Busca

Categoria: Nordeste


04:48 · 05.09.2017 / atualizado às 08:54 · 04.09.2017 por

Hoje, na Coluna Comunicado, do jornal Diário do Nordeste:

O Banco do Nordeste está operacionalizando o FNE Água. Trata-se de uma linha de crédito com dinheiro do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste para projetos voltados ao bom uso de água. Em tempos de seca braba, a notícia é relevante. Empresas de portes distintos, produtores rurais, agricultores familiares e cooperativas e associações podem buscar os recursos. Barragens subterrâneas e sistemas de dessalinização de água, frequentemente apontados nos meios técnicos como alternativas viáveis para o armazenamento hídrico estão na lista de ações amparadas pelo FNE Água.

Mas o alcance do Fundo vai além do acúmulo. E chega ao ambiente natural. Projetos de reflorestamento para recuperação de matas ciliares e nascentes e de concessão de serviços de água e esgoto implantados em parcerias público-privadas também podem pleitear verba.

08:30 · 26.08.2017 / atualizado às 18:32 · 25.08.2017 por

Publiquei hoje na Coluna Comunicado, do jornal Diário do Nordeste:

Fortaleza vai sediar na próxima segunda-feira, na sede do Banco do Nordeste, no bairro do Passaré, o I Fórum de Integridade e Ética, que mobiliza agentes públicos de setores diversos. Há uma expectativa de desenvolvimento regional que exige capacitação e é fundamental qualificar quem tem responsabilidades com a boa aplicação de dinheiro público, ou mesmo com o acompanhamento e a fiscalização desse uso adequado. O ministro da Transparência e Controladoria-Geral da União, Wagner Rosario, já confirmou presença no evento do BNB. E também vai ser recebido pelo presidente do banco, o economista Marcos Holanda.

Representantes do BNB, gestores e técnicos, integrantes de órgãos de controle externo e de órgãos governamentais devem participar do Fórum.

16:46 · 19.07.2017 / atualizado às 20:05 · 19.07.2017 por

O Banco do Nordeste do Brasil completa hoje 65 anos.

E o presidente do BNB, Marcos Holanda (foto abaixo), assina o artigo a seguir:

O Banco do Nordeste completa 65 anos focado no futuro, nos próximos 65 anos. Enfrentaremos o futuro aplicando o Fundo Constitucional do Nordeste – FNE cada vez melhor, continuando a ser líder na oferta de microcrédito, sendo o Banco da micro, pequena e média empresa e o Banco da inovação.

Fazer o FNE cada vez melhor é aplicá-lo com eficácia, eficiência, efetividade e ética. É assegurar à sociedade que o Banco merece ser o único operador do Fundo. É mostrar com evidências que argumentos simplórios, e às vezes preconceituosos, de que o Fundo é mal gerenciado e que não deve existir são equivocados. As linhas de financiamento FNE Sol, FNE Água,  FNE Infraestrutura, e FNE Inovação são exemplos do propósito de fazer um FNE cada vez mais efetivo e conectado com o futuro. Paracontextualizar, em 2016 os créditos do BNDES para a Região caíram 60%, enquanto os do BNB caíram 4%, o que mostra que é o BNB, a partir do FNE, quem garante crédito de longo prazo para o Nordeste.

O Crediamigo e o Agroamigo são os programas de microcrédito que dão ao Banco a liderança na América Latina no setor. São programas de inclusão financeira que dão crédito a quem precisa e está excluído do mercado. O microcrédito é com certeza uma porta de saída da pobreza e aloca no Nordeste 67% do que o programa Bolsa Família faz. Bom lembrar que o Bolsa Família permite a convivência com a pobreza enquanto o Crediamigo viabiliza a saída dela. O Crediamigo é inclusivo, 67% dos clientes são mulheres, é focado, 50% dos beneficiários têm renda inferior a R$ 1.000, é efetivo, 60% saíram da linha da pobreza.

As micro, pequenas e médias empresas são público prioritário do Banco. O BNB é único na sua capacidade de apoiar o empreendedor quando ele ainda nem existe formalmente, com o microcrédito e a partir daí ser seu parceiro na sua evolução.

Queremos ser o banco das médias cidades e das médias empresas do Nordeste. Lançamos o Fórum G20+20 para incentivar negócios nas 40 cidades médias do Semiárido.

