Categoria: Agricultura


06:30 · 09.04.2019 / atualizado às 06:35 · 09.04.2019 por
Produtores rurais de Quixadá e municípios vizinhos vão receber assistência técnica e gerencial do Senar. O objetivo é fortalecer principalmente a bovinocultura da região.

Produtores rurais de Quixadá e municípios vizinhos terão a oportunidade de participar nesta terça-feira (9) em Quixadá do seminário quinzenal para lançamento do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) nesta cidade do Sertão Central, marcando a primeira reunião do ano do Pacto de Cooperação da Agropecuária Cearense, o Agropacto.

De acordo com os organizadores do evento, o superintende do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) no Ceará, Sérgio Oliveira, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC), Flávio Saboya, e o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Quixadá (Sindrural), Fausto Fernandes, estarão presentes.

Representando os 20 produtores participantes da cadeia produtiva da bovinocultura leiteira do Sindrural, Fernandes apresentará os avanços do setor com a assistência do Senar e detalhes sobre o ATeG. A segunda palestra, sobre o Projeto Bioma Caatinga, será apresentada pelos coordenadores do Projeto, Alexandre Uhlmann e Cláudia Rabello.

Em seguida os participantes seguem do auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Quixadá para uma visita a área reflorestamento Bioma Caatinga, no município de Ibaretama.

Reunião Regional do Agropacto
Dia 9 de abril – 8 horas
Auditório da CDL de Quixadá

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 22.03.2019 / atualizado às 07:45 · 22.03.2019 por
Os tratores estão arando as terras de 1.500 famílias de agricultores em Banabuiú. São 16 máquinas trabalhando todos os dias.

No início de março as chuvas começaram a chegar com mais frequência no Interior do Ceará. No Centro do Estado não foi diferente. A terra começou a ser tratada para o plantio, principalmente de milho e de feijão. Em Banabuiú, os tratores estão auxiliando na aragem, beneficiado aproximadamente 1.500 famílias de 60 localidades.

De acordo com a Secretaria de Agricultura, Recursos Hídricos e Meio Ambiente do Município a assistência é prestada através do programa Hora de Arar, uma iniciativa desenvolvida desde 2017 pela prefeitura de Banabuiú. As famílias cadastradas têm suas terras aradas sem precisarem pagar pelo serviço.

No total, 16 tratores estão atendendo todas as comunidades. O serviço é acelerado para o plantio ser realizado no período ideal, garantindo boas colheitas. Cada família tem direito a até duas horas de trabalho de aragem com as máquinas. O programa é desenvolvido com recursos do próprio Município. Quem sobrevive do que colhe da terra agradece.

Os agricultores de Banabuiú, principalmente os mais velhos, estão felizes e otimistas com o auxílio dos tratores nas suas lavouras.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 07.02.2019 / atualizado às 06:45 · 07.02.2019 por
SDA distribuirá quase 4 mil quilos de sementes selecionadas a 242 agricultores de Banabuiú.

O secretário do Desenvolvimento Agrário do Estado, De Assis Diniz, estará com sua equipe nesta quinta-feira (7) em Banabuiú, realizando a entrega de sementes selecionadas a 242 agricultores deste Município do Sertão Central. No encontro com os trabalhadores rurais e o prefeito Edinho Nobre, diante do mercado público da cidade, também será entregue um trator do projeto de mecanização agrícola do Projeto São José III.

De acordo com a Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), serão distribuídos 3.750 quilos de sementes de feijão caupi, milho variedade, milho híbrido e sorgo forrageiro, 30 metros cúbicos de maniva de mandioca e 1.700 mudas de essências nativas, dentre elas sabiá, caju anão precoce e aroeira. A distribuição está programada para as 10h30, marcando a 32ª edição do programa Hora de Plantar.

Em Banabuiú, o investimento de assistência ao pequeno produtor, conta com recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop). O Hora de Plantar dispõe do valor total de R$ 17,2 milhões na safra 2018/2019 para o Estado. Desse total R$ 29.322,50 estão sendo destinados ao Município com apoio do armazém da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce) em Morada Nova.

O ato também marcará a cessão do prédio da Companhia Estadual de Desenvolvimento Agrário e de Pesca (CEDAP) para abrigar a Secretaria Municipal de Pesca.

Mecanização Agrícola

Uma associação comunitária rural de Banabuiú receberá um trator do programa de mecanização da SDA.

A comunidade contemplada com o trator será a Associação Comunitária dos Pequenos Produtores do Jiqui. No total, ainda este ano, a SDA pretende atender 180 comunidades rurais em todas as regiões do Estado com o programa de mecanização agrícola. Lançado pelo governador Camilo Santana no dia de São José, 19 de março do ano passado, o programa pretende investir R$ 21,7 milhões.

Entretanto, a SDA alerta que a partir da entrega dos tratores, a gestão e a manutenção do equipamento passa a ser de responsabilidade da associação, não sendo possível a reposição por mau uso ou atribuir responsabilidade por parte do Governo do Ceará sobre o desvio de finalidade.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 06.02.2019 / atualizado às 07:16 · 06.02.2019 por
Os pequenos produtores rurais de Quixadá vão aprender novas técnicas de utilização da água na irrigação das suas plantações.

Técnicos agrícolas da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar de Quixadá receberão capacitação especial para elaboração de projetos de irrigação de pequenas propriedades neste Município do Centro do Estado. O objetivo é ampliar a produção no campo com baixo consumo de água, aproveitando os recursos disponíveis, evitando o desperdício.

Segundo o secretário municipal de Agricultura Familiar, Kleber Júnior, o prefeito Ilário Marques assinou termo de cooperação com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce). Em breve as técnicas do Programa de Irrigação da Minha Propriedade (PIMP) serão aplicadas em Quixadá. A alternativa minimiza os efeitos do inverno irregular.

Esse modelo, passou a ser executado pela Ematerce a partir de 2017, garantindo a segurança alimentar das famílias dos agricultores e dos seus rebanhos, praticamente repondo a produção dessas áreas que se tornaram improdutivas, pela falta d’água. Sabendo como utilizar esse recurso, o momento de ligar e de desligar o sistema de irrigação, a produção melhora.

Antes, as irrigações eram realizadas com a utilização de um grande reservatório e, nas áreas adjacentes, implantava-se um perímetro irrigado. Com as sucessivas secas todas essas áreas colapsaram. Surgiu então a alternativa desconcentradora de aproveitamento de água subterrânea, por meio da perfuração de poços e implantação de áreas de até um hectare irrigado, explica a Ematerce.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

06:30 · 30.01.2019 / atualizado às 06:35 · 30.01.2019 por
Prefeitura de Ibicuitinga incentiva os agricultores do Município a plantarem algodão.

Ibicuitinga se articula para retomar a produção de algodão. A iniciativa partiu do prefeito Franzé Carneiro em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce). A Secretaria de Agricultura deste Município reuniu produtores, agricultores, representantes da Ematerce e o diretor da Fatec Sertão Central, Jardel Paixão, para discutirem as estratégias de retorno do plantio.

Houve esclarecimento de dúvidas acerca do plantio, colheita e manutenção da cultura. Um dos pontos que mais chamou atenção dos produtores presentes foi sobre a venda do produto, preocupação maior dos agricultores. Os organizadores do encontro ressaltaram que as informações serão disponibilizadas na Secretária de Agricultura de Ibicuitinga e também no escritório da Ematerce em Morada Nova.

Desde o ano passado a Ematerce vem propagando junto aos produtores cearenses o retorno da cotonicultura. No início da década de 1970 sua produção se aproximava das 380 mil toneladas, em caroço. A área plantada no Estado era de 1,2 milhão de hectares. Depois da praga do bicudo, dos prejuízos e dos anos de esquecimento, esta cultura estava praticamente sumida na região.

Quem plantou algodão no ano passado ficou feliz com o resultado. A arroba foi vendida a mais de R$ 30,00.
Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

06:30 · 03.01.2019 / atualizado às 06:30 · 03.01.2019 por
O maior Encontro de Profetas da Chuva é realizado em Quixadá desde 1998.

Hospitalidade e um número recorde de participantes, essa é a expectativa dos idealizadores e organizadores do Encontro de Profetas da Chuva de Quixadá, o comerciante João Soares e o engenheiro químico Helder Cortez. Para este ano, o 23º, a confraternização especial deverá receber aproximadamente 40 “profetas”, como são conhecidos homens e mulheres a apontarem dos sinais da natureza suas previsões sobre a quadra invernal a chegar no sertão nordestino.

Sempre realizado no segundo sábado do ano novo, no Dia do Profeta da Chuva, data oficializada neste Município, além de tradicional, se estendendo por mais de duas décadas, o Encontro também é o maior do País nesse gênero. Em razão da participação de um grande número de “profetas”, costuma atrair autoridades na área da agricultura e pecuária e a mídia nacional. “Com um maior número de cientistas populares, maior a probabilidade de acertos”, explica João Soares.

Este ano, o campus do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) na cidade, na estrada de acesso ao Açude Cedro, recebe mais uma vez o evento, o terceiro consecutivo. O local é ideal porque está próximo do maior complexo histórico da região, ao lado da exótica formação monolítica da Pedra da Galinha Choca e do parque natural, onde podem ser encontrados formigueiros, cupinzeiros, ninhos de pássaros e a flora da caatinga, de onde são extraídos a maioria dos sinais para as previsões meteorológicas.

Nos últimos anos o modelo criado pelos amigos João Soares e Helder Cortez em Quixadá se espalhou pelo Ceará. No início do mês, foi realizado em Tauá o 3º Encontro de Profetas da Chuva dos Inhamuns, com seis participantes. O próximo deverá ocorrer em Ipu, na Serra da Ibiapaba. “Incentivamos a realização dessas reuniões como forma de assegurar a prática e a preservação dessa tradição. Muitos estão ficando velhos e a cada ano sempre perdemos um desses amigos, como Ribamar Lima, de Quixadá, falecido há pouco mais de mês”, acrescenta Soares.

O profeta Josué Viana está chegando aos 80 anos de idade. São mais de 60 dedicados às experiências de observar o movimento da natureza e principalmente dos astros. Neles encontra a segurança para expor a sua previsão. Com um percentual de acertos elevado ele tem conquistado o respeito e a atenção de muitos. Apesar de restarem ainda algumas análises antes do Encontro do qual participa nas últimas duas décadas , já é possível prever um bom inverno no Ceará.

Na natureza eles encontram o sinais para previsão da quadra invernosa no sertão cearense.

João Soares, que também desenvolve suas profecias, não é tão otimista. Ele comunga com o diagnóstico dos profetas dos Inhamuns, prevê o período da quadra chuvosa inferior a um bom inverno. Entretanto, quanto mais análises mais apurada fica a definição paralela à apresentada pelo órgão oficial do Estado, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Fuceme). Como o Encontro de Quixadá reúne um maior número de profetas e de várias regiões, a probabilidade de acerto é maior, reitera.

Bom, o resultado será apresentado no dia 12 de janeiro próximo. Além de mais de uma dezena de profetas e profetisas de Quixadá estão confirmadas a participação de representantes de Aracati, Camocim, Ipu, Limoeiro do Norte, Orós, Russas, Tauá e Sobral. Serão recepcionados com um café da manhã especial. Haverá homenagens a personalidades e após o Encontro será servido um almoço ao público.

O Encontro em Quixadá costuma contar com mais de 30 profetas e profetisas.

A novidade este ano será a campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis. Como o público espectador costuma ser superior a 500 pessoas o objetivo é angariar meia tonelada de produtos para distribuição com famílias carentes sertanejas. São as mais afetadas quando boas chuvas não chegam às  suas lavouras, acrescentam Soares e Cortez.

Fique por Dentro

30 é a média de profetas participantes do Encontro em Quixadá
No último Encontro 23 apresentaram suas previsões
Lurdinha Leite e Meyrismar Nobre são as profetisas do Encontro
Em 2018 a maioria dos profetas apontaram chuvas melhores em relação ao ano anterior, interrompendo um longo período de estiagem

23º Encontro de Profetas da Chuva
Dia 12 de janeiro – A partir das 8h
Campus do IFCE – Quixadá
Estrada do Açude Cedro

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

10:00 · 07.12.2018 / atualizado às 10:05 · 07.12.2018 por
Conab disponibiliza mais de1,3 mil toneladas de milho ao preso de R$ 44,22 a saca de 60 quilos.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) vai disponibilizar 1.378 toneladas de milho para a Unidade Satélite de Venda (USV) inaugurada na semana passada em Morada Nova. De acordo com a Conab, a abertura do armazém ocorreu através de acordo de cooperação técnica com a prefeitura deste Município. Além de Morada Nova, vai atender os produtores cadastrados no Programa de Vendas em Balcão (ProVB) de Ibicuitinga, Jaguaribara e Jaguaretama.

A Conab ainda informou que o preço praticado atualmente é de R$ 44,22 a saca com 60 quilos. Até o momento já foram fornecidas 222 toneladas de milho para a USV de Morada Nova.  A disponibilidade de grãos está ocorrendo a partir da publicação da Resolução n° 3 de 15 de outubro de 2018, com a autorização de venda de mais 100 mil toneladas de milho em grãos para pequenos criadores de aves, suínos, bovinos, ovinos e caprinos.

Este ano, no Ceará já foram atendidos 8.395 clientes e vendidos mais de 55 mil toneladas de milho em grãos.

O Programa de Vendas em Balcão (ProVB) tem como objetivo viabilizar o acesso de criadores rurais de pequeno porte aos estoques de produtos agrícolas sob gestão da Conab, por meio de vendas diretas, a preços compatíveis com os praticados em pregões públicos ou com os dos mercados atacadistas locais, acrescenta a Conab.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

05:30 · 21.11.2018 / atualizado às 11:15 · 21.11.2018 por
A fazenda experimental administrada pela Ematerce em Quixeramobim vai receber a visita de embaixador de Israel.

O embaixador de Israel no Brasil, Yossi Avraham Shelley, visitará na manhã desta quarta-feira (21) a Fazenda Normal, em Quixeramobim. De acordo com a Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), o representante estrangeiro realizará um sobrevôo sobre o equipamento administrado pela Ematerce,  acompanhado pelo secretário De Assis Diniz, pelo presidente da Ematerce, Antônio Amorim e pelo técnico do Projeto São José III, Gilberto Stuztman. O pouso na fazenda está marcado para às 9h.

Sobre a visita, o embaixador comentou haver interesse na construção de estufas e conhecer outras necessidades para operação da Fazenda Normal.

Yossi Shelley acertou a agenda em reunião com o secretário e o secretário adjunto do Desenvolvimento Agrário, De Assis Diniz e Wilson Brandão, respectivamente, na segunda-feira (19). No mesmo encontro, conheceu os resultados do trabalho da equipe que opera as Estações de Tratamento Móveis (ETAs Móveis) realizada pela equipe da SDA através do Projeto Paulo Freire. O balanço da equipe aponta para implantação de 1.209 cisternas de placa devidamente abastecidas nos 31 municípios com mais baixo IDH.

Ainda de acordo com a SDA a previsão é de conclusão da meta do atual contrato, 4 mil cisternas, e a implantação de mais 8 mil de um novo contrato que se encontra em licitação. A ação conduzida pela equipe técnica da SDA conta com o financiamento do Fundo Internacional de Desenvolvimento da Agricultura (FIDA).

O projeto de cisternas é uma antiga ação da SDA que busca garantir o acesso à água de beber para população do semiárido cearense. Cada cisterna comporta cerca de 16 mil litros d’água, o que é suficiente para garantir o consumo das famílias por um ano, ou 2 mil litros d’água ao mês”, ressalta De Assis.

Fazenda Normal

Sobre o projeto Fazenda Normal, o titular da SDA destaca como objetivo se tornar autossustentável, passando a funcionar como modelo tecnológico para todo o Estado. O entrave da obra de implantação das estufas especiais utilizadas na agricultura do território estatal localizado no Oriente Médio  é o envio de um engenheiro especializado para orientar a montagem e a instalação.

São três grandes estufas e, infelizmente, ainda não temos em nosso corpo técnico habilidades para trabalhar esse tipo de cultivo. O que foi acertado é que, feita as bases, que os técnicos de Israel estivessem no Ceará com seus conhecimentos e suas capacidades para fazer a montagem das estufas para o cultivo hidropônico – com inclusive uma parte dela com recirculação da água e dessalinização para cultivo de folheosas como cebola, coentro, alface e repolho“, explicou o presidente da Ematerce, Antônio Amorim.

A SDA acrescentou que as obras de terraplanagem e as bases de concreto para instalação já estão prontas. A instalação elétrica, captação e adução de água também estão no roteiro. Com a conclusão da instalação das estufas a Fazenda Normal  poderá ser administrada a partir de um consórcio envolvendo instituições como a Ematerce e o Instituto Agropolos do Ceará (IACe).

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

08:00 · 11.11.2018 / atualizado às 08:15 · 11.11.2018 por
O presidente do Sindrural de Quixeramobim, Cirilo Vidal, tem viajado constantemente à Brasília em busca de melhorias para os produtores rurais

O presidente do Sindicato Rural de Quixeramobim, Cirilo Vidal Pessoa, alerta os produtores rurais cearenses para os prazos de renegociação e quitação de dívidas ruais junto aos bancos oficiais. Em reunião com o especialista em crédito rural, Nelson Fraga, foi orientado a ficarem atentos ao último dia de adesão, 13 de novembro, próxima terça-feira. Será o prazo final para protocolarem a intenção de renegociação das dívidas contratadas entre 2012 e 2016. A instituição bancária terá 180 dias para formalizar o acordo.

Ainda no encontro, em Brasília, o especialista destacou a importância da negociação dentro do prazo. O produtor ficará adimplente e ainda garante prazos para no ano seguinte continuar trabalhando com melhores condições de produção. Apesar de o Tesouro Nacional estar solicitando veto total à Medida Provisória 842, de renegociação de dívidas Rurais do Nordeste, mantendo o prazo somente até 30 de dezembro deste ano, permite o pagamento de ate 30% do débito com desconto. O restante da dívida terá o prazo até dezembro de 2019.

O modelo de solicitação de adesão pode ser baixado no endereço eletrônico > www.senarrn.com.br/downloads

O amparo aos produtores está assegurado pela Lei 13.606, no seu artigo 36. Formalizada a renegociação pela Instituição Bancária, o produtor rural poderá renegociar o seu saldo devedor atualizado com os encargos contratuais de normalidades em 10 prestações anuais, iguais e sucessivas, com a primeira prestação para o ano de 2020, e a última para 2030, completa Cirilo Vidal, destacando as constantes viagens ao Planalto Central com articulações junto à lideranças políticas para assegurar melhor assistência a quem se dedica à produção no campo.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

06:30 · 16.10.2018 / atualizado às 06:10 · 16.10.2018 por
Mostra de estudantes estará em exposição no campus da Unilab em Redenção. Foto > Unilab

O conhecimento dos resultados gerados no conjunto de disciplinas Práticas Agrícolas desenvolvidas pelo curso de Agronomia na Unilab será exposto na II Mostra de Práticas Agrícolas. De acordo com os organizadores o público poderá ver a exposição das vivências e realizações dos estudantes durante os semestres letivos nesta quarta-feira (17), a partir das 9h, no pátio do bloco administrativo do Campus da Liberdade, em Redenção.

A Mostra, apresentada na Feira Agroecológica da Unilab, integra a programação da V Semana Universitária, que se inicia nesta terça-feira (16) e segue até a sexta-feira (19). A Feira é organizada pela Incubadora Tecnológica de Economia Solidária (Intesol), vinculada ao IDR, juntamente com os grupos produtivos da Rede de Arte, Cultura e Agricultura Familiar. O evento é aberto a todos os públicos e busca contribuir para a produção e consumo ético com sustentabilidade.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Sertão Central

Fatos diários do Sertão Central e do Maciço de Baturité em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Alex Pimentel.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags