Roberto Maciel

Categoria: Mobilidade urbana


15:09 · 11.09.2018 / atualizado às 07:12 · 11.09.2018 por

Só resta sanção do Executivo para que vire lei projeto que cria o Programa Bicicleta Brasil, voltado para a mobilidade urbana.

O texto, já aprovado no Senado, teve Fortaleza como referência e estimula a integração das bicicletas aos transportes coletivos no País, apoiando estados e municípios na instalação de bicicletários e na construção de ciclovias e ciclofaixas.

E, ainda, busca promover campanhas de divulgação dos benefícios do uso desse meio de transporte.

07:00 · 13.07.2018 / atualizado às 07:02 · 12.07.2018 por

Hoje, na Coluna Comunicado:

Está orçado em R$ 9.477.469,39 o projeto de mobilidade urbana do binário da Avenida Santos Dumont com a Rua Desembargador Lauro Nogueira, no movimentado Bairro do Papicu, em Fortaleza. Há na região a formação de um gargalo no fim do túnel da Santos Dumont, onde o leito da via é reduzido de cinco para duas faixas. E há, consequentemente, a diminuição da fluidez do tráfego, estabelecendo engarrafamentos frequentes e impondo atrasos para a circulação de ônibus. São problemas crônicos, com repercussões negativas na economia e na segurança.

O projeto da Prefeitura de Fortaleza faz menção a um personagem pouco lembrado: o pedestre. Diz lá que, no cenário atual, a área “não possui infraestrutura inclusiva” a quem anda a pé. O texto ainda faz menção às bicicletas, que não encontram por ali faixas de segurança.

08:52 · 19.02.2018 / atualizado às 06:54 · 16.02.2018 por

Da Coluna Comunicado, do jornal Diário do Nordeste, de Fortaleza, nesta segunda-feira:

Está nas mãos dos vereadores decidir sobre a situação das calçadas de Fortaleza. É que o Código da Cidade, que já tramita na Câmara, prevê a definição de calçadas em duas modalidades de faixas. Uma se destina à implantação da arborização, ajardinamento, rampas de acesso, mobiliários e iluminação pública. A outra é reservada para pedestres – e, por isso, deve ser contínua e desimpedida. O que se vê hoje, em desarranjos determinados por anos seguidos de desatenção pública e omissão de particulares, é uma agressão ao cidadão.

11:59 · 31.10.2017 / atualizado às 12:03 · 30.10.2017 por

A Comissão do Plano Diretor da Câmara Municipal se reúne hoje, a partir das 14h30min, para debater a situação da acessibilidade em Fortaleza, com ênfase para as calçadas em Fortaleza.

E vale lembrar que as calçadas estão em pandarecos, numa marca desgastante para a gestão do prefeito Roberto Cláudio (PDT). Quando não são tomadas de buracos e outros obstáculos perigosos, são ocupadas por lixo.

Está confirmada a participação de representantes do Ministério Público e Coordenadoria de Pessoas com Deficiência da Prefeitura Municipal. “Nosso objetivo é que o Plano Diretor contenha dispositivos que garantam o direito de locomoção das pessoas com deficiência, tornando a capital um lugar acessível”, diz o vereador Acrísio Sena (PT), relator da matéria.

16:43 · 10.10.2017 / atualizado às 13:45 · 08.10.2017 por

Estimulada pelas largas pedaladas que as políticas de mobilidade urbana da Prefeitura têm dado em Fortaleza, a vereadora Larissa Gaspar (PPL) colocou em pauta a ideia de se instalarem ciclofaixas nas vias de acesso à Câmara Municipal.

Isso pode deixar mais fácil o acesso do cidadão à sede do Legislativo.

10:45 · 10.10.2017 / atualizado às 13:48 · 08.10.2017 por

Aqueles que querem ir muito além do discurso otimista e festivo da mobilidade urbana, encravado no cardápio oficial: será realizado hoje, a partir das 14 horas, no auditório da Biblioteca da Unifor, o I Fórum de Segurança Viária de Fortaleza.

A gerente da Parceria Global pela Segurança Viária, Judy Fleiter, vai falar sobre acidentes de trânsito.

Mas essa sugestão serve também para quem pretende não estancar na retórica pessimista e derrotista do massacre das ruas, articulada pelas oposições. Afinal, a palestra da Judy Fleiter vai abordar também os papéis da sociedade, academia, setor privado, mídia e governo no combate à violência no trânsito.

05:02 · 22.09.2017 / atualizado às 11:03 · 21.09.2017 por

Publiquei hoje na Coluna Comunicado, do jornal Diário do Nordeste:

Hoje é o Dia Mundial Sem Carro. Numa paisagem moderna, isso pode até parecer estranho. Mas trata-se de uma proposta política, visando ao bem do meio ambiente e, claro, das populações que interagem nesses espaços. Em resumo: abre-se mão do automotor e das vantagens oferecidas em troca de ganhos coletivos. Simples assim. Em Fortaleza, o Sindiônibus – entidade que representa empresas de transporte urbano do Ceará – vai promover uma roda de conversas no Parque do Cocó sobre temas ambientais, da mobilidade e do desenvolvimento urbano.

Uma das ideias do Dia Sem Carros é estimular as pessoas a usar meios alternativos de mobilidade, como o transporte coletivo ou bicicleta, descobrindo que é possível se deslocar pela cidade contribuindo com o meio ambiente.

17:18 · 19.07.2017 / atualizado às 07:22 · 18.07.2017 por

Novidade na cena do lazer público, a estações do Minibicicletar – versão infantil do Programa Bicicletar, da Prefeitura de Fortaleza – devem virar a coqueluche dos vereadores na Câmara Municipal, quando, em agosto, a Casa retomar os trabalhos de plenário.

Ou seja, podem ganhar o mesmo status e a mesma atenção que têm o bicicletar, as ciclofaixas e outros projetos na tonelada de inutilidades que os vereadores costumam propor, querendo fazer os incautos crerem que estão trabalhando.

Até parlamentares de oposição reconhecem a possibilidade de apresentar propostas de implantação do serviço nos bairros.

05:19 · 27.06.2017 / atualizado às 09:20 · 26.06.2017 por

Da Coluna Comunicado, hoje:

A Prefeitura de Fortaleza planeja empatar até R$ 10,269 milhões do contribuinte na requalificação de parte do corredor Parangaba-Papicu. A obra é classificada como essencial para a mobilidade urbana – o que teria reflexos na economia, na segurança, no conforto, na saúde e no ambiente e, por isso tudo, na qualidade de vida. A ideia é executar obras e restaurações nas avenidas Silas Munguba, a partir do mergulho da rotatória da Arena Castelão, e Germano Franck. As empresas que quiserem disputar o serviço terão de apresentar experiências em pavimentação e drenagem, entre outros aspectos.

05:46 · 15.04.2017 / atualizado às 15:52 · 14.04.2017 por

Publiquei hoje na Coluna Comunicado:

O presidente da Câmara de vereadores de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), prega aviso: é de responsabilidade do legislativo municipal tratar do transporte individual de passageiros, mediando o diálogo da sociedade e das instituições com diferentes segmentos que prestam o serviço. A fala tem um caráter interessante. É a possibilidade de abrir uma boa temporada de discussões e de entendimentos sobre como o Município deve conduzir essa questão. O mais relevante, no momento, é a perspectiva de que as representações do cidadão podem se pronunciar e influir nos debates.

Os vereadores de Fortaleza até que não têm deixado o tema do transporte urbano passar batido. Há na Câmara pelo menos sete requerimentos. Seis pedem a inclusão nos anais de material da imprensa. Um propõe audiência. Só.

Pesquisar

Roberto Maciel

O blog é de autoria do jornalista Roberto Maciel, da coluna Comunicado, da editoria Cidade, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

11h10mCanoa Blues começa em Fortaleza dia 1º de novembro, no Centro Cultural BNB

08h10mO desapego municipal

06h10mDe longas datas

11h10mEscola de Gastronomia põe à mesa ciclo de formação

08h10m“Voto útil” para quem?

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs