Busca

Tag: Lula


08:47 · 27.04.2016 / atualizado às 08:47 · 27.04.2016 por

Lula e Guimarães

Líder do governo Dilma na Câmara dos Deputados, o deputado José Guimarães é presença diária nos gabinetes do Senado. Ele acompanha o calvário de Dilma.

Guimarães gosta de usar expressões do futebol nas suas entrevistas para fazer comparações com a política. Na reunião da comissão do impeachment no Senado, Guimaraes disparou: “Eu acredito”. Ele escreveria ao possível arquivamento do processo.

06:34 · 24.04.2016 / atualizado às 19:24 · 23.04.2016 por

foto_criada_2

Em Brasília, é dado como certo um entendimento entre Lula e Temer. O vice-presidente é um político que sempre dialogou com Lula, garante um dos líderes do projeto que pretende fazer de Michel Temer, presidente do Brasil.

Eliseu Padilha, homem  forte do PMDB garante que ganha a tese do afastamento. Terá entre 62 e 68 votos. Para tirar Dilma do planalto são necessários 54 votos.

13:19 · 17.04.2016 / atualizado às 13:19 · 17.04.2016 por

lula

Hoje, fortaleceu ainda mais a tese das eleições gerais em outubro. Esse caminho seria aberto se Dilma renunciasse o mandato.

Ontem, em pronunciamento, o líder do governo, deputado José Guimarães falou no tema, mas citando que através do “diálogo cabe tudo, menos golpe”.

O ex-presidente Lula, que tinha viajado para São Paulo, retornou a Brasília. Ontem, Lula fez pronunciamento em evento dos movimentos sociais e disse para 1 mil e 500 pessoas que “tava difícil. Os deputados uma hora está de um lado, outra irá de outro”. Lula praticamente teria jogado a toalha, dizem analistas.

09:05 · 15.04.2016 / atualizado às 09:05 · 15.04.2016 por

lula e guimarães

É voz geral. Não tem negócio quando o avalista é a presidente Dilma Rousseff. Ele não cumpre os acordos. O deputado Guimarães, líder do governo na câmara dos Deputados é a maior vítima dela. Tudo que é acordado entre lideres de partidos e parlamentares, não é honrado pelo Palácio do Planalto. “O Lula honrava  a palavra, ela não”, dizem os deputados.

A tragédia de Dilma nasceu quando prometeu apoiar Eduardo Cunha e por trás tramou sua derrota. Foi a pá de cal. Cunha sentou na cadeira e comandou a pauta do país. Incluiu na sua pauta as “pedaladas” de Dilma, um crime denunciado por três grandes juristas do país, um deles legalista respeitável.

Dilma, Eduardo Cunha e Renan Calheiros vão pagar caro. O pior está sobrando para uma presidente que foi enganada pelos seus assessores escolhidos a dedo.

06:37 · 12.04.2016 / atualizado às 23:26 · 11.04.2016 por

lula6867

Para os analistas de plantão, o ex-presidente Lula está gastando todas suas energias para salvar Dilma Rousseff. O PT ele já salvou. O partido mostrou vitalidade, força, apesar da minoria nas ruas.

Lula está sendo derrotado pela força das ruas. Os deputados dizem que a pressão é grande e o governo Dilma perdeu para as manifestações e as forças sociais, políticas e populares, dizem.

O desfecho do domingo, segundo os analistas, vai depender das articulações  e das manifestações até domingo.

07:33 · 04.04.2016 / atualizado às 07:33 · 04.04.2016 por

deputados

Onde tem passado, o ex-presidente Lula tem comentado sobre a existência de “coxinhas” entre seus aliados.

Lula tem razão. Na política, quem está sob risco de perder poder perde aliados. Ficam ao lado daqueles que terão a caneta. Sempre estão ao lado de quem vai assumir o poder. Aí não tem cor partidária, todas as legendas abrigam esses políticos governistas. Os “coxinhas”, mostra a história, são traidores, falsos. Lula está de olho.

 

09:01 · 03.04.2016 / atualizado às 09:01 · 03.04.2016 por


Ivo face

O deputado estadual, Ivo Gomes (PDT) utilizou sua conta pessoal no facebook, neste sábado (02) para conceituar o ex-presidente Lula (PT) como “grande arquiteto da aliança com os ladrões alojados no PMDB”.

Ivo Gomes via Face:

– Lula não se achava, se tinha certeza. Por isso, se acostumou a se acompanhar com a fina flor da canalhice da política brasileira, dentro e fora do PT. Ele é o grande arquiteto da aliança com os ladrões alojados no PMDB . Ele impôs isso a Dilma. Taí o resultado.