Busca

Categoria: Arte


12:17 · 17.01.2017 / atualizado às 12:17 · 17.01.2017 por
Ginásio de Banabuiú, onde terá parte da programação esportiva da semana (Foto: Valdecir Pimenta/Ascom)
Ginásio de Banabuiú, onde terá parte da programação esportiva da semana (Foto: Valdecir Pimenta/Ascom)

Banabuiú. Acontece nesta quarta-feira (18) a abertura oficial da 29ª Semana do Município de Banabuiú. A cerimônia acontece no ginásio coberto a partir das seis da tarde. Assim como nas cerimônias esportivas tradicionais, uma tocha olímpica será acessa no evento.

A cerimônia terá a presença de todos os atletas de delegações esportivas inscritas nos jogos da Semana esportiva. Autoridades do Município, como o prefeito Edinho Nobre, o secretário de esportes, Marcel Farias, também estarão presentes.

Algumas competições esportivas já começam nesta segunda-feira (16) no campo Valdir Leopércio. As seletivas da categoria society também já estão acontecendo. Um congresso técnico foi realizado na semana passada com todos os atletas e dirigentes de equipes, inscritos nas competições. O congresso definiu as regras e o regulamento do evento. As categoria deste ano contemplam jogos já tradicionais, como futebol de campo, até novas modalidades, como poker. As inscrições já foram encerradas.

Boa parte da programação é feita de competições esportivas, mas outros eventos também marcam a semana. No próximo dia 20, por exemplo, fiéis percorrem 18 quilômetros a pé, por uma estrada da zona rural, até o distrito de Laranjeiras, um dos mais velhos da cidade. Eles se vestem de branco e rezam por São Sebastião. No dia 25 uma missa deve encerrar a programação, ao meio-dia, em alusão ao aniversário de emancipação da cidade.

No ginásio, a secretaria de Cultura, Turismo, Indústria e Comércio fará a decoração do ambiente. A equipe promete fazer algo diferente e único, misturando a história da emancipação com a importância dos eventos esportivos. Os principais espaços esportivos da cidade, como o campo Valdir Leopércio e o Ginásio João Claudino ganharam nova ambientação.

__________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

09:56 · 06.01.2017 / atualizado às 09:58 · 06.01.2017 por
Inscrições começam no próximo dia 9 (Foto: divulgação)
Inscrições começam no próximo dia 9 (Foto: divulgação)

Quixadá. Ícone da cultura deste Município pelo seu papel social, do exercício da cidadania e do fomento à cultura, o Centro Cultural Rachel de Queiroz informou que vai voltar a ofertar cursos grátis. As vagas são para os cursos de violão, teatro, capoeira e inglês. As inscrições têm início na próxima segunda-feira (9) e seguem até o dia 31 de janeiro, em horário comercial na sede do Centro Cultural.

De acordo com a coordenação, os interessados devem ir munidos de documentação de identificação pessoal e comprovante de residência. As aulas começam na primeira quinzena de fevereiro com duração de seis meses em turmas divididas nos horários de 9h às 12, 14h às 17h e 19h às 21h.

Nas redes sociais, foi montada uma campanha para marcar a volta das atividades no Centro, intitulada de “Resgate de Direitos”. A ação é conduzida pela Prefeitura de Quixadá.

“Para nós a valorização da cultura passa pela vivência e produção cultural. Os cursos que voltamos a oferecer representam a retomada da política cultural e a descoberta de novos talentos de nosso município”, ressaltou o titular da pasta de Cultura, Audênio Moraes.

SERVIÇO:
Centro Cultural Rachel de Queiroz
Rua José Jucá, 343, Centro
Quixadá, Ceará.

________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

17:02 · 09.12.2016 / atualizado às 17:02 · 09.12.2016 por

Canindé. A criançada deste município já tem para onde ir, neste final de semana. O campus de Canindé do Instituto Federal do Ceará (IFCE) promove neo sábado, a sétima edição do “Brinca Criança”. O evento acontece na praça São Francisco, conhecida na cidade como Praça da Melada, das 8h às 12h.

O Brinca Criança é um projeto de extensão do curso de Licenciatura em Educação Física e se caracteriza como uma manhã de lazer dedicada às crianças, com atividades esportivas e culturais gratuitas orientadas por monitores alunos do curso.

De acordo com o IFCE, a programação oferece diversão em brinquedos infláveis, jogos populares, esportes e oficinas lúdicas, além de distribuição de lanches e brinquedos. Aproximadamente mil crianças e adolescentes serão beneficiados diretamente.

“Por conta da falta de políticas públicas no sentido de atenção a essas crianças, a gente sente que elas ficam muito felizes com a realização da atividade e até já esperam por ela, porque se tornou parte do calendário anual da cidade”, comenta o professor Andreyson Calixto, coordenador de extensão do campus de Canindé e organizador do Brinca Criança.

SERVIÇO
Brinca Criança
Data: 10 de dezembro de 2016
Horário: 8h às 12h
Onde: Praça São Francisco (Praça da Melada) – Canindé/CE

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

16:49 · 09.12.2016 / atualizado às 16:49 · 09.12.2016 por
Valdecir Alves, nos campos de extermínio humano nazistas, na Polônia: pesquisa a fundo para conceber documentário (Foto: divulgação)
Valdecir Alves, nos campos de extermínio humano nazistas, na Polônia: pesquisa a fundo para conceber documentário (Foto: divulgação)

Senador Pompeu. O advogado Valdecir Alves, natural deste Município da região Central do Estado, lançou na última quinta-feira (8), no escritorio do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), na Capital, eu documentário: “Campos de concentração no Ceará: Auschwitz, ração, nazismo, escravidão”. O filme tenta mostrar que as mesmas técnicas usadas nos campos de extermínio nazista, em Auschwitz, são idênticos aos campos cearenses, que abrigavam cearenses.

Um dos principais motes para a produção do documentário é o relato de morte de retirantes que foram contratados para a construção do açude Patú, localizado em Senador Pompeu. Na época da seca entre 1915 e 1932, vários campos concentravam cearenses sofridos pela caótica situação que a seca fazia imperar no Estado. Eles não ficavam restritos ao Interior. Foram verificados nos municípios de Quixeramobim, Ipu, Senador Pompeu e Crato. Em Fortaleza, os sertanejos que fugiam das secas eram colocados em barracas de lona. Um deles ficava no Alagadiço, outro no Otávio Bonfim, além do instalado no Pirambu, chamado “Urubu”, por ficar perto de um lixão.

Casarões que abrigava flagelados, em Senador Pompeu, na seca de 1915 (Foto: arquivo/ Alex Pimentel)
Casarões que abrigava flagelados, em Senador Pompeu, na seca de 1915 (Foto: arquivo/ Alex Pimentel)

De acordo com o autor, as semelhanças entre Auschwitz e os arranjos cearenses são muitas, garante – desde as estruturas físicas, usando arame farpado, até a forma como as pessoas eram enterradas e tratadas. A comida era de segunda categoria, sobras das negociatas da “indústria da seca”, que tinha como política exterminar os flagelados ou colocá-los em guetos.

Para comprovar a hipótese que defende no documentário, o diretor visitou o campo de concentração de Auschwitz, na Polônia. A produção começou a ser realizada em 2010, levando seis anos para ser concluída, sendo custeada com recursos do autor. Valdecy não recorreu a editais, temendo controle ideológico, por isso preferiu enveredar para o campo da produção independente.  De maneira realista e em tom de denúncia, o autor promete trazer à tona memórias de uma realidade cuja história oficial faz questão de não registrar – para ele, foi o mesmo que aconteceu com Canudos e o Caldeirão.

Os detalhes sobre a produção do documentário de Valdecir Alves foram destaque no Caderno 3, na edição impressa do Diário do Nordeste da última quinta-feira (8), de one parte deste texto foi retirado. Leia a matéria completa aqui >> Auschwitz no Ceará

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

11:33 · 18.11.2016 / atualizado às 11:33 · 18.11.2016 por

Memor IN AllQuixeramobim. Segue até sábado (19) a programação cultural do “Memor In All”, evento organizado por estudantes militantes independentes no Memorial Antônio Conselheiro, neste Município do Sertão Central. A programação do vento é formada por exposições, apresentações de dança e de teatro, música ao vivo, instrumentos do folclores e DJs. O evento começou na última quinta-feira (17). A entrada é gratuita.

O “Memor In All” é uma forma de protesto de estudantes que ocupam o local de modo pacífico, e oferecendo apresentações artísticas e culturais, numa forma de chamar atenção para o uso do espaço. As atrações começam sempre a partir das 19h. Um dos destaques é a exposição “De olho no tempo atrás”, montada a partir do acervo do fotógrafo da cidade, Luiz Costa Filho. As imagens mostram Quixeramobim nos anos 50 a 70.

Para o escritor quixeramobiense Bruno Paulino, defensor e militante da cultura no Município, o “movimento prova que o memorial tem como ser ativo, um lugar de memória viva que atua no presente”. Bruno enfatizou que ficou feliz com a iniciativa. “Fiquei super feliz de ver esse movimento organizado por uma turma jovem que pensa e ocupa um espaço da cultura na cidade”, concluiu.

Nomes famosos no meio cultural do Sertão Central como Mestre Piauí, Instituto Sol, Fabrac, Projeto Quixadá Cultura de Rua, Tribo de Cultura, integram a programação do evento.

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com