Busca

Categoria: Religião


10:02 · 19.09.2018 / atualizado às 06:06 · 19.09.2018 por

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia do Ceará realiza hoje audiência juntamente com a Câmara Municipal de Fortaleza para discutir a “Campanha da Fraternidade 2018 – Fraternidade e Superação da Violência” e o “Grito dos Excluídos 2018 – Vida em primeiro lugar”. O debate começa às 14h, no Complexo de Comissões Técnicas da Casa.

A deputada Rachel Marques (PT), que requereu a audiência, diz que as campanhas visam a promover a reflexão sobre as causas de injustiças e desigualdades sociais no Brasil.

O Grito dos Excluídos, diz Rachel, não tem “dono”. “Não é da Igreja nem do sindicato e nem da Pastoral. Não se caracteriza por discurso de lideranças e nem pela centralização de seus atos. O ecumenismo é vivido na prática, nas lutas, pois entendemos que os momentos e celebrações ecumênicas são importantes para fortalecer o compromisso”.

O movimento surgiu em 1995, para aprofundar o tema da Campanha da Fraternidade daquele ano, que tinha como lema “Eras tu, Senhor”, e responder aos desafios levantados na 2º Semana Social Brasileira, cujo tema era “Brasil, Alternativas e Protagonistas”.

Foram convidados para a audiência representantes do Fórum Popular de Segurança Pública, do Comitê pela Desmilitarização da Polícia e da Política, da Conferência Nacional de Bispos do Brasil, da Igreja Presbiteriana Independente e das secretarias estaduais de Justiça e Cidadania e de Segurança Pública.

17:35 · 27.08.2018 / atualizado às 17:34 · 27.08.2018 por

A Câmara Municipal de Fortaleza fez sessão solene homenageando budistas pela contribuição na construção de uma cultura de paz. A solenidade foi proposta pela vereadora Larissa Gaspar (PPL), que presidua a sessão, representando o presidente da CMFor, Salmito Filho (PDT).

Em sua saudação, Larissa Gaspar registrou que a Associação Brasil Soka Gakkai Internacional (ABSGI) trabalha de forma inclusiva, agregando a todos de forma igualitária.

“Quero destacar minha felicidade de participar deste momento, de ter no ventre do nosso mandato uma pessoa, a Paulinha Castro, que participa dessa filosofia. Foi ela que falou da importância desse momento e do trabalho de quase 40 anos, que a associação Brasil SGI Ceará realiza. São 1.100 associados só em Fortaleza e 1.300 no Ceará, com atuação forte também em Juazeiro do Norte. É um trabalho grandioso, Muitas vezes, algumas religiões, não tem tanta visibilidade, mas também isso é uma forma de se humanizar mais, na valorização de cada ser humano, no melhor que ele pode ser”, observou.

18:08 · 18.06.2018 / atualizado às 18:11 · 15.06.2018 por

Vem aí mais uma edição da Mostra Brasileira de Teatro Transcendental. Será a 16ª agenda de um dos eventos artísticos e de cultura de paz mais bem definidos do País.

O lançamento da Mostra está marcado para o próximo dia 21, quinta-feira, às 19h30min, no espaço Manhattan do Shopping Riomar Fortaleza.

Logo após a abertura, o escritor Alexandre Caldini falará sobre as relações familiares e como lidar com elas.

O evento é gratuito e aberto ao público. A Mostra acontece nos dias 23 a 26/08, no teatro Riomar.

09:13 · 14.02.2018 / atualizado às 09:14 · 13.02.2018 por

No calendário católico, a Quarta-feira de cinzas abre um período de penitência, arrependimento e orações. Assim, adequou-se às muitas faces da cultura ocidental ao longo dos tempos. No entanto, pode servir também, ainda que em óticas secular ou agnóstica, para reflexões com outros vieses. Como o da política, por exemplo.

A propósito disso, leitor atento envia mensagem e lembra que há mobilizações em redes sociais que agregam engajados em movimentos religiosos. Justo no sentido de atenção específica à conjuntura que envolve o País e o Ceará. “Temos situações de seca e de insegurança. Queremos que os políticos respondam às nossas apreensões”.

E como o ano é eleitoral – para o qual partidos, representantes e instituições públicas, pela natureza que os orienta, têm atenção especial -, vale registrar uma observação final do leitor: “Não queremos nada que esteja além das possibilidades ou dos direitos dos cidadãos. Estamos exercendo nossas prerrogativas de debater e de acreditar ou contestar o que nos dizem”. Fica a dica.

08:00 · 26.09.2017 / atualizado às 19:46 · 25.09.2017 por

A deputada Silvana Oliveira (PMDB) está propondo que a Assembleia Legislativa dê, assim, de mão beijada, sem ver nem pra quê, o honroso título de Cidadão Cearense ao telepastor evangélico Silas Malafaia.

Ora, ora, logo o Malafaia, que abertamente se posiciona contra direitos sociais e liberdades civis; que apela para a grosseria como método do que entende como “evangelização”; que intimida, berra, ameaça os fieis que não caem com o dízimo na caixinha dele.

A propósito, e já que está em uso a palavra “cidadão”, vale notar que o cidadão cearense pode não ter a mínima ideia do que o Silas Malafaia fez para merecer a distinção, que na verdade é reservada a personalidades que de fato colaboram com o Estado.

A deputada Silvana diz que ele defende “a fé cristã” e “princípios e valores éticos, morais e espirituais da Igreja de Jesus Cristo”. Mas aí a gente dá um desconto: esse, afinal, é só o ponto de vista dela.

09:34 · 20.06.2016 / atualizado às 06:51 · 20.06.2016 por

Hoje é o Dia Mundial do Refugiado.

Pois saiba, então: o papa Francisco conclamou ontem os católicos a ajudarem os refugiados que fogem das guerras em seus países de origem.

E disse: “Você tem que encontrá-los, ouvi-los e recebê-los”, disse, no Palácio Apostólico na Praça de São Pedro,no Vaticano: “Com os refugiados – somos parte de quem é forçado a fugir”.

Abaixo, informações da Agência Brasil – que virou uma empresa chapa-branca:

“Os refugiados são pessoas como todos os outros, mas de quem a guerra levou casa, trabalho, parentes, amigos”, argumentou o pontífice. “Suas histórias e suas faces nos chamam para renovar o esforço e construir a paz na Justiça. Por isso queremos estar com eles; encontrá-los, acolhê-los e escutá-los para, juntos, construirmos a paz segundo a vontade de Deus”. Nesta semana o Vaticano recebeu pela segunda vez um grupo de refugiados sírios acolhido pela Santa Sé e pela comunidade de Santo Egídio.

A primeira visita ocorreu em abril, quando um grupo de 12 sírios muçulmanos refugiados chegou a Roma. No segundo grupo de refugiados havia nove pessoas – duas delas católicas. Eles chegaram à capital italiana vindos de um campo de refugiados da ilha grega de Lesbos, região que foi visitada há dois meses pelo papa.

O Dia Mundial do Refugiado foi instituído em 2000 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, e começou a ser celebrado em 2001. A data chama atenção para os problemas vividos por milhões de pessoas que forçosamente são obrigadas a deixar suas casas para fugir de guerras, conflitos e perseguições. Atualmente há um grande fluxo de refugiados vindos de zonas de conflitos localizadas principalmente na Síria, no Afeganistão, na Somália, no Iraque e Sudão.

*** *** ***

A propósito disso, deve-se observar que a maior nação católica do mundo fechou, por ordem de um governo acusado de dar um golpe para tomar o poder, as portas para os refugiados. E também para o pedido do papa, por óbvio.

É o Brasil.

O Governo de Dilma Rousseff (PT) vinha buscando recursos internacionais para alojar cerca de 100 mil pessoas que fugiram do conflito na Síria. As tratativas estavam sendo encaminhadas pelo então ministro da Justiça, Eugênio Aragão,

Pois a gestão de Michel Temer mandou decapitarem as esperanças dessas famílias.

Segundo a BBC Brasil, “a suspensão foi ordenada pelo novo ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, e comunicada a assessores e diplomatas numa reunião nesta semana”.

Leia mais abaixo:

(…) A decisão segue uma nova – e mais restritiva – postura do governo quanto à recepção de estrangeiros e à segurança das fronteiras.

Cerca de 5 milhões de sírios deixaram o país desde o início da guerra civil, a maioria rumo a nações vizinhas. O deslocamento causou a maior crise humanitária mundial dos últimos 70 anos.

Segundo a Organização Internacional para a Migração, ao menos 3.370 refugiados – muitos deles sírios – morreram afogados em 2015 ao tentar chegar à Europa pelo Mediterrâneo.

O texto completo está neste link.

08:00 · 18.05.2016 / atualizado às 08:02 · 06.05.2016 por

Depende apenas de sanção do governador Camilo Santana (PT) a instituição no Ceará do Dia do Pastor Evangélico.

A proposta foi encaminhada pela deputada Silvana Oliveira (PMDB) e já foi aprovada na Assembleia Legislativa. A data prevista para a homenagem será o segundo domingo de junho.

É claro que não vai ser feriado para os homenageados, mas como todo bom domingo não vai deixar de ser dia de oração.

17:24 · 06.04.2016 / atualizado às 06:49 · 05.04.2016 por

É do padre Marcelo Rossi uma observação pra lá de interessante.

Diz ele que “A Igreja não tem partido. Ela cria pontes, ela não divide”.

Palavras assim ganham cor e brilho especiais em tempos de exacerbações, pois põem uma barreira benfazeja contra discursos de ódio que vez por outra ameaçam a fé.

*** ***

Lembrando aqui o desastrado bispo de Aparecida, em São Paulo, que usou o púlpito para instigar os fieis contra o ex-presidente Lula (PT) – “Peça, meu irmão e minha irmã, a graça de pisar na cabeça da serpente, de todas as víboras que persistem em nossas vidas, daqueles que se autodenominam jararacas”, pregou em sermão logo após Lula ter se comparado a uma cobra jararaca e dito que os adversários dele erraram ao pisar no rabo e não na cabeça.

*** ***

Autor de vasta literatura sobre paz, solidariedade e superação, e abertamente relacionado a setores do clero que não têm laços políticos, o padre Marcelo Rossi fala com indiscutível autoridade.

15:35 · 01.04.2016 / atualizado às 05:36 · 31.03.2016 por

Tipo coração de mãe, a Assembleia Legislativa abrigou esta semana um “Encontro dos Coordenadores de Pequenos Grupos da Igreja do Evangelho Quadrangular” – denominação evangélica pentecostal.

Ainda que seja uma instituição da democracia, é de se estranhar.

Afinal, a Assembleia é uma Casa política e não religiosa.

16:05 · 22.07.2015 / atualizado às 10:11 · 21.07.2015 por

Há dois projetos tramitando na Câmara Municipal de Fortaleza que indicam a quantas a fé faz conexões com a política.

Um é assinado pelo vereador Joaquim Rocha (PV). Diz que a Prefeitura deve desafetar área no Bairro Castelão e concedê-la à paróquia de São Francisco de Assis – católica, pois.

O outro leva o jamegão de Mairton Félix (DEM). E propõe que o Município também desafete um terreno, esse na Comunidade Maravilha, no São João do Tauape, e o transfira para Igreja Assembleia de Deus – evangélica, portanto.