Busca

Categoria: Trânsito


06:35 · 22.04.2017 / atualizado às 10:26 · 20.04.2017 por

Hoje, na Comunicado, Coluna que escrevo no jornal Diário do Nordeste, de Fortaleza:

Denominação técnica para as chamadas “mobiletes”, os ciclomotores leves elétricos e não-elétricos estão na pauta da Câmara federal. Lá, a Comissão de Viação e Transportes tem se dedicado a discutir questões como registro, licenciamento, habilitação e até mesmo a fabricação e a distribuição desse tipo de veículo. Faz sentido – além de serem avaliados como potencial fonte de receitas para órgãos que controlam o trânsito, são também elementos consideráveis em estatísticas de acidentes e até óbitos nas ruas e rodovias. Só dois parlamentares cearenses estão na Comissão: José Airton Cirilo (PT) e Leônidas Cristino (PDT).

No Ceará, vigora o entendimento de que o condutor de ciclomotor (até 50 cilindradas) tem de ser credenciado legalmente com a Carteira Nacional de Habilitação, categoria A, ou com Autorização para Condução de Ciclomotor. Os documentos são emitidos pelo Detran. Não portá-los pode resultar em multa e na apreensão do veículo.

18:00 · 31.08.2016 / atualizado às 05:33 · 30.08.2016 por

A deputada Fernanda Pessoa (PR) entrou na discussão do trânsito e das multas.

Atrasada, mas entrou.

Fernanda apresentou projeto tentando impor às concessionárias que instalem nos carros que vendem dispositivos eletrônicos que acendam e apaguem automaticamente os faróis quando o veículo for ligado e desligado.

Ou seja, sem precisar que o motorista aperte ou gire um “biloto”.

O que ela não sabe é que quem põe esses sistemas são as fábricas.

11:27 · 31.08.2016 / atualizado às 05:30 · 30.08.2016 por

Nada mais pertinente do que as campanhas de Heitor Férrer (PSB) e Ronaldo Martins (PRB) à Prefeitura de Fortaleza destinarem para a Justiça e o Detran a edição inicial do Troféu Estraga-Prazer.

Afinal, foi a Justiça que determinou que infrações de trânsito flagradas por fotossensores entre 2006 e 2011 não tenham as multas cobradas.

E foi o Detran que suspendeu no Ceará a “Multa do Farol” em zonas urbanas de rodovias estaduais.

Os temas essenciais e fáceis da retórica dos deputados-candidatos.

E agora?

05:49 · 29.07.2016 / atualizado às 18:22 · 28.07.2016 por

Semana que vem, quando voltar às atividades de plenário, o deputado Heitor Férrer (PSB) – já convertido em candidato a prefeito de Fortaleza – vai acelerar a cruzada que faz por alterações na Lei do Farol, determinação do presidente em exercício, Michel Temer (PMDB).

Heitor iniciou a briga este mês, e até entrou com ação popular na Justiça, mas o recesso parlamentar foi literalmente um pé no freio.

Segundo Heitor Férrer, a “Lei do Farol” – pela qual motoristas são obrigados a acionar de dia os faróis dos veículos em rodovias federais e estaduais se não quiserem pegar multa – é abusiva.

O deputado é rápido no gatilho retórico para qualificar a nova regra: “É uma pegadinha”.

E vale lembrar: a multa hoje é de salgados R$ 85,13, mas em novembro passará a ser de R$ 130,16.

17:16 · 19.07.2016 / atualizado às 17:16 · 19.07.2016 por

Leva a assinatura do deputado Heitor Férrer (PSB) projeto que dispensa o uso de farol baixo aceso durante o dia para veículos que trafeguem nas rodovias estaduais dentro do perímetro urbano dos municípios do Ceará. Segundo ele, o propósito é evitar que o contribuinte seja apenado com multas dentro da cidade pela da lei do farol baixo, em vigor em todo o País desde o último dia 8.

A lei obriga os motoristas a manterem o farol aceso com luz baixa nas rodovias estaduais e federais. Heitor propõe que a lei federal 13.290/2016 seja adequada para que as vias cujos trechos integrem a malha urbana fiquem sob competência de legislação estadual. A Constituição Federal permite isso, diz o deputado. O tráfego fora dos perímetros urbanos continua sujeito às penas previstas no Código de Trânsito Brasileiro.

A mesma medida já foi adotada em São Paulo e Amazonas.

14:16 · 14.06.2016 / atualizado às 06:20 · 13.06.2016 por

Não fosse patético, seria risível. Veja mais essa:

Partiu do gabinete da vereadora Ruthmar Xavier (PR), pelo menos tem a assinatura dela, projeto que propõe uma repaginada nos postes de fotossensores em Fortaleza. A matéria defende que as estruturas sejam pintadas de amarelo-ouro ou vermelho, para permitir a visualização pelos motoristas. E diz lá que “a maioria é mascarada, o que o que pode demonstrar que a intenção dos órgãos de trânsito é a de aplicar armadilhas para autuar os condutores”.

Detalhe que não é detalhe: o texto foi clonado de um projeto do cearense José Airton Cirilo (PT), que desde 2010 tramita na Câmara federal.

10:04 · 06.05.2016 / atualizado às 07:08 · 03.05.2016 por

Veículos abandonados nas ruas de Fortaleza são comuns.

Vereadores que assinaram projetos determinando que a Prefeitura recolha e dê fim adequado e legal às sucatas são comuns.

Prefeitos que se fizeram de moucos e mudos diante dos seguidos apelos de comunidades e parlamentares são comuns.

E é a propósito dessas coisas tão comuns que a gente volta ao tema: o vereador Joaquim Rocha, tão neo-pedetista quanto o prefeito Roberto Cláudio, é mais um a apresentar projeito do gênero. Ele quer desobstruir o trânsito e evitar que as carcaças se mantenham como focos de bichos e doenças.