Busca

Categoria: Água


06:47 · 24.04.2017 / atualizado às 06:47 · 24.04.2017 por

O quadro de escassez e limitação de água para o abastecimento de centros urbanos e localidades rurais persiste no Interior cearense. Essa realidade fez com que o governo do Estado decretasse situação de emergência em 61 municípios pelos próximos 180 dias. A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBM-CE) informam que esse número tende a aumentar após o fim da atual quadra chuvosa.

O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado dessa terça-feira (18) e encaminhado para reconhecimento federal na Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) do Ministério da Integração Nacional (MI).

05:00 · 10.04.2017 / atualizado às 01:23 · 10.04.2017 por

O açude Orós, pertencente ao DNOCS e um dos maiores do Estado, abastece várias cidades do Vale do Salgado e Centro Sul, além de municípios da Paraíba.

Dezenas de carros pipa todos os dias transportam água para garantir abastecimento na pior seca dos últimos 50 anos.

O açude Orós tem hoje menos de 10% de sua capacidade.

12:58 · 03.04.2017 / atualizado às 12:58 · 03.04.2017 por
A deputada estadual Fernanda Pessoa (PR) comemorou a construção do Açude no distrito de Tangente, pela Prefeitura Municipal de Massapê. A obra era uma luta antiga dos moradores que sofriam no tempo da seca com a falta de água.
“ A duplicação do açude no distrito de Tangente é um feito histórico para todos os moradores daquela região. E merece o nosso reconhecimento. Por isso, parabenizamos os moradores que tanto lutaram por isso e a equipe da Prefeitura de Massapê que realizou esta obra, o prefeito Jacques Albuquerque, o vice-prefeito Nelson Frota, o secretário de obras Cori Frota e o vereador Dr. Estevão.” ressaltou a parlamentar que luta para levar água aos municípios que sofrem com a seca.
13:09 · 24.03.2017 / atualizado às 13:09 · 24.03.2017 por

Reivindicação apresentada junto ao gabinete do deputado Audic Mota, foi encaminhada ao governador Camilo Santana e a devida resposta chegou: já estão em pleno andamento as obras de limpeza e recuperação da área do sangradouro da barragem do Facundo, em Parambu, região dos Inhamuns, a 365 quilômetros de Fortaleza, fronteira com o Piauí. A comunidade beneficiada é a do assentamento rural Ingá/Facundo.

O deputado Audic Mota registrou na assembleia o atendimento do apelo da comunidade pelo governo e citou os representantes comunitários, entre eles, Francisco Barroso, os vereadores Zelito Feitosa, Emanoel Marinho e Erasmo Lopes, dentre outras lideranças.

O açude do Bolsão do Facundo, como é chamado, foi a alternativa utilizada pela Cagece entre os anos de 2014 e inicio de 2015, quando o abastecimento da cidade entrou em colapso, época em que o açude Parambu (Açude Puiú) secou.

Hoje, o Facundo tem 1,16 milhão de metros cúbicos de água, ou seja, cerca de 66% de sua capacidade. Já o Parambu está quase seco, com pouco mais de 1%, no volume morto.

17:17 · 15.03.2017 / atualizado às 17:17 · 15.03.2017 por

YouTube Preview Image
A vida está de volta no maciço do Baturité com o açude Tijuquinha sangrando após as chuvas que caem na região há 15 dias.

O maciço do Baturité ficou sem cascatas, riachos e perdeu o verde por causa da falta dechuva. Tudo está de volta, inclusive os frequentadores da serra.

20:54 · 14.03.2017 / atualizado às 20:54 · 14.03.2017 por

O governador Camilo Santana visitou, na manhã desta terça-feira (14), as obras da barragem do rio Cocó. Com capacidade máxima de acúmulo de seis milhões de m³, a intervenção foi projetada para conter o excedente de água nos períodos chuvosos e efetuar o controle de vazão para evitar alagamentos em áreas mais vulneráveis de Fortaleza. A inauguração do equipamento – com obras iniciadas em 2015 – está prevista para o mês de abril.

