Busca

Categoria: Música


14:52 · 10.03.2018 / atualizado às 11:03 · 09.03.2018 por

Essa é bacana: o bandolinista cearense Jorge Cardoso está cumprindo temporada na França. Mas isso, em si, não é novidade, até porque os europeus já conhecem o músico e consomem e aplaudem a arte brasileira com mais muito atenção, justiça e entusiasmo do que o mercado daqui.

Jorge está participando na cidade de Lille de um festival em homenagem ao genial Jacob do Bandolim.

O interessante nessa pauta é que Jorge Cardoso usa nas apresentações um instrumento que passou pelas mãos do próprio Jacob do Bandolim (1918-1969).

Ou seja, foi tocado pelo mestre do choro que, agora, tem o centenário de nascimento celebrado por quem reconhece talento e sabe muito bem que tipo de classificação se deve dar a artistas como Jacob Pick Bittencourt  e a profissionais como Wesley Safadão, Jojô Toddynho e Aviões do Forró.

Há uma diferença, sim. E é preciso respeitá-la.

Abaixo, uma provinha de Jorge tocando Jacob: Salões Imperiais.

09:33 · 15.02.2018 / atualizado às 12:38 · 14.02.2018 por

Hoje, na Coluna Comunicado, do jornal Diário do Nordeste:

O gaitista carioca Jefferson Gonçalves (foto), que se apresenta hoje em Fortaleza com o guitarrista mineiro Gustavo Andrade, no Festival Jazz & Blues de Guaramiranga, se associou ao músico cearense Beto Lemos. Da parceria, surgiu projeto que soma elementos nordestinos, de blues e de jazz. O CD está em finalização.

Jefferson é nome consolidado no cenário do blues nacional, e tem dividido palcos com artistas norte-americanos, africanos e europeus, desenvolvendo também ações de arte-educação – inclusive no Ceará. Beto é compositor, arranjador e multiinstrumentista, com raízes na cultura caririense.

O trabalho novo de Jefferson Gonçalves e Beto Lemos arregimentou outros nomes de peso. Rainer Oliveira deu conta das sanfonas e Rubens Darlan fez sons com um instrumento que ele mesmo criou, a “zabumbateria” – que, como o nome indica, é um casamento entre zabumba e bateria. O Festival de Cordas Ágio, realizado em fevereiro no Cariria, apresentou uma prévia do projeto.

*** *** ***

A propósito, Jefferson agora é endorser das gaitas alemãs Seydel, empresa que há quase dois séculos vem confirmando uma aliança importantíssima de entre qualidade, tecnologia e pesquisa.

O show dele e de Gustavo Andrade em Fortaleza será no Centro Cultural BNB (antigo Mercado Central), a partir das 18h30min, com acesso gratuito.

*** *** ***

E você escuta aqui, com exclusividade, a faixa Viva Dominguinhos, que abre o CD – que ainda não tem tem título.

08:17 · 03.02.2018 / atualizado às 07:21 · 01.02.2018 por

Artista que faz o Blues cearense respirar com mais brilho, sonoridade, timbre e volume, a cantora Marília Lima grava CD hoje, a partir das 19 horas.

Mas não é gravação corriqueira, deve-se dizer. É que Marília e o Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cuca) do Jangurussu fizeram parceria.

O CD, ao vivo, está tendo pré e pós- produção e divulgação tocados por alunos do Cuca.

08:54 · 30.01.2018 / atualizado às 08:56 · 30.01.2018 por

 

Noel Rosa já seduziu cantoras fantásticas, por assim dizer.

Vozes como as de Aracy de Almeida, Marília Batista, Carmen Miranda e Maria Betânia já interpretaram canções do Poeta da Vila com grande maestria.

Agora, é a vez de Teresa Cristina (foto).

Após se dedicar ao repertório de não menos criativo e importante sambista, com o show “Teresa canta Cartola”, Teresa Cristina lança novo trabalho, agora com direção musical de Caetano Veloso.

