Roberto Moreira

Categoria: Esporte


09:34 · 07.02.2019 / atualizado às 11:39 · 07.02.2019 por

Se o que interessa é o resultado, sem problemas.

O Ceará empatou com o Central em Caruaru e segue nas disputas da Copa do Brasil, competição que de democrática não tem nada.

No primeiro tempo o 1 a 1 foi correto, apesar da irregularidade no gol do Central.

O time pernambucano, mesmo jogando em casa, respeitou o adversário e reagrupou bem sem a bola.

Leandro puxava o ataque com Giovani fixado na frente.

O Ceará não pressionou por várias razões.

Edinho é lento em fazer a jogada rolar e Juninho baiano foi contido.

Com Ricardinho apático, o Ceará valeu-se mais das iniciativas de Felipe “Baxola”

No ataque o, problema.

Victor Feijão participou da jogada do gol de Felipe Jonathan e abduziu-se.

Ricardo Bueno tem apenas boa vontade.

Na segunda fase, o Central deu um abafa no Ceará de mais de quinze minutos.

Murilo Rangel assumiu o protagonismo no jogo e Giovani deu um trabalho danado à defesa do alvinegro cearense.

Richard rebateu mal uma bola e entrou faltosamente no zagueiro Bruno.

O juiz achou que não houve nada.

Murilo Rangel cobrando falta acertou a trave cearense.

A expulsão de Dudu Gago aos vinte minutos amansou mais o Central para felicidade do Ceará.

Chico e Roger entraram no decorrer do segundo tempo, mas… esquece.

Próximo adversário do Vovô será o Foz do Iguaçu.

Não tem problema, segue o dinheiro.

Wilton Bezerra-comentarista esportivo do Sistema Verdes Mares

17:19 · 22.01.2019 / atualizado às 17:19 · 22.01.2019 por
 O prefeito Roberto Cláudio entrega, nesta terça-feira (22/01), às 18h, a Areninha da Vila Betânia, na Parangaba (Regional IV). A nova Areninha levará o nome do radialista Sérgio Pinheiro, falecido em 4 de janeiro deste ano.
O novo equipamento será o 23° da gestão a contar com grama sintética, traves, alambrado, iluminação, arquibancadas, vestiários, além de paisagismo no entorno, como novo piso, parque infantil, quadra poliesportiva e academia ao ar livre.
O projeto Areninhas está urbanizando e requalificando campos de futebol em bairros com alto índice de vulnerabilidade social. O objetivo é entregar para a população equipamentos esportivos de qualidade, onde a comunidade possa, além de praticar atividade física, ter um espaço seguro de convivência, lazer e formação cidadã.
08:38 · 22.12.2018 / atualizado às 08:38 · 22.12.2018 por

Dona da melhor marca feminina do Brasil em Olimpíadas, a nadadora Joanna Maranhão ostenta 11 recordes brasileiros e sete recordes sul-americanos, tanto em piscinas curtas quanto longas. Hoje aposentada do esporte, a atleta lembra como foi para chegar até onde chegou. Com patrocínio do SESI, Joanna conseguiu o primeiro maiô de competição e as primeiras viagens internacionais.

Preocupada com o anúncio dos cortes nos recursos repassados pelo governo ao Sistema S, a ex-atleta pondera a importância dos serviços oferecidos pelas unidades do SESI e SENAI espalhadas pelo país.

“Sempre esteve presente na minha vida e, principalmente, quando sai da base para me tornar profissional, foi o apoio do SESI que foi crucial para isso. A sigla S é mais do que nunca uma resistência para a gente, Local que tem acesso a esporte, cultura, a arte, de qualidade e sem ser muito caro, acessível para a maioria da população. É a democratização do que é direito de cada cidadão e deveria ser promovido pelo estado.”

Segundo melhor atleta do país no Triathlon Paralímpico, Ivanildo Vasconcelos participou de seis paraolimpíadas com apoio e patrocínio do SESI. Conquistou cinco medalhas e decidiu contar toda essa história no livro Ivanildo Vasconcelos: Braçadas na vida. Ivanildo era criança, quando foi acometido por uma paralisia infantil.

Toda a vida dele foi construída por meio do apoio do SESI e SENAI, como lembra Ivanildo.

“Também estudei nas unidades do SESI, onde tive condições de concluir os estudos e, hoje, sou concursado, funcionário público federal. Agradeço o SESI de coração, um sistema que funciona, tenho orgulho de dizer que faço parte e tive apoio e visto a camisa com muito amor.”

Uma das plataformas de patrocínio é por meio do Programa Atleta do Futuro. Que promove formação e cultura esportiva, gratuitamente, para crianças e jovens de 6 a 17 anos.

A proposta é contribuir para a garantia do direito de acesso ao esporte de qualidade, que alinha o esporte ao desenvolvimento integral dos participantes. Só em São Paulo, o programa atendeu em 2017 aproximadamente 100 mil alunos em 187 municípios, com mais de 25 modalidades.

14:44 · 13.12.2018 / atualizado às 14:44 · 13.12.2018 por

O plenário da Assembleia Legislativa aprovou, durante a sessão desta quarta-feira (12/12), dois projetos de lei de autoria do deputado Leonardo Araújo (MDB) que denominam as areninhas esportivas dos municípios de Palmácia e Pacatuba.

O projeto 185/18 propõe denominar de Lúcio Férrer a areninha no município de Pacatuba; já o de nº 201/18 denomina de Valdemar Pinheiro Cavalcante a areninha no município de Palmácia.
Lúcio Ferrer
Lúcio Ferrer nasceu na Comunidade de São Luis, em Pacatuba/CE. Foi goleiro da equipe de futebol do bairro São Luiz, em Pacatuba. Era um homem admirado pela população local, criando uma equipe de futebol de campo. A família de Lúcio Ferrer também era incentivadora do esporte, sendo filiada ao Pacatuba Esporte Clube na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Confederação Cearense de Futebol (FCF), oportunizando ao município de Pacatuba disputar qualquer campeonato brasileiro de futebol profissional. Seu filho Antônio Ferrer, em 2010, disputou o 1º campeonato cearense profissional na série C, sendo vice-campeão cearense, garantindo o acesso à série B. Após trabalhar durantes anos em prol do desenvolvimento de Pacatuba/CE, concluiu sua missão de vida nesta cidade, falecendo em 04 de dezembro de 2005.

 

Valdemar Pinheiro

Nasceu em 16 de março de 1928, na cidade de Canindé-CE. Foi um embaixador do esporte na cidade de Palmácia/CE, sendo um grande incentivador das práticas esportivas, uma de suas paixões. Adotou a missão de apoiar os atletas para a manutenção da qualidade de vida e para oferecer a oportunidade de desenvolver o potencial entre os praticantes do futebol. Teve um papel importante na promoção do esporte no município, promovendo encontros entre os desportistas, tornando-se marcante na vida daqueles que tiveram a oportunidade de conhecer e conviver com ele, que dedicou boa parte da sua vida em ajudar e apoiar o esporte. Todos o conheciam nos times de futebol da cidade.ornou-se político, sendo eleito por cinco mandatos como vereador em Palmácia/CE, dentre os quais, em um desses mandatos, foi Presidente da Câmara Municipal. Trabalhou e lutou pela emancipação dessa cidade. Faleceu em 12 de outubro de 2011, sendo acometido por disfunção de múltiplos órgãos.

 

 

 

11:46 · 27.10.2018 / atualizado às 11:46 · 27.10.2018 por

Wilton Bezerra. Comentarista esportivo da TV Diário e Rádio Verdes Mares 

 

Mais uma vez, a torcida do Fortaleza fez festa própria para uma vitória.

O empate de 1 X 1 diante da Ponte Preta não estava na prancheta de ninguém.

Uma vitória seguida de um empate e pronto: série A abrindo vaga para o Leão.

E se o empate tiver vindo primeiro?

O Fortaleza tem caminho para conseguir até mais que uma vitória.

Mas, contra a Ponte Preta, o time de Rogério não jogou bem.

Aliás, se o futebol entra pelos olhos, passa pela cabeça e desce para os pés, os dois times não sofreram esse processo.

A Ponte veio para empatar e ficou em posição defensiva.

Abrir a contagem, antes dos 20 minutos do segundo tempo já foi coisa demais.

O Fortaleza, ao tomar o gol, encheu-se de vontade com ausência de maior clarividência.

Empatou em cima da pinta e essa foi sua sorte.

Jogada do Marcinho e a finalização, os únicos pontos  positivos da produção ofensiva.

A disposição de colocar o maior número de jogadores no ataque não foi solução.

Gilson Kleina apostou num ajuntamento para tirar o espaço do Fortaleza e se deu bem.

Ah! Romarinho ainda entrou a tempo de perder um gol com a meta à sua mercê.

De resto, descompensação entre a festa bonita da torcida e o futebol de baixa qualidade.

08:35 · 25.10.2018 / atualizado às 08:35 · 25.10.2018 por
Wilton Bezerra-Comentarista esportivo da TV Diário e Rádio Verdes Mares

O contra-ataque já foi arma exclusiva de time pequeno.

Não é mais; modernizou-se no mundo inteiro.

Inaceitável que um time jogue apenas fechado na defesa, abrindo mão de atacar.

Na vida e no futebol, quem apenas se protege não vai a lugar nenhum.
O Ceará de Lisca se conscientizou disso e o uso do contra-ataque é a panacéia no confronto com os grandes adversários.
Contra o Cruzeiro, na espetacular vitória de 2 X 0 dentro do Mineirão, o alvinegro cumpriu exemplarmente o que essa forma de jogo exige.
Um grande goleiro, Éverson, uma linha de quatro zagueiros onde pontificam Thiago Alves e Luiz Otávio, jogando uma barbaridade, constituem o primeiro ponto de resistência quando o time é atacado.
O meio campo do incansável Richardson, com a companhia de Juninho baiano, Ricardinho e Calison. E o ataque, na exploração da força e competência de Artur, em primeiro lugar, e Leandro Carvalho.
O Cruzeiro, de jogadores de qualidade como Fabinho, Thiago Neves, Henrique e Egidio, teve posse maior de bola.
O Ceará topou o jogo de toques do adversário e em nenhum momento perdeu a paciência com o maior assédio cruzeirense.

O resto ficou por conta de Artur, em noite de rei, marcando os dois gols.

O primeiro, numa trama com Leandro Carvalho, foi uma demonstração de força e velocidade.

Nunca uma vitória foi tão oportuna dentro da competição.

11:26 · 18.10.2018 / atualizado às 11:26 · 18.10.2018 por


O Fortaleza nasceu em 1918 com a vocação do sucesso e da eternidade.

Sua trajetória, marcada pela glória e pela tradição em cem anos de existência, está detalhada pela imprensa em cadernos especiais com o realce que a data merece.

Certamente que as cores de suas camisas foram fortes apelos para a paixão que se ampliou ao longo do tempo.

“Aquelas camisas” foram glorificadas numa bela crônica de Blanchard Girão, jornalista e torcedor do tricolor.

Camisas que em muitas oportunidades pareciam jogar sozinhas em momentos de dificuldades em jogos memoráveis, em viradas sensacionais.

Exaltando nas vitórias e consolando nas derrotas, a camisa do Fortaleza é o que se pode chamar de “manto sagrado”.

Este exíguo espaço é, antes de mais nada, insuficiente para resumo de uma história permeada por emoções indescritíveis.

Fruto de muitas gerações e de muitas camisas suadas, dentro e fora de campo, desde que Alcides Santos teve a luminosa idéia de fundar o “clube da garotada”.

O tricolor dos títulos e dos grandes ídolos e artilheiros: Mozart, Clodoaldo, Croinha, Geraldino e um Sandro Gaúcho que só fez gols em profusão quando vestiu a camisa do Leão.

Com o pé no passado, estruturado no presente com vistas a um futuro vitorioso, é o Fortaleza de hoje.

Um abraço afetuoso deste comentarista que, como muitos, reconhece no tricolor uma força essencial para o desenvolvimento do futebol cearense.

Wilton Bezerra-Comentarista esportivo da TV Diário e Rádio Verdes Mares

07:21 · 03.05.2017 / atualizado às 11:42 · 03.05.2017 por


O Secretário de Esporte do Estado, Gelson Ferraz pode estar deixando a pasta. O secretário Executivo, Maílson Cruz foi exonerado, sua demissão foi publicada no Diário Oficial. O Abolição não explicou o motivo da exoneração. O desentendimento da equipe pode ser o motivo. Mailson avisou na Assembleia e nas conversas com executivos do governo que estava saindo.

O Secretário adjunto, Willame Alencar, ex-prefeito de Mombaça, segue no cargo e deve permanecer porque está fora da crise.

15:50 · 20.04.2017 / atualizado às 15:50 · 20.04.2017 por


A secretária de infraestrutura, Manuela Nogueira, esteve hoje pela manhã no Estádio Presidente Vargas, onde participou de reunião e visita técnica sobre as intervenções que estão sendo realizadas no equipamento esportivo.

Acompanhada do secretário de esportes, Ricardo Souza e engenheiros, Manuela realizou vistoria, juntamente com o grupo, nas obras de adequações de acessibilidade que acontecem no local. As intervenções fazem parte das novas exigências do Ministério do Esporte, com base no Estatuto do Torcedor. Para se adequar as novas normas, a praça esportiva recebeu corrimãos, sinalização para cadeirantes e reforma de piso nos vestiários e áreas internas, restando apenas a setorização e restauro na iluminação do estádio.


“Não existem problemas estruturais no prédio que impeçam a realização dos jogos. A obra em questão é de adequação às novas exigências do estatuto do torcedor. Queremos liberar o estádio para jogos já no próximo mês de maio, para trazermos de volta ao torcedor a alegria de assistir ao estadual no querido PV”, disse Manuela Nogueira.

11:38 · 13.03.2017 / atualizado às 11:38 · 13.03.2017 por

O deputado federal Danilo Forte garantiu, junto ao Ministério do Esporte, a liberação de recursos financeiros na ordem de 4 milhões para a implantação e modernização de infraestrutura para o esporte educacional, recreativo e de lazer em 9 municípios cearenses. Itapajé, Guaraciaba do Norte, Irauçuba, Varjota, Tabuleiro do Norte, Piquet Carneiro, Miraíma, Tejuçuoca e Cascavel serão beneficiados. O valor será destinado à construção de quadras poliesportivas, campos de futebol society e estádio.

“O esporte é um instrumento de inclusão social, de exercício da cidadania, de combate a violência e que auxilia na melhoria da qualidade de vida do cidadão. Oferecer estrutura adequada e estimular atividades esportivas, significa ocupar o tempo ocioso de jovens e estimular práticas saudáveis em pessoas de todas as idades”, afirma Danilo Forte.

Cada município receberá uma média de R$ 488 mil para realizar a construção das seguintes obras: quadra de futebol no Distrito de Iratinga, em Itapajé; quadra poliesportiva em Guaraciaba do Norte; campo de futebol Society em Irauçuba e Tabuleiro do Norte; quadra coberta em Tejuçuoca e Varjota, na localidade de Jatobá; primeira etapa do Estádio Municipal de Piquet Carneiro; duas quadras poliesportivas em Miraíma, nas localidades de Mulungu e Lundu; e uma quadra de vôlei em Cascavel.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Roberto Moreira

Jornalista com mais de 40 anos de atuação acompanha de lupa os movimentos da classe política. Crítico, ácido e atuante, o blog leva ao leitor fatos reais.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags