Categoria: Agricultura


16:00 · 13.01.2018 / atualizado às 16:09 · 13.01.2018 por

Jovens da zona rural de Quixadá estão aprendendo um novo modelo de convívio coletivo.

Iniciada havia três anos, com agricultores familiares, uma proposta de economia solidária, associada à agroecologia, desenvolvida pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Quixadá (STTR) com um grupo de 10 jovens de uma comunidade rural deste Município está começando a render os seus frutos na região.

O projeto, que recebe o título de Bodega Ecológica, desenvolvido na localidade de Lagoa da Jurema, distante 22Km do Centro de Quixadá é um dos destaques do Caderno Regional do Diário do Nordeste deste sábado (13). Daqui a um mês e meio os rapazes e moças da comunidade estarão colhendo centro e cebolinha na horta comunitária, para consumo entre as famílias e também a venda.

A diferença para as outras verduras e hortaliças produzidas convencionalmente e comercializadas no mercado está no trabalho coletivo, juvenil e a não utilização de nenhum tipo de fertilizante industrial ou agrotóxico industrial. O próximo passo será aprenderem a negociar a venda dos produtos da horta, explicou a secretária de Juventude do Sindicato, Tatiana Souza.

Diante do sucesso da Bodega Ecológica juvenil a presidente do STTR de Quixadá, Conceição Sousa, pretende multiplicar o modelo para todas as comunidades rurais do Município e além de gerar alimentação saudável, poder trabalhar com os jovens o convívio coletivo, distante das drogas e do consumo de bebidas alcoólicas.

Do campo as verduras e hortaliças vão para a Bodega Ecológica, para comercialização.

Francisca Antônia está feliz, com três filhos e um sobrinho participando da Bodega Ecológica.

Os 10 jovens de Lagoa da Jurema são os primeiros a participarem do projeto.

Veja a reportagem no Diário do Nordeste

Bodega ecológica estimula jovens agricultores

Mais Informações

STTR de Quixadá
Rua Rodrigues Júnior, 1042 – Centro
Fone (88) 3412 0481

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

09:00 · 11.01.2018 / atualizado às 09:10 · 11.01.2018 por

Uma boa notícia para os mais de 140 mil produtores rurais do Ceará com financiamentos contraídos através do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). O Governo Federal prorrogou por mais um ano o prazo para que possam quitar ou renegociar operações de crédito rural. Além do Nordeste e o benefício atende todos os estados do Norte do país, com dívidas adquiridas através do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO).

No caso do Ceará, de acordo com o Ministério da Integração Nacional, atende os empréstimos contratados por meio do Banco do Nordeste (BNB) até 31 de dezembro de 2011. Agora, a adesão ao benefício, com garantia de descontos de até 95% sobre o saldo devedor, poderá ser feita até 27 de dezembro deste ano. A extensão do prazo e a garantia das mesmas condições foram estabelecidas pela Lei 13.606, publicada na edição desta quarta-feira (10) do Diário Oficial da União.

Conforme o representante da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC), presidente do Sindicato Rural de Quixeramobim e vice-presidente regional da FAEC, pecuarista Cirilo Vidal Pessoa, negociador da classe, a Receita Federal e o Ministério da Fazenda ainda tentaram barrar a proposta apresentada ao Governo Federal. Alegavam não existir suplantação de verba. Todavia, com a elevada dívida dos produtores e as articulações corretas o alívio financeiro foi garantido.

O representante cearense foi a Brasília defender a negociação das dívidas dos produtores rurais.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 02.01.2018 / atualizado às 06:55 · 02.01.2018 por

Em 2017 a SDA entregou 148 sistemas de abastecimento d’água em comunidades rurais.

Famílias de moradores da zona rural de Quixadá e de Choró, no Sertão Central, foram algumas das 7.833 beneficiadas pelo Programa Água Para Todos, desenvolvido pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) do Ceará no ano passado. Foram entregues 148 sistemas de abastecimento d’água em comunidades espalhadas por todo o Estado. O investimento foi de R$ 29 milhões, informou a SDA.

Ainda conforme o balanço realizado pela SDA nos últimos 12 meses foram entregue 3.782 cisternas de placa, com investimento total de R$ 11,4 milhões e 566 cisternas de enxurrada totalizando R$ 6,2 milhões. Ao todo o Projeto beneficiou 12.181 famílias em 2017.

Noutro Projeto, o São José III, foram entregues 17 sistemas de abastecimento d’água e assinadas 81 ordens de serviço para novos sistemas, beneficiando 8.780 famílias. Os investimentos foram de R$ 46,7 milhões, acrescentou o secretário Dedé Teixeira comemorando os resultados e os 10 anos de atividades da SDA.

Ainda sobre o São José III Dedé Teixeira destacou que o Projeto beneficiou até a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Através de um convênio de cooperação serão adquiridos 54 sensores eletrônicos para boias Atlas, que ajudarão no monitoramento do Oceano Atlântico. O contrato totaliza US$ 349,1 mil financiados pelo Banco Mundial.

Conforme o secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará os dados coletados pelos sensores serão utilizados nas pesquisas do Projeto Pirata, beneficiando todo o Estado.

Ainda em parceria com a Funceme o Projeto São José vai investir R$ 10 milhões em estudos de mapeamento do solo. “É preciso saber se o solo é adequado para a exploração de qual cultura. Assim, os agricultores aplicarão os próprios esforços com maior confiança tendo em vista da diminuição dos riscos, sem falar no seu significado social para a agricultura familiar”, reforçou Dedé Teixeira.

Para a 2ª etapa do Projeto São José III a Assembleia Legislativa do Ceará aprovou mensagem governamental que autoriza a contratação do financiamento de US$ 150 milhões, sendo US$ 100 milhões do Banco Mundial (Bird) e US$ 50 mi de contrapartida do Governo do Ceará.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

06:30 · 05.12.2017 / atualizado às 05:55 · 05.12.2017 por

Agricultores cearenses renegociam dívidas de aquisição de terras através do Pronaf.

A Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) reuniu em Quixeramobim representantes de imóveis adquiridos com recursos do crédito fundiário nos territórios do Sertão Central, Sertão de Canindé, Sertão dos Inhamuns e Vale do Jaguaribe. A iniciativa teve como objetivo discutir as políticas públicas da agricultura familiar: a quitação das dívidas da terra; o Cadastro Ambiental Rural (CAR); linhas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf A), além da definição de prioridades e propostas para a política estadual no eixo de atuação.

Segundo o secretário estadual do Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, a ideia foi dividir o Ceará em quatro macrorregiões – Cariri, Quixeramobim, Sobral e Fortaleza – para discutir os desafios e elaborar políticas públicas que amparem os agricultores na produção rural e no sustento de suas próprias famílias. “Queremos conhecer qual o nível de acesso que essas quase oito mil famílias possuem ao crédito fundiário; se dispõem recebem assistência técnica e com quais políticas públicas, nacionais e estaduais, estão sendo atendidas”, explicou.

No Ceará, são desenvolvidas ações em assentamentos e na intervenção complementar à Reforma Agrária desde 1990, na tentativa de atender aos anseios e reivindicações dos movimentos camponeses. Nos últimos 10 anos, o Programa vem se aperfeiçoando, tanto no que se refere ao financiamento da aquisição de terra, quanto nas condições de financiamento e no aporte de recursos para desenvolvimento, ressalta a SDA.

Nesse sentido, modalidades de acesso à terra foram sendo construídas através de quatro programas: São José Ação Fundiária; Cédula da Terra; Banco da Terra/Cédula da Terra; e o Programa Nacional do Crédito Fundiário. De acordo com balanço da Secretaria, as ações do PNCF resultaram na aquisição de 436 imóveis, alcançando mais de 164.201 ha e envolvendo 5.330 famílias em todo Ceará.

Para os contratos até 31 de dezembro de 2006, a legislação permite um rebate da dívida de até 95% para os imóveis no semiárido e de até 50% para a liquidação das dívidas contratadas entre 1o de janeiro de 2007 e 31 de dezembro de 2011. “Estamos desenvolvendo um trabalho para os municípios para que ninguém perca essa quitação”, explicou a técnica da Coordenadoria de Crédito Fundiário e Políticas Afins (COCRED/ SDA), Maria Leuda Cândido.

A agricultora familiar de Ibicuitinga, Rita Maria dos Santos Oliveira, 57 anos, conseguiu negociar a dívida remanescente com o banco, que passou de R$ 100 mil para R$ 5.500,00. Ela mora com outras 21 famílias no assentamento Vale dos Sonhos. Agora, é proprietária de aproximadamente 30 hectares. “ Antes, trabalhávamos para o patrão, dividindo parte da nossa colheita com ele”, comentou satisfeita.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 01.11.2017 / atualizado às 07:10 · 01.11.2017 por

Dentro de quatro meses 479 famílias de sete comunidades rurais do município de Ocara, no Maciço de Baturité, terão água encanada nas suas casas. A previsão é da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), do Governo do Ceará.

Na semana passada o secretário Dedé Teixeira assinou seis ordens de serviço para sistema de abastecimento d’água, através do projeto São José III. As comunidades beneficiadas serão Melancias, Uiara/Juazeiro, Bola de Cima, Lagoa do Velho, Lagoa Nova Borges e Lagoa Redonda.

Ainda conforme a SDA, o investimento para o Município de Ocara é de R$ 1.902.809,61, através de parceria do Governo do Ceará e do Banco Mundial.

Ao todo, o investimento no Estado é de mais de R$ 48 milhões. Serão 14 empresas trabalhando em 81 comunidades de 38 municípios cearenses. Vão levar água nas torneiras para centenas de cearenses.

A instalação de sistemas de abastecimento d´água em comunidades rurais é uma das estratégias adotadas pelo Governo do Ceará no combate aos efeitos da estiagem prolongada dos últimos seis anos“, acrescentou o secretário Chefe da Casa Civil do Estado, Nelson Martins.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

07:30 · 25.10.2017 / atualizado às 07:20 · 25.10.2017 por

Conab está realizando cadastro de pequenos produtores para compra de sementes de milho e de feijão.

As associações de agricultores familiares e cooperativas do Sertão Central estão se mobilizando para a venda de sementes de milho e de feijão à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O órgão regulador federal estará realizando o cadastro dos produtores interessados até o dia 3 de novembro próximo. A compra será feita pela Superintendência Regional no Ceará, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

A Conab pretende adquirir 143,8 toneladas de sementes de milho e 19,11 toneladas de sementes de feijão. Os recursos, da ordem de R$ 486,1 mil serão repassados pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

A compra foi solicitada pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) e pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para distribuição a agricultores familiares dos municípios de Banabuiú, Boa Viagem, Canindé, Caridade, Pedra Branca e Quixeramobim no Sertão Central e Aneiroz, Caucaia, Parambu, Quiterianópolis, Tauá, Crateús, Novo Oriente, Tamboril, Mombaça, Russas e Horizonte.

Para participar, associações ou cooperativas da agricultura familiar devem enviar à Companhia, além da proposta de participação conforme modelo pré determinado, prova de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), cópia da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) Jurídica, entre outros documentos listados no edital.

Ainda conforme a Conab, após a habilitação, serão priorizadas as propostas de participação com maior proximidade do município de entrega, visando aumentar a adaptação da semente, incentivo à produção local e menor custo de transporte. Em segundo lugar, terão prioridade como fornecedores assentados da reforma agrária, mulheres e quilombolas.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

00:00 · 25.10.2017 / atualizado às 22:45 · 24.10.2017 por

O prefeito Ilário Marques e os deputados Raquel Marques e Osmar Baquit acompanharam Cirilo Pimenta na solenidade.

Em solenidade realizada na manhã desta terça-feira (24) no auditório da Câmara Municipal de Quixadá o superintendente do Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará (Idace), Cirilo Pimenta, fez a entrega de 441 títulos de terra a agricultores familiares deste Município do Centro do Estado. A ação faz parte do Programa de Regularização Fundiária, executado pelo Idace.

O prefeito de Quixadá, Ilário Marques, a primeira-dama e deputada estadual Raquel Marques, o deputado estadual Osmar Baquit, o presidente da Câmara Municipal, José Ivan Benício, o secretário de Agricultura do Município, Kleber Júnior e ainda um representante do Cartório de Registro de Imóveis participaram da entrega dos títulos diante do auditório lotado, em parte por representantes de algumas entidades oficiais e de classe.

De acordo com Cirilo Pimenta,  o Programa é uma parceria do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) e Idace, com o Governo Federal, através do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário da Casa Civil da Presidência da República (SEAD).

Este ano, o Idaceentregou 6.372 títulos de propriedade rural em 60 municípios cearenses. A certificação garante vários benefícios ao proprietário da terra, agora legalizada. Dentre as vantagens adquiridas com o título está a aquisição de recursos junto aos bancos oficiais para o desenvolvimento de projetos focados na agricultura familiar.

Ainda de acordo com o Idade, o Ceará tem uma área territorial estimada em 14.867.674 hectares. Com o Programa, iniciado em 2007, a previsão é de cadastrar 260.846 imóveis, emitir 182 mil títulos e beneficiar 209.300 famílias. Além do cadastro, até 2020, será concluído o georreferenciamento de toda a área rural de 182 municípios cearenses. Apenas Fortaleza e Eusébio não estão incluídos, completou Cirilo Pimenta.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

07:00 · 13.10.2017 / atualizado às 06:50 · 13.10.2017 por

A abertura da Feboa ocorreu com cavalgada pelas principais ruas de Boa Viagem. Foto > VC Repórter

A prefeitura de Boa Viagem, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) deste município do Sertão Central e apoio do Serviço Brasileiro de Apoio aos Micro e Pequenos Empresários (Sebrae), Agencia de Desenvolvimento do Ceará (Adece), Incra e Banco do Nordeste, está realizando até o próximo domingo (15) no parque de exposições da cidade a Feira do Comércio, Indústria e Agronegócios de Boa Viagem (Feboa).

Conforme informações da administração municipal a “Feira dos Bons Negócios” começou na manhã desta quinta-feira (12) com uma cavalgada do Centro da cidade até o parque de exposições, mas a abertura oficial ocorre nesta sexta-feira (13), às 19 horas, com homenagem aos professores, palestra com o montanhista Rosier Alexandre e show pirotécnico.

O espaço de negócios estará aberto ao público das 17 às 23 horas, sempre encerrando com uma atração musical. No sábado (14) haverá desfile de moda, apresentação de repentistas e shows especial com a dupla Ítalo e Reno e no domingo (15) concurso Miss e Mister Boa Viagem e enceramento com show de Lívia Mara. Para acessar a Feboa basta doar um quilo de alimento não perecível.

Feira do Comércio, Indústria e Agronegócios de Boa Viagem

De 12 a 15 de outubro
Das 17 às 23 horas
Parque de Exposições de Boa Viagem

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

07:30 · 08.10.2017 / atualizado às 07:15 · 08.10.2017 por

Com recursos próprios Deusimar de Oliveira construi os três tanques para a criação de peixes.

O empreendedor rural Deusimar Cândido de Oliveira, dono de uma pequena propriedade no Vale do Forquilha, em Quixeramobim, está chamando a atenção de outros pequenos produtores rurais para o modelo implantado recentemente por ele. Com a mesma água ele cria peixes, produz hortaliças e ainda cultiva mamões. Foi a forma encontrada por ele para utilizar melhor a água do poço na sua produção, agregando valor e ainda reaproveitando o recurso natural.

Dedicado há mais de três décadas ao cultivo de frutas e verduras o produtor rural percebeu na criação de peixes uma forma a mais de agregar dividendos à sua produção, gerando mais alimentos sadios. Antes de a água descer para o pomar passa por um processo de enriquecimento mineral realizado por mais de 50 mil tilápias, criadas em três tanques. As fezes dos peixes e a ração utilizada para a alimentação do cardume completam o processo.

Em breve o empreendedor rural vai começar a pescar os primeiros “frutos” do seu investimento inovador.

Para criar os peixes nos tanques ele utiliza bombas para oxigenar a água e manter o seu cardume sadio.

Para fazer as bombas de oxigenação funcionarem Deusimar utiliza energia solar captada por placas.

Pesquisando na internet ele também encontrou a outra maneira de reutilizar a água, através da aponia, muito parecida com a hidroponia. A técnica consiste no cultivo suspenso de hortaliças, alfaces. E para completar a irrigação inteligente as bombas utilizadas na oxigenação da água dos tanques é feita com energia solar. As placas fotovoltaicas foram fornecidas pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce).

A horta apônica ainda é experimental mas com os resultados o empreendedor pretende expandir sua produção.

Deusimar garante que o processo de cultivo das alfaces é totalmente natural. Encontrou a técnica na internet.

O representante regional da Fetraece, Militão de Almeida, foi conhecer e aprovou a inovação de Deusimar.

Mais Informações

Frutos do Sertão
Sítio Forquilha – Quixeramobim
Fones: (88) 9 8842 7376 / (88) 9 9225 3675
Email: deusimarfrutosdosertao@gmail.com

O modelo de produção criado por Deusimar de Oliveira é um dos destaques do Caderno Regional do Diário do Nordeste neste sábado (7).

Veja a reportagem completa

Agricultor cria modelo de reutilização da água na roça

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

08:30 · 04.10.2017 / atualizado às 08:40 · 04.10.2017 por

O assentamento 25 de maio, em Madalena, no sertão de Canindé, foi contemplado com 25 projetos de caprinocultura leiteira. De acordo com a Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), as 586 famílias de agricultores familiares receberam 375 matrizes caprinas mestiças e 25 reprodutores caprinos de alta linhagem.  A entrega  ocorreu na área de reforma agrária federal com a presença do secretário Dedé Teixeira e da prefeita do Município, Sônia Costa.

Além dos animais, o assentamento, onde moram 1.715 pessoas, recebeu 75 mil raquetes de palma forrageira, 250 kg de sorgo forrageiro e 25 kits de higienização da ordenha. O investimento total do governo do Estado, desenvolvido pela SDA em parceria com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) foi de R$ 189.467,00.

Na solenidade de entrega dos animais e dos insumos no assentamento o secretário da SDA, Dedé Teixeira ressaltou que o projeto de Caprinocultura Leiteira vai distribuir no Ceará 5.168 animais caprinos, entre matrizes e reprodutores. O foco do Projeto também está direcionado à fruticultura, forragicultura, apicultura, galinha caipira e quintais produtivos, beneficiando um total de 810 produtores de 43 assentamentos da reforma agrária.

A SDA está beneficiando agricultores de 43 assentamento rurais no Ceará com matrizes de caprinos.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Sertão Central

Fatos diários do Sertão Central e do Maciço de Baturité em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Alex Pimentel.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags