Roberto Moreira

Categoria: Tecnologia


13:50 · 05.11.2018 / atualizado às 13:50 · 05.11.2018 por

O secretário Chefe do Gabinete do Governador do Ceará, Élcio Batista, cumpre agenda oficial no Exterior desde esta segunda-feira (5). Até a próxima quinta-feira (9), Élcio estará em Lisboa, onde participa, entre outras agendas, da Web Summit 2018, a mais renomada feira de tecnologia do mundo, que chega pela terceira vez à capital portuguesa. Na pauta, as estratégias do Ceará para a implantação de um ecossistema de inovação e práticas de governo digital.

Nesta segunda, Élcio tem encontro com a Câmara de Comércio e Indústria Luso Brasileira (CCILB), para conhecer detalhes do regime societário e tributário para startups portuguesas; mapear os principais players do mercado e oportunidades de intercâmbio Brasil-Portugal. Visita ainda a Uniplaces HQ e a Farfetch, grandes cases de sucesso do país em tecnologia e se encontra com diretores do Deutsche Bank.

De terça a quinta-feira, ele participa da Web Summit 2018, em articulações com a Agência para o Investimento e Comércio Exterior de Portugal (AICEP) e Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI).

Élcio ainda terá encontro com o secretário de Estado da Modernização Administrativa, Luís Goes Pinheiro, para alinhar acordo de colaboração para a implementação de boas prática de governança digital; com o Conselho da Agência de Modernização Administrativa; e finaliza a agenda portuguesa proferindo palestra sobre os avanços e potencialidades do Ceará no Circuito Eça de Queiroz.

08:33 · 01.11.2018 / atualizado às 08:33 · 01.11.2018 por

A Seja Digital, entidade não governamental e sem fins lucrativos responsável pelo processo de migração do sinal de TV no Brasil, e a população de Juazeiro do Norte e de outras 4 cidades da região tiveram o sinal analógico de TV desligado às  23h59 desta quarta-feira, 31. A decisão foi tomada pelo Gired, liderado pelo presidente da Anatel, Juarez Quadros, e homologada por Gilberto Kassab, Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). O processo entra em sua fase final, estando completamente em dia com o cronograma. Além do Cariri, as regiões de Campo Grande (MS), Rio Branco (AC), Boa Vista (RR), e Sobral (CE) também tiveram  sinal desligado nesta quarta-feira, assim o cronograma definido pelo MCTIC passa a estar totalmente em dia.

Com a mudança, os cerca de 170 mil domicílios da região assistirão à programação da TV aberta apenas pelo sinal digital, que tem muito mais qualidade de som e imagem. Na região do Cariri, desde julho de 2017, diversas ações foram realizadas para informar e orientar a população, entre elas a Patrulha Digital, em que estudantes percorreram as ruas para verificar na casa das pessoas se seus aparelhos de TV já estavam preparados, mutirões de instalação da antena digital e do conversor, divulgação de informações nas contas de água do município de Crato, além de visitas às comunidades de diversos bairros. A entidade também contou com a parceria da Associação dos Surdos do Juazeiro do Norte, como forma de incluir a comunidade surda no projeto e orienta-los sobre a mudança.

“As ações de mobilização social e os espaços na mídia local foram fundamentais para conseguirmos levar informação às pessoas, sem deixar ninguém para trás. É válido ressaltar também a importância do trabalho diário de atendimento em todos os municípios, onde a cada atendimento pudemos vivenciar a alegria das famílias que passaram a ter acesso ao sinal digital”, afirma Carla Prata, consultora de mobilização da Seja Digital.

Para possibilitar que as famílias de menor renda tivessem acesso ao sinal digital, a Seja Digital distribuiu kits gratuitos, com conversor e antena. Até o momento, mais de 98 mil famílias já foram beneficiadas e estão assistindo à sua programação favorita por meio do sinal digital. Mesmo após o desligamento do sinal analógico, a entidade continuará distribuindo os kits gratuitos por pelo menos mais 30 dias.

A expectativa é que a região de Juazeiro do Norte siga os passos de Brasília, São Paulo e Recife, e em pouco tempo 100% dos domicílios tenham acesso ao sinal digital. Os canais de atendimento também continuarão à disposição da população para oferecer todo suporte necessário mesmo após o desligamento. O site www.sejadigital.com.br e a central telefônica 147 (ligação gratuita) continuam disponíveis para os moradores que ainda tiverem dúvidas sobre como se preparar para o sinal digital.

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD – Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

11:45 · 20.10.2018 / atualizado às 11:45 · 20.10.2018 por

Este é o penúltimo fim de semana antes do desligamento do sinal analógico em algumas cidades do Cariri (Juazeiro do Norte, Barbalha, Caririaçu, Crato e Missão Velha), que será realizado dia 31 de outubro. Por isso, se você comprou a antena digital e o conversor ou já retirou o kit gratuito distribuído pela Seja Digital, mas ainda não fez a instalação, aproveite o tempo livre para instalar esses equipamentos. Quem não se preparar a tempo ficará sem ver TV.

Vale lembrar que os televisores de tubo ou de tela plana fabricados até 2010 precisam de um conversor para receber o sinal digital. Se sua TV já possui conversor embutido, basta conferir se sua antena é digital. O processo é simples. O mais indicado é instalar sua antena no telhado da casa. Depois, conecte o conversor à sua TV e faça a sintonia dos canais. Se ainda tiver dúvidas, ligue gratuitamente para 147 ou acessesejadigital.com.br.

Para saber se têm direito ao kit gratuito, com antena digital e conversor com controle remoto,  e agendar a retirada dos equipamentos, basta acessar o site www.sejadigital.com.br ou a central telefônica 147. Não deixe para a última hora.

Na região, o desligamento do sinal analógico já começou. A qualquer momento, as emissoras podem desligar o sinal e a transmissão será feita apenas pelo sinal digital.

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD – Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

 

11:52 · 11.10.2018 / atualizado às 11:52 · 11.10.2018 por

Em algumas cidades do Cariri (Juazeiro do Norte, Barbalha, Caririaçu, Crato e Missão Velha), o sinal analógico de TV será desligado no dia 31 de outubro. Até lá, a população desta região precisa preparar suas casas para que continuem assistindo os canais abertos de televisão. O sinal digital já está disponível e todo aparelho de televisão pode exibir a programação dos canais abertos com melhor qualidade. Se o equipamento for de tubo ou fabricado antes de 2010, precisará de uma antena digital e um conversor. Se o televisor for de tela fina fabricado depois de 2010, precisará apenas uma antena para TV digital.

Na região, o desligamento do sinal analógico já começou. A qualquer momento, as emissoras podem desligar o sinal e a transmissão será feita apenas pelo sinal digital.

O processo de digitalização dos canais de TV tem previsão para ser concluído no final de 2018 e a Seja Digital é a entidade não governamental e sem fins lucrativos responsável pela operação do processo de migração do sinal de TV no Brasil. Com esta mudança, a programação da TV aberta no Brasil seguirá padrões internacionais de transmissão, a exemplo do que já aconteceu em países como China, EUA e Reino Unido, permitindo aos telespectadores que desfrutem de seus programas favoritos com imagem e som com qualidade similar à de uma sala de cinema.

“O processo de migração vai permitir também a oferta futura da banda larga 4G que será utilizada na faixa de 700Mhz”, afirma Antonio Martelletto, presidente da Seja Digital. O 4G é uma das tecnologias para telefonia móvel mais avançada e que permite a vários dispositivos – como celular, smartphone, laptops e tablets – acessar a internet com velocidade mais rápida e em ambientes fechados.

O processo de migração, que já passou por Rio Verde, em Goiás, e pelas regiões do Distrito Federal, São Paulo, Goiânia, Recife, Salvador, Fortaleza, Vitória, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, regiões do interior de São Paulo (Bauru, Campinas, Franca, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Santos e Vale do Paraíba), Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, São Luís, Aracaju, Belém, João Pessoa, Maceió, Manaus, Natal, Teresina, Cuiabá, Macapá, Palmas e Porto Velho tem obtido resultados positivos após o encerramento das transmissões analógicas, com quase 100% da população digitalizada.

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD – Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

20:20 · 21.02.2017 / atualizado às 20:20 · 21.02.2017 por

A Associação dos Empregados do Centec (Aecentec) divulgou nota à imprensa em defesa dos Centros Vocacionais Tecnológicos (CVT) que atravessam um período de crise com fechamento de mais da metade das unidades e demissões. Pertencentes ao Instituto Centec, organização social vinculada à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), a rede dos CVTs, que tinha 38 unidades em funcionamento, será reduzida para 22 a 23 – os demais serão fechados. Foi iniciada a demissão de 100 funcionários do Instituto Centec.

