Rock Nordeste

Categoria: Falecimento


15:10 · 22.02.2015 / atualizado às 15:10 · 22.02.2015 por
Renato Rocha (seg. da dir. para esq.) integrou a primeira formação da Legião Urbana
Renato Rocha (seg. da dir. para esq.) integrou a primeira formação da Legião Urbana

O ex-baixista da banda Legião Urbana, Renato Rocha, foi encontrado morto na manhã deste domingo (22) em um quarto de hotel em Guarujá, no litoral de São Paulo. O músico integrou a primeira formação da banda, ao lado de Renato Russo, Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá.

A notícia da morte foi divulgada pelo irmão de Renato pelas redes sociais. “Meu irmão acaba de falecer em sampa, ele foi baixista do Legião Urbana, Renato Rocha, Negrete”, disse Roberto da Silva Rocha.

O corpo do ex-baixista foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Guarujá.A causa da morte ainda não foi divulgada.

O ex companheiro de banda, Dado Villa-lobos se pronunciou pelo Facebook citando trecho de uma das músicas mais conhecidas da banda.”Fica a melhor lembrança, encontrou a paz. e, há tempos, muita saudade…”, disse.

16:20 · 22.12.2014 / atualizado às 16:32 · 22.12.2014 por

joe cocker

Morreu nesta segunda-feira (22), aos 70 anos, o cantor britânico Joe Cocker. Ele sofria de câncer de pulmão.

Cocker é mais conhecido por seu cover da música “With a Little Help From My Friends“, dos Beatles.

A versão chegou ao número um das paradas inglesas em 1968 e se tornou uma das canções emblemáticas do Festival de Woodstock. Também ficou marcada por servir de tema de abertura da série americana “Anos Incríveis”, que estreou no Brasil em meados da década de 1990.

“Se eu fazia algo, era para valer, com tudo, não me segurava. Me perdia na música”, afirmou Cocker sobre suas apresentações nos anos 60.

A última turnê de Cocker no país foi em 2012, quando se apresentou em São Paulo, Rio, Belo Horizonte e Porto Alegre. Antes disso, havia participado do Rock in Rio de 1991, no Maracanã.

“Gostaria de dizer para você que as turnês no Brasil foram maravilhosas”, disse Cocker, em sua última passagem pelo Brasil.

Cocker sobreviveu a momentos difíceis nos anos 1970, com crises de álcool e drogas, até que, em 1982, sua carreira foi ressuscitada pelo sucesso da balada “Up Where We Belong”, um dueto com Jennifer Warnes, tema do filme “A Força do Destino”.

As informações são da Folhapress

12:01 · 12.07.2014 / atualizado às 12:42 · 12.07.2014 por
Tommy era o último membro vivo da formação original dos Ramones. Reprodução/ Facebook.
Tommy era o último membro vivo da formação original dos Ramones. Reprodução/ Facebook.

Morreu nesta sexta-feira (11), aos 62 anos, Tommy Ramone, último membro fundador do The Ramones, uma das bandas icônicas do punk. O baterista faleceu em um hospital e tratava de um câncer no ducto biliar, segundo a BBC News.

Tommy faleceu aos 62 anos de idade. Foto: Getty Images.
Tommy faleceu aos 62 anos de idade. Foto: Getty Images.

Tommy foi baterista do grupo de 1974 a 1978 e co-produtor dos três primeiros álbuns dos Ramones: Ramones (1976), Leave Home (1977) e Rocket to Russia (1977)

O anúncio da morte do músico na fan page oficial do grupo no Facebook  traz palavras ditas por Tommy em 1978 em sua homenagem:

“The Ramones não era apenas música: era uma idéia. O grupo foi trazendo de volta uma sensação toda que estava faltando no rock – foi um empurrão para fora para dizer algo novo e diferente.  Originalmente, a banda era apenas algo artístico. Finalmente senti isso era bom o suficiente para todo mundo”.

15:12 · 25.04.2014 / atualizado às 17:48 · 25.04.2014 por
Felipe Cruz durante apresentação no Coverama. FOTO: Liberdade Criativa
Felipe Cruz (esq.) durante apresentação no Coverama. FOTO: Liberdade Criativa

“Vivia só para a música”, assim classifica Nazaré Cruz, mãe do guitarrista Felipe Cruz, 24, músico que faleceu no último dia 11 de abril após uma apresentação com sua banda no evento Coverama, mostra competitiva em que bandas covers repetem músicas e performances de seus artistas favoritos. Felipe era integrante da banda Evernight, que executava composições do grupo filandês Nightwish, e foi vítima de infarto fulminante logo após descer do palco. Como forma de homenagear o guitarrista, os organizadores do Coverama publicaram nesta sexta-feira (25) dois vídeos que registraram a última apresentação do guitarrista.

Nos registros, o músico parece feliz e satisfeito em tocar as canções Sacrament of wilderness” e “She is my sin”. “Ele sempre teve o apoio da família. Sempre demos a maior força para ele continuar a fazer o que gostava”, diz a mãe ressaltando que acompanhou os passos do filho desde os primeiros trabalhos. “Tenho todos os shows dele gravado”, diz.

Apesar de prestar tributo ao Nightwish, o atual grupo de Felipe Cruz preparava um álbum com músicas autorais, que deverá ser lançado ainda em 2014.

Homenagem

Como forma de manter a memória do guitarrista viva, o Coverama ainda irá prestar outra homenagem ao músico na final do evento, em setembro. “Nós sempre chamamos a banda campeã do ano passado para subir ao palco. Dessa vez, vamos convidar também a Evernight para tocar algumas músicas e entregar um DVD com todas as imagens do Felipe Cruz no evento para a família”, afirma Léo Porto, organizador da mostra. A celebração da vida de Felipe terá muito rock and roll, destaca o organizador. “Não queremos fazer uma homenagem triste, e sim algo que deixe todos alegres”, finaliza.

13:43 · 12.04.2014 / atualizado às 15:48 · 25.04.2014 por

guitarrista-coverama-2014Atualizada às 14h08

O guitarrista Felipe Cruz morreu na noite da última sexta-feira (11) após uma apresentação na 2ª eliminatória do Coverama, evento competitivo em que os grupos são avaliados pelas similidades sonoras e performáticas com bandas reconhecidas nacionalmente e internacionalmente. O músico era integrante da Evernight, que realiza apresentações covers do grupo filandês Nightwish.

>Coverama realiza homenagem e posta vídeos com apresentação do guitarrista Felipe Cruz; assista

O jovem começou a passar mal logo após descer do palco e foi encontrado desacordado no banheiro do Reggae Club, casa de shows que abrigava o evento. Segundo testemunhas que estiveram no local e pediram para não serem identificadas, o músico já estava sem pulso quando foi encontrada. Felipe recebeu os primeiros-socorros da própria vocalista da banda Evernight, que é médica.

Uma ambulância do SAMU foi deslocada até o local e tentou reanimar o jovem. Após as tentativas frustradas, o guitarrista foi encaminhado ao Instituto Dr. José Frota (IJF), mas acabou falecendo no trajeto. A causa da morte segundo a banda foi um infarto fulminante, mas a informação ainda não foi confirmada pelo SAMU.

O velório de Felipe Cruz acontece neste sábado (12), às 15h, no Cemitério Parque da Saudade.

Além da banda cover de Nightwish, ainda se apresentaram na noite grupos que tocaram músicas de nomes como Metallica, Charlie Brown Jr., Dream Theater, Luxúria, Ghost B.C, Paralamas do Sucesso e Muse.

 

15:11 · 17.03.2014 / atualizado às 15:50 · 17.03.2014 por
Foto: Getty Images.
L’Wren namorava o vocalista dos Stones há mais de 10 anos. Foto: Getty Images.

A estilista americana, ex-modelo e namorada de Mick Jagger, L’Wren Scott, 47, foi encontrada morta na manhã de hoje em seu apartamento em Nova York.

Segundo informações preliminares da polícia local, que recebeu um chamado da assistente pessoal de Scott pouco antes das 10h (11h em Brasília), ela estava com o pescoço amarrado em um lenço preso à maçaneta de uma porta. A polícia trabalha com a hipótese de suicídio, mas nenhum bilhete foi encontrado.

Famosa por vestir celebridades como as atrizes Sarah Jessica Parker, Nicole Kidman e Angelina Jolie no tapete vermelho, L’Wren Scott desfilava suas coleções na semana de moda de Londres.

Nesta temporada, por problemas de produção das peças, ela cancelou sua apresentação de outono-inverno 2014/2015, que ocorreria em fevereiro.

Há mais de 10 anos namorando o vocalista da banda Rolling Stones, a estilista fundou sua marca em 2006 focada em roupas para festa. Além das atrizes de Hollywood, uma de suas clientes mais famosas era a primeira-dama americana Michelle Obama.

Ao site americano ABC News, um porta-voz de Mick Jagger disse que ele está “devastado e chocado” com a notícia da morte de sua namorada.

As informações são da Folhapress

 

15:13 · 05.01.2014 / atualizado às 15:35 · 05.01.2014 por
phil-everly
Phil Everly morreu na última sexta-feira (3) devido a uma doença pulmonar.

Don Everly, um dos membros da dupla country dos anos 1950 Everly Brothers, disse ter recebido uma “mensagem espiritual especial” pouco antes de saber da morte de seu irmão, Phil –que morreu nesta sexta (3), aos 74 anos, devido a uma doença pulmonar, em Burbank, na Califórnia.

A doença foi resultado, segundo a mulher dele, Patti, do hábito que ele tinha de fumar muito. Ele formava com Don a dupla que marcou sua época com músicas como “Crying in the Rain“.

YouTube Preview Image

“Eu estava ouvindo uma das minhas músicas favoritas escritas por Phil e tive um momento emocional extremo, um pouquinho antes de receber a notícia de sua morte”, disse Don Everly.

“Eu interpretei isso como uma mensagem espiritual especial de Phil dizendo adeus. Nosso amor era e sempre será mais profundo que qualquer diferença terrena que pudéssemos ter tido.”

Ele acrescentou: “Eu amava demais meu irmão. Eu sempre achei que eu iria embora primeiro. O mundo pode estar de luto por um Everly Brother, mas eu estou de luto pelo meu irmão Phil Everly.”

everly-brothers-611x352

Os Everly Brothers foram um dos primeiros grupos a ser indicados ao Hall da Fama do Rock and Roll e uma das duplas mais influentes da história do rock, com sucesso no fim dos anos 1950 e início dos 1960.

As harmonias de Phil e Don, 76, influenciaram artistas como Bob Dylan, Beatles e Beach Boys. Entre seus temas mais conhecidos estão “Cathy’s Clown“, “Wake up Little Susie“, “Bye Bye Love” e “When Will I Be Loved“.

As informações são da Folhapress 

15:52 · 28.10.2013 / atualizado às 15:52 · 28.10.2013 por

O médico Charles Miller, que cuidou de Lou Reed e realizou um transplante de fígado no cantor, afirmou ao jornal “The New York Times” que o músico decidiu retornar para a sua casa em Nova York após saber que os médicos não poderiam mais ajudá-lo.

Último trabalho de Lou Reed foi o álbum "Lulu", com a banda Metallica. FOTO: Divulgação.Divulgação.
Último trabalho de Lou Reed foi o álbum “Lulu”, com a banda Metallica. FOTO: Divulgação.Divulgação.

Após passar pelo transplante, em abril deste ano, Reed afirmou em um comunicado: “Sou um triunfo da medicina moderna. Estou mais forte do que nunca”.

>>Ex-líder do Velvet Underground, Lou Reed morre aos 71 anos, diz revista

>>Famosos lamenta morte de Lou Reed; ‘sem você não haveria punk rock’, diz Billy Idol

Ele, porém, voltou à Cleveland Clinic, em Ohio (EUA), na semana passada, para tratamento. “Nós concordamos que fizemos tudo que podíamos”, disse o Miller ao “NYT”. Ao saber que não havia mais o que fazer, Reed decidiu deixar a clínica e voltar para Nova York.

Apesar do transplante recente, Lou Reed estava sóbrio desde a década de 1980 e tinha adquirido novos hábitos -era, por exemplo, um praticante regular de tai chi.

Ele morreu na manhã do último domingo (27), aos 71 anos. Andrew Wylie, seu agente literário, afirmou à agência de notícias Associated Press que o músico morreu de complicações da cirurgia.

