Roberto Moreira

Impacto do reajuste aprovado pelo STF poderá chegar a 4,5 bilhões nas contas públicas