Busca

Categoria: Abastecimento


09:22 · 18.01.2017 / atualizado às 09:22 · 18.01.2017 por
34 pipeiros, segundo organizadores, participaram do ato na última terça (Fotos: José Avelino Neto)
34 pipeiros, segundo organizadores, participaram do ato na última terça (Fotos: José Avelino Neto)

Banabuiú. Em nota oficial enviada a imprensa, a 10ª Região Militar, do Exército Brasileiro, disse deverá pagar os débitos em atraso dos motoristas cadastrados na Operação Carro-Pipa na semana que vem. A resposta foi enviada na última terça-feira (17), depois que os pipeiros promoveram um protesto na cidade de Banabuiú, Morada Nova e Limoeiro do Norte. Os motoristas alegam que já estão há cinco meses sem receber salário. Revoltados com a situação eles bloquearam estradas nas cidades onde houve as manifestações.

De acordo com a nota o Exército “está empenhando todos os esforços para regularizar os referidos pagamentos”. A nota esclareceu, também, que entre os problemas que resultaram no atraso está “pendências no cadastro dos prestadores de serviço, e uma falha operacional e logística”.

Em Banabuiú o ato começou por volta de sete da manhã da última terça. Ônibus foram impedidos de seguir viagem nos dois sentidos. As viagens para Quixadá com transportes alternativos também foram suspensas. Funcionários de uma fábrica de ferro silício, que fica na entrada da cidade, chegaram ao trabalho a pé.  Joana Dark Pereira, 28, perdeu uma consulta que deveria fazer no hospital da cidade porque também não conseguiu chegar ao local com o bloqueio. “Já era para eu ter chegado no hospital, agora, vou perder minha consulta. A pessoa não tem nada a ver com isso e ainda fica no prejuízo”, disse ela, discordando do ato.

Operação é de responsabilidade do Exército; motoristas estariam há cinco meses sem receber salário
Operação é de responsabilidade do Exército; motoristas estariam há cinco meses sem receber salário

De acordo com os organizadores cerca de 34 pipeiros participaram do ato. Vanderlândio Silveira Carneiro, 42, à frente do movimento, explicou que os motoristas passam por dificuldades. Sem dinheiro, eles ainda teriam que arcar com as despesas de manutenção dos veículos.

“Desde setembro que a gente não recebe nada! A gente soube que tem um dinheiro aí que caiu mas a gente teve uma reunião com o Coronel do Exército em Fortaleza e ele disse que voltou por causa de uma burocracia. A gente não tem mais crédito nem para comprar fiado!”, disse Vanderlândio.

A Operação Carro-Pipa é subordinada ao Exército Brasileiro e de competência do Governo Federal. No fim de novembro, a expectativa do Exército era fechar 2016 com a destinação de R$ 1,06 bi, um incremento de 15,3% em relação aos R$ 920,8 mi de 2015. Em 2017, os recursos devem ficar acima de R$ 1 bi. Até o fim do ano quase 900 municípios do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Sergipe, Bahia e norte de Minas Gerais eram atendidos pela Operação.

Leia a matéria completa na editoria Regional da edição desta quarta-feira (18) do Diário do Nordeste >> Pipeiros suspendem serviço por falta de pagamento

__________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

09:42 · 17.01.2017 / atualizado às 15:14 · 17.01.2017 por
Cerca de 30 pipeiros participam do protesto que bloqueia a entrada da cidade (Fotos: José Avelino Neto)
Cerca de 30 pipeiros participam do protesto que bloqueia a entrada da cidade (Fotos: José Avelino Neto)

Banabuiú. Um protesto de motoristas da Operação Carro-Pipa, do Governo Federal, bloqueou o trecho da CE 361 da Rodovia Padre Cícero, que passa neste Município do Sertão Central. A manifestação começou nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (17). Cerca de 30 caminhões bloqueiam o trânsito na entrada da cidade. Até o início da tarde os motoristas ainda bloqueavam o local.

O trânsito está bloqueado nos dois sentidos; protesto não tem hora para terminar
O trânsito está bloqueado nos dois sentidos; protesto não tem hora para terminar

O protesto começou por volta de sete da manhã. Os pipeiro estão impedindo o tráfego de veículos. Apenas ambulâncias e carros particulares que seguem com pessoas doentes, estão tendo a passagem permitida. Ônibus que deveriam seguir viagem para a Capital e que seguiam em destino ao município contrário, em Senador Pompeu, foram impedidos de seguir viagem.

De acordo com Vanderlândio Silveira Carneiro, organizador do movimento, a principal reivindicação é o atraso no pagamento. Os motoristas cadastros no programa já estariam a cinco meses sem receber o pagamento, conforme reatam. “Eles dizem que o dinheiro caiu, mas que foi uma burocracia e retornar o dinheiro. Desde setembro que a gente não recebe dinheiro, meu amigo! A gente fica sem dinheiro pra nada! Os carros dão o ‘prego’, quem paga o conserto é a gente”, afirma. Outras cidades como Morada Nova e Limoeiro do Norte também estariam realizando o movimento.

Algumas pessoas que foram impedidas de seguir viagem se revoltaram com o protesto. A doméstica Núbia Benício, 43 anos, teve que descer do carro que seguia viagem a cerca de dois quilômetros do centro da Cidade e terminar o percurso a pé, levando a filha pequena no asfalto quente. “Tem muita gente que está sofrendo sem ter nada com essa história aí. Eu tive que descer foi longe para chegar aqui”, afirmou.