Por último e não menos importante, seremos o banco da inovação. O Banco é o primeiro banco público a criar um centro de inovação, o Hubine (Hub Inovação Nordeste). O Hubine propõe-se a ser um hub de pessoas talentosas, com capacidade de criar e inovar, e com isso gerar novas riquezas e renda. O Nordeste só avançará no desenvolvimento se apostar na inovação. A riqueza do mundo não está mais no fazer e sim no criar. Temos o insumo que o mundo todo deseja: jovens talentosos e criativos. Com a rede Hubine queremos incentivar a retenção dos talentos e parar com o
contrassenso que é a Região exportá-los. Em resumo comemoramos 65 anos de grande contribuição ao Nordeste, assumindo o compromisso de continuarmos nos próximos 65 anos sendo o banco de desenvolvimento que faz a diferença na vida das pessoas.

18:51 · 26.06.2017 / atualizado às 18:53 · 26.06.2017 por

Da Agência da Câmara dos Deputados:

A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia aprovou a criação do Fundo Caatinga, com a finalidade de financiar ações de conservação e de uso sustentável do bioma presente no Nordeste brasileiro e no norte de Minas Gerais.

Esse fundo será composto principalmente por doações recebidas em espécie, apropriadas em conta específica do Banco do Nordeste do Brasil (BNB).

O novo fundo está previsto no Projeto de Lei 6391/16, do deputado José Guimarães (PT-CE), que recebeu parecer pela aprovação do relator, deputado Zé Geraldo (PT-PA).

Assim como Guimarães, Zé Geraldo acredita que a proposta aumentará os recursos disponíveis para a Caatinga. O bioma ocupa 11% do território nacional, onde vivem 27 milhões de pessoas.

(…)

A proposta estabelece que até 20% dos recursos poderão ser utilizados no desenvolvimento de sistemas de monitoramento e controle do desmatamento em outros biomas brasileiros e em outros países tropicais. O BNB também disporá de 3% do valor das doações para cobertura de seus custos operacionais e despesas.

Além das doações, constituirão recursos do fundo o produto das aplicações financeiras dos saldos ainda não desembolsados. Os doadores receberão diploma reconhecendo a contribuição, emitido pelo BNB.

A representação judicial e extrajudicial do Fundo Caatinga caberá ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O texto foi aprovado com modificações oferecidas por Zé Geraldo. Uma das emendas corrige o fato de o projeto ser autorizativo. Inicialmente a proposta autorizava o BNB a destinar recursos do fundo às ações propostas. “O BNB não estaria obrigado a fazê-lo. Sendo autorizativo, padece do vício de inconstitucionalidade”, explicou o relator.

A outra modificação inclui as novas determinações na Lei 11.828/08, que trata das medidas tributárias aplicáveis às doações em espécie recebidas por instituição financeiras públicas controladas pela União e destinadas a ações de prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento e de promoção da conservação e do uso sustentável das florestas brasileiras.

11:55 · 25.05.2017 / atualizado às 20:00 · 24.05.2017 por

Publiquei hoje na Coluna Comunicado:

O Ceará tem um índice invejável de alunos de nível médio em escolas profissionalizantes. É o primeiro do Nordeste e o segundo do País. Os dados foram saudados ontem no Palácio da Abolição não só pelo quantitativo – 47.034 estudantes, segundo o Anuário Brasileiro da Educação de 2017, do Movimento Todos pela Educação. O que se alcança é uma conceituação diferenciada que pode servir como antídoto para mazelas sociais. Algo como o saber contra a violência. Ou a inteligência contra as drogas. Ou o trabalho contra a desqualificação. A questão é instituir e, com organização, manter uma política de Estado bem consolidada para assegurar o bem coletivo que for conquistado.

09:47 · 01.04.2017 / atualizado às 10:50 · 31.03.2017 por

Detentores de enormes vocação e potencial turísticos, além de expressão política inquestionável, os nove estados nordestinos terão este ano 2.750 vagas em cursos para estudantes de escolas públicas.

Até aí, tudo bem.

A questão é o engodo conceitual. A ação que vai viabilizar os cursos foi batizada pelo governo Temer de “MedioTec”.

O tal “MedioTec” é apenas a confirmação e a continuidade do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, criado em 2011 pela gestão de Dilma Rousseff sob a sigla de “Pronatec”.

Trata-se de iniciativa para expandir, interiorizar e democratizar a educação profissional e tecnológica.

E Temer tenta, agora, assumi-la num simples mudar de nome.

08:00 · 23.11.2016 / atualizado às 08:42 · 22.11.2016 por

Publiquei na Coluna Comunicado desta quarta-feira, no jornal Diário do Nordeste:

Após o desabafo do governador Camilo Santana (PT), advertindo que não admite ser responsabilizado por eventuais desabastecimento de água e colapso no fornecimento para a Região Metropolitana de Fortaleza, registrado pela Coluna no último dia 12, e depois de requerimento de audiência no Senado sobre o atraso da transposição das águas do Rio São Francisco para o Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte, feito pelo senador José Pimentel (PT), a Comissão da Assembleia que acompanha o projeto tem agenda hoje em Brasília. Os deputados Carlos Matos (PSDB), Moisés Braz (PT) e Roberto Mesquita (PSD) estão dispostos a conversar com parlamentares federais e tentar articular a uma pressão pela retomada das obras.

Relendo Camilo: “Vou responsabilizar o Governo Federal se tivermos um colapso (…). Temos gastos quase R$ 70 milhões para evitar desabastecimento de água em Fortaleza. Sem um centavo do Governo Federal”.

Relendo o tucano Carlos Matos, que preside a Comissão Especial da Assembleia para Acompanhar e Monitorar as Obras do Rio São Francisco: “Vamos pressionar o Governo Federal por soluções mais imediatas”.

09:16 · 27.10.2016 / atualizado às 19:20 · 25.10.2016 por

O Banco do Nordeste e a Associação Cearense de Imprensa (ACI) recebem hoje jornalistas e convidados.

Na solenidade, será entregue o Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo em Desenvolvimento Regional. Em tempo: a edição 2016 contou com 190 inscritos e o jornal Diário do Nordeste está entre os finalistas.

No total, serão distribuídos R$ 183 mil entre os premiados.

O evento está marcado para começar às 19 horas, na sede da ACI (Casa do Jornalista, Rua Floriano Peixoto, 735 – Centro de Fortaleza).

06:37 · 25.10.2016 / atualizado às 07:42 · 24.10.2016 por

Notas que abrem nesta sexta-feira a Coluna Comunicado, a qual escrevo no jornal Diário do Nordeste, de Fortaleza, Ceará:

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) confirmou a certificação ISO 9001:2008, que mantém a instituição como a única unidade da saúde pública do Estado e o primeiro hemocentro do Nordeste com essa chancela de qualidade. Para o senso comum, o que o Hemoce obteve oferece aos pacientes – sobretudo – e a profissionais da saúde é um indicador de que os critérios técnicos e científicos que se referem a tratamentos de e com sangue são obedecidos nos níveis mais aprimorados. Mas vai mais além, pode ter certeza.

A certificação ISO 9001:2008 é dada mundialmente a instituições que se destacam pela excelência de processos e serviços, segundo normas internacionais de qualidade. A avaliação é feita por auditorias independentes.

18:09 · 21.09.2016 / atualizado às 18:10 · 21.09.2016 por

A empresa de telefonia Oi firmou uma parceria com a Secretaria de Educação do Piauí para o Plano de Modernização da Educação.

A ação estadual pretende beneficiar, com o programa iSeduc Banda Larga, aproximadamente 250 mil alunos com acesso à internet nas escolas. A Oi vai disponibilizar o acesso à internet de alta velocidade para aproximadamente 224 municípios piauienses com foco em banda larga e IP Connect.

Abaixo, informações da assessoria de Comunicação da Oi:

A Oi já oferece internet a 100 escolas públicas do Estado (do Piauí) e será responsável por ampliar o acesso as demais escolas e aumentar a velocidade de navegação em até 10MB, garantindo assim o pleno funcionamento dos laboratórios, da parte administrativa de cada escola e das Gerências Regionais de Educação (GREs).

Das 390 escolas que serão contempladas com o programa até dezembro de 2016, a Oi já concluiu a implantação de banda larga em 110 escolas, 12 GREs das 21 previstas, além de ter implantado acesso à internet de 2Gbps na sede da SEDUC para garantir a gestão de todas as escolas.