Busca

08:44 · 23.01.2018 / atualizado às 08:46 · 23.01.2018 por

Horário local em Zurique/Suíça: mais 3 horas em relação a
Brasília/DF

13h50- Chegada a Zurique/Suíça
Aeroporto de Zurique

08:43 · 23.01.2018 / atualizado às 08:43 · 23.01.2018 por

 

Após o período de seis anos consecutivos de seca, o Estado apresentou cenário favorável para chuvas acima da média histórica. A avaliação climática aponta que, no Ceará, há 40% de probabilidade para chuvas superiores à média histórica, 35% em torno da normalidade e 25% de chances do período se encerrar abaixo do normal. O prognóstico para a quadra chuvosa de 2018 foi divulgado pelo Governo do Ceará, por meio da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme), em cerimônia no Palácio da Abolição, em Fortaleza, nesta segunda-feira (22).

A divulgação dos dados foi presidida pelo governador Camilo Santana e contou com a participação do presidente da Funceme, Eduardo Sávio, do secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, dentre outros representantes de órgãos voltados aos trabalhos de Segurança Hídrica no Ceará – Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra) e Defesa Civil.

No mês de fevereiro, será divulgado um prognóstico climático atualizado para o Ceará, abrangendo o trimestre março, abril e maio.

O governador Camilo Santana avaliou com otimismo os dados apresentados pela Funceme, mas destacou que o Governo do Ceará continuará seguindo à risca e com celeridade todos os planos em busca de diversificar as fontes hídricas para garantir que não falte água para a população. O chefe do Executivo lembrou de ações, como o Plano de Segurança Hídrica para Fortaleza e Região Metropolitana, que têm gerado economia de 292 milhões de m³ de água anualmente. O número, destacou, supera em muito a média projetada na adoção do racionamento – economia de 21 milhões de m³.

“Mesmo com toda essa perspectiva de um cenário melhor de prognóstico de chuvas e com a conclusão de obras estruturantes neste ano, vamos continuar mais firmes ainda trabalhando com as nossas ações. Já foram mais de 400km de adutoras construídas ao longo desses três anos, levando água de uma cidade para outra para garantir esse abastecimento. Vamos continuar com as nossas ações de perfuração de poços, com poços direcionais no Cumbuco, ações na Taíba, São Gonçalo, em todo o Ceará, para assegurar o abastecimento de água e a Segurança Hídrica no nosso Estado”, afirmou.

O governador lembrou da importância do conjunto de ações que envolveram as ações de autorização de uso da água do Maraguapinho, o reuso da água da ETA Gavião, a perfuração de poços no Pecém e em Fortaleza, a taxa de contigenciamento (que garantiu a redução de consumo de 18% em Fortaleza e Região Metropolitana), dentre outras. “Fizemos um corte de água de consumo na irrigação, 75% da água que é consumida no Ceará vai para a irrigação. Cortamos 70% dessa água. Fizemos também um corte de 20% na água de consumo da Indústria. Todas essas ações que o Estado fez nos garantiu uma economia de quase 300 milhões de m³ de água por ano”, complementou.

O presidente da Funceme, Eduardo Sávio, explicou que a situação para janeiro e o trimestre fevereiro, março e abril é mais favorável do que a população cearense viveu no mesmo período de previsão em 2017. Contudo, ele pontuou que haverá tendência similar de irregularidades dependendo da região do Estado.

“Teremos aquela mesma tendência de mais normalidade ou até mesmo abaixo da média para o Sul do Estado, mas para o Centro Norte uma tendência favorável acima da média. O Estado como um todo ficaria acima da média como tendência mais provável. Os sistemas que nós estamos fazendo a previsão começam a atuar em meados de fevereiro até o final da quadra em maio”, disse o dirigente da fundação.

A avaliação climática sobre o semiárido é feito sobre probabilidades referentes a uma tendência média do volume acumulado de chuva para o trimestre. A variabilidade no prognóstico anda juntamente à distribuição de chuvas no setor norte do Nordeste do Brasil, devido a fatores como efeitos topográficos, proximidade em relação ao oceano e cobertura vegetal. Em função das variações, a Funceme recomenda o acompanhamento das previsões diárias de tempo, análises e tendências climáticas semanais divulgadas pelo órgão vinculado à SRH.

Titular da Secretaria dos Recursos Hídrícos, Francisco Teixeira enfatizou que, apesar do prognóstico otimista, é necessário que o Governo do Ceará prossiga com rigor no acompanhamento e trabalhos de contingência, pois os reservatórios ainda seguem em situação emergencial no Estado.

“Precisamos monitorar. A atenção continua sendo a mesma às ações de contigência, sejam de gestão ou estruturais. Com o acompanhamento das chuvas e monitoramento dos reservatórios, vamos continuar no trabalho de controle e na busca de garantir a oferta de água para a população”, disse.

 

08:39 · 23.01.2018 / atualizado às 08:39 · 23.01.2018 por

 

Nesta terça-feira, o céu fica parcialmente nublado a encoberto com pancadas de chuva isoladas na região Nordeste. A umidade relativa do ar pode variar de 30% a 100%. No Rio Grande do Norte, na Bahia, no Ceará e no Piauí, a temperatura vai variar entre 16ºC e 37ºC. Na Paraíba, em Pernambuco e Alagoas, mínima de 17ºC e máxima de 36ºC. Já em Sergipe e no Maranhão, os termômetros vão variar entre 19ºC e 35ºC. As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

16:50 · 22.01.2018 / atualizado às 16:51 · 22.01.2018 por

Duas especializações gratuitas, Ensino de Ciências Humanas e Ensino de Ciências da Natureza, serão ofertadas já no primeiro semestre deste ano pelo campus de Caucaia do Instituto Federal do Ceará (IFCE). As inscrições para as 40 vagas, que devem ser presenciais e atender aos procedimentos previstos no EDITAL, estão abertas de 23 de janeiro a 16 de fevereiro. A seleção ocorre em duas fases: análises do projeto de pesquisa (eliminatório) e de currículo, de caráter classificatório.

Os dois cursos, os primeiros de pós-graduação do IFCE em Caucaia, terão duração de um ano e seis meses, incluindo o tempo para elaboração do trabalho de conclusão. São destinados a profissionais da educação que atuam em escolas da rede pública ou privada do município e cidades vizinhas. As aulas, que começam em abril, ocorrerão de segunda a sexta, das 18 às 22h e, em situações específicas, aos sábados, de 8 às 16h. A carga horária de ambas as formações é de 460 horas.

Poderão se candidatar os portadores de diploma de graduação ou certidão de colação de grau emitida pela instituição de ensino superior, obtido em cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação de tecnologia, bacharelados ou licenciaturas. As informações adicionais sobre o curso podem ser consultados no site do campus de Caucaia do IFCE http://ifce.edu.br/caucaia.

15:30 · 22.01.2018 / atualizado às 15:30 · 22.01.2018 por

Após o período de seis anos consecutivos de seca, o Estado apresentou cenário favorável para chuvas acima da média histórica. A avaliação climática aponta que, no Ceará, há 40% de probabilidade para chuvas superiores à média histórica, 35% em torno da normalidade e 25% de chances do período se encerrar abaixo do normal. O prognóstico para a quadra chuvosa de 2018 foi divulgado pelo Governo do Ceará, por meio da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme), em cerimônia no Palácio da Abolição, em Fortaleza, nesta segunda-feira (22). Veja o vídeo e a apresentação no Sala de Imprensa – Todos Pela Água.

A divulgação dos dados foi presidida pelo governador Camilo Santana e contou com a participação do presidente da Funceme, Eduardo Sávio, do secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, dentre outros representantes de órgãos voltados aos trabalhos de Segurança Hídrica no Ceará – Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra) e Defesa Civil.

No mês de fevereiro, será divulgado um prognóstico climático atualizado para o Ceará, abrangendo o trimestre março, abril e maio.

15:08 · 22.01.2018 / atualizado às 15:08 · 22.01.2018 por

A última novena dos Festejos de São Sebastião, no Distrito de Juá dos Vieiras, em Viçosa do Ceará, foi prestigiada pelo Presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT) convidado da comunidade e dos ex-prefeitos Evaldo e Divaldo Soares.

Após a celebração da missa, populares foram recebidos pela tradicional família política do município, na casa de Evaldo Soares. O momento foi de agradecimento e de renovação do compromisso por Viçosa do Ceará, que recebeu tantos benefícios frutos do mandato parlamentar de Zezinho Albuquerque.

15:07 · 22.01.2018 / atualizado às 15:07 · 22.01.2018 por

O prefeito de Beberibe, Padre Pedro (PSD), continua organizando a máquina pública do município. O trabalho é árduo, pois requer ajustes financeiros, enxugamento de folha e mudanças na licitações. No primeiro ano de gestão foi possível alinhar as mudanças. Agora, será a vez de focar em investimentos nas mais diversas áreas como saúde, educação e infraestrutura. Sempre valorizando e capacitando o servidor público, principal agente impulsionador do município.

09:36 · 22.01.2018 / atualizado às 09:37 · 22.01.2018 por
Wilton Bezerra, comentarista da TV Diário e da Rádio Verdes Mares

Ao acompanhar a procissão da vida nesse país, confesso a confusão mental produzida pelo que lemos e ouvimos.Fica difícil desvendar o que está acontecendo. A primeira preocupação é identificar os objetivos do narrador e a que se destina a sua opinião.Quem sai perdendo tão logo é batido o centro é a isenção.Todos nós temos predileções na área dos que fazem crônica, trazendo alguma luz sobre os acontecimentos.

E o mal estar não é pequeno, quando bate a decepção.Essa semana, o depoimento de um luminar me deixou sem entender nada.Como se admite que um político ladrão, responsável pelas desgraças maiores sofridas pelo país, seja tratado cândidamente como alguém que cometeu “bobagens”?

Bobagem é coisa miúda comparada a uma destruição.E o mais grave: confessar que esse politico terá o seu voto por um aspecto meramente “ideológico”.O papo surrado da escolha do menos ruim, feitas as comparações.Ou por outra: tentar tornar invisível o que nos maltrata.

Nos acostumamos a rebaixamentos.É isso.Quem podia ser um farol nada mais é do que uma rídicula lanterninha.Por essa razão, já não existe espaço debaixo dos tapetes para tanto lixo.

09:07 · 22.01.2018 / atualizado às 09:07 · 22.01.2018 por
Os segurados que recebem um benefício do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) acima do salário mínimo já conseguem calcular quanto ganharão com o reajuste deste ano.
A partir do pagamento depositado em fevereiro, eles terão um aumento de 2,07%, percentual correspondente ao INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) acumulado de janeiro a dezembro de 2017.
Com o reajuste, o segurado que tem uma aposentadoria de R$ 1.600, por exemplo, receberá, a partir de 1º de fevereiro, R$ 1.633,12. Um benefício de R$ 3.800 passará para R$ 3.878,66 neste ano.
Como tem desconto do Imposto de Renda, o aposentado com até 64 anos receberá no mês que vem R$ 3.642,09. A partir dos 65 anos de idade, o aposentado paga menos imposto e o benefício, nesse caso, aumenta para R$ 3.873,81, já com desconto.
O teto do INSS, que é o valor máximo dos benefícios, passa de R$ 5.531,31, valor atual, para R$ 5.645,81.
O percentual de aumento dos benefícios previdenciários é aplicado integralmente para quem já recebia um benefício do INSS em janeiro de 2017.
Para benefícios concedidos a partir de fevereiro, o reajuste será proporcional e ainda será divulgado pela Previdência.
Pensões e auxílios acima do piso também serão reajustados em 2,07%.
Mais uma vez, o INPC fechado pelo IBGE (Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística) foi menor do que o previsto pelo Ministério da Fazenda no fim no ano passado, de 1,88%.
Diferente do IPCA, o índice das aposentadorias mede a variação de preços para famílias com renda de até R$ 4.685.
O reajuste altera os descontos nos salários dos trabalhadores. Quem ganha acima do teto deve passar de um desconto de R$ 608,44 a R$ 621,04.
(Folha de S. Paulo)
09:02 · 22.01.2018 / atualizado às 09:02 · 22.01.2018 por

 

 

 

A agenda do Presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT) é intensa pelo interior em ritmo de prévias para o pleito eleitoral de outubro, mas também colhendo demandas dos municípios.
O deputado tem uma virtude que seus aliados fazem questão de lembrar – é  companheiro de todas as horas – mesmo quando seus correligionários estão sem mandatos.

Acompanhado do prefeito de Itatira, Antônio Almir, o deputado Zezinho Albuquerque (PDT) esteve no último final de semana, na Serra da Ibiapaba, com o ex-prefeito de Tianguá, Jean Azevedo (PDT) e os vereadores: Mariano Diniz, Regildo Aguiar, Fernando Menezes e Pierre Costa. Ainda pela Serra Grande, esteve com ex-prefeito de Ubajara, Zezinho Romano (PP).