“Teresa Cristina canta Noel: Batuque é um privilégio” é o título da nova montagem, que tem, por sinal, data em Fortaleza. Será em 22 de abril no Teatro RioMar Fortaleza.A cantora vem acompanhada pelo violinista Carlinhos Sete Cordas.

Conhecendo o talento imortal de Noel e a capacidade extrema de Teresa Cristina, posso apostar: isso vai dar samba.

06:15 · 08.12.2017 / atualizado às 11:17 · 07.12.2017 por

A alta estação turística que está começando vai encontrar em Fortaleza uma nova legislação de controle da emissão de sons.

Ou seja, com um novo volume.

É que a chamada “lei do silêncio”, que definia sanções pesadas a quem passasse dos limites, foi alterada. E ficou mais suave, principalmente para profissionais da música.

O vereador Salmito Filho (PDT), presidente da Câmara de Fortaleza, foi um dos articuladores das novas regras. Entidades públicas, como Seuma e Ministério Público, e particulares, como Ordem dos Músicos, Sindicato dos Músicos e Associação dos Bares e Restaurantes, foram ouvidas para a redefinição.

11:21 · 05.12.2017 / atualizado às 10:57 · 07.12.2017 por
A cantora e gaitista argentina Xime Monzón e o baixista Mauro Bonamico foram atrações do Canoa Blues 2017

Chegou a 3 mil pessoas o público das sessões do Festival Canoa Blues 2017 em 17 e 18 de novembro, realizado em Canos Quebrada, Aracati. O evento teve início em Fortaleza, no Estoril, Praia de Iracema, em 11.11, e foi concluído na ONG Canoa Criança, também em Canoa Quebrada, com ações de arte-educação em 29.11.

A estimativa de público foi anunciada pela Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada (Asdecq), que finalizou ontem (04.12) a avaliação de indicadores de ocupação de leitos nos meios de hospedagem e de participação do público.

Entre os patrocinadores e apoiadores do Canoa Blues 2017 estavam BNB, Cegás e Sebrae-CE.

15:39 · 01.12.2017 / atualizado às 20:42 · 30.11.2017 por

Com shows de Felipe de Paula, coletivo Women of Reggae (DJs Priscilla Delgado e Betty Silvério e cantoras Nayra Costa, Roberta Kaya e Carolina Rebouças) e Projeto Rivera, o Ceará ao Vivo estreia neste sábado, 2 de dezembro na Praia dos Crush (faixa da Praia de Iracema, ao lado do espigão da Rua João Cordeiro e em frente ao hotel Sonata).

A agenda vai das 16h às 19h.

No domingo, as atrações são: Orquestra Popular do Nordeste, A Mulher Barbada e os Caixeiros Viajantes e, concluindo a edição, a cantora Lorena Nunes.

O Ceará ao Vivo é realizado pela Via de Acesso à Arte e Cultura – VAAC e Instituto Seara, com apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará – Secult, por meio do Edital Mecenas, tendo a Vivo como empresa apoiadora por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

12:13 · 18.11.2017 / atualizado às 19:38 · 29.10.2017 por

O gaitista carioca Jefferson Gonçalves (esq.) e o guitarrista mineiro Gustavo Andrade (dir.) são referências nacionais do Blues.

Gustavo já dividiu palcos com Guy King, Vasti Jackson, Bob Stroger, Bex Marshall, JJ Jackson, Blues Etílicos, Celso Blues Boy, Pepeu Gomes e Andre Christovam. Começou no violão clássico, mas, após conhecer o Blues, aderiu integralmente ao gênero negro norte-americano. Ele soma mais de 20 anos como músico profissional e integrou o movimento roqueiro de Belo Horizonte dos anos 1980, com dois CDs lançados, bastante elogiados pelo público e pela crítica especializada.

Jefferson, que começou com a banda Baseado em Blues, tem passagens importantes na cena musical cearense, como os festivais Fórum Harmônicas Brasil e de Jazz e Blues de Guaramiranga. Já gravou com artistas locais de diferentes gêneros, inclusive o genial Belchior. Tem se revelado também pesquisador atento dos ritmos nordestinos, promovendo fusões inusitadas com o Blues e o Rock.

Gustavo Andrade e Jefferson Gonçalves se apresentam neste sábado, 18 de novembro, em Canoa Quebrada, a partir das 22 horas.

O show é gratuito.

O Festival Canoa Blues tem patrocínio do Banco do Nordeste/Governo do Brasil, Governo do Estado do Ceará/Cegás e Assembleia Legislativa do Ceará.

Em Fortaleza, o evento é apoiado pela Prefeitura Municipal de Fortaleza/Secretaria de Turismo. Já em Canoa Quebrada, tem apoio da Prefeitura Municipal de Aracati e Sebrae/CE.

InvestNE, Diogo Farias Microfones Artesanais, Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada e Conselho Comunitário de Canoa Quebrada também integram o time de apoiadores.

08:09 · 18.11.2017 / atualizado às 19:37 · 29.10.2017 por

Representantes da nova geração de instrumentistas argentinos, a cantora e gaitista Xime Monzon (foto) e o baixista Mauro Bonamico se apresentam hoje em Canoa Quebrada (Aracati), na programação do Festival Canoa Blues.

Xime começou na harmônica em 2006, tendo aulas com Pablo Brotzman e Adrián Jiménez. Em 2009, passou a se apresentar em shows como convidada por artistas de Blues, como o próprio Adrian Jiménez, Gabriel Gratzer e a banda Easy Babies, entre outros. Já participou de eventos e festivais no México, Brasil e países vizinhos à Argentina.

Mauro tem se destacado na cena latino-americana do Blues, firmando parcerias com nomes da Argentina e do Brasil – com ênfase especial nas regiões Sul e Sudeste – vem desenvolvendo projetos e gravações com artistas como Xime Monzon, Nico Smoljan e Flávio Guimarães.

É um dos mais respeitados baixistas argentinos entre diferentes gerações de artistas.

Eles se apresentam com a formação cearense Gumbo Blues. E o show é gratuito.

O Canoa Blues tem patrocínio do Banco do Nordeste/Governo do Brasil, Governo do Estado do Ceará/Cegás e Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

Em Fortaleza, é apoiado pela Prefeitura Municipal de Fortaleza/Secretaria de Turismo. Já em Canoa, tem apoio da Prefeitura Municipal de Aracati e Sebrae/CE.

InvestNE, Diogo Farias Microfones Artesanais, Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada e Conselho Comunitário de Canoa Quebrada reforçam o time de apoiadores.

09:00 · 11.11.2017 / atualizado às 19:35 · 29.10.2017 por

Duas gerações de blueseiros se encarregam de abrir hoje, em Fortaleza, a 10ª edição do festival Canoa Blues. Os shows serão no Estoril, espaço referencial da cultura local, na Praia de Iracema. E inteiramente gratuitos, começando às 17 horas.

Formação clássica da música cearense, o Íris Sativa vem atuando desde os anos 1980, com intervalos nas atividades. Retomando agora a carreira, a banda traz, entre outros nomes, o vocalista Zezé Medeiros, na foto acima(Caco de Vidro), e o baixista Marco Aurélio Holanda (Gang da Cidade).

Já a Mr. Mojo (foto), que tem o gaitista Adelmo Correa como um dos líderes apostando na soma de clássicos com composições autorais. Também integram a banda Vinicius Proietti, nos vocais e na guitarra, Eduardo Campos, no baixo, e o baterista Thell Silva.

Você lê mais sobre o Canoa Blues no site do festival: www.canoablues.com.br.

O Canoa Blues 2017 tem patrocínio do Banco do Nordeste/Governo do Brasil, Governo do Estado do Ceará/Cegás e Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

Em Fortaleza, é apoiado pela Prefeitura Municipal de Fortaleza/Secretaria de Turismo. Já em Canoa, tem apoio da Prefeitura Municipal de Aracati e Sebrae/CE.

InvestNE, Diogo Farias Microfones Artesanais, Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada e Conselho Comunitário de Canoa Quebrada reforçam o time de apoiadores.