Roberto Moreira

Categoria: Governo Federal


10:27 · 05.07.2016 / atualizado às 10:27 · 05.07.2016 por

Cada parlamentar da representação federal tem direito a R$ 14 milhões em emendas individuais.
Deputados e senadores colocam o dinheiro de acordo com seus interesses políticos e da população.
São mais de R$ 300 milhões. Tem ainda as emendas de bancada, geralmente destinadas aos grandes Empreendimentos do Estado de origem dos parlamentares.

Camilo Santana, senta hoje com os parlamentares cearenses para avaliar o destino de todo esse dinheiro.
Duas são as metas: seca e saúde, dois temas que preocupam muitos todos os homens públicos. O governador deve informar as prioridades da sua gestão. Vale lembrar que a bancada está dividida sobre o apoio ao governo Federal. Isso dificulta.

08:55 · 29.05.2015 / atualizado às 08:55 · 29.05.2015 por

Todos os beneficiários do Programa Bolsa Família entre 6 e 15 anos precisam estar em sala de aula e o acompanhamento da frequência escolar nos meses de fevereiro e março mostrou que mais de 14,5 milhões de crianças e adolescentes cumpriram a exigência. O resultado representa 96,5% dos 15,1 milhões de alunos que foram acompanhados no período.

O melhor resultado entre as regiões foi no Norte, onde 98,1% atenderam a condicionalidade de educação. O Nordeste, onde se concentra a maior quantidade de beneficiários para acompanhamento, vem logo a seguir, com 97,7% dos estudantes cumprindo a frequência escolar.

O coordenador-geral de Acompanhamento das Condicionalidades do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Marco Maia, destaca que a educação é base essencial para que as famílias tenham uma vida melhor. “Ao acompanharem a trajetória escolar dos alunos, os municípios estão enfrentando a situação de vulnerabilidade social e educacional, rompendo um ciclo de gerações da pobreza”, afirma.

Compromisso – Para continuar recebendo o Bolsa Família, as famílias assumem o compromisso de manter as crianças e os adolescentes entre seis e 17 anos devidamente matriculados em escolas. Além disso, os estudantes de seis a 15 anos devem cumprir uma frequência escolar mensal mínima de 85% da carga horária e os jovens de 16 e 17 anos devem ter frequência de, no mínimo, 75%.

Outra condicionante é manter a carteira de vacinação de crianças de até seis anos em dia e fazer o acompanhamento de saúde. Gestantes também precisam estar com o pré-natal em dia. As famílias com dificuldade em cumprir as condicionalidades podem ter seus benefícios bloqueados e suspensos. Os cancelamentos, porém, só ocorrem em último caso.

As famílias devem ainda manter atualizadas as informações no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, principalmente em situações de mudança de escola. O poder público também tem compromissos: garantir a oferta do serviço educacional à população e
acompanhar, por meio da rede de assistência social, as famílias em contextos mais vulneráveis.

09:10 · 25.05.2015 / atualizado às 09:10 · 25.05.2015 por

Em campanha por um reajuste salarial médio de 59,5% em análise no Congresso, o Judiciário é o Poder com maior gasto médio por servidor na ativa na esfera federal, segundo o governo.

De acordo com dados, a despesa média com pessoal do Judiciário em 2014 foi de R$ 15,1 mil mensais por funcionário, acima dos R$ 14,9 mil do Legislativo. Bem atrás vêm os servidores civis do Executivo, com R$ 9.919. A média dos militares é ainda menor, de R$ 3.788. Os servidores do Judiciário da União reivindicam reajustes com argumento de que, numa comparação entre carreiras equivalentes, sua remuneração é inferior a de outros Poderes. Segundo a categoria, um analista judiciário recebe entre R$ 7.000 e R$ 10 mil. Entre servidores com as mesmas funções no Executivo e Legislativo, os salários variariam entre R$ 12 mil e R$ 18 mil.

07:36 · 16.12.2014 / atualizado às 07:36 · 16.12.2014 por

No Governo, os servidores do alto escalão usam os chamados cartões coorporativos para contas e despesas em viagens e encontros.

Pois bem! segundo o jornalista Cláudio Humberto, em sua coluna de ontem, os servidores José ademar Araújo(IBGE) e Nestor Santorun, da Presdiência da República, pagaram Motel com o cartão corporativo. É grave porque Ademar usou para pagar motel em Macaíba(RN) e Santorun em Ananindeua(PA).

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Roberto Moreira

Jornalista com mais de 40 anos de atuação acompanha de lupa os movimentos da classe política. Crítico, ácido e atuante, o blog leva ao leitor fatos reais.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags