Rock Nordeste

Categoria: Músicos


17:39 · 05.01.2014 / atualizado às 18:22 · 05.01.2014 por

tony-iommi

Se inventássemos um ranking para as personalidades que nos inspiraram no ano, com certeza, Tony Iommi, guitarrista do Black Sabbath, ganharia o prêmio em 2013. Em 2012 ele anunciou que havia sido diagnosticado com um linfoma, e desde então, vem passando por sessões de quimioterapia.

Isso fez, inclusive, com que a banda adiasse as datas dos shows da turnê “Reunion” no ano passado. No entanto, Iommi anunciou em seu site que as sessões estão chegando ao fim, e que dará tempo de fazer uma turnê de responsa em 2014 com o Sabbath. Nada mau, né?

” Os melhores votos para o Ano Novo “, escreveu  Iommi em seu site oficial , “Depois de um ano brilhante, que foi 2013, vamos ter que fazer algo semelhante em 2014… Nós temos algumas boas coisas para o ano que vem . Em primeiro lugar, (a participação no) Grammy , em seguida, alguns shows nos EUA e Canadá, e no verão, uma rápida viagem pela Europa . ”

“Gostaria de dizer também que estou perto de terminar meu tratamento, e apesar de estar cansado, estou  com pensamento positivo. Muito obrigado a todos vocês por seu apoio contínuo . Eu não seria nada sem vocês”, concluiu ele.

iommi__brianSusto

Outro que, recentemente, assustou a todos os fãs com suspeita de câncer nos ossos foi o guitarrista do lendário Queen, Brian May. Depois de ter operado os joelhos no início de 2013, May sentiu fortes dores nas costas no natal,e  depois de fazer uma bateria de exames, precisou passar pelo drama de, possivelmente, ter a doença.

“Ao ouvir essa palavra, algo acontece dentro de você. Vi muitos amigos queridos passando por isso, meu pai perdeu sua batalha aos 66 anos, minha idade atual. O lado bom é que moveram terra e céu para juntar todas as informações. Falta apenas mais um escaneamento, posso me declarar otimista”, declarou o guitarrista. Os fãs podem ficar tranquilos, porque, aparentemente, está tudo bem com o rapaz.  É aguardar e torcer.

Riffs

Brian May e Tony Iommi, além do drama do câncer, tem outra coisa em comum. Eles estão preparando um disco de riffs. Na verdade, ainda está no plano das ideias, pois com a turnê do Sabbath e os trabalhos paralelos de May, ficou meio difícil. Mas que os mestres encontrem um tempinho, sentem juntos e façam logo esse disco. A nação roqueira agradece.

YouTube Preview Image

 

15:39 · 29.11.2013 / atualizado às 15:41 · 29.11.2013 por
Foto: Marcos Vini/ Rock in Rio.
Foto: Marcos Vini/ Rock in Rio.

O papel em que Bruce Springsteen escreveu à mão a música “Born to Run” irá a leilão em Manhattan no dia 5 de dezembro. Estima-se que o manuscrito arrecade entre U$ 70 mil (cerca de R$ 161 mil) e U$ 100 mil (R$ 230 mil), segundo o site NME.

O documento mostra o processo de trabalho de Springsteen, incluindo partes da letra que não foram gravadas na versão final e notas nas laterais.

A casa de leilões disse que o manuscrito estava em mãos do antigo empresário do músico, Mike Appel, porém o vendedor não foi revelado.

Segundo a casa, embora Springsteen seja conhecido por um intenso processo de trabalho, há apenas dois rascunhos identificados para esta música. “Born to Run” foi lançada em 1975 no álbum de mesmo nome -considerado o 18º melhor disco de todos os tempos pela revista Rolling Stones.

Sprinsteen já havia anunciado que seu novo álbum, “High Hopes”, será lançado em janeiro de 2014 e divulgado novo single. 

Com informações da Folhapress

14:51 · 11.11.2013 / atualizado às 14:54 · 11.11.2013 por

Notícia das mais tristes possíveis.  De acordo com jornais americanos de hoje, um integrante da banda Yellow Dogs, que foi mencionada por nós do  Rock Nordeste como uma das promessas do rock iraniano, disparou com um rifle contra três membros do grupo. O incidente, conforme publicou o The New York Times ocorreu na madrugada dessa segunda-feira no Brooklyn, onde os rapazes tinham fixado residência.

O “Wall Street Journal” afirmou que o atirador é Raefe Ahkhbar, que depois do atentado teria cometido suicídio.  Ahkhbar teria matado o guitarrista Soroush Farazmand ((Looloosh), o vocalista  Ali Eskandarian (Obaash) e o baterista Arash Farazmand, pois estava inconformado com sua expulsão da banda recentemente.

O Yellow Dogs foi formado em 2006 e depois de atuar clandestinamente no Irã resolveu tentar a sorte nos Estados Unidos, em Nova York. Formada em 2006, a Yellow Dogs atuava clandestinamente no Irã antes de fugir para Nova York.

Eles participaram do filme “No One Knows About Persian Cats (2009), do diretor Bahman Ghobadi, onde ficaram mais conhecidos no meio underground.

Na página oficial da banda, alguns fãs prestaram condolências ao grupo e seus familiares e muitos demonstravam estar estarrecidos com o ocorrido.  “Mas que diabos! Eu ainda estou em choque. Não posso imaginar esse tipo de tragédia”, disse Faranak Karimpour, um fã da banda.

YouTube Preview Image

 

 

17:40 · 17.10.2013 / atualizado às 17:45 · 17.10.2013 por

O super baterista Aquiles Priester, ex-integrante do Angra e fundador do Hangar, realiza workshop no próximo dia 18 de novembro em Fortaleza. O evento acontece às 20h no Teatro do IBEU (localizado na Rua Nogueira Acioli, 891 – Centro). Os ingressos já podem ser adquiridos na Loja Interarte pelo preço de R$ 30.

Workshop faz parte da turnê PsychOctopus Tour 2013, em que o baterista compartilha seus conhecimentos com amantes do instrumento em diversas capitais do Brasil. Aquiles Priester é conhecido mundialmente pelo alto nível técnico na execução das composições das bandas em que integrou. O músico é referência também na realização de vídeo aulas, tendo produzido 3 ao longo de sua carreira.

FOTO: Antõnio Rossa
FOTO: Antônio Rossa

11:06 · 01.10.2013 / atualizado às 11:06 · 01.10.2013 por

Por decisão dos líderes partidários da Câmara e do Senado, o Congresso adiou para o dia 15 de outubro a sessão solene de promulgação da proposta de emenda à Constituição (PEC) que concede isenção tributária a CDs e DVDs, a chamada de PEC da Música. O ato que validaria a matéria estava previsto para ocorrer nesta terça-feira (1º).

A expectativa é que alguns dos artistas que acompanharam a tramitação da proposta retornem a Brasília para participar da cerimônia, marada para as 11h30..

A PEC foi aprovada definitivamente no Senado na semana passada sob aplausos de cantores e compositores. Para os defensores da proposta, a medida vai baratear o processo de produção das mídias, beneficiando principalmente os artistas independentes que têm menos recursos.

Os artistas também apelaram para que as gravadoras repassem essa redução dos custos ao preço do produto, democratizando ainda mais o acesso a CDs e DVDs e reduzindo a comercialização de produtos piratas que não representam qualquer retorno aos músicos e atores.

Mesmo com o apoio da maioria da categoria artística, parlamentares da bancada amazonense tentaram travar a aprovação do texto, alertando que a isenção dos tributos prejudicará as empresas da região beneficiadas pelos incentivos da Zona Franca de Manaus.

A resistência atrasou a sessão de primeiro turno de votação no plenário, mas não foi suficiente para evitar que a proposta fosse aprovada por 61 votos a favor e 4 contrários.

07:49 · 25.09.2013 / atualizado às 07:50 · 25.09.2013 por

insencao de impostos sobre cds e dvds e aprovada no senado

Sob forte pressão de músicos e artistas, o Senado aprovou nesta terça-feira (24), em definitivo, a chamada PEC (proposta de emenda constitucional) da Música. A proposta isenta de impostos os CDs e DVDs produzidos no Brasil que tenham obras de autores ou intérpretes brasileiros.

A PEC segue para promulgação, após ser aprovada em segundo turno por 61 votos favoráveis e quatro contrários. Eram necessários 59 votos a favor para a matéria ser aprovada. O primeiro turno da votação ocorreu na semana passada, também com a aprovação da PEC por ampla maioria de votos.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), marcou sessão para a próxima terça-feira para promulgar a emenda constitucional. “O parlamento nacional tem priorizado a agenda da cultura”, afirmou Renan.

Liderados pela ministra Marta Suplicy (Cultura), os cantores e artistas lotaram a tribuna do Senado para acompanhar a votação –como Marisa Monte, Ivan Lins, Sandra de Sá, Léo Jaime, Fagner, e a produtora Paula Lavigne, entre outros.

A proposta tem como objetivo reduzir o preço dos CDs e DVDs para diminuir a pirataria no país. A imunidade tributária é a mesma que já vale para livros, jornais e periódicos, entre outros. A emenda constitucional também inclui os arquivos digitais, como downloads e ringtones de telefones celulares

O texto diz que todos devem conter “obras musicais ou literomusicais de autores brasileiros, e/ou obras em geral interpretadas por artistas brasileiros”.

Congressistas favoráveis à PEC afirmam que ela vai reduzir em 25%, em média, os custos dos CDs e DVDs comercializados no país com produção nacional.

Numa tentativa de preservar a Zona Franca de Manaus, onde se localizam as empresas do setor, o benefício não alcança o processo de “replicação industrial de mídias ópticas de leitura a laser”, que continua a ser tributado.

3 senadores votaram contra 

Apesar da exceção, os três senadores do Amazonas votaram contra a proposta e tentaram adiar a votação. O grupo fez pressão para aprovar três emendas à proposta, o que obrigaria o seu retorno à Câmara, mas foi derrotado sem o apoio da maioria dos senadores. Líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM) disse que o lobby dos artistas pressionou os senadores.

“O que está se fazendo é lobby de empresários usando artistas. Estamos dando imunidade para suporte industrial, não para conteúdo. Um Ipad, um notebook é um arquivo digital? Isso não fortalece os artistas, que têm como sua principal renda os shows”, afirmou o senador.

Suplente de Braga, o empresário Liro Parisotto acompanhou a votação no fundo do plenário do Senado. Parisotto é dono de quatro indústrias petroquímicas que produzem CDs e DVDs na zona franca de Manaus.

A cantora Rosemary rebateu Braga e disse que a bancada do Amazonas tentou “empacar” a votação, mas a classe artística acabou vitoriosa. “A gente não vai deixar de fazer os nossos produtos nas fábricas de Manaus, o que a gente não quer é pagar esses tributos.”

Em defesa da PEC, Paula Lavigne disse que a música estrangeira pagava menos tributos que as brasileiras produzidas no país. “Esperamos que isso seja repassado para o preço das músicas. Que as gravadoras entendam que isso deve ser passado ao preço final do consumidor.”

Indústria fonográfica em queda

Segundo dados da ABPD (Associação Brasileira dos Produtores de Discos), o mercado de CDs, DVDs e Blu-Rays registrou uma queda de 10% entre 2011 e 2012 no Brasil. Em contrapartida, houve um aumento de 83% nas receitas da área digital.

A ABPD calcula faturamento de R$ 392,8 milhões pelo mercado da indústria fonográfica em 2012. Desse valor, R$ 280 milhões correspondem à venda de CDs, DVDs e Blu-Rays, o que corresponde a cerca de 25 milhões de unidades vendidas. Dessas unidades, 67% eram de repertório brasileiro.

Ainda de acordo com dados da associação, no Brasil, as vendas de música digital representaram 28,3% do mercado total de música em 2012, enquanto que as vendas de CDs corresponderam a 43,9%, valor pela primeira vez menor que 50%. As vendas de DVDs e Blu-Rays, por sua vez, representaram 27,7% sobre o mercado de música no Brasil em 2012.

As informações são da Folhapress

17:24 · 12.09.2013 / atualizado às 17:44 · 12.09.2013 por

Bruce Dickinson, vocalista da banda Iron Maiden, será um dos palestrantes da edição de 2014 da Campus Party, evento que reúne os principais acontecimentos tecnológicos nos países onde é realizado. Embora seja conhecido como o vocalista de uma das bandas de rock mais famosas do mundo, Bruce Dickinson é um grande expoente do empreendedorismo e da criatividade empresarial. Piloto e investidor, Dickinson destaca-se como empreendedor na escola de formação de pilotos (Real World Aviation) e a empresa de manutenção de aeronaves, Cardiff Aviation.

FOTO: Divulgação.
FOTO: Divulgação.

Na Campus Party, Bruce compartilhará com os participantes sua experiência na criação de empresas. Falará sobre os paralelos entre a sua música e o mundo dos negócios, além de oferecer exemplos de gerenciamento de equipe. o evento será realizado em São Paulo, de 27 de janeiro a 2 de fevereiro, no Anhembi Parque.

Essa não é a primeira vez que o vocalista do Iron Maiden realiza palestras motivacionais. O músico constantemente compartilha suas experiências profissionais em eventos corporativos.

O Iron Maiden realiza show no dia 22 de setembro no Rock in Rio, em São Paulo no dia 20 e em Curitiba no dia 24.

10:53 · 12.09.2013 / atualizado às 17:50 · 12.09.2013 por

O Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cuca) promove em sua sede na Barra do Ceará, a formação “Como Divulgar sua Música”. A proposta do curso é aprimorar a divulgação da obra de artistas ligados à área musical de Fortaleza. O evento ocorre entre os dias 24 e 27 de setembro. A formação é parte das atividades do II Festival Cuca Independente. A inscrição é gratuita e pode ser realizada no telefone 3237.4233 ou pelo site cucacheguevara.blogspot.com.br.

O músico Antônio Laudenir ministra o curso. Foto: divulgação
O músico Antônio Laudenir ministra o curso. Foto: divulgação

Durante os quatro dias de encontro, entre outros pontos, os alunos terão acesso às formas alternativas ou tradicionais de divulgação, conhecerão as dicas valiosas de produtores e grupos musicais com experiência no mercado e, ao término da formação, os alunos criarão seu próprio material informativo de sua obra.

O curso tem a meta de qualificar os músicos quanto ao fator comunicativo e visa atender a dúvidas como ‘o que é um release e como se produz’, ‘o contato com imprensa’, como disponibilizar suas músicas no meio virtual’, ‘como aprimorar a imagem do artista’ entre outras demandas. As aulas também são uma oportunidade para que estes músicos discutam seu papel social enquanto artistas, e compreendam como a comunicação pode ser um instrumento de mudança e organização coletiva.

