Busca

Tag: PSDB


11:36 · 30.04.2017 / atualizado às 11:36 · 30.04.2017 por

Caso se confirme a expectativa de retomada econômica, o PSDB se afastará da base governista com vistas à disputa presidencial de 2018, segundo um dos principais quadros do partido, o senador Tasso Jereissati.

“Nossa missão é ajudar o governo nas reformas essenciais para que o Brasil dê a volta por cima, volte a crescer e retome o emprego”, disse Tasso, em entrevista em seu gabinete em Brasília. “Quando chegar as eleições, aí é outra historia. Cada um toma o seu rumo”. O senador tucano afirma que isso poderá ocorrer no segundo trimestre do ano que vem. Ele insiste em que o PSDB, mesmo fora do governo, continuaria defendendo reformas.

A afirmação parece questionar a posição, defendida por setores da base governista, de entrar na disputa presidencial de 2018 com candidatura única construída pelo palácio do Planalto.

Tasso não quis dizer qual o nome do PSDB com mais chance de ganhar a eleição. Ele afirmou que essa discussão “está muito mais fora do partido do que dentro” e disse que a prioridade é manter os parlamentares tucanos motivados e mobilizados em favor das reformas econômicas. “Nós mesmos só temos viabilidade eleitoral se o país tiver retomado o crescimento quando chegarem as eleições”, disse Tasso, presidente da Comissão dos Assuntos Econômicos (CAE) do senado. Segundo o senador, reformas como as da Previdência e a trabalhista, embora impopulares, são a única maneira de reerguer a economia e o emprego.

Tasso avalia que a rejeição das reformas é alimentada pelo PT e seus aliados com fins políticos. Mas o senador diz não ver força suficiente no movimento para que se sustente uma candidatura de Lula em 2018. “Lula só se elegeu quando conseguiu o apoio da classe média. Esses 20-25% de apoio ele sempre teve. No dia em que ele conseguiu sair desse teto e conseguiu o apoio da classe média, ele se elegeu. Mas esse apoio se perdeu e virou rejeição”.

O maior risco que o Brasil corre, diz Tasso, é a possibilidade de que a combinação de crise econômica e rejeição generalizada dos políticos devido às denúncias de corrupção, favoreça a eleição de um outsider em 2018. “Se nós, políticos, não formos capazes de resolver grandes questões nacionais, vamos assinar confissão de falência da nossa capacidade. E isso é perigoso porque a negação da política e dos políticos pode levar ao autoritarismo.

13:04 · 29.04.2017 / atualizado às 13:04 · 29.04.2017 por

O médico Rosemberg Freitas tomou posse no diretório municipal do PSDB de Juazeiro em cerimônia realizada no auditório do Iu-á Hotel.

O médico Rosemberg Freitas, do Grupo Anjo da Guarda, que assumiu a direção municipal do partido, deve lançar seu nome na disputa eleitoral. Rosemberg qter ser deputado federal.

Os médicos Régis Santana e Aluísio Brasil (presidente do PSDB do Crato), além da empresária Helaine Mendonça participaram da solenidade de posse de Rosemberg Freitas.

08:36 · 12.02.2017 / atualizado às 08:36 · 12.02.2017 por

O comando do PSDB vai partir para o ataque: quer o fim do sigilo das delações premiadas.

Os tucanos alegam que os procuradores s juízes estão em vantagem em relação aos advogados e pessoas citadas.

A estratégia é ter acesso às delações e preparar o contra-ataque. Os tucanos dizem que até as próprias lideranças estão com nomes na lama sem saber as denúncias e acusações. O comando do PSDB diz até ler tudo através da imprensa enquanto  o advogado do partido deveria saber.

10:56 · 11.02.2017 / atualizado às 12:26 · 11.02.2017 por

O senador Tasso Jereissati abriu seu gabinete em Brasília para receber lideranças políticas. Tasso está iniciando o processo de filiações de lideranças de peso eleitoral em Fortaleza e no Interior. O PSDB poderá ampliar a qualquer momento sua bancada na Assembleia Legislativa do Ceará. O PSDB poderá sair de um para cinco parlamentares.

Além de forte no atual governo Temer, o PSDB tem tudo para eleger próximo presidente e existência gire corrente tentando convencer Jereissati a disputar o governo em 2018.

10:45 · 01.02.2017 / atualizado às 10:45 · 01.02.2017 por

O PSDB foi convidado pelo governador Camilo Santana para fazer parte do governo. Os tucanos foram avisados que o empresário Maia Júnior  seria o nome tucano para o governo.

Com o PSB e o PSDB, Camilo isolou o PMDB e construiu uma base em Brasília. Os tucanos são os maiores aliados do governo Temer fiadores  da política econômica e das reformas. Camilo notou Maia Júnior no centro de decisões com a missão de fazer uma ponte entre Ceará e governo federal.

O PSDB tem uma convivência com o governo Camilo em nome do povo do Ceará, sustentam os tucanos que garantem estar apoiando candidato da oposição em 2018. É aguardar.

16:16 · 01.01.2017 / atualizado às 16:16 · 01.01.2017 por

O PSDB assumiu o posto de partido com maior população sob observação controle. O partido administra, agora, a cidade de São Paulo e a maioria das grandes cidades do interior paulista.

Os tucanos passaram partidos como o PMDB que governou durante duas décadas o maior número de eleitores. Veja o quadro.

PSDB – 48,8
PMDB – 29
PSB – 16,7
PSD – 13,6
PDT – 12,5
DEM – 10,9
PP – 9,8
PRB – 9,7
PL – 8
PTB – 6,9
PT – 5,8

13:50 · 10.12.2016 / atualizado às 13:50 · 10.12.2016 por

IMG_3530

Líderes do centrão e integrantes do PMDB manifestam-se publicamente, ou nos bastidores, contra a escolha do líder do PSDB, Antonio Imbassahy, para assumir a Secretaria de Governo, responsável pela articulação política.

O deputado Iimbassahy iria para o lugar de Geddel Vieira Lima.

(ILIMAR FRANCO)

17:23 · 09.12.2016 / atualizado às 17:23 · 09.12.2016 por

IMG_3498

O senador Tasso Jereissati (PSDB) e o deputado federal e presidente estadual do PSD, Domingos Neto, se reuniram no início da tarde desta sexta-feira (09). Durante o encontro, que aconteceu no escritório do senador tucano em Fortaleza, foram discutidos temas políticos.

“Nós conversamos sobre esse novo momento político, alinhamos pensamentos e ações. O mais importante é que trabalharemos em conjunto para trazer melhorias para o Ceará e sua população”, resumiu Domingos Neto.

09:38 · 14.11.2016 / atualizado às 09:38 · 14.11.2016 por

cartão reforma

Tucanos nutrem a expectativa que o Cartão Reforma, lançado na última quarta-feira(09) pelo Ministério das Cidades, seja o programa social “para o PSDB chamar de seu”.

A ideia é investir na marca principalmente em 2018, quando o orçamento deve ser maior.

08:22 · 09.11.2016 / atualizado às 08:22 · 09.11.2016 por

IMG_2570

O ex-presidente da União dos Vereadores do Ceará, Deusinho Filho, está com planos para chegar a Assembleia Legislativa.

Deusinho, que foi vereador e ex-secretário municipal de cinco pastas em Caucaia, mostrou força. Elegeu sua mãe, dona Flor, a quarta vereadora mais citada de Caucaia com mais de quatro mil votos.

Deusinho esteve com o senador Tasso Jereissati em Brasília, onde analisou cenários para se filiar ao PSDB.