Busca

Categoria: Segurança


07:28 · 23.04.2017 / atualizado às 07:28 · 23.04.2017 por
18:13 · 19.04.2017 / atualizado às 18:13 · 19.04.2017 por

O deputado Domingos Neto (PSD) denunciou agora no plenário da Câmara dos Deputados o grave problema de falta de segurança no Ceará e Fortaleza.

Para o parlamentar, o já foram mais de 10 ônibus incendiados e, hoje, mais de 100 mil pessoas sofrem na tentativa de usar o transporte público em Fortaleza.

Domingos Neto pediu que os deputados formem uma comissão para acompanhar o grave problema e denuncia que tudo isso é uma ação orquestrada de dentro dos presídios. “A sociedade assiste a tudo isso atônita por meio de vídeos e prints de WhatsApp. Precisamos de um governo de verdade, que enfrente com coragem esta situação”, disse Domingos Neto.

07:04 · 23.03.2017 / atualizado às 07:04 · 23.03.2017 por

A Secretaria da Segurança Pública (SSPDS), iniciou na manhã desta quarta-feira (22), uma operação no Terminal Marítimo de Passageiros do Porto do Mucuripe e adjacências.

É uma ação integrada das Polícias Civil – Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur) – e Militar – Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) e tem como objetivo proporcionar uma maior segurança aos turistas que chegam a Fortaleza a bordo de navios. A operação é coordenada pelo Comandante do BPTUR, Coronel Teófilo Costa.

Foram direcionados, de forma estratégica, aproximadamente 60 profissionais de segurança, que atuaram por meio do policiamento motorizado, com viaturas, motopatrulhamento e bases móveis; além de duplas de policiais militares, que realizam o patrulhamento ostensivo a pé, em diversos locais da Avenida Vicente de Castro e entorno. Reforço este, que se une às ações já desenvolvidas em toda a orla.

O cruzeiro Crystal Serenity atracou em Fortaleza, na madrugada desta quarta-feira (22), com um total de 929 passageiros, sendo 549 turistas das Américas do Norte e Central, Europa, Ásia e Oceania; e 380 tripulantes.

08:00 · 22.03.2017 / atualizado às 08:00 · 22.03.2017 por

Acrísio Sena (PT) se posicionou antecipando seu posicionamento contrário ao uso de armas de fogo pela Guarda Municipal. O acesso ou não do cidadão a armas de fogo já está movimentando a Câmara dos Deputados, que deverá votar mudanças no Estatuto do Desarmamento.
Os números levantados pelo vereador: no Brasil, entre 1980 e 2014, já morreu quase 1 milhão de pessoas – exatamente 967.851 vítimas de disparo de arma de fogo. Quase 86% do total foram resultantes de agressão com intenção de matar. “O Brasil ocupa hoje a 10ª posição em mortes por armas de fogo em todo o mundo. São 123 vítimas a cada dia do ano, cinco mortes a cada hora”, ressaltou Acrísio.
O número de mortes a cada dia representa o equivalente aos massacres de Paris de 2015, quando morreram 137 pessoas. O número é maior que o resultado do massacre do Carandiru, 111 mortes. A Guerra na Síria, entre Março/2011 e Novembro/2015 resultou em 256.124 mortos. No Brasil, que teoricamente não está em guerra, entre Janeiro/2011 e Dezembro/2015 tivemos 279.567 mortos.
O Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2016 mostra que, a cada 9 minutos uma pessoa é morta violentamente no país. 58.467 pessoas foram mortas em 2015, sendo 54% jovens entre 15 e 24 anos. 73% deles, pretos ou pardos. 358 policiais foram vítimas de homicídio em 2015, sendo 91 em serviço e 267 fora de serviço. Porém, houve 3.320 vítimas de intervenções policiais em 2015. O Brasil possui uma das mais altas taxas de letalidade policial em todo o mundo.
Para Acrísio, o debate sobre segurança pública passa pela discussão de um projeto maior para o país, “no qual a vontade política e institucional foque suas ações na construção de uma vida digna e pacífica para milhões de pessoas que hoje se encontram excluídas, em péssimas condições sociais, expostas à violência sem qualquer tupo de medida protetiva e assistencial”.

08:58 · 16.03.2017 / atualizado às 08:58 · 16.03.2017 por

A deputada estadual Aderlânia Noronha (Solidariedade) apresentou projeto de lei que obriga as agências bancárias, localizadas no Ceará, a contratarem vigilância armada para atuar 24 horas por dia, inclusive em finais de semana e feriados. Os vigilantes deverão permanecer no interior da agência em local em que possam se proteger durante a jornada de trabalho, e dispor de botão de pânico e terminal telefônico, para acionar rapidamente a polícia, e de dispositivo que acione sirene de alto volume no lado externo do estabelecimento, para chamar a atenção de transeuntes e afastar delinquentes de forma preventiva a cada acionamento.

O descumprimento ao disposto na lei sujeitará o banco ao pagamento de multas crescentes em casos de reincidência e até a interdição da agência. O objetivo do projeto, segundo Aderlânia Noronha, é reduzir os assaltos a bancos, principalmente no interior do Estado. Atualmente, esses estabelecimentos são assaltados com uma frequência cada vez maior, especialmente à noite, feriados e finais de semana, quando o movimento de pessoas é menor e não há efetivo de segurança armada. Os caixas eletrônicos, após o horário bancário, ficam sem qualquer proteção de agentes de segurança, deixando os clientes que lá entram vulneráveis a furtos e, em grande parte das vezes, também a roubos. destaca.

Neste sentido, este Poder Legislativo tem dado grande contribuição à população cearense, legislando acerca da matéria. A Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia já comungou o entendimento, ao se manifestar em proposições que tratavam de mecanismos de segurança em instituições bancárias, de iniciativa dos parlamentares, que a matéria é de competência do Estado, consoante o art. 24, inciso V, da Constituição Federal, por tratar de relação de consumo, visando à proteção do consumidor.

Código de Defesa do Consumidor é claro ao dispor sobre os elementos que compõem a relação de consumo, expressando que serviço é qualquer atividade fornecida no mercado de consumo, mediante renumeração, inclusive as de natureza bancária, financeira, de crédito e securitária, salvo as decorrentes das relações de caráter trabalhistas (ex-vi do art. 3º, § 2°).

Analisando esse dispositivo, o Supremo Tribunal Federal declarou a constitucionalidade da norma na ADI nº 2591, sujeitando os bancos às normas que tratam da proteção do consumidor, excluindo-se o custo das operações ativas e a renumeração das operações passivas praticadas por instituições financeiras no desempenho da intermediação de dinheiro na economia, de modo a preservar a
competência constitucional da lei complementar do Sistema Financeiro Nacional.

08:50 · 16.03.2017 / atualizado às 08:50 · 16.03.2017 por

Referência em Cyber Segurança nacional, o cearense radicado em São Paulo, Álvaro Teófilo, está em Fortaleza para encontro com empresários cearenses. Veio à convite da empresa cearense Morphus Segurança da Informação.

Álvaro foi o responsável pelas soluções de segurança de dados do Banco Original, primeira instituição bancária 100% digital da América Latina e também Chief Security Officer do Citigroup, do Grupo Santander do Brasil e do Grupo Caixa Seguradora.

18:09 · 11.03.2017 / atualizado às 18:09 · 11.03.2017 por

As unidades prisionais instaladas e em funcionamento no Estado do Ceará não poderão exceder a sua capacidade técnica de lotação em percentual acima de 20%. Esse é o objetivo do Projeto de Lei N.º 22/17, de autoria do deputado estadual Carlos Matos, que começou a tramitar hoje (7), na Assembleia Legislativa.

A proposta tem como objetivo limitar a superlotação das unidades prisionais e assegurar a dignidade dos encarcerados. “Não queremos defender a impunidade. Se a pessoa cometeu um crime ela tem que estar presa. Porém, se essa pessoa for presa como um animal, ela vai sair do presídio mais violenta do que entrou”, esclarece Carlos Matos.
Para o parlamentar, criar um teto para os presídios permite que o sistema possa, de fato, ser administrado. De acordo com o projeto, a aplicação de uma pena a um infrator tem dois vieses: um a curto prazo e outro a longo prazo. A curto prazo, tem-se o caráter punitivo da pena, que busca sancionar o infrator penalmente por ocasião do crime cometido. A longo prazo, tem-se o principal objetivo almejado, que é a ressocialização do interno, a sua adaptação à vida em sociedade.
População carcerária

Segundo dados da Secretaria de Justiça e Cidadania, hoje, o Estado tem 24.581 pessoas encarceradas, enquanto o número de vagas nos presídios é de 12.043, o que representa um excedente de 72%. Isso significa que existem 8.700 presos a mais nas unidades prisionais.

