Categoria: Cidadania


17:30 · 25.06.2019 / atualizado às 17:50 · 25.06.2019 por
São João conseguiu reunir a comunidade do bairro de Quixadá que recebe o seu nome, fortalecendo o convívio coletivo com muita reflexão e festa. Fotos > Alex Pimentel

Independente da crença, durante 11 dias, moradores do bairro São João, uma das áreas mais tradicionais de Quixadá tiveram um convívio diferente. Pelo segundo ano consecutivo a paróquia de São João Batista reuniu a comunidade para refletir sobre os ensinamentos do seu padroeiro e e se divertir nos folguedos dedicados ao santo, das quermesses aos espetáculos das quadrilhas juninas.

A decoração especial para o II Festival de Quadrilhas Juninas no entorno da igreja de São João Batista tornou a festa mais bonita.
Antes dos festejos o público participava das santas missas, realizadas sempre às 19h.
Após as celebrações religiosas o publico se divertia na quermesse.
A decoração e as atrações musicais, no ritmo junino, foram muito elogiadas.
Os devotos de São João demonstravam satisfação e orgulho com os cuidados ao anfitrião.

O pároco, Juciê Braga, auxiliado pelo vigário Francisco Márcio, contou também com o apoio das pastorais e até de um produtor cultural, Adriano Bessa, para realizar a festa religiosa. “É importante termos consciência do nosso papel como filhos de Deus. Somos todos semelhantes e precisamos acolher nossos irmãos“, comentou o padre em um dos seus sermões destacando a importância da mobilização religiosa para os fiéis.

A dona de casa Maria Anunciada Moreira passou a morar há pouco mais de seis meses no bairro. Ficou surpresa ao ver com as filhas o desfile de carroças na porta da sua casa. Católica, confessou não ter visitado a igreja havia muito tempo. As filhas ficaram interessadas na diversão. Foi o motivo de se integrar mais com a vizinhança, hospitaleira e animada. “As férias chegaram e enquanto as meninas brincam busco um pouco mais os ensinamentos de Nosso Senhor“, completou.

No ultimo dia de festa, na procissão e no arreamento da bandeira, o publico foi um pouco menor. Estavam todos cansados, principalmente neste dois últimos dias, onde além das missas a festa se estendeu até a madrugada. A cidade cenográfica, com a Matriz, as barracas, a pescaria, as comidas típicas, e principalmente o terreiro na frente da igreja, com bandeirinhas tremulando, tornaram os últimos dias ainda mais especiais.

“Foi uma festa bonita, dessas de a gente não querer arredar o pé. Esse é o verdadeiro espírito do nosso São João, festeiro. Ver essas quadrilhas animando o nosso bairro dá orgulho”, comentou o aposentado João Silveira elogiando o II Festiva de Quadrilhas Juninas de São João Batista, que nas nas noites do domingo (23) e da segunda-feira (24), recebeu nove grupos juninos, de Caucaia, Horizonte, Redenção, Acopiara, Iguatu, Ibaretama e de Quixadá.

O terreiro da paróquia recebeu uma decoração especial para receber o II Festiva de Quadrilhas juninas dedicado ao Santo.
As nove quadrilhas juninas, infantis e de adultos encantaram o público.
O público elogiou muito as apresentações dos grupos juninos.
O público acompanhou atento mais de 10 horas de espetáculo cultural nordestino.

De acordo com o organizador do Festival, o produtor cultural Adriano Bessa, as apresentações em Quixadá integram o calendário oficial do concurso de grupos de folguedos juninos no Ceará. Os participantes foram avaliados por juízes da União Junina do Ceará. “O espetáculo, realizado pela Associação de Cinema e Vídeo de Quixadá (ACVQ), e a paróquia, atingiu o seu objetivo“, ressaltou.

Os jurados elegeram a quadrilha infantil Filhos do Sol, de Caucaia e Sol Nascente, de Iguatu, campeãs do Festival.
O entorno do salão de dança oficial lotou nas duas noites.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 14.06.2019 / atualizado às 06:41 · 14.06.2019 por
No total, 31 sessões são exibidas na Mostra Internacional Infantil de Audiovisual  Fotos > Divulgação

A Mostra Internacional Infantil de Audiovisual (MIAU) chega nesta sexta-feira (14) a Guaramiranga e segue até amanhã no Teatro Rachel de Queiroz. Hoje, serão realizadas quatro sessões para estudantes de instituições públicas, às 8h30, 10h, 13h30 e 15h. no sábado, às 17h, será aberta ao público.

São exibidos filmes que estão fora do circuito da cultura de massa, diversificando as referências artísticas e culturais das crianças. Cada sessão, com duração total em torno de uma hora, é composta por diversos curtas. Além do filme realizado pelas crianças da oficina de Stop Motion de Caucaia, são exibidas produções brasileiras e de outros países.

Antes das sessões o público recebe pipoca e máscaras para entrarem no clima. Os conteúdos fazem rir e pensar, estimulando um pensamento crítico e criativo acerca das múltiplas identidades infantis contemporâneas, explicam os diretores da MIAU, Emídio Sanderson e Osiel Gomes.

Os diretores da MIAU selecionaram curtas nacionais e de vários países para promoção da cidadania.

A Mostra tem o objetivo de despertar nas crianças valores como sustentabilidade, preservação ambiental, cidadania, família e amizade. Fortaleza, Caucaia, Sobral e São Gonçalo do Amarante receberam a programação. Ao todo são 31 sessões, todas gratuitas, realizadas em diversos espaços, 18 exclusivas para alunos de instituições públicas e 13 abertas à população, acrescentam os organizadores.

Eles colaboram na curadoria, tendo à frente Vanessa Fort, coordenadora dos festivais comKids e Prix Jeunesse Iberoamericano. Participante de movimentos que discutem políticas públicas de cultura e educação para infância e juventude, Vanessa tem no currículo a criação, desenvolvimentos e consultoria de projetos para canais como: TV Cultura, TV Escola e Futura.

A MIAU é realizada com recursos do Ministério da Cidadania – Secretaria Especial da Cultura, via Lei de Incentivo à Cultura e promovida pela Via de Acesso à Arte e Cultura (VAAC), com patrocínio da Aeris. São parceiros a Dégagé; Cinemateca da Embaixada da França no Brasil; Embaixada da França no Brasil; Institut Français; Centro Cultural Banco do Nordeste; ECCOA e prefeituras por onde a Mostra está passando.

A MIAU é promovida pela Via de Acesso à Arte e Cultura (VAAC), com patrocínio da Aeris. 

O Centro Cultural Bom Jardim (CCBJ); Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura; Cineteatro São Luiz; e Secretaria de Cultura do Ceará também são parceiros da Mostra produzida pela Invento e D’grau, completam os organizadores.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

11:00 · 13.06.2019 / atualizado às 11:05 · 13.06.2019 por
Gestores públicos do Maciço de Baturité pretende assegurar o crescimento equilibrado da região com a aplicação de educação ambiental.

Prefeitos e representantes de Aracoiaba, Aratuba, Barreira, Baturité, Capistrano, Guaramiranga, Itapiúna, Mulungu, Pacoti, Palmácia e Redenção, assinaram Termo de Compromisso para implementação de políticas de educação ambiental nos municípios do Maciço de Baturité.

O pacto foi firmado no Seminário Regional da Política de Educação Ambiental do Maciço de Baturité. O encontro, realizado na quarta-feira (12) no Teatro Raquel de Queiroz, em Guaramiranga, teve como objetivo discutir ações voltadas para a construção de uma política de educação ambiental na região, envolvendo as secretarias municipais de Educação e de Meio Ambiente.

O evento foi realizado pelo Consórcio da Associação Pública dos Municípios do Maciço de Baturité para o Saneamento Ambiental (AMSA), com apoio da Associação dos Municípios do Maciço de Baturité (Amab), entidade vinculada à Aprece, e participação de representantes da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), do Ministério Público do Ceará e da Unilab.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

15:00 · 15.05.2019 / atualizado às 15:20 · 15.05.2019 por
Unidos, estudantes da Feclesc, do IFCE e da UFC em Quixadá se mobilizaram contra medidas impopulares do presidente Jair Bolsonaro.

Estudantes, professores e servidores das três instituições públicas de ensino superior, o IFCE, a UFC e a Feclesc, se uniram e realizaram juntos um protesto contra os cortes de recursos financeiros para as universidades federais de todo o País.

Lideranças sindicais dos servidores públicos, dentre elas a presidente do Sindsep, Neiva Esteves, aderiram a mobilização, protestando também contra a reforma da Previdência.

De acordo com a organização da mobilização, aproximadamente mil manifestantes marcharam no início desta manhã, da Feclesc até a Praça José de Barros, com faixas e cartazes, também com gritos de ordem contra o presidente da República, Jair Bolsonaro. “Estamos indignados com as facilidades para o acesso às armas de fogo e as dificuldades para adquirirmos livros“, desabafou uma estudante.

“O espírito dos caras-pintadas estão começando a aparecer novamente, e vai assombrar quem não pensa no futuro dos jovens”, comentaram estudantes.
‘Nós também temos um exército, de cidadãos, preocupados com a educação e os velhinhos do nosso País”, gritavam manifestantes.
Os manifestantes demonstraram união e não pouparam criticas ao presidente da República.

O diretor da Feclesc, professor Luiz Oswaldo de Sousa, destacou a necessidade de o País despertar novamente para assegurar alguns dos seus direitos básicos, como a educação para os jovens e a aposentadoria para os idosos.

Esse também é o pensamento da estudante do curso de Geografia do IFCE em Quixadá, Suziane Cristina Martins. Ela é natural de Belém (PA), mas foi no Interior do Ceará que encontrou uma vaga para a formação superior.

YouTube Preview Image

O Diário do Nordeste cobriu as manifestações em todo o Estado.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 15.05.2019 / atualizado às 06:10 · 15.05.2019 por

Promotores de Justiça do Ministério Público do Ceará (MPCE) realizarão nesta quinta-feira (16) em Quixadá mais um Encontro Regional 2019. Será o terceiro este ano, com o objetivo de apresentarem e debaterem os projetos “OSC Legal”, “Resíduos Sólidos: Coleta Seletiva”, “Saúde Fiscal dos Municípios”, “Conselhos Tutelares”, “Vidas Preservadas”, “Envelhecimento Cidadão” e “Municipalização do Trânsito”.

De acordo com o MPCE, o Encontro, dirigido a promotores e servidores de diferentes regiões do Estado, tem início previsto para as 8h30, no Auditório Dom Hélder Câmara, do Centro Universitário Católica (Unicatólica). A partir das 14h o procurador-geral de Justiça Plácido Rios apresentará os resultados dos projetos da área-meio. Os trabalhos se estenderão até às 17h.

Devem participar representantes da 3ª Unidade Regional do Ministério Público, abrangendo os municípios de Aracoiaba, Aratuba, Banabuiú, Baturité, Canindé, Capistrano, Choró, Deputado Irapuan Pinheiro, Guaramiranga, Ibaretama, Itapiúna, Itatira, Milhã, Mombaça, Mulungu, Pacoti, Pedra Branca, Piquet Carneiro, Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu e Solonópole.

Capacitação de Organizações da Sociedade Civil

O MPCE ainda informou que após apresentado aos promotores de Justiça, o projeto “OSC Legal”, do Centro de Apoio Operacional das Organizações da Sociedade Civil, Cível e do Consumidor (CAOSCC), deve reunir representantes do terceiro setor para uma capacitação voltada ao fortalecimento das OSCs através da adoção de práticas de governança e acesso à nova legislação. A capacitação ocorre também amanhã (16), às 10h, na Unicatólica.

Calendário

Ao longo de 2019, os Encontros Regionais contemplarão todas as Unidades do MPCE no Interior. Os próximos eventos estão programados para Russas, nos dias 13 e 14 de junho; Sobral, Tianguá e Crateús nos dias 12 e 13 de setembro; e Maracanaú e Caucaia, em 10 e 11 de outubro. As edições anteriores aconteceram no Cariri e no Centro-Sul do Estado.

Realização

Os Encontros Regionais são coordenados pela Assessoria de Planejamento (Asplan) e contam com a participação dos Centros de Apoio Operacional nas áreas da Cidadania (CAOCidadania), Patrimônio Público (CAODPP), Meio Ambiente (Caomace), Infância e Juventude (Caopij) e Organizações da Sociedade Civil, Cível e do Consumidor (CAOSCC); e do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon).

3ª edição dos Encontros Regionais
16 de maio (quinta-feira), das 8h30 às 17h
Auditório Dom Hélder Câmara – Unicatólica de Quixadá
Inscrições: https://cursos.mpce.mp.br

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

06:30 · 15.05.2019 / atualizado às 06:05 · 15.05.2019 por
Policiais do Raio de Quixeramobim surpreendem população do primeiro ano de atividades na cidade com atos de solidariedade. A entrega de cestas de alimentos à Casa do Ancião foi um deles.

A equipe do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) em Quixeramobim surpreendeu a população desta cidade na comemorar o seu primeiro aniversário. Os 36 policiais em atividade na base local se reuniram e decidiram doar cada um uma cesta básica de alimentos a famílias carentes e também a entidades filantrópicas, dentre elas a Casa do Ancião Santo Antônio e o Hospital Infantil Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Sempre vigilantes, mas também atentos às necessidades dos mais carentes, durante as rondas do dia a dia, os “Guerreiros” como são conhecidos, foram visitando as famílias e entregando as cestas. Uma delas estava cozendo a sua primeira refeição do dia quando recebeu o presente, ainda mais especial por ser das mãos de quem precisa ter determinação e vigor para enfrentar a violência e defender os cidadãos diuturnamente.

Não demorou muito para a notícia se espalhar pela cidade, também nas redes sociais. “Saber de que esses meninos do Raio chegaram para tranquilizar  a gente, isso eu já sabia. Hoje eu durmo mais tranquila, mas ter um coração assim, tão generoso, isso para mim realmente foi uma surpresa. É nessas horas que ainda acreditamos que o nosso País tem jeito. Quem sabe assim outras pessoas sigam o exemplo dessa linda lição de amor“, comentou a dona de casa Maria Lúcia Aquino.

Ao atender a reportagem um dos representantes do Raio de Quixeramobim informou que por se tratar de uma iniciativa coletiva não seria justo citar o nome especificamente de algum deles. Ele também informou que ações dessa natureza devem ser feitas no anonimato, todavia, resolveram divulgar para que outras pessoas sejam encorajadas a se solidarizarem com o sofrimento do próximo.

Além das entidades assistenciais filantrópicas os policiais do Raio também entregaram cestas básicas de alimentos a famílias carentes.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 13.05.2019 / atualizado às 07:25 · 13.05.2019 por

Uma lesão muscular jogando bola deixou o estudante Rafael Costa da Silva, 19 anos, tetraplégico. Passados quase cinco meses ele continua lutando para se reabilitar. Além da força de vontade, realiza seções de fisioterapia. Para facilitar o tratamento precisa de uma cadeira de rodas especial. O acessório custa R$ 9 mil. Como é de família humilde está contando com a colaboração de amigos para juntar o dinheiro necessário.

Para ajudar na arrecadação foi criada uma conta no site Vakinha. A campanha se encerra em 23 agosto. Já foram arrecadados aproximadamente R$ 5,5 mil. Ainda falta mais de 40%. Qualquer quantia é bem vinda. “A vida me tirou a capacidade de andar. Teimoso que sou, continuarei perseguindo meus sonhos. Minhas pernas já não podem me levar até eles, então irei de cadeira de rodas mesmo”, diz Rafael.

Rafael também recebe doações diretamente em suas contas bancárias. Elas aparecem no banner abaixo.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 27.04.2019 / atualizado às 07:35 · 27.04.2019 por
Dom Ângelo Pignoli anuncia o funcionamento de espaço de acolhimento com refeição e higienização para moradores de rua e carentes em Quixadá.

