Busca

Categoria: Moradia


06:04 · 08.07.2016 / atualizado às 06:04 · 08.07.2016 por

Nesta sexta-feira (8), o Governo do Ceará, em pareceria com a Prefeitura de Fortaleza, entregará 1.920 unidades habitacionais do empreendimento Os Escritores. O complexo residencial, financiado por meio da Caixa Econômica Federal, faz parte do Programa Minha Casa, Minha Vida.

O governador Camilo Santana e o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, participarão da solenidade de entrega das chaves às famílias a partir das 9 horas, no bairro Messejana.

06:34 · 28.05.2015 / atualizado às 22:55 · 27.05.2015 por

O Governo do Estado, por meio da Secretaria das Cidades, vai entregar, nesta quinta-feira (28/05), às 17 horas, unidades habitacionais a 464 famílias cearenses no Residencial José Lino da Silveira, em Caucaia. O governador Camilo Santana e o secretário das Cidades, Ivo Gomes, estarão presentes na solenidade.

O empreendimento José Lino da Silveira II e IV, financiados pela Caixa Econômica Federal, são os dois primeiros dos oito módulos construídos no bairro Jurema através do Programa “Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal. O módulo II é composto por 208 unidades, enquanto o módulo IV por 256.

Na construção dos dois módulos, o Governo do Estado investiu cerca R$ 2,3 milhões. As famílias beneficiadas possuem renda mensal de até três salários mínimos e integram a Faixa I do programa do Governo Federal.

Com área de 43m² de espaço interno, os apartamentos possuem dois quartos, sala, cozinha, área de serviço e banheiro social. O terreno onde o empreendimento foi construído, na avenida São Vicente de Paula, tem 170 mil m² e conta com infra-estrutura completa no entorno do Residencial. Das 464 unidades entregues, 16 são adaptadas para pessoas com deficiência e necessidades especiais.

06:36 · 19.05.2015 / atualizado às 22:33 · 18.05.2015 por

Primeiro Conjunto na Betolandia foi inaugurado no ano passado Em breve, o município de Juazeiro terá mais dois conjuntos habitacionais conquistados pelo prefeito Raimundo Macedo dentro da luta em reduzir o déficit por moradias no município garantindo casas populares para famílias carentes. No ano passado, foram inauguradas 713 habitações no bairro Betolandia que está ganhando o Condomínio São Sebastião 1 com 337 casas e o  2 com outras 444 moradias. As obras já atingiram 60% e o prefeito está lutando por mais três mil casas a serem construídas no bairro Planalto e na Boca das Cobras.

Com relação aos dois conjuntos São Sebastião, o Secretário Executivo da Secretaria da Cidade, Diógenes Coelho, informou que a revisão cadastral junto a cerca de 1,4 mil famílias inscritas foi iniciada nesta segunda-feira por meio de visitas. Antes de enviar os nomes à Caixa Econômica Federal, as equipes foram a campo priorizando cadastros com dados divergentes, a fim de checar a veracidade das informações. Ele disse que a previsão de entrega dessas casas era para o mês de outubro, porém houve cortes federais nos investimentos.

Desta forma, a construtora deverá atrasar um pouco a conclusão das obras. Enquanto isso, o município cuida da análise da pré-seleção de conformidade com os critérios estabelecidos pelo programa Minha Casa Minha Vida, a fim de submeter à primeira avaliação da Caixa Econômica. O número de pré-selecionados é acima da quantidade de casas em virtude da possibilidade de cortes por parte da CEF que responde pela relação final dos contemplados por meio de várias etapas a serem obedecidas.

06:59 · 23.03.2015 / atualizado às 06:59 · 23.03.2015 por

casa

Construtoras que atuam no projeto do Minha Casa, Minha Vida (MCMV) no Nordeste dizem que o governo federal atrasou pagamentos de R$ 175 milhões e, por isso, ameaçam paralisar as obras e ampliar as demissões no setor.

O montante se refere apenas a quatro Estados (Bahia, Ceará, Maranhão e Rio Grande do Norte), de acordo com os sindicatos locais da construção civil, e o atraso varia de 20 a 75 dias.

O problema atinge principalmente as construtoras menores. Os pagamentos ficam a cargo do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal e deveriam ser liberados 15 dias após a medição das obras. Procurados, os bancos não falaram. Informaram que só o Ministério das Cidades comentaria o caso.

Por causa da eleição Dilma aloprou o projeto no Nordeste. São 439,1 mil unidades do MCMV em construção ou não iniciadas. As demissões, segundo diretores, começaram em dezembro passado. O dinheiro sumiu, contam os empresários chororo para prefeitos e governadores que se elegeram prometendo casas.

 

10:03 · 11.03.2015 / atualizado às 10:03 · 11.03.2015 por

Residencial

O Governo Municipal de Maracanaú, em parceria com o Governo Federal e Caixa Econômica, realiza amanhã, a partir das 9 horas, a entrega de 232 unidades habitacionais do Residencial Demócrito Dummar III. As famílias foram cadastradas e selecionadas pela Prefeitura, que seguiu os critérios estabelecidos pelo Ministério da Cidades, como residir nas proximidades do empreendimento ou em áreas de risco, e famílias chefiadas por mulheres. Cada apartamento é composto por sala, dois quartos, banheiros e cozinha com área de serviço conjugada. O residencial, que integra o Programa “Minha Casa, Minha Vida”, conta também com 12 apartamentos adaptados para deficientes, além de possuir em sua área comum uma guarita na entrada, lixeira, área de esportes, espaço infantil e salão de festas. O valor das prestações será equivalente a 10% da renda familiar, no valor mínimo de R$ 50, a serem pagas durante 10 anos.

O Governo Municipal, além do cadastramento, coube a pavimentação de ruas bem como a criação de novas áreas de lazer e ampliação dos equipamentos, como escolas e postos de saúde, proporcionando melhor acesso da população aos serviços públicos. As famílias beneficiadas deverão comparecer ao Ginásio Poliesportivo da Escola Adauto Ferreira, que fica localizado ao lado do empreendimento, para realizar as assinaturas dos contratos do imóvel. O atendimento será realizado pela manhã, das 8 às 11 horas, e no período da tarde, das 13 às 16 horas. Mais informações pelos telefones: 3521.6541 ou 3521.6540.

14:54 · 27.12.2014 / atualizado às 14:55 · 27.12.2014 por

abrigo

O deputado Edson Silva que está apresentando programa na Rádio Verdes Mares, perguntou ao prefeito Roberto Cláudio como ele estava resolvendo o problema dos moradores de rua que a cada dia aumenta.

O prefeito respondeu que está fazendo abrigos e citou o caso da Praça do Ferreira que tem mais de 150 moradores. O prefeito disse que já reduziu muito porque vários estão dormindo em um abrigo da prefeitura na Rua major Facundo.

Roberto Cláudio disse ainda que em alguns casos, as pessoas querem mesmo viver na rua e citou um caso. “Perguntei a um rapaz que viu a inauguração de um abrigo no centro porque ele continuava dormindo na praça de Ferreira. Ele disse que gosta de dormir na praça, gosta do ventinho”.