Busca

Categoria: Fortaleza


06:49 · 11.12.2017 / atualizado às 11:50 · 08.12.2017 por

Notas da Coluna Comunicado, na edição desta segunda-feira, no jornal Diário do Nordeste:

As comissões de Constituição, Justiça e Legislação Participativa; e de Orçamento, Fiscalização e Administração Pública da Câmara de Fortaleza têm reunião conjunta hoje. Na pauta, a lei orçamentária do município para 2018 – ou seja, o quanto se pretende arrecadar do cidadão e como deve ser aplicado esse dinheiro. Até a próxima quinta-feira os vereadores vão poder apresentar propostas para emendar o projeto final.

Coube a um noviço, o vereador Gardel Rolim (PPL), a presidência dos trabalhos conjuntos das comissões de Constituição e Justiça e de Orçamento e Legislação. O igualmente novato Iraguassu Filho (PDT) ficou com a relatoria do projeto. Ambos são assim-assim com o Paço Municipal. Centavo por centavo, a estimativa é de que a Prefeitura mexa com R$ 7.559.346.503 no exercício financeiro de 2018.{TEXT}

Na distribuição orçamentária de Fortaleza para 2018, o Gabinete do Prefeito vai ficar com R$ 29.908.468,00 e caberá modesto R$ 1.537.343,00 ao Fundo Municipal de Políticas Sobre Drogas – uma larga diferença, deve-se admitir. A Guarda Municipal, que vai começar a usar armas de fogo em operações ordinárias, terá destinados R$ 150.572.54,00. A fatia do IJF será de R$ 415.037.02,00.

09:47 · 09.12.2017 / atualizado às 11:48 · 08.12.2017 por

Publiquei hoje na Coluna Comunicado, do Diário do Nordeste:

Instituições públicas e representações sociais já vêm firmando parcerias relevantes em áreas diversas, como saúde, educação e cultura. Agora, a Câmara de Fortaleza se movimenta na direção do aprimoramento dessas relações, se propondo a ser interlocutora dos segmentos por meio de uma frente parlamentar que visa a defender o terceiro setor – como se costuma chamar o lado organizado da sociedade. E faz bem. Além de cumprir um dos fundamentos das casas legislativas na cena democrática, o gesto tem o sentido de solidificar a capacidade de articulação do cidadão.

11:38 · 08.12.2017 / atualizado às 11:19 · 07.12.2017 por

Outra nota que publiquei na Coluna Comunicado:

O secretário de Cultura de Fortaleza, Evaldo Lima, conseguiu ontem se desenroscar de um nó dos brabos. E passou a régua nas dívidas do Edital das Artes, somando cerca de R$ 3,4 milhões para artistas e projetos de 13 linguagens. Pagou tudo, integralmente. O débito havia saído dos campos cultural e financeiro e ingressado, com todos os espinhos que tem, no território político. Agora, a área está desobstruída.

16:56 · 01.12.2017 / atualizado às 16:56 · 01.12.2017 por

Referência em tratamento contra o câncer no Ceará, e considerado um dos maiores centros de assistência de alta complexidade em oncologia do País, o O Instituto do Câncer do Ceará (ICC) retomou os atendimentos que estavam suspensos devido à falta de repasses da Prefeitura de Fortaleza – um calote assim mescla, no mínimo, insensibilidade humana, desatenção política e negligência social.

Foi firmado ontem à noite acordo pelo qual a Prefeitura de Fortaleza se compromete a pagar o que deve ao ICC, em torno de R$ 18 milhões, em parcelas de R$ 750 mil a partir do próximo ano, chegando a quitá-la até o primeiro semestre de 2019 com o pagamento das parcelas restantes.

O Instituto havia suspendido os procedimentos de iodoterapia, cirurgia de tumor ósseo, hematologia e cirurgia abdominal, voltado agora todos à sua normalidade.​

11:10 · 01.12.2017 / atualizado às 11:10 · 01.12.2017 por

O procurador municipal de Fortaleza Pedro Quariguasi foi eleito para novo mandato à frente da Associação dos Procuradores da Administração Centralizada do Município de Fortaleza. Quariguasi fica como presidente da entidade até 2019, estendendo o mandato atual.

“Nosso maior desafio é seguir com o trabalho de fortalecimento das ações e trabalhos desenvolvidos pelos Procuradores Municipais, defendendo as prerrogativas da categoria, estabelecer canais de comunicação com a sociedade, divulgando a advocacia pública, apoiar o uso eficiente dos recursos públicos, apoiar a gestão municipal em tudo que for necessário para melhorar os serviços públicos municipais para a população, entre outros.”

A posse da nova diretoria e do Colégio dos Procuradores será realizada no próximo dia 15 de dezembro de 2017, às 18 horas, no Full Time Buffet, Rua Felipe Nery, 343, no bairro Patriolino Ribeiro.

10:47 · 09.11.2017 / atualizado às 10:50 · 08.11.2017 por

A vereadora Larissa Gaspar (PPL), presidenta da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Fortaleza, lança hoje, na Associação Cearense de Imprensa (ACI), às 19h, o manual “Por Uma Comunicação Pelos Direitos Humanos.

O evento é aberto ao público e visa a debater caminhos para que o exercício do jornalismo colabore para o respeito e a promoção aos direitos humanos.

A mesa de debate contará com Angela Marinho, da Agência da Notícia, um representante do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Ceará (Sindjorce), Raquel Dantas, do Coletivo Intervozes, Larissa Gaspar e mediação de Salomão de Castro, da Associação Cearense de Imprensa.

Com distribuição gratuita, o manual de 20 páginas traz dicas de abordagens para cobertura jornalística sobre temas relacionados à exploração sexual de crianças e adolescentes, violência contra a mulher, suicídio, e também alguns aspectos da violação de direitos humanos na grande mídia brasileira.

Além de trechos do Código de Ética, editado pela Federação Nacional dos Jornalistas Brasileiros (FENAJ), o manual tem como fontes publicações da Agência de Notícias dos Direitos da Infância (ANDI), da ONG Think Olga, do Coletivo Intervozes e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

08:13 · 01.11.2017 / atualizado às 08:15 · 26.10.2017 por

O vereador Salmito Filho (PDT), presidente da Câmara de Fortaleza, quer criar um fórum de discussões da Região Metropolitana para tratar de temas comuns às gestões e, claro, às comunidades. “Hoje, não se pode pensar em soluções para uma cidade sem incluir as outras num possível planejamento”, explica.

O objetivo é reunir periodicamente parlamentares, administradores e representantes de segmentos sociais. Seria como um grande parlamento intermunicipal.

Salmito explica que a ideia pode até migrar para outras áreas do Estado.

11:59 · 31.10.2017 / atualizado às 12:03 · 30.10.2017 por

A Comissão do Plano Diretor da Câmara Municipal se reúne hoje, a partir das 14h30min, para debater a situação da acessibilidade em Fortaleza, com ênfase para as calçadas em Fortaleza.

E vale lembrar que as calçadas estão em pandarecos, numa marca desgastante para a gestão do prefeito Roberto Cláudio (PDT). Quando não são tomadas de buracos e outros obstáculos perigosos, são ocupadas por lixo.

Está confirmada a participação de representantes do Ministério Público e Coordenadoria de Pessoas com Deficiência da Prefeitura Municipal. “Nosso objetivo é que o Plano Diretor contenha dispositivos que garantam o direito de locomoção das pessoas com deficiência, tornando a capital um lugar acessível”, diz o vereador Acrísio Sena (PT), relator da matéria.

08:00 · 31.10.2017 / atualizado às 08:07 · 26.10.2017 por

Publiquei na Coluna Comunicado, neste 31 de outubro:

Hoje é o Dia do Saci Pererê em Fortaleza e em várias outras cidades do País. Não se espante nem pense em levar na galhofa. Afinal, a data se baseia em decisões políticas, adotadas nas casas legislativas municipais, sustentadas pelo argumento da valorização da cultura local. É, em princípio e fim, uma reação propositiva diante do Dia das Bruxas (Halloween, no original), instituição que migrou da tradição europeia para a dos Estados Unidos.

Por iniciativa do vereador Guilherme Sampaio (PT), a Câmara Municipal de Fortaleza analisou e aprovou em 2007 projeto que criou o Dia do Saci – já a reboque de propostas semelhantes que haviam passado em outras instituições. A ideia de se destacar o menino negro de uma perna só, brincalhão mas protetor da natureza, fumante e sorridente, foi bem recebida pelo Paço. E a prefeita de então, Luizianne Lins (PT), sancionou o texto.

Palavras de Guilherme Sampaio: “A intenção deste projeto é ensinar às crianças, que o País também tem seus mitos, difundindo a tradição oral, a cultura popular e infantil, os mitos e as lendas brasileiras”. Mas as boas vontades foram levadas num pé de vento. É que desde 2008 a Prefeitura de Fortaleza não dá bola para a proposta. E, salvo algumas exceções, as escolas municipais fingem que não veem o Saci.

13:48 · 29.10.2017 / atualizado às 06:57 · 27.10.2017 por

A cantora e compositora Mona Gadelha apresenta hoje show baseado no disco Praia Lírica. Será no cineteatro São Luiz, em Fortaleza, às 18h. O espetáculo também conta com a participação do guitarrista Mimi Rocha e o multi-instrumentista Herlon Robson. Os ingressos já estão à venda com preços populares (R$ 20,00 inteira e R$ 10,00 , a meia).

O trabalho é destacado como um “mergulho afetivo e ousado na canção cearense que emergiu nos anos 1970 e causou impacto na MPB, perpetuando a geração ‘Pessoal do Ceará'”.

Abaixo, informações da Secretaria da Cultura do Estado:

Lançado em 2011 com shows em Fortaleza, Rio e cidades de São Paulo, além da capital, Praia Lírica, como previa Gilmar de Carvalho, tornou-se atemporal, e abriu caminho para a pesquisa de um repertório rico em preciosidade poética e que surpreende a cada nova leitura. Um repertório escrito por Ednardo, Belchior, Fagner, Rodger Rogério, Ricardo Bezerra, Brandão, Petrúcio Maia, Fausto Nilo, Augusto Pontes, Caio Silvio e Graco Braz – todos representados com suas canções pela voz de Mona e o piano de Fernando.

Praia Lírica é o quinto disco da cantora e compositora, que a lançou no desafio de interpretar somente outros autores em um trabalho que levou o músico e crítico Aquiles Reis, do MPB4 a escrever: “ Apesar de ser conhecida como musa do rock, da turma do Ceará, Mona Gadelha, em seu quinto disco, se propôs o desafio de cantar músicas de compositores cearenses , seus conterrâneos desde a cena musical dos anos 1970 e 1980, acompanhada apenas de piano. Mas se engana quem acha que com isso ela deixou de lado sua verve roqueira …Lá está ela intacta”.
O show traz músicas como “Noturno” (Caio e Graco Silvio), “Paralelas” (Belchior), “La Condessa” (Ricardo Bezerra, Brandão e Ribamar), “A Manga Rosa” (Ednardo) e “Astro Vagabundo” (Fagner e Fausto Nilo), entre outros clássicos do cancioneiro cearense e surpresas que a cantora prepara para o público do Cineteatro São Luiz.