Busca

Tag: ACL


19:26 · 11.03.2017 / atualizado às 19:26 · 11.03.2017 por

O presidente da Academia Cearense de
Letras, Ubiratan Aguiar, foi recebido pelo ministro da Cultura, Roberto Freire.

O Presidente da Academia Cearense de Letras, Ubiratan Aguiar, tratou de projetos para a academia e convidou o ministro para entregar o Prêmio José Telles de Literatura no Ideal Clube no dia 11 de maio às 20:00h. Convite aceito.

07:08 · 16.02.2017 / atualizado às 07:08 · 16.02.2017 por


Ubiratan Aguiar é um apaixonado por política e educação. Foi Secretário de Educação, deputado, ministro do TCU.

Nos últimos anos tem se dedicado a fazer músicas e escrever poemas. Na visão dos amigos atingiu a intelectualidade.

Articulado, Ubiratan Aguiar conseguiu entrar na Academia Cearense de Letras. Hoje, repete uma cena comum na sua vida ao assumir mais uma presidência: será o presidente da Academias Cearense de Letras, a mais antiga do Brasil.

09:09 · 04.02.2017 / atualizado às 09:09 · 04.02.2017 por

Marcos Holanda, presidente do Banco do Nordeste, participa, nesta segunda-feira, 6 de fevereiro, às 19h, da solenidade de reinauguração do Palácio da Luz, sede da Academia Cearense de Letras.

Na ocasião, a ACL homenageará personalidades, como Chanceler Airton Queiroz, e instituições apoiadoras da Academia, entre elas, o Banco do Nordeste.

09:24 · 21.09.2015 / atualizado às 09:24 · 21.09.2015 por

O Presidente da Academia Cearense de Letras, Bibliófilo José Augusto Bezerra, convida para a conferência Iracema, 150 anos sem perder o encanto, a ser pronunciada pelo escritor Antônio Torres, membro da Academia Brasileira de Letras, na Abertura do Ciclo de Conferências 2015, da ACL, coordenado pela acadêmica Ângela Gutiérrez, diretora cultural da instituição.

A solenidade será hoje, às 16 horas, no Salão Meireles do Ideal Clube.

09:38 · 09.09.2012 / atualizado às 09:38 · 09.09.2012 por

Airton Monte, como todo escritor, é sempre lembrado para ocupar uma vaga na Academia Cearense de Letras. A simplicidade que o acompanha o faz declinar dos convites dos amigos para entrar na disputa. Na mesa cativa que ocupa no Ideal Clube, de onde contempla o mar, o pôr do sol e abraça os amigos, Airton Monte tomou a decisão de entrar na disputa e encarar o desafio de convencer quem já o reconhece como bom escritor de que merece o reconhecimento da intelectualidade e ocupar a cadeira que era do poeta Barros Pinho.

Airton Monte é um sessentão. Seu texto também amadureceu. Ele discorre sobre qualquer tema que envolva a terra que ama com a sabedoria dos grandes cronistas e poetas. Seu encontro com as letras nasceu da sua profissão, médico humanitário por vocação e psiquiatra por querer mais, conhecer e estudar o próprio homem. O aperfeiçoamento sempre esteve no diário de trabalho e sob os óculos arredondados e extravagantes que usa. A doença está deixando Airton Monte fragilizado, mas os pensadores, defensores da boa cultura e da imortalidade, o querem na academia, imortalizando quem imortalizou Fortaleza e a ética no texto e nas palavras.