A Aecentec denuncia a redução superior a 50% no aporte do Governo do Estado destinado ao Instituto Centec desde 2009. O corte nos recursos, segundo a entidade, repercutiu no sucateamento das suas instalações físicas e em perdas salariais do seu quadro de pessoal.

“Vocacionado para o desenvolvimento local, o CVT está apto a atuar no ensino, na extensão tecnológica, através de ações que atendam às demandas dos setores primário, secundário e terciário. Estas ações se dão prioritariamente em regiões onde a ação governamental nem sempre se faz presente na intensidade necessária e suficiente”, afirma a nota.

Os empregados do Centec asseguram que a rede CVT está a serviço dos segmentos informais e menos favorecidos, em contraponto à educação formal que disputa o mercado. Conforme a nota, no seu papel de ferramenta a serviço da interiorização do desenvolvimento, a concepção e trajetória dos CVTs tem se revelado de alto alcance na promoção da qualidade de vida das comunidades, projetando a sua experiência em nível nacional.

A entidade contesta a afirmação de que o CVT já cumpriu o seu papel, ao argumentar que a “ênfase desse determinismo não revela a realidade na prática”. Conforme a nota, ainda há muito o que se fazer sob a liderança do Instituto Centec nas comunidades distantes dos centros dinâmicos da nossa economia.

Segundo a entidade, o reconhecimento da experiência levada a efeito pelos CVTs motivou o Governo Federal, através do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a desenvolver, através da sua Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social, o Programa de Centros Vocacionais Tecnológicos, hoje implantado em vários Estados do País. “Nesse contexto – acrescenta – há que se considerar as demandas dos rincões mais distantes cuja população não tem como se deslocar para os grandes centros em busca de capacitação – ou mesmo pagar por isso”.

“É preciso diferenciar os papeis relativos a capacitação das pessoas daquelas ações de caráter duradouro, em favor do desenvolvimento das comunidades”, recomenda a Aecentec. Segundo a entidade, a rede de CVTs supre a necessidade dos
egressos de cursos profissionalizantes que, ao concluírem, verificam que não era bem o que desejavam e buscam novas oportunidades.

A nota convida a sociedade a fazer uma reflexão e deixa indagações: – será que os empresários encontram mão de obra para suprir suas demandas, aptas a trabalhar nos escritórios? Onde os industriais encontram profissionais qualificados para suprir as suas especificidades, se não através dos cursos ofertados pela rede de CVTs?. Os segmentos da agricultura, conforme a nota, também suprem necessidades de capacitação através das iniciativas lideradas pela rede CVT.

17:55 · 13.02.2017 / atualizado às 19:03 · 13.02.2017 por

Antes de seguir para Brasília, o Deputado Federal Moses Rodrigues (PMDB/CE) participou de uma reunião, nesta segunda-feira (13), com o Diretor de Gestão Corporativa da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), Rennys Frota. Durante o encontro, realizado na capital fluminense, o parlamentar foi apresentado à instituição, responsável por estimular projetos de pesquisa voltados à inovação tecnológica.

“Alguns temas tem sido amplamente tratados em minha agenda permanente de trabalho. Recentemente apresentei um Projeto de Lei que prevê que as concessionárias de energia elétrica invistam parte de suas receitas em pesquisa e em desenvolvimento de fontes alternativas de energia, como a energia solar e eólica”, destacou Moses Rodrigues, autor do PL 5813/2016. Após o encontro, o parlamentar seguiu para Brasília.

 

08:52 · 04.02.2017 / atualizado às 08:52 · 04.02.2017 por

Dar condições para que jovens do Bolsa Família tenham acesso a conhecimentos de tecnologia da informação e inovação e assim possam vencer a pobreza por meio do trabalho e do empreendedorismo. Com este objetivo, o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, esteve na Campus Party, nesta sexta-feira, em São Paulo. Terra se reuniu com o CEO Global do evento, Carlo Cozza, para quem expressou o interesse de desenvolver parcerias que deem condições para que os jovens de famílias pobres tenham acesso a este mercado.

Em visita aos estandes, Terra conheceu jovens inovadores que buscam transformações sociais por meio da tecnologia, como Thiago Jucá, que é criador de uma startup que usa impressoras 3D para fazer próteses. Para o ministro Osmar Terra, iniciativas como esta devem ser exemplo, e o estímulo à criatividade e ao empreendedorismo é o caminho para mudar a realidade de milhares de adolescentes que hoje não têm perspectivas de um futuro melhor.

Osmar Terra também se reuniu com o presidente do Instituto Campus Party Brasil, Francesco Faruggia. A intenção do encontro foi o desenvolvimento de uma parceria que possibilite aos jovens o acesso ao mercado da tecnologia e inovação. Para Francesco Faruggia, a atuação conjunta entre o governo e entidades da sociedade civil é o caminho para tornar isso realidade.

Estas parcerias integrarão as ações da estratégia de inclusão produtiva do Ministério do Desenvolvimento Social.O objetivo é a criação de condições para que as pessoas possam vencer a pobreza por meio do trabalho e do empreendedorismo.

07:09 · 29.01.2017 / atualizado às 07:09 · 29.01.2017 por

IMG_4634

O prefeito Simão Pedro esteve reunido na sexta-feira (27/01) com o deputado federal Domingos Neto, que tem sido um grande parceiro do município de Orós em projetos estratégicos e trabalhando para que as demandas do município junto ao governo federal sejam atendidas.

Na reunião o Prefeito Simão Pedro e o Deputado Domingos Neto estiveram reunidos com o diretor de Gestão da FINEP,Rennys Frota, para discutir projetos e propostas na área de inovação tecnológica para o município de Orós em várias áreas.

08:59 · 08.01.2017 / atualizado às 08:59 · 08.01.2017 por

IMG_4279

Se você é uma daquelas pessoas que perdem o controle e acaba bebendo mais do que deveria, precisa conhecer uma pulseira apresentada durante a CES, maior evento de tecnologia do mundo que acontece até o próximo dia 8, em Las Vegas.

Chamado Proof, o vestível, da startups Milo Sensors, lê moléculas de álcool na pele do usuário para alertar quando a pessoa passar dos limites por meio de um aplicativo.

Segundo entrevista da empresa concedida ao site de tecnologia Mashable, a Proof é extremamente discreta. Muito parecida com outras pulseiras conectadas disponíveis no mercado, só é preciso acessar o app no smartphone para checar o nível de álcool. De acordo com a empresa, o vestível usa sensores eletroquímicos baseados em enzimas que convertem álcool consumido em corrente elétrica. Assim, fica possível detectar o nível de álcool no sangue de maneira instantânea.

Além do relatório em tempo real sobre nível de álcool, a pulseira também conta com outros interessantes recursos. É possível saber, por exemplo, quanto tempo falta para ficar sóbrio e ainda estima o quão bêbado você vai ficar durante à noite.

18:48 · 06.01.2017 / atualizado às 18:48 · 06.01.2017 por

A solução desenvolvida pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) permitirá que o proprietário de veículo tenha desconto de 40% no valor da multa. Este abatimento foi determinado pela Lei 13.281, que altera o Código Brasileiro de Trânsito, publicada em maio de 2016.

Segundo o Detran/CE, a adesão ao sistema garantirá economia significativa em gastos com papel, impressão e envio de notificações, além de reduzir também os custos com processos operacionais. Mensalmente, o departamento recebe cerca de 15 mil multas interestaduais.

Os condutores interessados em ter o desconto devem realizar o cadastro do sistema, além de reconhecer o cometimento da infração de trânsito. O SNE está disponível pelo endereço virtual sne.denatran.serpro.gov.br<http://sne.denatran.serpro.gov.br/> ou através do aplicativo gratuito para celular, disponível para download nas lojas Google Play e Apple Store.

Lançado em novembro de 2016 pelo Serpro e Denatran, o SNE já conta com a adesão do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), e Detran do Ceará, Alagoas, Pernambuco, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Roberto Moreira

Blog de jornalismo da TV Diário. (www.tv.diario.tv.br). Telejornalismo: (85) 3266.9212

VC REPÓRTER

Flagou algo? Envie para nós

(85) 98948-8712

Tags