Busca

20:00 · 29.10.2017 / atualizado às 20:00 · 29.10.2017 por

Da assessoria do PSOL no Ceará:

O Partido Socialismo e Liberdade concluiu na tarde deste domingo, dia 29, o 6º Congresso Estadual dos filiados no Ceará, no Sindicato dos Comerciários, no Centro de Fortaleza, com a escolha de Ailton Lopes como pré-candidato à disputa do Governo do Estado no próximo ano.

Delegados de mais de 50 cidades do estado se reuniram durante o fim de semana para discutir o cenário político local e nacional e aprovar a nova direção estadual do partido no Ceará. Ailton Lopes também foi eleito o novo presidente estadual da sigla durante o biênio 2019-2020. “Queremos fazer deste ato uma convocação à toda a esquerda social, aos movimentos sociais e ao povo trabalhador. Convocamos todas e todos a se somar nessa frente de luta por direitos, contra o ajuste liberal e a farsa moralista”, afirmou o pré-candidato.

A fase estadual desse fim de semana elegeu ainda a delegação cearense para o congresso nacional do PSOL, que deve ser realizado no início de dezembro deste ano em Luziânia (GO), cidade próxima ao Distrito Federal.

*** *** ***

Em 2014, o bancário Ailton Lopes foi candidato a governador. Teve 102.394 votos (2,4% do total).

Em 2016, disputou uma vaga na Câmara Municipal de Fortaleza e recebeu 12,483 (0,99% do total). Não conseguiu ser eleito e terminou a disputa como o 912º mais votado.

18:51 · 29.10.2017 / atualizado às 18:51 · 29.10.2017 por

Sobre a postagem “O Dpvat volta à discussão”, no último dia 25, a Seguradora Líder se manifesta. E, por meio de nota, diz que “reforça o seu compromisso com a transparência e enfatiza que está à total disposição das comissões mencionadas no texto para prestar quaisquer informações necessárias, conforme está detalhado nos ofícios encaminhados aos presidentes das duas sessões e que podem ser acessados neste link: http://seguradoralider.com.br/pages/newsletter-detalhe.aspx?cid=12

Verificar a ocorrência de possíveis fraudes e irregularidades no uso dos recursos do Seguro DPVAT é um argumento utilizado pelos autores na proposição das PFCs. Sobre este tema, o aprimoramento da malha fina de controles da Seguradora Líder é comprovado por seus números. Foram evitadas perdas de R$ 741,3 milhões, entre janeiro e setembro de 2017, sendo R$ 178,9 milhões em indenizações indevidas não pagas por fraudes comprovadas; R$ 165,4 milhões em negativas técnicas; e R$ 397,0 milhões em ações judiciais ganhas (com julgamento do mérito), cujos pagamentos, se efetivados, entrariam para as estatísticas de fraudes. No período, foram identificadas 14.118 tentativas de fraude contra o Seguro DPVAT. “Para que se tenha uma ideia do que isso representa, vale dizer que os valores indevidos não pagos nestes primeiros nove meses do ano já correspondem a 96,2% do que deixou de ser pago, pelas mesmas razões, ao longo de todo o ano de 2016 (R$ 770,5 milhões).

Importante informar, ainda, que hoje, dia 25, o presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, deputado Rodrigo Martins, apresentou voto em separado, propondo que a referida auditoria seja feita pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), órgão regulador do setor de seguros privados no Brasil, uma vez que não cabe ao Tribunal de Contas da União auditar empresas de capital privado.

13:48 · 29.10.2017 / atualizado às 06:57 · 27.10.2017 por

A cantora e compositora Mona Gadelha apresenta hoje show baseado no disco Praia Lírica. Será no cineteatro São Luiz, em Fortaleza, às 18h. O espetáculo também conta com a participação do guitarrista Mimi Rocha e o multi-instrumentista Herlon Robson. Os ingressos já estão à venda com preços populares (R$ 20,00 inteira e R$ 10,00 , a meia).

O trabalho é destacado como um “mergulho afetivo e ousado na canção cearense que emergiu nos anos 1970 e causou impacto na MPB, perpetuando a geração ‘Pessoal do Ceará'”.

Abaixo, informações da Secretaria da Cultura do Estado:

Lançado em 2011 com shows em Fortaleza, Rio e cidades de São Paulo, além da capital, Praia Lírica, como previa Gilmar de Carvalho, tornou-se atemporal, e abriu caminho para a pesquisa de um repertório rico em preciosidade poética e que surpreende a cada nova leitura. Um repertório escrito por Ednardo, Belchior, Fagner, Rodger Rogério, Ricardo Bezerra, Brandão, Petrúcio Maia, Fausto Nilo, Augusto Pontes, Caio Silvio e Graco Braz – todos representados com suas canções pela voz de Mona e o piano de Fernando.

Praia Lírica é o quinto disco da cantora e compositora, que a lançou no desafio de interpretar somente outros autores em um trabalho que levou o músico e crítico Aquiles Reis, do MPB4 a escrever: “ Apesar de ser conhecida como musa do rock, da turma do Ceará, Mona Gadelha, em seu quinto disco, se propôs o desafio de cantar músicas de compositores cearenses , seus conterrâneos desde a cena musical dos anos 1970 e 1980, acompanhada apenas de piano. Mas se engana quem acha que com isso ela deixou de lado sua verve roqueira …Lá está ela intacta”.
O show traz músicas como “Noturno” (Caio e Graco Silvio), “Paralelas” (Belchior), “La Condessa” (Ricardo Bezerra, Brandão e Ribamar), “A Manga Rosa” (Ednardo) e “Astro Vagabundo” (Fagner e Fausto Nilo), entre outros clássicos do cancioneiro cearense e surpresas que a cantora prepara para o público do Cineteatro São Luiz.

05:56 · 29.10.2017 / atualizado às 07:59 · 26.10.2017 por

A deputada Fernanda Pessoa (PR) apresentou à Assembleia Legislativa proposta que dá ao Espaço Cultural Unifor o reconhecimento de patrimônio histórico-cultural do Ceará.

No texto, ela observa que o equipamento tem “importante papel na revelação e consagração de artistas cearenses”.

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Assembleia aprovou a matéria, que vai seguir para o plenário.

08:53 · 28.10.2017 / atualizado às 07:55 · 26.10.2017 por

O despretensioso e modesto – com todo o respeito, claro! – salão da paróquia de Solonópole, município a 276 quilômetros de Fortaleza, ficará lotado hoje de peemedebistas.

A turma do partido do presidente Temer vai fazer convenção estadual.

Querem definir já os espaços a serem distribuídos entre as alas da sigla e tomar deliberações que vão orientar estratégias eleitorais de 2018.

E veja: não é a primeira vez que o PMDB escolhe uma cidade do Interior para realizar ato de grande porte. Em abril passado, sediou o Encontro Estadual – instância que não tem caráter deliberativo, mas pesa na escolha de temas – em Limoeiro do Norte.

Longe assim dos centros de poder, fica menos complicado pedir voto ao cidadão e ter de dar explicações sobre o fato de o PMDB ser o partido do Temer.

08:45 · 28.10.2017 / atualizado às 07:53 · 26.10.2017 por

Na Coluna Comunicado, que escrevo no jornal Diário do Nordeste, na edição deste sábado:

A Superintendência do Patrimônio da União no Ceará deu uma arrancada das boas no último ano. O apanhado de ações no período inclui o desembaraço de área para a regularização de 12 mil casas pela Prefeitura de Fortaleza e a liberação para o Governo do Estado de 1,6 mil hectares do Parque do Cocó. São números superlativos. E, nesse derradeiro caso, resolveu-se pendência que persistia havia ao menos 25 anos – sem contar a retórica política em torno daquele patrimônio, que já soma 40 anos. Há um personagem que se movimenta discreta e eficientemente no ambiente da SPU-CE: o advogado Cláudio Cruz, titular do órgão.

No quadro que vai se desenguiçando, alguns municípios já encaminharam planos de gestão de praias, o que inclui a capacitação de gestores. Uma onda que envolve aspectos ambientais e social, deve-se notar, com repercussões políticas e econômicas inquestionáveis.

09:42 · 27.10.2017 / atualizado às 07:43 · 26.10.2017 por

Será aberta nesta sexta-feira a agenda local do Circuito Itinerante Anima Mundi, considerado um dos maiores festivais de animação do mundo.

A programação será exibida na Caixa Cultural Fortaleza (Avenida Pessoa Anta, Praia de Iracema), até domingo.

Entre as atrações, o filme canadense “A Fome” (1974), apontado como clássico da animação. O acesso a todas as sessões é gratuito.

08:00 · 27.10.2017 / atualizado às 06:53 · 27.10.2017 por

A Câmara Municipal de Fortaleza realiza logo mais, às 9h, audiência pública, solicitada pelo vereador Acrísio Sena (PT), em conjunto com a Assembleia Legislativa do Estado, e com apoio do Sindicato dos Bancários do Ceará, para debater desmonte dos bancos públicos.

Acrísio já havia utilizado a tribuna da Câmara para ressaltar a importância de discutir o fechamento ou privatização dos bancos públicos, proposta pelo governo federal.

No último dia 11/10, a Câmara Municipal aprovou requerimento de autoria de Acrísio, criando a Frente Parlamentar em Defesa dos Bancos Públicos. Para ele, os bancos públicos desempenham “papel fundamental como instituições financeiras na economia brasileira e como importantes instrumentos de política econômica e de promoção do desenvolvimento do país. Imagina o Minha Casa Minha Vida sem a Caixa Econômica, o Crédito Agrícola sem o Banco do Brasil, a pequena empresa e até o grande empresário sem o BNB”.

“Estamos vendo uma estratégia nacional, por parte do governo ilegítimo de Temer, de tentar esvaziar as agências públicas, com o fechamento das mesmas, como no caso da ameaça sobre a Caixa Econômica, ou ofertando o plano de demissão voluntária, prejudicando a categoria bancária”, denunciou o parlamentar.

05:40 · 27.10.2017 / atualizado às 07:42 · 26.10.2017 por

Hoje, na Coluna Comunicado, do jornal Diário do Nordeste:

Deve ser divulgado hoje o Edital Funcap – Inovafit Proposta de Chamada – Fase 1, assinado pela Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. O órgão marcou o lançamento da iniciativa para a Feira do Conhecimento, no Centro de Eventos. O edital mobiliza recursos por meio de subvenção econômica para o desenvolvimento, por empresas sediadas no Ceará – seja, de bens, serviços ou processos inovadores. O Funcap-Inovafit Fase 1 vai repassar até R$ 3 milhões para empresas com projetos orçados, cada um, até R$ 100 mil.

16:20 · 25.10.2017 / atualizado às 16:22 · 20.10.2017 por

Na alucinante febre de apresentar de requerimentos à Câmara de Fortaleza, a vereadora Eliana Gomes (PCdoB) pensou o que se supunha impensável: fez publicar artigo assinado por ela na Imprensa local, em 24 de setembro último, e, por conta própria e às custas do contribuinte, já no dia seguinte tratou de propor a inclusão do texto nos anais da Casa.