Busca

Categoria: Religião


09:34 · 20.06.2016 / atualizado às 06:51 · 20.06.2016 por

Hoje é o Dia Mundial do Refugiado.

Pois saiba, então: o papa Francisco conclamou ontem os católicos a ajudarem os refugiados que fogem das guerras em seus países de origem.

E disse: “Você tem que encontrá-los, ouvi-los e recebê-los”, disse, no Palácio Apostólico na Praça de São Pedro,no Vaticano: “Com os refugiados – somos parte de quem é forçado a fugir”.

Abaixo, informações da Agência Brasil – que virou uma empresa chapa-branca:

“Os refugiados são pessoas como todos os outros, mas de quem a guerra levou casa, trabalho, parentes, amigos”, argumentou o pontífice. “Suas histórias e suas faces nos chamam para renovar o esforço e construir a paz na Justiça. Por isso queremos estar com eles; encontrá-los, acolhê-los e escutá-los para, juntos, construirmos a paz segundo a vontade de Deus”. Nesta semana o Vaticano recebeu pela segunda vez um grupo de refugiados sírios acolhido pela Santa Sé e pela comunidade de Santo Egídio.

A primeira visita ocorreu em abril, quando um grupo de 12 sírios muçulmanos refugiados chegou a Roma. No segundo grupo de refugiados havia nove pessoas – duas delas católicas. Eles chegaram à capital italiana vindos de um campo de refugiados da ilha grega de Lesbos, região que foi visitada há dois meses pelo papa.

O Dia Mundial do Refugiado foi instituído em 2000 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, e começou a ser celebrado em 2001. A data chama atenção para os problemas vividos por milhões de pessoas que forçosamente são obrigadas a deixar suas casas para fugir de guerras, conflitos e perseguições. Atualmente há um grande fluxo de refugiados vindos de zonas de conflitos localizadas principalmente na Síria, no Afeganistão, na Somália, no Iraque e Sudão.

*** *** ***

A propósito disso, deve-se observar que a maior nação católica do mundo fechou, por ordem de um governo acusado de dar um golpe para tomar o poder, as portas para os refugiados. E também para o pedido do papa, por óbvio.

É o Brasil.

O Governo de Dilma Rousseff (PT) vinha buscando recursos internacionais para alojar cerca de 100 mil pessoas que fugiram do conflito na Síria. As tratativas estavam sendo encaminhadas pelo então ministro da Justiça, Eugênio Aragão,

Pois a gestão de Michel Temer mandou decapitarem as esperanças dessas famílias.

Segundo a BBC Brasil, “a suspensão foi ordenada pelo novo ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, e comunicada a assessores e diplomatas numa reunião nesta semana”.

Leia mais abaixo:

(…) A decisão segue uma nova – e mais restritiva – postura do governo quanto à recepção de estrangeiros e à segurança das fronteiras.

Cerca de 5 milhões de sírios deixaram o país desde o início da guerra civil, a maioria rumo a nações vizinhas. O deslocamento causou a maior crise humanitária mundial dos últimos 70 anos.

Segundo a Organização Internacional para a Migração, ao menos 3.370 refugiados – muitos deles sírios – morreram afogados em 2015 ao tentar chegar à Europa pelo Mediterrâneo.

O texto completo está neste link.

08:00 · 18.05.2016 / atualizado às 08:02 · 06.05.2016 por

Depende apenas de sanção do governador Camilo Santana (PT) a instituição no Ceará do Dia do Pastor Evangélico.

A proposta foi encaminhada pela deputada Silvana Oliveira (PMDB) e já foi aprovada na Assembleia Legislativa. A data prevista para a homenagem será o segundo domingo de junho.

É claro que não vai ser feriado para os homenageados, mas como todo bom domingo não vai deixar de ser dia de oração.

17:24 · 06.04.2016 / atualizado às 06:49 · 05.04.2016 por

É do padre Marcelo Rossi uma observação pra lá de interessante.

Diz ele que “A Igreja não tem partido. Ela cria pontes, ela não divide”.

Palavras assim ganham cor e brilho especiais em tempos de exacerbações, pois põem uma barreira benfazeja contra discursos de ódio que vez por outra ameaçam a fé.

*** ***

Lembrando aqui o desastrado bispo de Aparecida, em São Paulo, que usou o púlpito para instigar os fieis contra o ex-presidente Lula (PT) – “Peça, meu irmão e minha irmã, a graça de pisar na cabeça da serpente, de todas as víboras que persistem em nossas vidas, daqueles que se autodenominam jararacas”, pregou em sermão logo após Lula ter se comparado a uma cobra jararaca e dito que os adversários dele erraram ao pisar no rabo e não na cabeça.

*** ***

Autor de vasta literatura sobre paz, solidariedade e superação, e abertamente relacionado a setores do clero que não têm laços políticos, o padre Marcelo Rossi fala com indiscutível autoridade.

15:35 · 01.04.2016 / atualizado às 05:36 · 31.03.2016 por

Tipo coração de mãe, a Assembleia Legislativa abrigou esta semana um “Encontro dos Coordenadores de Pequenos Grupos da Igreja do Evangelho Quadrangular” – denominação evangélica pentecostal.

Ainda que seja uma instituição da democracia, é de se estranhar.

Afinal, a Assembleia é uma Casa política e não religiosa.

16:05 · 22.07.2015 / atualizado às 10:11 · 21.07.2015 por

Há dois projetos tramitando na Câmara Municipal de Fortaleza que indicam a quantas a fé faz conexões com a política.

Um é assinado pelo vereador Joaquim Rocha (PV). Diz que a Prefeitura deve desafetar área no Bairro Castelão e concedê-la à paróquia de São Francisco de Assis – católica, pois.

O outro leva o jamegão de Mairton Félix (DEM). E propõe que o Município também desafete um terreno, esse na Comunidade Maravilha, no São João do Tauape, e o transfira para Igreja Assembleia de Deus – evangélica, portanto.

17:06 · 21.09.2014 / atualizado às 16:11 · 21.09.2014 por

Publicado hoje na Agência Brasil, com informações da Agência Lusa:

O papa Francisco elogiou hoje (21), na capital albanesa, a convivência pacífica entre as religiões que coexistem neste país e disse que “ninguém pode usar Deus como escudo” quando pratica atos de terrorismo. Francisco fez as declarações em encontro com o chefe de Estado albanês, Bujar Nishani, no palácio presidencial.

“Que ninguém tome a religião como pretexto para as próprias ações, contrárias à dignidade do homem e aos seus direitos fundamentais, principalmente a vida e a liberdade religiosa de todos”, acrescentou o papa, que deve passar 11 horas em Tirana.

De acordo com o pontífice, o que acontece na Albânia demonstra que a convivência pacífica e frutífera entre pessoas e comunidades que pertencem a religiões distintas não só é desejável, mas também possível e realizável de modo concreto. Para ele, este é um “bem precioso”, que “adquire relevância especial em um tempo em que grupos extremistas desvirtuam o autêntico sentido religioso”.

A íntegra está aqui.

09:00 · 16.09.2014 / atualizado às 07:16 · 15.09.2014 por

Essa dica é para quem faz fé num transporte eficiente.

É que a visita do Papa João Paulo II a Fortaleza, em julho de 1980, inspira mostra que será aberta hoje na sede do Sest-Senat Fortaleza (Rua Dona Leopoldina, 1050 – Centro).

O material da exposição inclui fotos, textos e outros recursos de contextualização.