Busca

Tag: Lula


05:05 · 03.08.2016 / atualizado às 05:05 · 03.08.2016 por

image

Na passagem pelo Ceará, o ex-presidente Lula, virou cabo eleitoral de Luizianne Lins e, em outro momento, esteve com Camilo, Cid e Ciro que estarão com Roberto Cláudio.

Na eleição municipal de 2012, os Ferreira Gomes venceram o candidato de lula e Luizianne em fortaleza, o deputado Elmano de Freitas.

A conversa nesse encontro teve como pauta assuntos nacionais tipo impeatchment, cenário para 2018.

10:04 · 30.07.2016 / atualizado às 10:04 · 30.07.2016 por

image

Réu na Lava Jato, Lula esnobou a decisão do juiz federal Ricardo Leite.

Lula disse que “a imprensa, a polícia e o ministério público é que precisam mostrar documentos que ele comprou os imóveis”. Para Lula, palavras não valem, só contrato de compra e venda, escritura, registro.

Lula quer politizar o processo na Lava Jato, cujo juiz é Sergio Moro.

09:10 · 29.07.2016 / atualizado às 09:10 · 29.07.2016 por

image

A deputada Luizianne Lins confirmou para segunda-feira sua convenção onde se tornará candidata a prefeita de Fortaleza pelo PT.

Luizianne Lins pertence a uma corrente do PT que acredita que Lula está sendo um perseguido político e tudo que está ocorrendo é um golpe congressistas contra um governo de esquerda.

17:17 · 15.07.2016 / atualizado às 17:17 · 15.07.2016 por

image

Porque o ex-presidente lula cancelou visita ao Ceará? Resposta: por causa da situação política do governador  Camilo Santana que vai apoiar Roberto Cláudio um adversário do PT na eleição em Fortaleza, mesmo sendo filiado ao PT.

Na mesma data que viria a Fortaleza, 22 de julho lula esteve em Caruaru, Pernambuco, onde apoia candidatura petista. Lula apoia Luizianne, não se sabe quando ele virá.

06:18 · 11.07.2016 / atualizado às 21:20 · 10.07.2016 por

lula

O ex-presidente Lula cancelou a visita que faria amanhã a Fortaleza, em apoio a pré-candidatura de Luizianne Lins.

Segundo o Instituto Lula, o ex-presidente remarcou a visita para o periodo posterior a eleição do novo presidente da Câmara dos Deputados.

O ex-presidente Lula havia cancelado a agenda no Cariri na semana passada.

12:10 · 07.07.2016 / atualizado às 12:10 · 07.07.2016 por

image

Luizianne Lins é determinada. Articulou e conseguiu lançar candidato a prefeito em Fortaleza e o candidato é ela.

Agora, em evento no hotel Praia centro para mais de mil pessoas, terá seu nome ratificado pelo homem forte do PT, o ex-presidente lula. Será dia 12.

09:22 · 04.07.2016 / atualizado às 09:22 · 04.07.2016 por

Em entrevista à revista alemã Der Spiegel publicada neste sábado, 2, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fala sobre a crise política e econômica enfrentada pelo Brasil. Ele rebate acusações de corrupção e defende a presidente afastada Dilma Rousseff, criticando o presidente interino Michel TemerAo ser questionado pela revista sobre o processo de impeachment em andamento contra Dilma, Lula voltou a falar em “vingança”. “O impeachment foi um ato de vingança do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o qual não ajudamos quando foi acusado de corrupção.”Lula reforçou também que ainda não foi provado nenhum crime cometido por Dilma. “Essa coisa toda com o orçamento não passa de uma acusação barata. Quem está insatisfeito com o resultado das últimas eleições, deveria esperar pelas próximas”, afirmou. “Uma mudança abrupta não faz bem para o país.”

Para o ex-presidente, as chances de que o impeachment não se concretize são boas. Seria necessário conseguir o apoio de apenas mais seis senadores, disse. Além disso, o presidente interino, Michel Temer, “cometeu muitos erros”.

“Ele se comporta como Fidel Castro, que se instalou em Havana com seus guerrilheiros. Temer parece acreditar que ficará no poder por 70 anos. Ele trocou o comando de todos os postos importantes, dos ministérios, do Banco Central, da Petrobras. É absurdo”, criticou Lula.

“Se a Dilma de fato voltar, vamos precisar de meio ano para contratar e dispensar gente de novo”, concluiu. A votação sobre o afastamento definitivo de Dilma está prevista para agosto.

O ex-presidente apontou a desaceleração econômica e uma “sociedade cada vez mais polarizada” como fatores que levaram ao processo de impeachment.

“Tudo isso se refletiu num Parlamento que não apenas bloqueou todos os projetos de lei do nosso governo, mas que também espreitava uma oportunidade de expulsar o PT, depois de quase 14 anos, do poder”, disse. “Parece que a democracia incomoda uma parcela da sociedade”, disse, referindo-se às “elites conservadoras.”

“Não tenho medo da prisão”
Quanto a acusações de corrupção contra ele, Lula afirmou que a mídia, mais especificamente a TV Globo, o taxou de corrupto ao afirmar que ele possui dois imóveis, apesar de ele não ser o proprietário deles. “Eles querem me desmoralizar perante à opinião pública.”

“Um juiz investiga o senhor. O senhor não tem medo de ser preso?”, perguntou a Der Spiegel. “Não tenho medo da prisão”, respondeu Lula. “Preocupa-me muito mais o fato de, na nossa democracia, parecer ser possível se tornar uma vítima de mentiras desse tipo.”

O ex-presidente afirmou que casos de corrupção estão vindo à tona graças ao PT, que estabeleceu as bases legais para isso nos últimos anos. “A crise é um sinal de que o Brasil avançou na luta conta a corrupção Um dia teremos orgulho do que está acontecendo no momento.”

“Não abandono uma companheira”
A Der Spiegel também abordou a nomeação de Lula para o cargo de ministro-chefe da Casa Civil, em março deste ano, suspensa pela Justiça. “O senhor queria escapar das garras do juiz, como supõem seus adversários?”, perguntou a revista.

Lula alegou não ter feito nada de errado e destacou que já havia sido convidado por Dilma para assumir o cargo no ano passado. “Eu achava que não havia lugar para dois presidentes no Palácio do Planalto, e recusei”, disse.

(Fonte:Terra Brasil)