Busca

Categoria: Saúde


06:45 · 09.06.2017 / atualizado às 06:45 · 09.06.2017 por

Coordenadores do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos do Ceará (Fuaspec) entregaram, nessa quinta-feira (8), na Assembleia Legislativa, um projeto de emenda que visa revitalizar o Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará – Issec. O documento foi protocolado na Comissão de Orçamento, Finanças e Tributação da Casa Legislativa, que tem o deputado Joaquim Noronha como presidente. Os coordenadores do fórum também disponibilizara a cópia do documento em todos os gabinetes.

Como representante dos servidores ativos e inativos, o Fuaspec construiu a proposta na perspectiva de assegurar os incrementos orçamentárias destinados aos serviços de saúde do Issec, de acordo com os aumentos cumulativos dos insumos de saúde. A execução apresentada para tal proposta seria a utilização de valores arrecadados dos trabalhadores a título de imposto de renda retido na fonte (IRRF).

O Fuaspec sugere que o conteúdo da proposta de emenda seja acrescentado no artigo 41 do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) 2018, e traz o seguinte texto: “sem prejuízo do disposto no art.21 desta Lei, as dotações para prestação de assistência médica, laboratorial e hospitalar aos serviços públicos serão fixadas de acordo com os aumentos acumulados pelos insumos de saúde, sendo utilizados para este fim, preferencialmente, os recursos do imposto de renda retidos na fonte, arrecadados dos próprios servidores que compõem o produto previsto no art. 157, inciso I, da Constituição Federal”.

“Há anos estudamos uma alternativa para salvar o Issec e, agora parece que chegamos ao denominador. Elaboramos a proposta baseado em cálculos oficiais. Esta semana apresentamos aos parlamentares cearenses uma proposta de emenda que mudará a saúde dos servidores públicos estaduais”, declarou Rita de Cássia Gomes, coordenadora geral do Fuaspec.

11:23 · 05.05.2017 / atualizado às 11:24 · 05.05.2017 por

O presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira, deve reassumir as funções na próxima segunda-feira (8). O Hospital Sírio-Libanês divulgou o boletim médico com a alta na noite desta quinta-feira (4). Eis a íntegra do boletim:

Boletim Médico-Eunício Oliveira

​O paciente Eunício Oliveira, internado no último domingo, 30 de abril, no Hospital Sírio-Libanês, para avaliação clínica e exames complementares, recebeu alta hoje (4 de maio), em bom estado geral, podendo retornar suas atividades normais na próxima semana. Ele continuará em seguimento ambulatorial.

A equipe médica que o acompanha é formada pelo Prof. Dr. Kalil Filho, Prof. Dr. Paulo Hoff, Dr. David Uip, Dra. Ana Hoff e Dr. Eduardo Mutareli.

Dr. Luiz Francisco Cardoso                                    Prof. Dr. Miguel Srougi

Superintendente de Pacientes Internados          Diretor Clínico

 

Assessoria de Imprensa da Presidência do Senado

09:50 · 05.05.2017 / atualizado às 09:50 · 05.05.2017 por
Levando em conta os ainda elevados índices de infestação do Aedes aegypti em Caucaia, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vem redobrando a atenção no que diz respeito ao combate do mosquito. Agora, além de toda a mobilização de carros fumacê e agentes de endemias, a Prefeitura fecha parceria com a pesquisadora holandesa Sonja Leonhard.
Durante reunião, representantes da SMS acertaram o compromisso de apoiar estudos da pesquisadora voltados às arboviroses e à Síndrome de Guillain Barré. Arboviroses são doenças transmitidas por insetos (onde incluem-se a dengue, a zika, a chikungunya e a febre amarela, causadas pelo Aedes aegypti), enquanto a síndrome é uma fraqueza muscular de aparecimento súbito.
A orientação do prefeito Naumi Amorim, segundo o adjunto da Saúde, Franzé Cavalcante, é investir em iniciativas que possam render frutos para a política pública de Saúde. “Iniciativas como esta podem render frutos positivos para a política pública de saúde e para a sociedade”, pontuou.
“A partir da pesquisa, nós vamos avaliar as possíveis complicações que as arboviroses podem trazer para os nossos pacientes e identificar os pacientes com estas possíveis complicações para que possamos ter uma rede de estudos dentro do município avaliando esses casos. Nós estamos mais atentos ao tema e a nossa Vigilância vai atuar de forma mais presente”, afirma Franzé Cavalcante.
Divulgado no último dia 24, o mais recente Boletim Epidemiológico da SMS indica que Caucaia registrou 1.857 casos suspeitos de dengue neste ano, sendo confirmados 368 ocorrências. Já para a chikungunya, as notificações chegaram a 2.632. Os casos confirmados foram 1.008.
15:03 · 02.05.2017 / atualizado às 15:03 · 02.05.2017 por

Nota à imprensa – 02/05/2017

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), permanecerá em São Paulo, nesta terça-feira (2), para avaliação clínica e exames complementares de saúde no Hospital Sírio-Libanês. A equipe médica é formada pelo Dr. Roberto Kalil Filho, Dra. Ana Hoff, Dr. David Uip e Dr. Eduardo Mutareli.

As atividades da Presidência do Senado Federal serão coordenadas pelo 1º vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB).

