Busca

Categoria: Música


06:15 · 08.12.2017 / atualizado às 11:17 · 07.12.2017 por

A alta estação turística que está começando vai encontrar em Fortaleza uma nova legislação de controle da emissão de sons.

Ou seja, com um novo volume.

É que a chamada “lei do silêncio”, que definia sanções pesadas a quem passasse dos limites, foi alterada. E ficou mais suave, principalmente para profissionais da música.

O vereador Salmito Filho (PDT), presidente da Câmara de Fortaleza, foi um dos articuladores das novas regras. Entidades públicas, como Seuma e Ministério Público, e particulares, como Ordem dos Músicos, Sindicato dos Músicos e Associação dos Bares e Restaurantes, foram ouvidas para a redefinição.

11:21 · 05.12.2017 / atualizado às 10:57 · 07.12.2017 por
A cantora e gaitista argentina Xime Monzón e o baixista Mauro Bonamico foram atrações do Canoa Blues 2017

Chegou a 3 mil pessoas o público das sessões do Festival Canoa Blues 2017 em 17 e 18 de novembro, realizado em Canos Quebrada, Aracati. O evento teve início em Fortaleza, no Estoril, Praia de Iracema, em 11.11, e foi concluído na ONG Canoa Criança, também em Canoa Quebrada, com ações de arte-educação em 29.11.

A estimativa de público foi anunciada pela Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada (Asdecq), que finalizou ontem (04.12) a avaliação de indicadores de ocupação de leitos nos meios de hospedagem e de participação do público.

Entre os patrocinadores e apoiadores do Canoa Blues 2017 estavam BNB, Cegás e Sebrae-CE.

15:39 · 01.12.2017 / atualizado às 20:42 · 30.11.2017 por

Com shows de Felipe de Paula, coletivo Women of Reggae (DJs Priscilla Delgado e Betty Silvério e cantoras Nayra Costa, Roberta Kaya e Carolina Rebouças) e Projeto Rivera, o Ceará ao Vivo estreia neste sábado, 2 de dezembro na Praia dos Crush (faixa da Praia de Iracema, ao lado do espigão da Rua João Cordeiro e em frente ao hotel Sonata).

A agenda vai das 16h às 19h.

No domingo, as atrações são: Orquestra Popular do Nordeste, A Mulher Barbada e os Caixeiros Viajantes e, concluindo a edição, a cantora Lorena Nunes.

O Ceará ao Vivo é realizado pela Via de Acesso à Arte e Cultura – VAAC e Instituto Seara, com apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará – Secult, por meio do Edital Mecenas, tendo a Vivo como empresa apoiadora por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

12:13 · 18.11.2017 / atualizado às 19:38 · 29.10.2017 por

O gaitista carioca Jefferson Gonçalves (esq.) e o guitarrista mineiro Gustavo Andrade (dir.) são referências nacionais do Blues.

Gustavo já dividiu palcos com Guy King, Vasti Jackson, Bob Stroger, Bex Marshall, JJ Jackson, Blues Etílicos, Celso Blues Boy, Pepeu Gomes e Andre Christovam. Começou no violão clássico, mas, após conhecer o Blues, aderiu integralmente ao gênero negro norte-americano. Ele soma mais de 20 anos como músico profissional e integrou o movimento roqueiro de Belo Horizonte dos anos 1980, com dois CDs lançados, bastante elogiados pelo público e pela crítica especializada.

Jefferson, que começou com a banda Baseado em Blues, tem passagens importantes na cena musical cearense, como os festivais Fórum Harmônicas Brasil e de Jazz e Blues de Guaramiranga. Já gravou com artistas locais de diferentes gêneros, inclusive o genial Belchior. Tem se revelado também pesquisador atento dos ritmos nordestinos, promovendo fusões inusitadas com o Blues e o Rock.

Gustavo Andrade e Jefferson Gonçalves se apresentam neste sábado, 18 de novembro, em Canoa Quebrada, a partir das 22 horas.

O show é gratuito.

O Festival Canoa Blues tem patrocínio do Banco do Nordeste/Governo do Brasil, Governo do Estado do Ceará/Cegás e Assembleia Legislativa do Ceará.

Em Fortaleza, o evento é apoiado pela Prefeitura Municipal de Fortaleza/Secretaria de Turismo. Já em Canoa Quebrada, tem apoio da Prefeitura Municipal de Aracati e Sebrae/CE.

InvestNE, Diogo Farias Microfones Artesanais, Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada e Conselho Comunitário de Canoa Quebrada também integram o time de apoiadores.

08:09 · 18.11.2017 / atualizado às 19:37 · 29.10.2017 por

Representantes da nova geração de instrumentistas argentinos, a cantora e gaitista Xime Monzon (foto) e o baixista Mauro Bonamico se apresentam hoje em Canoa Quebrada (Aracati), na programação do Festival Canoa Blues.

Xime começou na harmônica em 2006, tendo aulas com Pablo Brotzman e Adrián Jiménez. Em 2009, passou a se apresentar em shows como convidada por artistas de Blues, como o próprio Adrian Jiménez, Gabriel Gratzer e a banda Easy Babies, entre outros. Já participou de eventos e festivais no México, Brasil e países vizinhos à Argentina.

Mauro tem se destacado na cena latino-americana do Blues, firmando parcerias com nomes da Argentina e do Brasil – com ênfase especial nas regiões Sul e Sudeste – vem desenvolvendo projetos e gravações com artistas como Xime Monzon, Nico Smoljan e Flávio Guimarães.

É um dos mais respeitados baixistas argentinos entre diferentes gerações de artistas.

Eles se apresentam com a formação cearense Gumbo Blues. E o show é gratuito.

O Canoa Blues tem patrocínio do Banco do Nordeste/Governo do Brasil, Governo do Estado do Ceará/Cegás e Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

Em Fortaleza, é apoiado pela Prefeitura Municipal de Fortaleza/Secretaria de Turismo. Já em Canoa, tem apoio da Prefeitura Municipal de Aracati e Sebrae/CE.

InvestNE, Diogo Farias Microfones Artesanais, Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada e Conselho Comunitário de Canoa Quebrada reforçam o time de apoiadores.

09:00 · 11.11.2017 / atualizado às 19:35 · 29.10.2017 por

Duas gerações de blueseiros se encarregam de abrir hoje, em Fortaleza, a 10ª edição do festival Canoa Blues. Os shows serão no Estoril, espaço referencial da cultura local, na Praia de Iracema. E inteiramente gratuitos, começando às 17 horas.

Formação clássica da música cearense, o Íris Sativa vem atuando desde os anos 1980, com intervalos nas atividades. Retomando agora a carreira, a banda traz, entre outros nomes, o vocalista Zezé Medeiros, na foto acima(Caco de Vidro), e o baixista Marco Aurélio Holanda (Gang da Cidade).

Já a Mr. Mojo (foto), que tem o gaitista Adelmo Correa como um dos líderes apostando na soma de clássicos com composições autorais. Também integram a banda Vinicius Proietti, nos vocais e na guitarra, Eduardo Campos, no baixo, e o baterista Thell Silva.

Você lê mais sobre o Canoa Blues no site do festival: www.canoablues.com.br.

O Canoa Blues 2017 tem patrocínio do Banco do Nordeste/Governo do Brasil, Governo do Estado do Ceará/Cegás e Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

Em Fortaleza, é apoiado pela Prefeitura Municipal de Fortaleza/Secretaria de Turismo. Já em Canoa, tem apoio da Prefeitura Municipal de Aracati e Sebrae/CE.

InvestNE, Diogo Farias Microfones Artesanais, Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada e Conselho Comunitário de Canoa Quebrada reforçam o time de apoiadores.

 

19:01 · 06.11.2017 / atualizado às 19:13 · 29.10.2017 por

O Festival Canoa Blues, integrante do calendário oficial de eventos do Estado do Ceará, realizado na praia de Canoa Quebrada (Aracati), com sessão de abertura em Fortaleza, está prestes a inaugurar a 10ª edição. O evento atrai, além de cearenses, turistas de diferentes outros estados e países, e aquece a economia local.

Este ano, o festival antecipa mais uma vez um dia de apresentação e trará para Fortaleza a essência do Blues. Em 11 de novembro, sábado, ao por do sol, o Largo do Estoril, na Praia de Iracema, vai receber shows das bandas Mr. Mojo e Íris Sativa.

Já em Canoa Quebrada, as atrações são o guitarrista Anderson Camelo e a cantora cearense Marília Lima, o guitarrista mineiro Gustavo Andrade e o gaitista carioca Jefferson Gonçalves, a banda Gumbo Blues, a cantora e gaitista Xime Monzon e o baixista Mauro Bonamico, ambos argentinos. A agenda de shows termina com Jam Session comandada pela cantora de Fortaleza Fernanda Fialho, em Canoa.
E, como nas nove edições anteriores, o Canoa Blues tem atenção especial para a responsabilidade social. Este ano, o Festival estimula que o público doe livros, que serão repassados ao Conselho Comunitário de Canoa Quebrada. As doações serão recolhidas nos locais dos shows. Também haverá oficina de arte-educação para crianças e adolescentes da comunidade, em 24 de novembro, na ONG Canoa Criança.

Todos os shows em Fortaleza e em Canoa Quebrada, assim como as atividades de arte-educação, são gratuitos ao público.

10:37 · 05.10.2017 / atualizado às 10:37 · 04.10.2017 por

A praia de Canoa Quebrada, principal referência turística do Ceará, está se preparando para celebrar a 10ª edição do Festival Canoa Blues.

O evento tem agenda ampla: começa em Fortaleza, em 11 de novembro, no Largo do Estoril (Praia de Iracema), e segue para Canoa, nos dias 17 e 18, com shows, e 24, com arte-educação.

A gaitista e cantora argentina Xime Monzon é uma das atrações.

A site do Canoa Blues é www.canoa-blues.webnode.com.

09:17 · 25.09.2017 / atualizado às 19:26 · 21.09.2017 por

A cantora Vanessa da Mata está com show programado para Fortaleza. Será em 14 de outubro, no Teatro RioMar.

Vanessa vem de duas turnês seguidas, “Segue o Som” (2014), e “Delicadeza” – um projeto intimista, quase uma viagem interior, que se cumpriu por 2016 inteiro. Pois ela retorna agora com novidades no CD e DVD “Caixinha de Música”.

Os ingressos já estão sendo vendido no site Ingresso.com e nas bilheterias do teatro.

Abaixo, uma palhinha da cantora matogrossense, que destoa fortemente de um modelo esganiçado que os mercantis culturais têm tentado impor, das baianas às cearenses:

10:53 · 11.08.2017 / atualizado às 09:03 · 10.08.2017 por

A deputada Rachel Marques (PT) apareceu na Assembleia Legislativa com uma proposta pra lá de bacana.

Ela quer classificar a obra do cantor e compositor Antonio Carlos Belchior (1946- 2017) como Patrimônio Cultural e Imaterial do Ceará.

Segundo Rachel, as músicas de Belchior – que, quando vivo, não tinha essa atenção toda dos políticos – revolucionaram as gerações dos anos 1970 e 1980.

A ideia da deputada é salvaguardar o trabalho de Belchior “para garantir a continuidade e preservação”.

E lembra que o músico “divulgou o nome do nosso Estado aos quatro cantos do País”, explicando que o reconhecimento dá valor único e de eternidade” ao legado que Belchior deixou.

A propósito, o jornalista Jotabê Medeiros lança este mês uma biografia do artista. O título é “Belchior — Apenas um Rapaz Latino-Americano” (abaixo), pela editora Todavia.

Como Belchior, Jotabê é nordestino com carreira no Sudeste. Nasceu na Paraíba e foi se consolidar na profissão em São Paulo.