Busca

Categoria: História


07:04 · 07.06.2018 / atualizado às 07:04 · 07.06.2018 por

O deputado Ferreira Aragão (PDT) pode ser um dos parlamentares com retórica menos brilhante na Assembleia do Ceará.

Pode ser um dos mais modestos em projetos inéditos.

Pode ser um dos que mais se desmancham em elogios ao Executivo.

Pois é também um dos que menos conhecem História.

Esta semana, ele disse na tribuna do plenário que Getúlio Vargas, ex-presidente do Brasil (1930-45 e 1951-1954), se suicidou com um tiro na cabeça.

Antes que ele continuasse entortando mais os fatos, o jornalista Arnaldo Santos, presente ao local, soprou a verdade: “Foi tiro no peito”.

Para sermos justos, devemos registrar que Ferreira agradeceu a ajuda e corrigiu a declaração.

 

14:18 · 11.05.2018 / atualizado às 10:21 · 09.05.2018 por

O Memorial Deputado Pontes Neto, setor cultural e histórico da Assembleia Legislativa do Ceará, se integrou à XVI Semana Nacional de Museus, este ano com o tema “Museus Hiperconectados”.

Saiba, então: o Memorial realiza a partir de segunda-feira próxima (14.5), seguindo até sexta, agenda de visitas orientadas, das 8 às 17h.

Na quarta-feira, das 10 às 12h, será ministrada palestra do historiador Adson Pinheiro sobre educação, comunicação e museus, a cargo.

08:06 · 29.09.2017 / atualizado às 09:08 · 28.09.2017 por

Publicado nesta sexta-feira na Coluna Comunicado, do jornal Diário do Nordeste:

A antropóloga e historiadora Lilia Moritz Schwarcz vem a Fortaleza lançar a biografia do escritor Lima Barreto (1881-1922). Será no Teatro Celina Queiroz, da Unifor, com palestra e sessão de autógrafos, em 11 de outubro. O trabalho é considerado a mais completa biografia de um dos principais autores da língua portuguesa, criador de personagens como Policarpo Quaresma, Castro – o vigarista que fingir saber falar javanês – e Isaías Caminha, publicada nos últimos 65 anos. “Lima Barreto: Triste visionário” traz, ainda, fotografias, manuscritos e reproduções de documentos originais.

Lilian Schwarcz é professora titular no Departamento de Antropologia da US e curadora adjunta do Masp. É autora, entre outros livros, de “As barbas do imperador: D. Pedro II, um monarca nos trópicos”, contemplado com o Prêmio Jabuti, concedido pela Câmara Brasileira do Livro.

10:40 · 02.06.2017 / atualizado às 10:50 · 01.06.2017 por

A escritora cearense Ana Miranda, colaboradora do Diário do Nordeste, vai receberá em 12 de setembro próximo, data do aniversário de nascimento do fundador de Brasília, a Medalha JK – referência ao ex-presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira (1902-1976, com gestão de 1956 a 1961).

A homenagem será prestada em Diamantina (MG), pelo conjunto da obra da escritora e pelo seu mais recente livro,” A Cinderela Negra”, sobre Chica da Silva.

E é bom registrar: o engenheiro Raul Miranda, quando do começo de Brasília, foi quem implantou o cinturão verde que protegeu e alimentou a Capital por anos. Raul Miranda – pai de Ana – contou com a ajuda das famílias japonesas que plantaram frutas e verduras em numerosas chácaras no entorno do Plano Piloto.

06:55 · 17.04.2017 / atualizado às 08:37 · 17.04.2017 por

Há história nos corredores da Assembleia Legislativa, deve-se notar. Quem quiser saber algo mais sobre Fortaleza, a propósito dos 291 anos da cidade celebrados na última quinta-feira, pode conferir a exposição “Fortaleza, imagens e colagem”.

A mostra é organizada pelo Memorial Deputado Pontes Neto.

10:01 · 07.04.2017 / atualizado às 10:01 · 07.04.2017 por

Para festejar o aniversário de Fortaleza, que está fazendo 291 anos, o Sindiônibus – que representa as empresas locais de tranporte urbano – realizará domingo próximo a terceira edição do projeto “Fortaleza – História em Movimento”.

Trata-se de um passeio de ônibus por alguns pontos históricos da cidade.

Vinte senhoras idosas, atendidas pela ONG da Casa de Nazaré, participarão do passeio.

O roteiro inclui locais como o Passeio Público, Forte Nossa Senhora da Assunção, Marco Zero na Barra do Ceará, Museu do Transporte, Centro Histórico, Praça do Ferreira, Catedral, entre outros e será realizado em dois ônibus articulados com ar condicionado e com capacidade para 200 pessoas.

O “Fortaleza – História em Movimento” é apoiado pela Federação das Empresas de Transporte Rodoviários dos Estados do Ceará, Piauí e Maranhão, Sest Senat e rádio Expresso FM.

As informações abaixo, sobre a Casa de Nazaré, são da assessoria de Imprensa do Sindiônibus:

Fundada em 15 de novembro de 1941, se constituindo como uma sociedade civil e religiosa, de caráter assistencial social ao idoso, à educação e à saúde, sem fins lucrativos de utilidade pública de fins filantrópicos, a instituição atende hoje 40 “idosas carentes”, no sistema casa lar de permanência. A Casa de Nazaré tem como objetivo promover uma vida com qualidade e bem estar para as idosas acolhidas integralmente na Associação de Assistência Social Catarina Labourè-Casa de Nazaré, sobretudo aquelas que não tem família, prestando-lhes cuidados inerentes a sua sobrevivência humana e espiritual oportunizando com ações desenvolvidas por equipe de multiprofissional conveniados e ou voluntários com a execução semanal de programas e atividades, possibilitando a tranquilidade nesta fase de sua longevidade.

07:43 · 01.04.2017 / atualizado às 10:46 · 31.03.2017 por

Publiquei hoje na Coluna Comunicado:

A Prefeitura de Sobral, o Banco do Nordeste e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional estão inaugurando uma parceria que reúne elementos interessantíssimos para quem se importa com preservação. A ideia é assegurar a moradores do centro histórico sobralense acesso a financiamento para obras de recuperação e restauro dos imóveis. Convergem aí a qualificação dos locais onde cidadãos residem e trabalham, a proteção de bens históricos e, de quebra, a geração de emprego e renda a partir da contratação de mão de obra para os serviços.

O Teatro São João, remanescente do século XIX, é um dos patrimônios do conjunto arquitetônico e urbanístico de Sobral. Está em região tombada em 2000 pelo Iphan. E a cidade completa260 anos agora em 2017.

13:52 · 25.10.2016 / atualizado às 07:56 · 24.10.2016 por

O Ministério da Integração Nacional entregou aos moradores as vilas produtivas rurais de Vassouras (Brejo Santo) e Descanso (Mauriti).

Mesmo com entusiasmadas manifestações de autoelogio, a pasta não fez menção ao fato de que os projetos foram iniciados em 2013 – na gestão de Dilma Rousseff (PT), pois.

*** ***

As vilas projetadas e encaminhadas por Dilma compreendem 225 casas de 99 metros quadrados cada.

Vão morar nelas famílias que ocupavam a faixa de implantação do projeto de transposição das águas do Rio São Francisco.

Na vila de Brejo Santo, o contribuinte investiu R$ 33,82 milhões. A de Mauriti recebeu R$ 18,7 milhões.

15:49 · 24.07.2016 / atualizado às 15:51 · 24.07.2016 por

Tramita na Assembleia Legislativa do Ceará projeto que proíbe à administração estadual “atribuir a prédios, rodovias e repartições públicas, e bens de qualquer natureza (…) nome de pessoa que conste no Relatório Final da Comissão Nacional da Verdade (…) como responsável por violações de direitos humanos”. A mesma vedação alcança quem tenha pactuado direta ou indiretamente com atos do gênero. Quem assina a proposta é o deputado Renato Roseno (PSol). A matéria dá um ano de prazo, nada mais do que isso, para que se substituam nomes hoje enquadrados na situação.

O autor diz que a ideia é “promover (…) correção histórica relativa à memória e à justiça em nosso Estado”. Roseno cita “a tendência mundial de proteção dos direitos humanos” e destaca experiência aplicada na Espanha, que – digamos – passou um esfregão em tributos à ditadura de Francisco Franco (1939-1976).

E acrescenta: “Exaltações prestadas em tempos antidemocráticos da nossa história para violadores de direitos humanos e dos princípios democráticos devem ser revistas, para que se prestigie o restabelecimento da verdade histórica”.

**** ****

É o tipo de proposta difícil de passar sem polêmicas – mexe com muitos brios e interesses de gente e de grupos que acham que “meter umas bolachas no elemento”, mesmo que isso cause a morte dele, é algo que se pode fazer em nome da segurança e dos bons costumes.

Ou que torturar e pressionar covardemente um opositor, por meios físicos e psicológicos, ao ponto de levar a vítima ao suicídio, no estilo Fleury, é parte das funções do Estado.

Mas, se passar, não se perde pelos nobres propósitos.

08:03 · 16.05.2016 / atualizado às 08:06 · 06.05.2016 por

Uma oficina sobre Patrimônio Histórico e a Construção das Identidades Coletivas abre hoje a programação do Memorial Deputado Pontes Neto, da Assembleia Legislativa do Ceará, para 14ª Semana Nacional de Museus.

O evento começa às 10h, no Comitê de Imprensa da Casa.

E quarta-feira próxima, dia 18, vai haver visita guiada a diferentes setores da Casa, começando às 8h30min.