Busca

Categoria: Gestão pública


19:37 · 21.08.2017 / atualizado às 12:18 · 18.08.2017 por

A Cagece pretende vender amanhã 14 imóveis. Todos estão em municípios do Interior do Ceará, em Iracema, Palhano, Uruburetama, Pacajus, Lavras da Mangabeira, Milagres, Nova Olinda, Chaval e Ubajara. E vai fazer concorrência pública para se desfazer desse patrimônio.

Os imóveis serviam a estruturas operacionais da Cagece que agora estão desativadas.

Os lances se iniciam com modesto R$ 4,4 mil.

Poderão disputar os lotes pessoas físicas ou jurídicas, desde que atendendo requisitos de habilitação jurídica, regularidade fiscal e trabalhista, qualificação econômica-financeira e qualificação trabalhista.

06:03 · 19.08.2017 / atualizado às 09:05 · 18.08.2017 por

Publiquei hoje na Coluna Comunicado, que escrevo no jornal Diário do Nordeste, de Fortaleza, Ceará:

A Prefeitura de Fortaleza analisa a possibilidade de modificar os horários de funcionamento do comércio. E isso divide opiniões na Câmara Municipal. Depois das polêmicas movidas pela oposição em torno da Lei de Uso e Ocupação do Solo, que chegaram à Assembleia, essa deve ser a queda-de-braço entre bancadas com potencial para ultrapassar os muros do legislativo municipal. Afinal, há um enorme contingente de interessados no tema e com ânimo e articulação para discussões. De um lado, diz-se que a medida vai gerar mais negócios, mais dinheiro, mas do outro ressalta-se que vai gerar alterações na vida de quem trabalha no setor. E aí, quem tem razão?

15:39 · 17.08.2017 / atualizado às 23:02 · 17.08.2017 por

A isso se chama ir na contramão do discurso fácil e do populismo: o vereador de Fortaleza Michel Lins (PPS) avalia as obras do entorno do Mercado Central como positivas. Confronta, assim, a retórica de colegas que chegaram a pôr fogo naquele palheiro, dizendo que ali se gera emprego e renda.

A verdade é que a área havia sido sequestrada por um comércio ilegal, sonegador, agressivo e abusivo e foi resgatada pela Prefeitura, o que serve de exemplo de alinhamento entre políticas públicas e interesses coletivos.

“Um dos melhores trabalhos já realizados e que leva o turismo de Fortaleza para um patamar maior”, define Michel.

08:08 · 17.08.2017 / atualizado às 10:09 · 14.08.2017 por

Hoje, na Coluna Comunicado

Limoeiro do Norte, Irauçuba, Santana do Acaraú, Aracati, Jaguaruana, Jaguaretama, Jaguaribe, Quixeré, Tabuleiro do
Norte, Icapuí, Russas, Forquilha, Cariré, Coreaú, Massapê, Morada Nova e Sobral. Esses são municípios listados numa
megaoperação que a Secretaria das Cidades do Ceará está preparando na área ambiental. Há ações desde arborização urbana a drenagem e saneamento básico. Algo que pode ser compreendido como adequações ou restaurações ambientais. E, sob qualquer sentido, como medidas para a qualidade de vida.

18:13 · 16.08.2017 / atualizado às 09:15 · 14.08.2017 por

Ideia da deputada Luizianne Lins (PT): que seja obrigatória da divulgação do Estatuto da Juventude em órgãos públicos que prestam atendimento ao público de 15 a 29 anos.

Caso a Câmara aprove a proposta botou para tramitar, os Cucas – que criados na gestão dela como prefeita de Fortaleza – se incluirão nesse arco.

17:03 · 16.08.2017 / atualizado às 20:47 · 10.08.2017 por

Integrante do sistema de defesa ao consumidor e trabalhando em sintonia com o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), o Instituto de Pesos e Medidas de Fortaleza, tem estado de olho na tecnologia.

E está disposto a contratar monitoramento por GPS da frota com a qual fiscaliza comércio e serviços.

A ideia é pagar até R$ 53,33 mil por ano pelo acompanhamento das viaturas.

10:35 · 16.08.2017 / atualizado às 09:21 · 14.08.2017 por

O Instituto de Pesos e Medidas de Fortaleza, órgão participante do sistema de defesa ao consumidor, que atua em sintonia com o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), que é uma autarquia federal, está de olho na tecnologia.

E se dispõe a contratar acompanhamento por GPS da frota com a qual fiscaliza comércio e serviços.

A intenção é desembolsar até R$ 53,33 mil por ano pelo monitoramento.

09:09 · 16.08.2017 / atualizado às 09:12 · 14.08.2017 por

Publiquei nesta quarta-feira na Coluna Comunicado, que escrevo no jornal Diário do Nordeste:

A Prefeitura de Fortaleza analisa a possibilidade de modificar os horários de funcionamento do comércio. E isso divide opiniões na Câmara Municipal. Depois das polêmicas movidas pela oposição em torno da Lei de Uso e Ocupação do Solo, que chegaram à Assembleia, essa deve ser a queda-de-braço entre bancadas com potencial para ultrapassar os muros do legislativo municipal. Afinal, há um enorme contingente de interessados no tema e com ânimo e articulação para discussões. De um lado, diz-se que a medida vai gerar mais negócios, mais dinheiro, mas do outro ressalta-se que vai gerar alterações na vida de quem trabalha no setor. E aí, quem tem razão?

05:18 · 15.08.2017 / atualizado às 09:00 · 14.08.2017 por

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), completa hoje 42 anos de idade.

E entra na idade nova com alguma bagagem polêmica.

Ele vai carregando uma série de promessas – mesmo a de implantar novos horários de funcionamento do comércio no Centro de Fortaleza, com o que não conseguiu arrancar parabéns de trabalhadores do setor e até mesmo de alguns vereadores aliados.

14:00 · 14.08.2017 / atualizado às 09:17 · 10.08.2017 por

O prefeito de São Gonçalo do Amarante, no Ceará, Cláudio Pinho (PDT), está com um olho numa legislação amistosa a empreendedores e o outro nas demandas de emprego, renda e receita pública.

Agora, ele tem empreendido uma cruzada para transmitir perspectivas positivas do município – onde já fica o Complexo do Pecém.

A ideia é obter adeptos para um condomínio industrial que pretende firmar lá.