Busca

Categoria: Artesanato


16:44 · 29.06.2016 / atualizado às 16:46 · 29.06.2016 por

image
O prefeito Guimarães recebeu, na manhã desta terça-feira, 28, em solenidade promovida pelo Governo do Estado, a autorização do início das obras para a construção do Centro das Rendeiras Luíza Távora, na Prainha, em Aquiraz. A assinatura da ordem de serviço contou com a presença da primeira-dama do Estado, Onélia Leite Santana; da secretaria executiva da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), Ana Cruz, e do do superintendente do Departamento de Arquitetura e Engenharia do Ceará (DAE), Silvio Gentil.

Localizada no maior polo artesanal de renda de bilro do Ceará, a nova unidade de produção e comercialização do artesanato cearense terá uma área total construída de cerca de 1.000m², divididos em dois pavimentos. O novo Centro custará R$ 1,3 milhão e sua estrutura contará com 38 boxes, com cerca de 10m² cada. O prazo previsto para a construção é de oito meses. “Vai ser muito bom para nós. Teremos nova estrutura, mais gente pode vir nos ver e conhecer nosso trabalho. Fazemos cursos oferecidos pela Ceart e vamos colocar esse conhecimento em prática no novo centro”, celebra Cleide dos Santos Costa, presidente da Associação das Rendeiras da Prainha que conta, atualmente, com 38 artesãs.

04:50 · 28.06.2016 / atualizado às 06:00 · 28.06.2016 por

image

A assinatura da Ordem de Serviço será nesta terça-feira (28) e contará com a presença da primeira-dama do Estado, Onélia Leite Santana, e do titular da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), Josbertini Clementino

O Governo do Estado autoriza o início das obras para a construção do Centro das Rendeiras Luíza Távora, na Prainha, em Aquiraz. A assinatura da Ordem de Serviço será realizada nesta terça-feira (28), às 9h30, com a presença da primeira-dama do Estado, Onélia Leite Santana, e do titular da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), Josbertini Clementino.

Localizada no maior polo de produção artesanal de renda de bilro do Ceará, a nova unidade de produção e comercialização do artesanato cearense terá uma área total construída de cerca de 1.000m², divididos em dois pavimentos. O equipamento contará com 38 boxes, com cerca de 10m² cada. O prazo previsto para a execução das obras é de oito meses.

“O Centro de Rendeiras da Prainha é mais uma conquista histórica dos artesãos na gestão do governador Camilo Santana, que vem garantindo, desde ano passado, diversos benefícios ao artesão cearense e também ao segmento”, destacou a primeira-dama. Em 2015, Camilo assegurou ao artesão a isenção fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) tanto para vendas ao consumidor final como para os lojistas, em todo o Estado. Ainda no passado, lançamos o Selo Ceart (Certificação da Autenticidade dos Produtos Artesanais e de Reconhecimento das Obras de Arte Popular Cearenses). O Governo também garantiu realização de feiras e capacitações de artesãos com o intuito de aperfeiçoar o design do produto e ainda a abertura de uma nova loja em Fortaleza, na Praça Doutor Carlos Alberto Studart Gomes, conhecida como Praça das Flores, que será inaugurada em breve.

Além dos centros de rendeiras, a população pode ter acesso ao legítimo artesanato cearense nas cinco lojas da Central de Artesanato do Ceará (Ceart): Galeria Mestre Noza, na Praça Luíza Távora; no shopping Rio Mar Fortaleza, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, e ainda nos municípios de Aracati, com a loja localizada na Praia de Canoa Quebrada; e ainda a de Guaramiranga.

Ceart
A Central de Artesanato do Ceará (Ceart) tem como objetivo fortalecer o setor, a partir da promoção e ampliação das oportunidades de comercialização e da capacitação dos artesãos pertencentes a grupos produtivos e entidades artesanais do Estado. O Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará conta hoje com cerca de 45 mil artesãos cadastrados.

 

 

 

07:04 · 03.03.2016 / atualizado às 07:04 · 03.03.2016 por

primeira dama

A primeira-dama do Estado, Onélia Maria Leite de Santana, participou nesta quarta-feira (2), em Juazeiro do Norte, do II Seminário do Selo CEART (Certificação da Autenticidade dos Produtos Artesanais e do Reconhecimento das Obras de Arte Popular Cearenses), promovido pela Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) através da Central de Artesanato do Ceará (Ceart). O evento aconteceu no Centro de Artesanato de Juazeiro do Norte, conhecido como Ceart Cariri, com a presença de 150 artesãos representantes de entidades artesanais.

“O Governo do Estado e os artesãos vem desenvolvendo um trabalho de grande impacto social, econômico e cultural para o Ceará. Os artesão podem contar comigo, porque estarei lutando juntamente com eles por melhorias para o segmento”, ressaltou a primeira-dama. Ela destacou ainda conquistas asseguradas pelo Governo do Estado para o setor, como o investimento de R$ 4 milhões na realização de feiras e capacitações de artesãos; a construção do novo Centro de Rendeiras da Prainha; isenção do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para produtos confeccionados por artesãos para venda para pessoa jurídica, além da implantação do Selo CEART.

O Selo CEART é uma certificação que tem como objetivos: garantir a autenticidade dos produtos artesanais; estimular a melhoria dos processos produtivos, a elevação do padrão de qualidade e a busca pela excelência dos produtos; criar referência para o mercado e para os consumidores nas decisões de compra e reconhecer as obras de arte popular pela sua importância na caracterização da identidade cultural cearense.

Segundo a presidente da Associação Xique-Chique, artesã Isabel Maria, é muito importante o apoio do Governo, através da Ceart, ao profissional do artesanato. “Isso ajuda ao artesão a ter mais força de vontade de trabalhar. A realização de feiras, reuniões, tudo ajuda na força para trabalhar. A gente agradece a colaboração com todos os artesãos”, ressaltou.