Conforme Vanderlândio o protesto seguirá até que algo seja resolvido. Eles estariam tentando contato com o Exército, na Capital, para encontrar uma forma de resolver a questão. A Polícia Militar está no local para garantir a segurança.

Em nota enviada a imprensa a 10ª Região Militar do Exército disse que “todas as medidas administrativas estão sendo tomadas a fim de regularizar a situação de pagamento dos prestadores de serviço da Operação Pipa. Até a próxima semana, todos esses pagamentos em situação irregular deverão ser normalizados”.

__________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

11:56 · 13.01.2017 / atualizado às 11:56 · 13.01.2017 por

Quixadá. Membros do Comitê da Seca do Sertão Central promovem nesta exta-feira (13), mais uma reunião para tratar das ações desenvolvidas na região. O encontro deve começar as 14h, no salão da Câmara de Vereadores de Quixadá. Autoridades do Governo do Estado devem participar da reunião.

Participam da reunião do Comitê da Seca representantes da SDA, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce), Fundação Cearense de Recursos Hídricos (Funceme), Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), Exército, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) entre outros. O encontro fará um balanço das ações desenvolvidas pelos órgãos do Estado a cerca das iniciativas realizadas em 2016 na região.

“A decisão de realizar a reunião em Quixadá foi um consenso entre os integrantes do comitê por conta da programação do Dia dos Profetas das Chuvas e da importância da divulgação das ações do comitê. É um momento simbólico e muito significativo para os agricultores, que esperam alguma informação sobre a previsão da quadra invernosa de 2017, mesmo com a divulgação oficial pela Funceme só ocorrer no dia 18. O trabalho que realizamos no comitê é fundamental para atender às demandas dos municípios e queremos destacar nossas ações”, disse o secretário da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Dedé Teixeira.

De acordo com a pasta, além de apresentar alguns dados sobre as atividades do comitê, que em 2016 coordenou e encaminhou a perfuração de 1.800 poços profundos em todo o Estado, o secretário vai discutir com os membros do comitê as estratégias para 2017. Atualmente, a Operação Carro Pipa vem atendendo a 137 municípios em todo o Estado do Ceará utilizando dois mil veículos.

__________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

16:17 · 13.10.2016 / atualizado às 16:18 · 13.10.2016 por

Banabuiú. Municípios selecionados e que compõem a Bacia do Banabuiú e as Bacias do Baixo e Médio Jaguaribe, receberam esta semana 1.550 hidrômetros para auxiliar nos Sistemas de Saneamento Rural (Sisar). A entrega aconteceu na última terça-feira (11). De acordo com a Secretaria das Cidades, o valor investido na compra dos equipamentos foi de R$290 mil reais, oriundos do Tesouro do Estado, que contempla também a compra de mais 82 macromedidores de vazão.

Hidrômetros devem melhorar o funcionamento dos sistemas de abastecimento na zona rural (Foto: Lucas de Menezes/Agência Diário)
Hidrômetros devem melhorar o funcionamento dos sistemas de abastecimento na zona rural (Foto: Lucas de Menezes/Agência Diário)

Os equipamentos foram doados como contrapartida ao financiamento do banco alemão KFW Bankengruppe, que se destina ao Programa de Saneamento Básico Ceará II – KFW II. A Bacia do Banabuiú ficou com 800 hidrômetros e 37 macromedidores. Já as Bacias do Baixo e do Médio Jaguaribe receberam 750 hidrômetros e 46 macromedidores.

Ainda conforme a secretaria, a chegada dos equipamentos tem como objetivo melhorar o funcionamento dos sistemas de abastecimento na zona rural, garantindo a medição correta do uso da água e colaborando para o combate ao desperdício e o consumo consciente.

O Programa de Saneamento Básico Ceará II – KfW II, financiado pelo banco alemão KfW Bankengruppe, tem como objetivo implantar, ampliar e reabilitar os sistemas de abastecimento de água e saneamento básico nas regiões do Baixo Jaguaribe, Médio Jaguaribe, Banabuiu, Acaraú, Coreaú e Parnaíba, com a conseqüente melhoria na qualidade de vida da população beneficiada.

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

16:30 · 04.10.2016 / atualizado às 16:30 · 04.10.2016 por
Festejos este ano acontece em dia diferente por causa das eleições (Foto: José Avelino Neto)
Festejos este ano acontece em dia diferente por causa das eleições (Foto: José Avelino Neto)

Canindé. Hoje é feriado nesta cidade, no Sertão Central, em louvor ao padroeiro, São Francisco das Chagas. A cada dois anos, por causa das eleições, a festa religiosa tem o calendário alterado. Neste ano, o novenário será celebrado no período de 6 a 16, no Santuário, com missas, caminhadas, procissões, ofícios e confissões sob a temática “Louvado seja, meu Senhor, com todas as tuas criaturas”.

O desafio, neste ano, mediante o agravamento da seca, é assegurar o fornecimento de água para cerca de 300 mil romeiros que devem participar do evento religioso, de cidades cearenses e de outros Estados, como Piauí, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Pará e Tocantins. Não será fácil.

O frei Marcone Lins, reitor do Santuário de São Francisco das Chagas, em Canindé, disse que esteve reunido, por três vezes, com gestores municipais para tratar do fornecimento de água. “Sabemos das dificuldades que se agravam neste ano, mas recebemos a garantia de que não faltará água para atender a demanda dos romeiros. Em 2015, não tivemos problema”, frisou.

Saiba mais sobre os festejos de Canindé este ano lendo a matéria completa >> Canindé celebra São Francisco de 6 a 16

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com