Assessoria de Imprensa Presidência do Senado Federal

10:24 · 01.05.2017 / atualizado às 12:14 · 01.05.2017 por

O vereador Idalmir Feitosa, primeiro secretário da Câmara Municipal de Fortaleza, será submetido a uma cirurgia cardíaca na terça-feira.

O vereador foi internado no hospital Monte Klinikum na última quarta-feira depois de sofrer um desmaio no gabinete da Câmara Municipal.

No mesmo dia Idalmir Feitosa passou por vários exames onde foi observada a necessidade de um cateterismo.

De acordo com a assessoria de imprensa do vereador, ele está bem, estável.

A câmara de vereadores ainda não se manifestou devido ao feriado. Assessores do prefeito Roberto Cláudio confirmam o problema de saúde de Idalmir Feitosa que está com 77 anos.

11:41 · 30.04.2017 / atualizado às 11:42 · 30.04.2017 por

 

O Ministério Público Federal (MPF) obteve decisão judicial que obriga o Município de Fortaleza e o Estado do Ceará a tornarem públicas as filas de pacientes por consultas e cirurgias ortopédicas no Sistema Único de Saúde (SUS). No dia 2 de maio deverá entrar no ar sistema informatizado de regulamentação e publicização das filas.

A decisão tomada nesta terça-feira (18), durante audiência de ação civil pública movida pelo MPF, vale para as filas do Hospital Universitário Walter Cantídio e Hospital Geral de Fortaleza, ambos localizados na capital cearense. O procurador da República Oscar Costa Filho, autor da ação ajuizada pelo MPF, explica que posteriormente a iniciativa será expandida para outras especialidades médicas e unidades de saúde.

Durante a audiência na 6ª Vara da Justiça Federal no Ceará, a juíza federal Cíntia Menezes Brunetta estabeleceu ainda que o Estado e o Município devem informar aos pacientes que o acesso sobre a posição na fila por consulta e cirurgia será feito por meio do número do cartão SUS.

Na ação civil pública, ajuizada em 2016, o MPF pede que sejam publicizadas as filas por cirurgias eletivas. Costa Filho destaca que a implantação de sistema de divulgação vai permitir que as filas sejam auditadas. “Será possível verificar irregularidades e saber por que elas estão ocorrendo”, ressalta. O procurador lembra ainda que alterações na fila de espera terão caráter excepcional, como no caso de piora de saúde de um paciente, e deverão obrigatoriamente ser justificadas.

Nova audiência – O sistema que será utilizado para a regulação e publicização das filas foi desenvolvido pelo gerente da Central de Regulação de Internações de Fortaleza (Crifor), Mozart Henderson, e foi apresentado durante a instrução do processo. No dia 12 de maio será realizada nova audiência, quando podem avançar tratativas para que outras especialidades médicas e unidades de saúde passem também a ter mais transparências de demandas.

Oscar Costa Filho defende que a transparência é fundamental na prestação de serviços públicos e para a democracia num país. “A democracia morre no escuro”, afirma citando slogan de jornal norte-americano. Para ele, ao sair de uma situação anterior em que ninguém sabia o que acontecia na fila do SUS para a implantação futuro de um sistema que garante transparência para os usuários é como sair de uma “barbárie para uma civilização”.

O procurador da República destaca que a divulgação da fila do SUS através de sistema informatizado por um estado brasileiro será uma experiência pioneira. Já existem municípios que disponibilizam serviço semelhante, mas ainda em nenhum estado.

 

12:37 · 29.04.2017 / atualizado às 12:37 · 29.04.2017 por

Fechou as portas o PSA, Pronto Socorro de Acidentados que funcionava há mais de 50 anos no cruzamento da Antônio Sales com desembargador Moreira.

O hospital realizava 400 cirurgias e possui um corpo médico altamente preparado na área da traumatologia. Médicos abnegados tentam humildemente uma saída com a prefeitura de Fortaleza que administra o SUS.

21:50 · 28.04.2017 / atualizado às 11:44 · 30.04.2017 por
22:08 · 27.04.2017 / atualizado às 22:08 · 27.04.2017 por
12:19 · 25.04.2017 / atualizado às 12:19 · 25.04.2017 por

Na próxima quarta feira (26\04), às 14h, a Assembleia Legislativa do Ceará realizará a audiência pública sobre o acesso ao Tratamento do Câncer Metastático no Sistema Único de Saúde do Ceará. O requerimento é da deputada estadual Fernanda Pessoa (PR) “De acordo com dados nacionais, há mais de dez anos não existem novas inclusões de tratamento para câncer de mama metastático pelo sistema único de saúde. Os novos tratamentos poderiam contribuir com a cura ou melhoria de vida de milhares de pacientes” justificou. A inclusão de novas terapias é uma luta articulada nacionalmente pela FEMAMA (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama) e pela Rede Mama.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) estimam que o Ceará registre 2.160 novos diagnósticos de câncer de mama em 2017, uma média de 46,3 casos a cada 100 mil mulheres. A deputada Fernanda Pessoa é presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres do Ceará e seu mandato tem realizado diversas ações de conscientização através de palestras, audiências e apoio a projetos como o da realização de biópsias às instituições que cuidam de pessoas com câncer de mama e próstata. É também autora da lei 15.669\2014 que institui o dia 27 de novembro como o Dia Estadual de Combate ao Câncer.