O investimento nas obras foi superior a R$ 100 milhões e integra o Projeto Rio Cocó, um dos projetos de urbanização executado pela Secretaria das Cidades. O Projeto envolve recursos da ordem de R$ 270,7 milhões, por meio do governo federal em parceria com o governo estadual. Serão beneficiadas mais de 10.970 famílias, de forma direta e indireta com a construção.

Camilo Santana avaliou as obras da barragem como de andamento rápido e que já traz resultados mesmo antes de alcançar os 100% da execução. O governador lembrou que, durante as últimas chuvas, os bairros Dias Macedo e Castelão foram exemplos de localidades com inundações evitadas pela contenção de água feita no Cocó.

“É uma obra essencial para a cidade de Fortaleza, principalmente porque nós vamos eliminar 14 áreas de risco. E estamos contemplando todo o processo de urbanização, desde a BR 116 até a barragem. Teremos uma estrutura que beneficiará famílias e nos ajudará a melhorar o controle da água no período chuvoso”, disse o chefe do Executivo.

Acompanharam o governador na visita à barragem do Rio Cocó o secretário-adjunto da Casa Civil, Quintino Vieira, e a coordenadora de Projetos Especiais do Governo do Ceará, Lana Araújo.

 

 

10:38 · 14.03.2017 / atualizado às 10:38 · 14.03.2017 por
O Rio Salgado está recebendo água da chuva que cai na nascente do rio, no lameiro, bairro do Crato.
No Icó, o rio Salgado está passando com bom volume de água e promovendo uma linda imagem de esperança.

YouTube Preview Image
05:44 · 13.03.2017 / atualizado às 05:44 · 13.03.2017 por

O governador do Ceará, Camilo Santana, lança nesta segunda-feira (13), às 9h, no auditório da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), edital de procedimento de manifestação de interesse para elaboração de estudo de uma planta de dessalinização de água marinha na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

O edital na íntegra estará disponível no Diário Oficial do Estado e no portal da Cagece (www.cagece.com.br), após o lançamento pelo governador.

De acordo com o documento, as empresas interessadas devem apresentar propostas no prazo máximo de até dois meses após a data da publicação do edital.

08:48 · 12.03.2017 / atualizado às 08:48 · 12.03.2017 por

No sertão nordestino quando chove e o inverno está garantido logo aparece sinais da invernada.

Essa é a Flor de Mandacaru com a “Pedra da Galinha Choca” ao fundo, em Quixadá-CE, sinal de bom inverno.

13:45 · 10.03.2017 / atualizado às 13:45 · 10.03.2017 por

Apesar do registro de chuvas nos últimos dias, os principais reservatórios de água do Ceará ainda se encontram abaixo da média. Para auxiliar na política de convivência com a seca, o Projeto de Lei (PLS 259/15) , de autoria do presidente do Senado, Eunício Oliveira, cria incentivos para estimular a dessalinização de águas do mar e de fontes subterrâneas salobras para abastecimento. O objetivo da matéria é incluir essa política de incentivos nas diretrizes e objetivos da Lei Federal do Saneamento Básico, viabilizando a implantação das usinas.

A matéria está em análise na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), e terá votação em caráter terminativo. Se aprovada, poderá seguir diretamente para análise na Câmara, sem passar em Plenário.

A proposta também determina que a União, na concessão dos incentivos, atribua prioridade a iniciativas que favoreçam o consumo humano na região do Semiárido nordestino, além de localidades com escassez de água.

Com base em dados da Organização das Nações Unidas (ONU), Eunício Oliveira informa em seu projeto que 97,5% da água existente no mundo é salgada. Para muitas comunidades do Semiárido, a água subterrânea é salobra, inadequada para o consumo.

Eunício explica ainda que, com o desenvolvimento tecnológico que está reduzindo o custo dos processos de dessalinização, chegou a hora de criar base legal para a criação de incentivos que possam aumentar a oferta de água potável no Brasil, especialmente no Nordeste, a região mais carente desse recurso.