Últimos trabalhos

Recentemente, Reed tinha ajudado a promover um livro de fotos de Mick Rok que registrou ele e outras lendas da música. Nascido no Brooklyn e criado em Long Island, ele fundou a banda Velvet Underground. O álbum de estreia, “The Velvet Underground & Nico” de 1967, com capa de Andy Warhol, se tornou um ícone.

Após deixar a banda no começo dos anos 1970, Reed se lançou em carreira solo e gravou os álbuns “Transformer” (1972), “Berlim” (1973), “Metal Machine Music” (1975) e “New York” (1989), entre outros e se tornou um dos mais influentes músicos do rock.

O músico era casado desde 2008 com a também artista Laurie Anderson, sua companheira de muitos anos. Amante da meditação, Reed gravou em 2007 seu último álbum solo, “Hudson River Wind Meditations”, de música ambiental. Seu último trabalho foi “Lulu”, de 2011, em parceria com o Metallica.

07:34 · 28.10.2013 / atualizado às 07:37 · 28.10.2013 por

famosos lamentam morte de lou reed

Famosos lamentaram através das redes sociais a morte de Lou Reed.

Em pouco tempo os tópicos “#RIPLouReed” e “The Velvet Underground” eram os mais comentados no Twitter. Em sua página oficial no Facebook, os fãs usaram a última foto postada na manhã de hoje para comentar a morte do músico.

A notícia foi publicada primeiramente pela revista “Rolling Stone”, e confirmada mais tarde pelo agente do músico no Reino Unido ao jornal inglês “The Guardian”.

Veja a repercussão da morte:

“Muito triste. Mas, hey, Lou, você sempre andará pelo lado selvagem. Sempre um dia perfeito.”
Salman Rushdie, escritor, pelo Twitter

“Descanse em paz, Lou Reed e obrigado. Você foi minha inspiração nos anos 1970, porque sem você não haveria punk rock.”
Billy Idol, músico, pelo Twitter

“Um dia triste na música. Descanse em paz, Lou.”
Josh Groban, cantor, pelo Twitter

“Descanse em paz, Lou Reed. Caminhe pelo lado pacífico.”
Perfil oficial da banda The Who no Twitter

“Muito triste por saber da morte de Lou Reed. É um grande choque.”
Kim Gordon, vocalista e baixista da banda Sonic Youth, pelo Twitter

“Adeus, Lou Reed. Você me deu força e me ajudou quando eu fraquejei.”
Carl Barat, ex-guitarrista dos Libertines, pelo Twitter

“Notícias terríveis. Foi um grande e singular poeta”
John Cusack, ator, pelo Twitter

“Triste por saber da morte de Lou Reed. Que estrela! Descanse em paz e obrigado por nos ceder “Perfect Day” para “Trainspotting””
Irvine Welsh,  escritor, pelo Twitter

As informações são da Folhapress 

14:48 · 27.10.2013 / atualizado às 20:34 · 27.10.2013 por
lou-
Lou Reed – 2/03/1942 + 27/10/2013

O mundo da música ficou mais pobre e silencioso neste domingo. Lou Reed, um dos principais nomes do rock nos últimos cinquenta anos, morreu hoje, segundo informações da revista americana Rolling Stone. A causa da morte ainda não foi anunciada, mas em maio passado Reed passou por um transplante de fígado.

Ex-guitarrista do Velvet Underground e compositor norte-americano,  Reed foi um dos maiores nomes do rock, inclusive, é  considerando um dos melhores guitarristas de todos os tempos.  Em junho passado ele vibrou com o sucesso que foi o seu transplante de fígado e disse que não via a hora de voltar a compor e sair em turnês. Bem, fica a nossa homenagem ao mestre.

YouTube Preview Image
Pesquisar

Rock Nordeste

Só mais um site WordPress
Posts Recentes

03h10mSelvagens à Procura de Lei lança single e videoclipe do álbum “Praieiro” no Dragão do Mar

03h10mLos Hermanos leva euforia a público fiel de Fortaleza em show do 4º retorno da banda

09h10mEdu Falaschi e banda cearense Coldness tocam clássicos do metal em Fortaleza

11h10mConfirmado: Iron Maiden fará show em Fortaleza em março de 2016

07h10mBlind Guardian arrebata público de Fortaleza com show impecável

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs