortaleza


11:26 · 04.07.2018 / atualizado às 05:28 · 03.07.2018 por

Para a turma que está se preparando para enfrentar o Exame Nacional do Ensino Médio, uma informação bacana: tramita na Câmara de Fortaleza projeto do vereador Evaldo Lima (PCdoB) que propõe um sistema de ensino a distância com foco no Enem.

A matéria é baseada na Academia Enem, já consolidada pela Prefeitura.

A Academia Enem ministra aulões para alunos das redes pública e particular no Ginásio Paulo Sarasate. E gratuitamente. A proposta é somar as boas práticas e a experiência do preparatório com tecnologias de ensino a distância, que são fundamentadas na Internet. O acesso também seria gratuito.

17:17 · 03.07.2018 / atualizado às 07:20 · 02.07.2018 por

Quarenta por cento da população do Ceará estão concentrados na Região Metropolitana de Fortaleza. E 60% da riqueza econômica encontram-se nos 19 municípios da RMF.

Números assim têm sido expostos pelo presidente da Câmara de vereadores da capital, Salmito Filho (PDT), como argumento para consolidar o Parlamento Metropolitano – um fórum intermunicipal qualificado para debates e propostas de interesses comuns às gestões.

Diz ele: “Essa integração é necessária, tem uma relação republicana para construir uma articulação a serviço da Região Metropolitana”.

Há um histórico de bons resultados no setor, deve-se notar. Conforme Salmito Filho, já há no País 11 fóruns com a mesma finalidade.

12:16 · 03.07.2018 / atualizado às 07:17 · 02.07.2018 por

O vereador Michel Lins (PPS) apresentou à Câmara de Fortaleza projeto propondo que a Prefeitura reforme e revitalize a Praça João Gentil, no Bairro da Gentilândia.

O local tem uma marca extremamente trágica.

Foi na praça que, em março último, sete pessoas foram assassinadas na quarta chacina deste ano no Estado.

21:54 · 27.06.2018 / atualizado às 07:55 · 15.06.2018 por

Publicado na Coluna Comunicado, hoje:

A região composta pela Capital e cidades vizinhas, como Caucaia e Maracanaú – a “Grande Fortaleza” – fecha amanhã o ciclo de consultas da Plataforma Ceará 2050. Trata-se de rodada de discussões sobre propostas de desenvolvimento para o Estado nos próximos 30 anos. A Plataforma Estratégica de Desenvolvimento de Longo Prazo – Ceará 2050 visa a debater soluções para o desenvolvimento econômico, sustentável e social do Estado.

A ação utiliza dados sociais, econômicos, ambientais, territoriais e de governança das últimas três décadas no Estado para projetar as próximas três. E conduz um importante elemento: a convergência de conhecimentos, projetos e demandas num sentido único, utilizáveis como ferramentas de crescimento.

As discussões levantadas pelo Governo do Estado correm paralelas às que a Prefeitura de Fortaleza tem feito tendo como referência o ano de 2040. São medidas propostas para execução em curto, médio e longo prazos, tratando de planos urbanístico, de mobilidade e de desenvolvimento econômico e social.

11:47 · 27.06.2018 / atualizado às 07:48 · 15.06.2018 por

O vereador de Fortaleza Evaldo Lima (PCdoB), ex-secretário de Cultura do Município, apareceu na Câmara com uma proposta bacana.

Evaldo quer que as obras públicas municipais tenham placas com os nomes dos operários empregados na construção.

E diz: “É uma forma de reconhecer a dignidade do trabalho”.

O vereador Idalmir Feitosa (PR), de outro polo político, se prontificou a assinar o projeto conjuntamente.

17:40 · 25.06.2018 / atualizado às 07:43 · 15.06.2018 por

Da Coluna Comunicado, nesta quarta-feira, no jornal Diário do Nordeste:

A região composta pela Capital e cidades vizinhas, como Caucaia e Maracanaú – a “Grande Fortaleza” – fecha amanhã o ciclo de consultas da Plataforma Ceará 2050. Trata-se de rodada de discussões sobre propostas de desenvolvimento para o Estado nos próximos 30 anos. A Plataforma Estratégica de Desenvolvimento de Longo Prazo – Ceará 2050 visa a debater soluções para o desenvolvimento econômico, sustentável e social do Estado.

A ação utiliza dados sociais, econômicos, ambientais, territoriais e de governança das últimas três décadas no Estado para projetar as próximas três. E conduz um importante elemento: a convergência de conhecimentos, projetos e demandas num sentido único, utilizáveis como ferramentas de crescimento.

As discussões levantadas pelo Governo do Estado correm paralelas às que a Prefeitura de Fortaleza tem feito tendo como referência o ano de 2040. São medidas propostas para execução em curto, médio e longo prazos, tratando de planos urbanístico, de mobilidade e de desenvolvimento econômico e social.

08:02 · 18.06.2018 / atualizado às 18:12 · 12.06.2018 por

Leva a assinatura do vereador de Fortaleza Emanuel Acrízio (PRP) projeto que proíbe que carros-fortes estacionem em vias públicas. Ele quer que agências bancárias, farmácias e casas de câmbio, entre outros estabelecimentos, tenham locais de parada adequados e seguros.

Mas de nova a matéria não tem nada. Não mesmo!

É que nos anos 1990, a então vereadora Magaly Marques (PMDB) apresentou a mesma ideia, que foi rejeitada pela Câmara Municipal sob forte pressão de entidades empresariais. A ressurreição da matéria deve ser creditada à alta da violência urbana.

O texto de Emanuel Acrizio foi, digamos, “inspirado” por um episódio de troca de tiros registrado na Aldeota no mês passado. O texto determina que, a partir do início da vigência da lei, os estabelecimentos que são abastecidos por dinheiro tratem de arrumar locais para o estacionamento e desembarque dos carros-fortes. Note-se: os tempos são outros.

17:59 · 16.06.2018 / atualizado às 18:00 · 12.06.2018 por

A Prefeitura de Fortaleza abriu chamada pública para empresas que tenham condições de construir residencial do Programa Minha Casa, Minha Vida no Bairro Jangurussu.

A área disponível compreende mais de 13 mil metros quadrados.

E o financiamento vai ser da Caixa Econômica Federal.

08:47 · 15.06.2018 / atualizado às 16:50 · 12.06.2018 por

Nota que abre hoje a Coluna Comunicado, do jornal Diário do Nordeste:

Fortaleza entrou no roteiro do Instituto Rui Barbosa (IRB), órgão de estudos e pesquisas vinculado ao Tribunal de Contas da União. A entidade vai realizar na cidade, em outubro, no Centro de Eventos, o IV Congresso Internacional de Controle e Políticas Públicas. Trata-se de um das mais credenciadas agendas na área de controle de contas e de transparência das gestões. O Congresso destaca estudos sobre a qualidade de políticas públicas, e visa à multiplicação e ao intercâmbio de conhecimentos. O presidente do Tribunal de Contas do Ceará, Edilberto Pontes, que é vice-presidente de Ensino, Pesquisa e Extensão do IRB, foi um dos articuladores da definição do local do encontro.

17:19 · 12.06.2018 / atualizado às 17:20 · 12.06.2018 por

O prefeito Roberto Cláudio assinou nesta terça-feira (12/06) contrato de credenciamento entre o Instituto de Previdência do Município (IPM) e a Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza. A iniciativa amplia a cobertura para beneficiários do IPM Saúde e dependentes.

A renovação e ampliação do convênio garante R$ 6 milhões de reais a mais para a Santa Casa, ao longo de 12 meses, vinculados a serviços de média e alta complexidade. Além disso, R$ 1 milhão estão garantidos para pagamento de uma tabela de serviços com preços diferenciados

“A Santa Casa faz um trabalho de muita eficiência, visto que os recursos do SUS não são suficientes para manter os serviços oferecidos aqui. Governo e Prefeitura estão fazendo seu papel legal de apoiar a entidade e do outro lado, servidores municipais e seus familiares terão um novo hospital como opção para atendimento”, diz o Prefeito Roberto Cláudio.

Até abril, a Santa Casa tinha mais de 1.500 pacientes na fila de espera. 500 aguardavam por cirurgias de alta complexidade e 1.000, de média complexidade. Desse total, 70% da procura por atendimento é de pessoas residentes na Capital e o restante, do Interior. Em virtude disso, o governador Camilo Santana liberou R$ 10 milhões em apoio ao maior hospital filantrópico do Estado.

O provedor-geral da Santa Casa de Misericórdia, Luiz Marques, lembra que as doações continuam sendo importantes. “Essa ação conjugada de Prefeitura e Governo vai trazer uma melhoria substancial a nossa entidade, mas ainda precisamos das doações das pessoas para manter os enfermos de extrema vulnerabilidade que nos procuram diariamente”, afirmou.

Hoje, o IPM soma 71.763 beneficiários. Para o superintendente do órgão, Ricardo Santiago, “o credenciamento do IPM é uma maneira de melhorar o atendimento aos servidores, visto que a Santa Casa mantém um quadro médico de excelência e uma estrutura física de qualidade”, afirmou.