14:55 · 09.03.2017 / atualizado às 14:55 · 09.03.2017 por
 
O Projeto “Em Defesa da Paz”, ministrado pela Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará (Adepol/CE) foi apresentado aos moradores da Barra do Ceará, nessa quarta-feira (8), data que se comemora o Dia Internacional da Mulher. A iniciativa do convite partiu da vice-governadora do Estado, Izolda Cela, que solicitou da entidade uma breve exposição do “Em Defesa da Paz”, idealizado pela delegada Jeovânia Holanda, vice-presidente da Adepol/CE.
Na Praça do Marco Zero, na Barra do Ceará, policias civis, militares, bombeiros militares, agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Guarda Municipal participaram do evento de forma integrada. O local foi escolhido como base de apoio da “Operação Ocupação – Marco Zero”, que teve início no dia 4 de março, sendo realizadas ações sociais e ostensivas no reforço da segurança. Garis e servidores da Prefeitura de Fortaleza também participaram do acontecimento dedicado as mulheres residentes da Barra do Ceará e áreas vizinhas.
“São técnicas e conhecimentos que podem ajudar. A violência contra a mulher não escolhe nível de instrução e as vezes a pessoa enfrenta situações relacionadas”, completou a vice-governadora. Por fim, as moradoras tomaram um café da manhã e foram orientadas pelos instrutores de artes macias. 
11:56 · 08.03.2017 / atualizado às 11:56 · 08.03.2017 por
Concludentes dos cursos de administração de empresas e serviço social da Faculdade de Tecnologia do Nordeste (Fatene) participaram, nessa terça-feira (7), da palestra de aprofundamento sobre o Projeto “Em Defesa da Paz”. O evento oi ministrado pela vice-presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará (Adepol/CE), Jeovânia Holanda e Sheilly Anne Vasconcelos, guarda municipal de Caucaia.
O projeto leva conhecimento sobre a Lei Maria da Penha e técnicas básicas de defesa pessoal que, de fato, podem evitar casos de violência doméstica. A diretoria executiva da Adepol/CE está empenhada na causa leva orientações, através de cursos realizados no auditório da entidade, voltado aos moradores de comunidades com índices de violência contra mulher. A entidade também atende a instituições, como aconteceu na Faetene, no polo universitário de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza.
São 60h/aulas, sendo 15h sobre Lei Maria da Penha e 45h de técnicas de Defesa Pessoal, para os interessados que procuram pelo curso na Adepol/CE. A última turma foi formada pelos moradores das comunidades do Trilho, Lagamar e áreas vizinhas. Na manhã desta quarta-feira (7), Dia Internacional da Mulher, os moradores da Barra do Ceará serão contemplados com uma apresentação do Projeto “Em Defesa da Paz”, a partir das 9h, no marco zero.
06:30 · 06.03.2017 / atualizado às 06:30 · 06.03.2017 por

Agilizar a construção da Delegacia de Polícia Civil e encaminhar a tomada de várias providências na área de segurança do município de Quiterianópolis.

Estas foram as pautas de uma audiência técnica que o deputado Audic Mota conseguiu realizar no gabinete da Secretaria de Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, na tarde da última sexta feira, 3.

O secretário adjunto, coronel Alexandre Ávila, recebeu o parlamentar para atendimento à comitiva de Quiterianópolis formada pelo chefe de Gabinete da Prefeitura, Douglas Pereira, a secretária municipal de Articulação Política, Denir Gomes, o presidente e a diretora da Associação Comercial de Quiterianópolis, Iranildo Pereira e Eliângela Lacerda, respectivamente, e o jornalista Cícero Lacerda.