Busca

Categoria: Fortaleza


23:46 · 26.04.2017 / atualizado às 13:37 · 25.04.2017 por

Admiradores da cultura e interessados em história, enfatizando aqui os cinéfilos, têm encontro marcado ainda por conta dos 291 anos de Fortaleza.

É que o Memorial da Assembleia Legislativa abre amanhã, a partir das 9 horas, exposição sobre as salas de cinema da capital.

Fachada do Cine São Luiz, em Fortaleza, com o cartaz da inauguração, em 1958: referência entre as salas brasileiras

No mesmo dia, a partir das 10 horas, o escritor Ary Bezerra Leite fala no Comitê de Imprensa da Casa sobre o cinema no Ceará.

08:53 · 25.04.2017 / atualizado às 08:53 · 25.04.2017 por

Informações corrigidas, e ainda referentes ao post Pauta furada, publicado ontem:

A Câmara de Fortaleza remarcou para a quinta-feira próxima, dia 27, sessão solene alusiva ao Dia do Jornalista.

Ou seja, com um descompasso de nada menos do que 20 longos dias – o que envelhece a notícia inapelavelmente: é que os jornalistas comemoraram a data, referência nacional e internacional, no último dia 7.

Assim, perde a graça, né?

As correções aqui expostas têm a ver com dica dada por leitora no post anterior.

18:11 · 24.04.2017 / atualizado às 11:04 · 24.04.2017 por

O vereador Salmito Filho (PDT), presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, quer que os demais parlamentares fiquem sintonizados num esforço amplo de esclarecimento social.

E diz: “a ética é a lei, é a legalidade. Quem comete ilegalidade, comete ato corrupto. Não importa o partido. Precisamos dizer ao povo que a ética na política é a lei e que ela precisa servir do maior ao menor”.

O objetivo do empenho proposto por Salmito é a de destacar a política como mediadora, normatizadora e reguladora de relações sociais em quaisquer níveis – algo, então, que não se limita à gestão pública ou aos parlamentos e que está ameaçada de ser criminalizada por interesses inconfessos.

Tendo em vista o desgaste da imagem da política e de quem a faz, a observação feita pelo presidente da Câmara é inquestionavelmente pertinente.

11:14 · 24.04.2017 / atualizado às 11:01 · 24.04.2017 por

A Câmara de Fortaleza marcou para a quarta-feira próxima, dia 26, sessão solene alusiva ao Dia do Jornalista.

Ou seja, com um descompasso de nada menos do que 19 longos dias – o que envelhece a notícia inapelavelmente: é que os jornalistas comemoraram a data, referência nacional e internacional, no último dia 7.

Assim, perde a graça, né?

07:41 · 22.04.2017 / atualizado às 10:48 · 20.04.2017 por

Recém-eleito presidente do PT de Fortaleza, o vereador Acrísio Sena (PT) tem cobrado da gestão municipal audiência entre entidades representantes de pessoas vivendo com HIV/AIDS e o prefeito Roberto Cláudio.

Acrísio diz que é preciso haver uma imediata reestruturação do programa de atendimento a essa população, estimada hoje em 13 mil pessoas, em Fortaleza.

E destaca a necessidade de recuperação das oito unidades com Serviço de Atendimento Especializado (SAE), com servidores, medicamentos e equipamentos adequados; recarga de 500 bilhetes únicos e regularização da entrega das cestas básicas.

A Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/AIDS (RNP+CEARÁ), a Pastoral da AIDS e a Associação de Voluntários do Hospital São José solicitaram reunião com Roberto Cláudio para tratar das questões.

17:49 · 21.04.2017 / atualizado às 11:55 · 19.04.2017 por

Noviça na Câmara de Fortaleza, a vereadora Priscila Costa (PRTB) quer dar uma força à inclusão social.

E apôs o jamegão em projeto que dá abatimento de 3% no Imposto Sobre Serviços devido por empresas de Fortaleza que empregarem pessoas com Síndrome de Down.

Necessário observar: como é matéria tributária, o encaminhamento é exclusivo do Poder Executivo.

Ou seja, depende exclusivamente da boa vontade do prefeito. Agora, responda: qual é o prefeito que quer abrir mão de receita?

09:55 · 21.04.2017 / atualizado às 10:26 · 20.04.2017 por

Notas que publiquei hoje na Coluna Comunicado, do jornal Diário do Nordeste:

A Prefeitura de Fortaleza planeja empatar até R$ 5.806.678,25 na construção de 15 torres de observação para serem utilizadas em ações de segurança pública encaminhadas pela Guarda Municipal. É difícil não comparar, mas as estruturas lembram a inutilidade erguida pelo Estado há mais de 10 anos no cruzamento das avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges, às margens do Rio Cocó. A montagem das novas torres será feita “em pontos chaves em diversos bairros de Fortaleza”, conforme o edital de licitação. “A intenção é oferecer maior sensação de segurança aos moradores da região onde a mesma for instalada”.

A contratação do serviço vai ficar a cargo da Secretaria de Infraestrutura de Fortaleza. A localização vai ser definida “posteriormente pela Administração”, iniciando-se “pelos bairros de maior criminalidade”.