“Como Divulgar sua Música” terá a orientação de Antônio Laudenir. Graduando em Jornalismo pela Universidade Federal do Ceará e pesquisador na área de comunicação, Antonio atua em veículos de comunicação impressa e virtual nas áreas de jornalismo cultural, alternativo e sindical. Antônio também é músico e há mais de 10 anos distribui acordes em diversas bandas de rock da cidade de Fortaleza (Marie Poppins, Red Run e Cocaine Cobras)

Serviço:
Curso: “Como Divulgar sua Música”
Valor: Gratuito
Local: Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cuca) da Barra do Ceará
Inscrições: Podem se inscrever pessoas de 15 anos em diante pelos telefone 3237.4233 ou pelo site cucacheguevara.blogspot.com.br.

10:44 · 02.09.2013 / atualizado às 11:32 · 02.09.2013 por

Após o sucesso da apresentação do espetáculo Jazz Rock Concert no Theatro José de Alencar na última quinta-feira (29), a Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho (Orcec) prepara um novo espetáculo com repertório permeado por músicas do rock e metal. A apresentação está prevista para acontecer na última semana de outubro e dessa vez será em espaço aberto para comportar um número maior de espectadores, segundo o maestro da Orquestra, Arthur Barbosa. Devido a capacidade do teatro – que comporta 800 pessoas -, uma grande fila de fãs ficou do lado de fora.

Durante a apresentação, os músicos da orquestra vestiam camisas de bandas de rock and roll. FOTO: Uli Batista
Durante a apresentação, os músicos da orquestra vestiam camisas de bandas de rock and roll. FOTO: Uli Batista

Nessa nova apresentação, o repertório será marcado por composições de grandes nomes da Soul music e do Pop, como o grupo Coldplay. Segundo o maestro, todas as músicas de rock tocadas na última apresentação serão executadas novamente ao vivo. Apesar das informações divulgadas, o local e a data do novo concerto ainda não foram confirmados.

Na última quinta-feira (27), o público lotou as galerias do Theatro José de Alencar para conferir uma apresentação “histórica”, conforme a própria orquestra afirmou em um comunicado no seu perfil no Facebook. “Jazz Rock Concert foi uma experiência histórica, que requer uma reflexão profunda. A celebração, a comunhão orquestra e público, o encontro não concretizado. São muitos os sentimos, e uma única certeza: Fortaleza e Ceará clamam, vivem, respiram música”, postou a Orquestra em seu perfil.

Os músicos executaram canções como “Fear of The Dark” – do Iron Maiden -, “Master of Puppets” – do Metallica -, “Smoke on The Water” – do Deep purple – e “Hey Jude” – dos Beatles-.

“Nós queremos uma orquestra popular”, diz maestro

“Fazemos música erudita, que é nossa mola mestre, mas queremos uma orquestra que as pessoas conheçam”, disse Arthur Barbosa. O maestro afirma que apresentações com repertório formado por músicas populares, como a realizada na última quinta-feira, aproxima o grande público à música erudita. “Depois do concerto muitas pessoas vieram falar comigo dizendo que nunca tinham assistido uma orquestra ao vivo e que passaram a ver o nosso trabalho com outros olhos”, diz.

O evento contou com a participação da solista Suzanna Barnes. FOTO: Uli Batista.
O evento contou com a participação da solista Suzanna Barnes. FOTO: Uli Batista.

“Na verdade, as pessoas gostam de música erudita, elas não têm acesso à ela, o que acaba provocando medo e até um certo preconceito no público”, afirma o maestro.

A apresentação com músicas de rock and roll foi a segunda, em 2013, a lotar o Theatro José de Alencar. Em março, o concerto de música erudita com a participação do violonista italiano Emmanuele Baldini, aluno de conceituados conservatórios e vencedor de diversos prêmios musicais internacionais, lotou as galerias do teatro fortalezense.

A Orquestra segue realizando suas apresentações tradicionais com músicas eruditas em outras apresentações. Para acompanhar as atividades dos músicos, basta clicar no link.

Confira abaixo vídeos da apresentação da última quinta-feira:

14:39 · 27.08.2013 / atualizado às 19:49 · 27.08.2013 por

No fim da década de 1990, o grupo Metallica surpreendeu o mundo ao trazer para o palco uma orquestra tocando grandes sucessos como “Master of Puppets” e “Enter Sandman”. Eis que uma iniciativa parecida chega a Fortaleza para quem aguardava ansiosamente ouvir, ao vivo, as suas músicas de rock and roll favoritas em arranjos para violinos e violoncelos. Na próxima quinta-feira (29), às 19h30, a Orquestra Eleazar de Carvalho realiza apresentação com entrada gratuita dedicada ao jazz e ao rock no Teatro José de Alencar.

FOTO: André Júnior/Divulgação
FOTO: André Júnior/Divulgação

O maestro da orquestra, Arthur Barbosa, prefere manter o repertório em segredo, mas garante que terá músicas de grupos como Metallica, Deep Purple, Beatles, U2 e Queen, além de grupos de jazz e rock progressivo. “Vai ser uma seleção de músicas que passa desde as origens do rock até os dias atuais”, explica o Arthur Barbosa. “O rock é parente do jazz, um descendente. Queríamos fazer essa ligação”.

Além dos instrumentos de cordas, o espetáculo também terá, em algumas peças, baixo elétrico e bateria. Apesar de tocar músicas de bandas de rock, a apresentação não contará com guitarras. “Queremos explorar esse preconceito que instrumento de corda não pode tocar música pesada”, diz Arthur Barbosa. “Tudo depende da maneira como o músico toca”, argumenta.

O maestro fala que a vontade de fazer o espetáculo não é recente, expressando o desejo para participação de um dos ícones do metal nacional. “Já fiz várias vezes convite para que o André Matos (ex-vocalista do Angra/Shaaman), um super camarada meu, realizasse apresentação em Fortaleza junto com a orquestra, mas nossas agendas nunca se encaixam”, revela Arthur Barbosa. O maestro ainda destaca que, quando ainda morava em Porto Alegre (RS), já deu aula de arranjos para o vocalista.

Os solistas Eliano Braz (esq.) e Suzanna Barnes (dir.) participam da apresentação. FOTO: Divulgação.
Os solistas Eliano Braz (esq.) e Suzanna Barnes (dir.) participam da apresentação. FOTO: Divulgação.

A orquestra, sob a tutela de Arthur Barbosa, já realizou misturas entre o clássico e o contemporâneo, como a mesclagem, em uma apresentação, de música erudita com chorinho, tango e batidas eletrônicas. Para o evento, foram convidados dois solistas, Eliano Braz e Suzanna Barnes. Brasileiro, natural de Fortaleza, mas radicado em Nova York, Eliano foi membro da Orcec por sete anos e tocou com grandes nomes tanto da música erudita quanto popular no Brasil. Suzanna Barnes fez parte do programa de Jazz na University of Cincinnati College-Conservatory of Music, onde conseguiu seu diploma de Bacharel.

Durante o evento, será homenageado o Chanceler Airton Queiroz, pelo trabalho destinado em prol da educação no Ceará e pelo incentivo à música de concerto por meio do Festival Eleazar de Carvalho, que chegou à 15ª edição em 2013.

Serviço:
Jazz Rock Concert, com a Orquestra Eleazar de Carvalho
Dia 29 de agosto, às 19h30
Theatro José de Alencar (Rua Liberato Barroso, 525 – Centro)
Entrada franca

 

Pesquisar

Rock Nordeste

Só mais um site WordPress
Posts Recentes

03h10mSelvagens à Procura de Lei lança single e videoclipe do álbum “Praieiro” no Dragão do Mar

03h10mLos Hermanos leva euforia a público fiel de Fortaleza em show do 4º retorno da banda

09h10mEdu Falaschi e banda cearense Coldness tocam clássicos do metal em Fortaleza

11h10mConfirmado: Iron Maiden fará show em Fortaleza em março de 2016

07h10mBlind Guardian arrebata público de Fortaleza com show impecável

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs