Busca

Tag: Agenor Neto


08:51 · 15.09.2016 / atualizado às 08:55 · 15.09.2016 por

image

Requerimento de nº 2118/2016, de autoria do deputado estadual Agenor Neto (PMDB), solicita do Governo do Estado a liberação de 25% dos recursos arrecadados com multas para serem destinados para investimentos na saúde pública do Ceará.

“O que temos visto é o Governo do Estado dizer que não tem recursos para investir na saúde, abrir UTIs. Esse nosso requerimento vai justamente amenizar essa situação, viabilizando parte desses recursos”, disse Agenor Neto.

06:39 · 01.09.2016 / atualizado às 06:39 · 01.09.2016 por

Deputado Agenor Neto 12

O deputado Agenor Neto (PMDB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão plenária desta quarta-feira (31) para esclarecer o episódio ocorrido na semana passada, que culminou em desavenças com o deputado Osmar Baquit (PSD). A discussão envolveu também o deputado Tomaz Holanda, correligionário de Agenor Neto.

“Por dever e compromisso, pelo mandato que exerço, e busco desenvolvê-lo com muita seriedade e coerência, e também tomar posições quando acho que devem ser tomadas, quero aqui pedir desculpas ao povo, aos cearenses que me colocaram nesta Casa. A atitude que tomei na semana passada, realmente, não pode ser repetida”, disse.

Agenor Neto ressaltou que nada justifica o que ocorreu durante a sessão, mas pediu uma reflexão para as condutas, em razão de divergências políticas. Para ele, é inadmissível que uma contrariedade possa ser motivo para agressão familiar com palavrões, como alegou ter sofrido. “O deputado não tinha porque agredir com palavras meu pai, uma pessoa que luta pela vida e que é um exemplo para mim”, declarou.

O parlamentar foi aparteado pelos deputados Danniel Oliveira (PMDB), Dra. Silvana (PMDB), Gony Arruda (PSD), Renato Roseno (Psol), Audic Mota (PMDB), Tomaz Holanda (PMDB), Rachel Marques (PT) e Dr. Santana. Todos parabenizaram o deputado pela sua postura.

09:40 · 27.08.2016 / atualizado às 09:40 · 27.08.2016 por

Deputado Agenor Neto 12

O deputado Agenor Neto acredita que a efetivação de Michel Temer na Presidência da República vai fazer o país andar.

“Espero que o desfecho do impeachment sirva para normalizar o funcionamento do país. Vou conseguir parte do dinheiro para manter o hospital regional de Iguatu no ministério da saúde e o estado terá que fazer sua parte”, disse agenor neto.

Agenor Neto, está cuidando da reeleição do prefeito Aderilo Filho. Aliás, reeleição tranquila.

06:08 · 15.08.2016 / atualizado às 22:32 · 14.08.2016 por

agenor 10

Durante pronunciamento na sessão plenária da Assembleia Legislativa, o deputado Agenor Neto criticou a falta de compromisso de alguns gestores com a educação dos seus respectivos municípios. Para o parlamentar, quem tem compromisso com o povo investe principalmente em educação, que é o caminho mais rápido para o desenvolvimento social.

Agenor Neto lembrou que, enquanto o governo do Estado diz que não tem dinheiro para dar aumento aos professores da rede estadual, o prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara pagou o piso dos educadores com data retroativa a janeiro de 2016. “Quem tem mais recursos? É o governo do Estado, que não abriu diálogo, que não deu o piso aos professores, ou a prefeitura de Iguatu, que através do prefeito Aderilo conseguiu cumprir sua obrigação com os professores”, indagou.

10:52 · 12.08.2016 / atualizado às 10:52 · 12.08.2016 por

agenor 10

O deputado Agenor Neto usou a tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão plenária desta quinta-feira (11/09), para chamar atenção sobre a falta de segurança pública na região Centro Sul do Estado. De acordo com o parlamentar, a insegurança só aumenta e, enquanto isso, a cadeia pública de Iguatu continua interditada.

Segundo Agenor Neto, a unidade prisional está interditada pela Justiça há mais de um ano devido a problemas nas instalações hidrossanitárias e elétricas. “Até hoje o governador Camilo Santana não resolveu o problema. A delegacia Regional de Iguatu, que tem duas celas para atender oito presos, está com mais de 25 detentos”, disse.

O parlamentar informou que no sábado (20/08), o governador do Estado vai lançar na região Centro Sul o Batalhão do Raio. “O Raio é importante, mas não entendo o porquê do governador lançar esse programa na região se não tem onde prender os bandidos, já que a cadeia está interditada”, indagou. Na avaliação de Agenor Neto, está havendo uma ação eleitoreira para dar uma falsa sensação de segurança.

09:19 · 10.08.2016 / atualizado às 09:19 · 10.08.2016 por

image

*Meus irmãos, minhas irmãs de Iguatu, do Centro-Sul e do Ceará*”

“Nesta terça-feira, 9, em Brasília – capital da República, estive com o Senador Eunicio Oliveira e com o Prefeito Aderilo Alcântara, em audiência com o *Presidente da República do Brasil, Michel Temer*, que demonstrou todo o carinho, respeito e atenção para com nosso povo do Centro-Sul, e, em especial para com a nossa cidade de Iguatu, dizendo ele que ficou marcado e guardado em seu coração, inclusive, em sua memória, a vibrante acolhida que os iguatuenses lhes proporcionaram, em sua visita a nossa cidade, em evento público por nós liderado, à época, lutando por mais recursos, Faculdade de Medicina, e projetos diversos em várias áreas de atuação em prol da nossa região e do Ceará como um todo.

Com o nosso prefeito Aderilo Alcântara, fizemos nesta tarde de terça-feira, uma explanação ampla das dificuldades que o município tem enfrentado na área de saúde pública, educação, sistema de abastecimento d’água e, também, liberação de Emendas para pavimentação asfáltica nos bairros e zona rural de nosso município, que já eram pra ter sido executadas há mais de dois anos.

Na saúde, por exemplo, nossa grande preocupação, mostramos infelizmente, as perseguições que temos sofrido por parte do Governo do Estado do Ceará, que repercute como tragédia aos mais necessitados, com ausência de maiores recursos ao Hospital Regional de Iguatu.

Iguatuenses, ao perceber a gravidade dos fatos verdadeiros por nós demonstrados, o Presidente se mostrou sensível para com a situação, ligando imediatamente, ao Exmo. Sr. Ministro da Saúde da República, e, determinando para nesta quarta-feira, dia 10, ocorra reunião de caráter urgente, com o objetivo de tratar pessoalmente do assunto em discussão.

Sobre a Faculdade de Medicina do Centro-Sul, o Presidente Michel Temer ligou também para o Ministro da Educação, Mendonça Filho, determinado, solenemente, que nos receba e der total prioridade ao pleito do Iguatu sobre o tema – educação de nível superior.

Os recursos que estão atrasados, desde o ano de 2014, que são para pavimentação asfáltica nos bairros Alto Jucá, Cocobó, Vila Coqueiro, Flores e o restante dos bairros João Paulo II, Areias, Cohabs, Santo Antônio, como também, para a pavimentação da estrada da barra, o Presidente Michel Temer determinou a sua liberação imediatamente.

Em nome dos iguatuenses quero agradecer, publicamente, ao Senador Eunicio Oliveira, que tem sido um solidário amigo e defensor do Iguatu e da Região Centro-Sul, e ao Presidente da República, Michel Temer, pela demonstração de carinho, atenção e determinação em trabalhar para resolver os problemas que apresentamos, com responsabilidade, compromisso e amor ao nosso povo.

Quero compartilhar com cada um de vocês, a minha alegria e a certeza que melhores dias teremos, em breve!”

Grande abraço!
Que Deus abençoe a todos nós!

*Agenor Neto*
*Deputado Estadual*

10:53 · 04.07.2016 / atualizado às 10:53 · 04.07.2016 por

agenor 10

O deputado Agenor Neto criticou na Assembleia Legislativa, a falta de compromisso do Governo do Estado em relação aos investimentos da saúde pública do Ceará.

O parlamentar destacou requerimento de sua autoria, que pede a liberação, por parte do Governo do Estado, de emendas parlamentares, no âmbito do Programa de Cooperação Federativa (PCF), destinadas à área da saúde pública estadual. Ele ressaltou que, dentre essas emendas, R$ 500 mil foram destinados por ele para o custeio do Hospital Regional de Iguatu, mas nada ainda foi liberado.

Agenor Neto criticou o governador Camilo Santana que, na última quarta-feira (29), liberou recursos para aquisição de ambulâncias para diversos municípios, e enquanto isso manda a sua base aliada votar contra a liberação de recursos para atender os hospitais polos do interior. “O requerimento de minha autoria é para que o Governo libere as emendas de todos os deputados que destinaram recursos para a saúde do Ceará”, disse.

O peemedebista salientou que, diariamente tem vivenciado o drama da população cearense, tanto da capital como do interior, que não possuem as condições mínimas de atendimento nas unidades de saúde por falta de recursos. “Nem os remédios, cujos recursos o Governo desconta de forma antecipada, estão sendo repassados para os municípios”, pontuou.

10:21 · 17.06.2016 / atualizado às 10:21 · 17.06.2016 por

agenor neto

O deputado Agenor Neto (PMDB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa, durante a sessão plenária desta quinta-feira (16/06) para criticar o Governo do Estado pela falta de liberação de recursos de emendas parlamentares para a saúde da região Centro Sul. O parlamentar lembrou que conseguiu aprovar na Lei Orçamentária Anual (LOA) uma emenda de R$ 7 milhões para o Hospital Regional de Iguatu, porém até o momento nada foi liberado.

Agenor Neto também informou que alocou, por meio do Programa de Cooperação Federativa (PCF), recursos no valor de R$ 500 mil para o hospital de Iguatu, mas os recursos não foram liberados, enquanto emendas de outros parlamentares foram atendidas. “Essa emenda é do ano passado e até hoje não foi liberada, mas o governo liberou emendas dos deputados da sua base de apoio. Observem bem como o governo trata os deputados, e os recursos para a saúde”, disse.

O parlamentar disse que no ano passado se reuniu com o secretário de saúde do Estado, Henrique Javi, e solicitou a liberação de R$ 1,6 milhão para o custeio do mesmo hospital, e até hoje não houve uma resposta. “Houve também um encontro de prefeitos do Centro Sul com o Executivo e nenhuma demanda foi atendida”, explicou.

Segundo o peemedebista, um grupo de vereadores de oposição do município de Iguatu foi ao Ministério Público local pedir a intervenção no hospital regional. “No meio desse grupo tem uma vereadora do PCdoB, a Cida Albuquerque, que inclusive está sendo denunciada pela compra de votos, e esse inquérito não sai do Ministério Público, está lá há dois anos, isso é muito grave”, disse.

Agenor Neto disse que encaminhou novamente requerimento de sua autoria solicitando a liberação de recursos das emendas de todos os deputados para investimentos na saúde. “Esse painel vai mostrar quem realmente tem compromisso com o povo, e quem tem discurso que não condiz com a prática”, pontuou.

O parlamentar foi aparteado pelos deputados Evandro Leitão (PDT), Tomaz Holanda (PMDB), Roberto Mesquita (PSD) e Ely Aguiar (PSDC).

07:25 · 16.06.2016 / atualizado às 07:25 · 16.06.2016 por

agenor 10

O deputado Agenor Neto externou, durante pronunciamento na sessão plenária desta quarta-feira (15/06), preocupação com a possibilidade de a vaquejada não ser oficializada como esporte no Brasil, sobretudo no Ceará. Atualmente existe uma lei no Estado que regulamenta o esporte e está sendo analisada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O deputado destacou a importância da atividade no Ceará, que além de manter a tradição nordestina, se apresenta como fonte geradora do turismo, gerando mais de 200 mil empregos no ano. “São números muito significativos e, nesse momento de crise acentuada, não podemos perder o potencial de geração de emprego e de resgate da cultura do homem nordestino”, destacou.

O parlamentar relatou que seu pai, José Ilo Dantas, quando foi prefeito de Quixelô, construiu um parque de vaquejada que gerava emprego e renda, além de levar pessoas para o município. Ele também lembrou que, da mesma forma, em Iguatu, seu pai foi fundador do Parque João Vicente Alves, que sediou o 1º Circuito Brahma de Vaquejada. “Foi o maior evento daquele momento”, disse.

Agenor Neto informou ainda que participou, no último dia 11, no município de Morada Nova, da festa do Dia do Vaqueiro, que ocorre há mais de 70 anos na cidade. “Pude presenciar a preocupação dos vaqueiros com a possibilidade de acabar com a vaquejada”, pontuou.

O peemedebista enalteceu a luta do senador Eunício Oliveira pela renegociação das dívidas dos agricultores nordestinos. “Essa lei vai ocasionar um estímulo para que os nossos agricultores possam continuar produzindo, nesse momento tão difícil que vive o nordeste brasileiro, com uma das piores secas da história”, ressaltou.

15:34 · 10.06.2016 / atualizado às 15:38 · 10.06.2016 por

image

O deputado estadual Agenor Neto (PMDB) destacou, durante pronunciamento na sessão plenária desta quinta-feira (09/06), a audiência com o senador Eunício Oliveira (PMDB) e com o ministro da Educação, Mendonça Filho, para tratar da liberação da Faculdade de Medicina para Iguatu.

O encontro aconteceu na quarta-feira (08/06), em Brasília, e segundo o parlamentar, ficou garantido pelo ministro que até o próximo mês o MEC irá lançar o edital com a viabilização da Faculdade de Medicina em Iguatu. “Saímos convictos de que essa nossa luta irá se consolidar, porque entendemos que o curso de Medicina é de grande importância para o desenvolvimento do nosso município”, disse.

Agenor Neto observou que, antes do afastamento da presidente Dilma Rousseff, o governador do Estado, Camilo Santana, informou que a Faculdade de Iguatu já havia sido viabilizada. “Quando houve esse anúncio, ocupei esse espaço para dizer que não havia nada para comemorar, pois não havia publicação de nenhum edital, mas mesmo assim usaram até carros de som em nosso município para anunciar a liberação do curso, mas era apenas politicagem”, afirmou.

O parlamentar destacou que, ainda na quarta-feira, ele e o senador Eunício Oliveira também se reuniram com o ministro da Aviação Civil, Maurício Quintella, para tratar da liberação de recursos, no valor de R$ 78 milhões para ampliação do Aeroporto do Cariri. “O senador Eunício conseguiu o compromisso do ministro em viabilizar esses recursos para a concretização desse importante empreendimento”, disse.

Agenor Neto também informou que cobrou do ministro a liberação de recursos para ampliação do aeroporto Tomé da Frota, em Iguatu. “Essa obra é muito importante para o desenvolvimento do município e do Estado já que vai viabilizar voos para Fortaleza e outras cidades do Nordeste”, assinalou.

 

06:36 · 09.06.2016 / atualizado às 22:57 · 08.06.2016 por

image

O deputado estadual Agenor Neto (PMDB) e o senador Eunício Oliveira (PMDB) se reuniram nesta quarta-feira (08/06) com o ministro da Educação Mendonça Filho, para tratar sobre a liberação da Faculdade de Medicina para Iguatu. “Demagogicamente, no apagar das luzes do governo anterior anunciaram a liberação desses cursos, inclusive publicaram em jornais, em sites, em carros de som, quando na verdade nada foi concretizado, apenas politicagem”, disse Agenor Neto.

Segundo Agenor Neto, durante a reunião o ministro sinalizou com um prazo para a publicação do edital autorizando a abertura dos cursos em Iguatu. “O que o ministro nos disse foi que num prazo de 30 dias o MEC estará solucionando a pendência, inclusive com a publicação do edital”, disse. “Estamos atentos nessa luta, com apoio total do senador Eunício Oliveira, para que possamos consolidar mais esse sonho para a região Centro Sul”, completou.

Aeroporto de Iguatu

O parlamentar também esteve em audiência com o ministro da Aviação Civil, Maurício Quintella (PR), para tratar da liberação de recursos para ampliação do Aeroporto de Iguatu. “Essa obra é muito importante para o desenvolvimento do nosso município, pois vai viabilizar vôos comerciais para Fortaleza e outras cidades do Nordeste, gerando emprego e renda para a nossa região”, disse.

09:52 · 11.05.2016 / atualizado às 09:52 · 11.05.2016 por

agenor 10

O deputado Agenor Neto(PMDB), esteve com o vice-presidente Michel Temer. Passaram uma hora conversando. O encontro vazou.

Agenor Neto tem dito que seu projeto é  Iguatu e ficar no Ceará. Ministro? DNOCS? BNB? Ele não revelou nada.

07:30 · 04.05.2016 / atualizado às 07:30 · 04.05.2016 por

Agenor neto 4

O deputado Agenor Neto (PMDB) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa, durante a sessão plenária desta terça-feira (3) para destacar uma reportagem do Jornal Diário do Nordeste que aponta uma investigação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) em relação à gestão da saúde pública do Estado.

Segundo a reportagem, as deficiências no setor da saúde do Estado estão sendo investigadas em três auditorias realizadas pelo TCE, envolvendo a administração de unidades de saúde por organização social, terceirização de profissionais por meio de cooperativas e a gestão da Saúde por meio do Executivo.

Para o parlamentar, existe uma desgorvenança por parte do Governo do Estado. “Neste mês estamos completando um ano da grande crise da saúde em nosso Estado, com repercussões até na imprensa nacional, e até agora nada foi feito, como mostra claramente a reportagem do jornal”, disse. Ele lembrou que durante a campanha eleitoral foi vendida a imagem de uma saúde para ser exemplo para o resto do país. “Inclusive na época, o ex-deputado Ciro Gomes, ao ser nomeado para a Secretaria de Saúde do Estado, tentou acabar com os piscinões dos hospitais de Fortaleza, mas seus métodos resultaram na morte de vários pacientes do interior, que não puderam ser transferidas para a Capital”, pontuou.

Falta de prioridades

Agenor Neto voltou a criticar a falta de prioridades na aplicação dos recursos dos governos Cid Gomes e do atual, Camilo Santana. “O governo anterior priorizou, em detrimento da saúde do Ceará, a construção de um aquário, que já custou mais de R$ 100 milhões, e o atual está festejando a conquista de um empréstimo de mais de R$ 400 milhões para a continuidade dessa obra”, observou.

O peemedebista lembrou a aquisição pelo Estado de quatro tatuzões (equipamento para cavar túneis) por um preço de R$ 137 milhões. “Nós pagamos mensalmente R$ 3,5 milhões para fazer uma revisão desses equipamentos, e de 2012 até agora já foram gastos R$ 140 milhões, e enquanto isso o povo morre por falta de atendimento na saúde”, lamentou.

O deputado conclamou a imprensa para verificar in loco a situação crítica na saúde dos municípios do interior do Ceará. “Podem ter a certeza: o problema da saúde no interior é tão ruim quanto na capital ou pior. Muitos estão morrendo porque não conseguem uma transferência para um leito de UTI”, disse.

10:05 · 30.04.2016 / atualizado às 10:05 · 30.04.2016 por

agenor

O deputado Agenor Neto (PMDB) recebeu nesta semana em seu gabinete, a visita do pré-candidato a prefeito do município de Saboeiro, Germano Gomes Florentino (PT) e do vereador professor Mozer, do PCdoB.

Na oportunidade, as lideranças solicitaram o apoio do deputado para a liberação de recursos pelo Governo do Estado para a realização de algumas demandas no município.

Na Lei Orçamentária desse ano, o deputado Agenor Neto alocou a quantia de R$ 110 mil reais para a construção de abastecimento de água e aquisição de um dessalinizador para a região.

No encontro também ficou definida a data de 28 de maio para a realização de um encontro na cidade de Saboeiro, com a presença do parlamentar. “O germano é uma forte liderança no município de Saboeiro, e o nosso compromisso é trabalhar para estarmos junto no pleito que se aproxima”, afirmou Agenor Neto.

08:39 · 29.04.2016 / atualizado às 08:39 · 29.04.2016 por

agenor 10

O deputado Agenor Neto (PMDB) cobrou, durante pronunciamento na sessão plenária desta quinta-feira (28), explicações do Governo do Estado quanto ao desabastecimento de medicamentos nas unidades de saúde do interior do Ceará. O parlamentar usou a informação de uma matéria do jornal Diário do Nordeste, sofre a falta de medicamentos. “Infelizmente, pessoas estão morrendo devido a essa falta de repasses de medicamentos pelo Governo do Estado”, disse.

O deputado destacou que, apesar da responsabilidade pela aquisição dos medicamentos ser do Governo do Estado, as pessoas entendem que a culpa é dos prefeitos. Ele rechaçou a informação da Secretaria de Saúde do Estado de que os repasses ao município de Iguatu teriam sido normalizados desde o dia 12 de abril. “Essa informação do governo não é verdadeira. Os repasses não estão em dia para nenhum dos 181 municípios incluídos nessa central de compras”, pontuou.

Agenor Neto informou que o Governo repassou para Iguatu apenas R$ 100 mil, referente a 2015. “O Governo ainda deve ao município de Iguatu, referente ao ano passado, a quantia de R$ 30 mil reais”, explicou. Ele disse que o mais grave é que o Estado desconta esses recursos mensalmente da cota do ICMS dos municípios o valor correspondente para a compra dos medicamentos. “Já estamos em abril de 2016, e o Estado ainda não repassou um único centavo. Imaginem a situação das pessoas que dependem desses medicamentos para viverem. Muitos estão morrendo pela irresponsabilidade de um governo que não prioriza a vida das pessoas”, lamentou.

O peemedebista informou que devido à falta desses medicamentos, as pessoas estão recorrendo à justiça para exigir que os municípios comprem esses medicamentos. “A maioria dos municípios não tem condições para cobrir as responsabilidades do Governo do Estado, que retém o dinheiro dos municípios e não compra os medicamentos”, disse.

O parlamentar foi aparteado pelos deputados Ely Aguiar (PSDC), Daniel Oliveira (PMDB) e Dra. Silvana (PMDB). Todos concordaram com a posição de Agenor Neto.

06:55 · 28.04.2016 / atualizado às 07:49 · 28.04.2016 por

agenor 10

A caótica situação da saúde pública no país, especialmente no Estado do Ceará, foi um dos temas do pronunciamento do deputado Agenor Neto (PMDB) durante sessão plenária desta quarta-feira (27) na Assembleia Legislativa. De acordo com o parlamentar, não há mais dinheiro para salvar vidas humanas.

Segundo o deputado, o Governo Federal não cumpre com suas obrigações e não faz as transferências dos recursos, obrigando os municípios a cobrirem os atrasos, deixando de pagar a folha de pagamento e fornecedores. “Os recursos federais destinados ao custeio de ações de média e alta complexidade ( MAC) e para a atenção básica (PAB) estão em atrasos. O governo só repassou até o mês de fevereiro”, informou.

O parlamentar destacou a administração do prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, que continua pagando os servidores em dia, apesar das dificuldades. “Os servidores estão em dia, mas os fornecedores e prestadores de serviço estão, com certeza, em atrasos. E essa mesma situação os outros municípios do país estão passando”, disse.

Agenor Neto voltou a criticar o Governo do Estado pela falta de compromisso nos repasses de medicamentos para as unidades de saúde do interior. “É descontado mensalmente do ICMs dos municípios os recursos para a compra desses medicamentos, e no caso de Iguatu, o governo deve de medicamentos ainda do ano passado, cerca de R$ 30 mil reais. Em 2016, não foi repassado nada”, informou.

O peemedebista destacou os gastos realizados pelo Governo do Estado que ele considera desnecessários. “Só com manutenção preventiva de equipamentos para a construção do metrô, desde 2012, foram gastos US$ 36 milhões, recursos queimados e, enquanto isso, nossos irmãos cearenses morrem por falta de medicamentos”, pontuou.

O deputado cobrou o posicionamento da Aprece em relação à omissão do Governo do Estado, que não tem respeitado os direitos dos municípios cearenses na área da saúde. Ele informou ainda que no período de 9 a 12 de maio os prefeitos do país irão realizar uma marcha para Brasília para mostrarem que não suportam mais a atual política de saúde do país.

21:55 · 21.04.2016 / atualizado às 21:55 · 21.04.2016 por

agenor 10

Durante pronunciamento na sessão plenária desta quarta-feira (20) da Assembleia Legislativa do Ceará, o deputado Agenor Neto voltou a criticar o Governo do Estado pela falta de definições de prioridades nos investimentos e gastos dos recursos públicos.

Agenor Neto disse que esse tipo de situação só atinge a população mais pobre do Estado. Ele citou as sucessivas mensagens que o Governo enviou à Assembleia, no ano passado, propondo aumento de impostos sobre produtos e serviços. “Simultaneamente a isso, foi enviada a esta casa mensagem solicitando autorização para empréstimo em dólares para construir novas unidades de saúde, sem sequer ter os recursos para o custeio”, pontuou.

O parlamentar estranhou o fato de o Governo do Estado não ter recorrido ao Supremo Tribunal Federal para reduzir os juros da dívida pública estadual. “Governadores de nove estados recorreram ao Supremo Tribunal Federal e conseguiram reduzir as suas dívidas, mas o Ceará não foi nem atrás de resolver isso, sinal de que tem muito dinheiro guardado”, disse.

O peemedebista destacou o novo aumento na conta da energia elétrica no Ceará, que poderá atingir 13,64%. “Quem vai ser mais taxado são as pessoas que menos tem. Com esse aumento nós seremos campeões, pois nos outros estados, como Alagoas e Rio Grande do Norte, o reajuste foi de 7%, e em Sergipe, 5%.”, afirmou.

09:03 · 21.04.2016 / atualizado às 09:03 · 21.04.2016 por

agenor 10

O deputado Agenor Neto (PMDB) voltou a destacar a situação crítica que enfrenta a saúde pública do Estado do Ceará. O parlamentar informou que a União repassa três vezes mais recursos para o estado de Pernambuco do que para o Ceará. “O governador reclama dos investimentos desiguais do Governo Federal, mas não faz sequer uma cobrança”, disse.

O peemedebista lembrou que o Estado não tem distribuído de forma isonômica os recursos nas regiões do Estado, priorizando a região Norte. “O Estado investe quatro vezes mais na região norte do que em outras regiões, como por exemplo a região Centro Sul”, pontuou. “É um governo que não prioriza a saúde”, completou.

O deputado informou que o Governo do Estado desconta o dinheiro dos municípios para a compra de medicamentos e não repassa de forma integral para os postos de saúde. “Os medicamentos não chegam aos municípios e quem está levando a culpa são os prefeitos. É uma vergonha”, afirmou.

Ainda segundo Agenor Neto, é inaceitável que o Governo do Estado gaste cerca de R$ 4 milhões de reais ao mês para fazer a manutenção de quatro tatuzões (máquinas para escavar túneis), enquanto a saúde vive em estado de negligência. “O Governo gasta uma quantia exorbitante para fazer a manutenção desses equipamentos, que não estão servindo para nada, e não tem R$ 250 mil para repassar para o Hospital Regional de Iguatu”, destacou.

13:09 · 16.04.2016 / atualizado às 13:09 · 16.04.2016 por

image

O deputado Agenor Neto está em Iguatu, sua grande paixão. Foi convocado pela cúpula do PMDB para acompanhar a votação em Brasília, optou em acompanhar com amigos em Iguatu.

Agenor, disse que não pode se afastar de Iguatu porque prepara para apresentar a chapa que vai disputar a eleição em Iguatu. Citado em tidas as pesquisas para prefeito de Fortaleza, Agenor já avisou que sua prioridade é Iguatu e a reeleição do amigo e companheiro Aderilo Filho.

06:30 · 02.04.2016 / atualizado às 19:14 · 01.04.2016 por

agenor

Durante um aparte na sessão plenária de quarta-feira (30), na Assembleia Legislativa, o deputado Agenor (PMDB) demonstrou preocupação com a possível renegociação de dívidas do Estado com a União. O Ceará tem atualmente uma dívida superior a R$ 5,8 bilhões de reais com o Tesouro Nacional e com instituições financeiras públicas, situação que pode leva-lo a aderir ao Plano de Auxílio aos Estados e Distrito Federal que está sendo proposto pelo Governo Federal.

O parlamentar lembrou que o projeto de lei complementar que trata da renegociação das dívidas, caso seja aprovado da forma como foi enviado ao Congresso, trás sérios prejuízos para o funcionalismo público estadual. “Se concretizando essa negociação, vai haver congelamento de salários, impedimento de nomeação de aprovados em concurso público, e até aumento no percentual de contribuição previdenciária do servidor”, observou.