Busca

Categoria: Reajuste salarial


14:23 · 05.04.2016 / atualizado às 14:23 · 05.04.2016 por

image

Coordenadores do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec) não descartam a paralisação em alguns setores do Estado, visto que, durante reunião com o governador Camilo Santana, na noite dessa segunda-feira (4) o executivo pediu mais 60 dias para apresentar uma proposta de reposição salarial, fato que causou revolta aos trabalhadores.

“Não podemos aceitar esse mesmo discurso que teve início em outubro do ano passado, quando o Fuaspec protocolava o pedido de audiência pública para tratar o assunto, mas que só foi atendido agora”, disparou Eliene Uchoa, coordenadora geral do Fuaspec, fazendo referência às oito solicitações protocoladas no Palácio da Abolição.

O governo foi questionado sobre o Projeto de Lei Complementar 257/2016, que tramita em Brasília, que propõe uma reforma fiscal que pode suspender a realização de concursos públicos, congelar salários e criar até um programa de demissão voluntária de servidores públicos. Nelson Martins, responsável pelas Relações institucionais do Governo, declarou que o Estado não ficará proibido de reajustar o salário dos servidores, entretanto o aumento não poderá ser acima da inflação.

image

Também foi cobrada a promessa feita pelo governador Camilo Santana no dia 6 de maio do ano passado, quando disse que iria regularizar a carga horária dos trabalhadores inseridos no grupo administrativo (ADO). Sobre esse ponto, ficou acordado entre o secretário Hugo Figueiredo e executivo alinhar a situação na próxima Mesa Estadual Permanente de Negociação – Menp.

O Fuaspec pede um reajuste de 12, 67% que, corresponde aos 10,67% de inflação e 2% de ganho real. Por fim, os coordenadores marcaram uma reunião para a próxima quinta-feira (7), a fim de planejar as próximas ações a serem discutidas com a base de servidores do Estado.

10:02 · 23.03.2016 / atualizado às 10:02 · 23.03.2016 por

 
A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou o reajuste dos servidores do Executivo e dos servidores do Legislativo. Como prevê a Constituição Federal e a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal (lei federal), o Poder Legislativo tem como teto para pagar “pessoal” de 70%. Já o Poder Executivo tem um teto para pagar “pessoal” de 54%.

Segundo a Constituição Federal, os Vereadores não podem nem aumentar nem diminuir os seus próprios salários.

Ontem, a CMF aprovou o reajuste para os servidores do Poder Executivo apresentado pelo Chefe do Poder Executivo como prevê a Constituição Federal e a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Já a CMF aprovou o reajuste SOMENTE REPONDO A INFLAÇÃO para os servidores do Poder Legislativo como prevê a Constituição Federal e a Lei de Responsabilidade Fiscal.

06:38 · 23.03.2016 / atualizado às 00:16 · 23.03.2016 por

Nesta terça(22), Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias de todo o Brasil pressionaram parlamentares para a aprovação da emenda, de autoria do deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB/CE), à MP 712/2016, que prevê o reajuste salarial das categorias. A matéria encontra-se no Senado, ainda sem data para votação.

YouTube Preview Image