A Diocese de Quixadá vai inaugurar neste domingo (28), às 18 horas, o Espaço da Misericórdia, construído para o acolhimento de moradores desta cidade em extrema situação de pobreza. A divulgação está sendo  feita pelo bispo dom Ângelo Pignoli. Além do acolhimento, do apoio espiritual e social, a estrutura construída ao lado da Igreja da Misericórdia, no bairro Putiú, vai oferecer refeições gratuitas aos mais carentes.

A iniciativa partiu do próprio bispo. “Dentre as nossas missões como Igreja Católica está a assistência aos carentes. Notamos esta necessidade em Quixadá e resolvemos oferecer essa acolhida“, explicou dom Ângelo ressaltando que com o apoio voluntários missionários pretende iniciar o atendimento no local o mais breve possível.

A cozinha do restaurante da Misericórdia foi montada com equipamentos de primeira linha.
Construído ao lado da Igreja da Misericórdia o espaço de acolhimento terá capacidade para receber turmas de 40 visitantes, para higiene e refeições.

Além do almoço, oferecido de segunda à sexta-feira, das 10h às 14h, os visitantes receberão kit para banho, com toalha, sabonete e shampoo; no Espaço da Misericórdia foi construída uma estrutura para a higiene. Pretende-se ainda oferecer roupas e kits de higiene bucal, mas vai depender de doações de colaboradores. Haverá ainda atividades de convivência e integração como rodas de conversas, de musica e dinâmicas de grupo.

A Associação Divina Misericórdia, responsável pela administração da casa de acolhimento também pretende promover cursos e outras atividades ocupacionais através de parcerias com instituições privadas e públicas. A Secretaria de Desenvolvimento Social de Quixadá será uma delas. O prefeito Ilário Marques confirmou o interesse em colaborar e elogiou a iniciativa do bispo.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 17.04.2019 / atualizado às 07:20 · 17.04.2019 por
A delegação paradesportiva Badminton/Apapeq foi um dos destaques na competição estadual para paratletas. Foto > VC Repórter

Sete paratletas de Quixadá vão subir nesta quarta-feira (17) o pódio dos Jogos Paradesportivos do Ceará 2019, realizado pela Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv), encerrados no último sábado (13). A solenidade de premiação dos campeões, das cinco entidades com melhor classificação e a entrega de troféus para os primeiros lugares de todas as modalidades coletivas será realizada a partir das 17h, no Centro de Formação Olímpica, em Fortaleza.

De acordo com os organizadores, a competição contou com 14 modalidades, divididas por faixas de deficiência, feminino, masculino e misto, com a participação de aproximadamente 400 atletas.

A equipe da Associação de Pais e Amigos de Pessoas Especiais de Quixadá (Apapeq), em parceria com Associação Viva o Badminton do Sertão Central (VIBASQ) e apoio da prefeitura de Quixadá, foi o destaque dos Jogos na modalidade badminton.

O paratleta Antônio de Paula, conquistou medalha de ouro, Carlos Gean Silva, medalha de prata e Lucas Bezerra Furtado e Antônio Luís Pereira, medalha de bronze, todos na classe SI9, deficiência intelectual na categoria masculina; Francisca Dara Fernandes, medalha de ouro na classe SI9 categoria feminina e Ana Júlia do Nascimento Silva, medalha de prata na mesma categoria. Joselândio Barbosa conquistou medalha de bronze na classe SL3, deficiência motora nos membros inferiores, categoria masculina.

A comissão técnica da delegação Badminton Apapeq foi formada pelos professores  Gabriela Lopes, Hyan Maro e Sebastião Correia Nélio; os monitores Bruna Rodrigues e Rafael Oliveira; o coordenador técnico Luiz de França e a equipe de apoio Vera Carneiro e Joana Darc.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

20:00 · 02.04.2019 / atualizado às 20:20 · 02.04.2019 por
Em Quixadá, o Dia Mundial da Conscientização do Autismo foi marcado por um festa especial, com os alunos, pais e professores.

O Centro Integrado de Educação e Saúde Dr. Marcello Cândia fez uma surpresa para os seus alunos no Dia Mundial da Consciência do Autismo. Brincadeiras, algodão doce, pipoca, brinquedos infláveis e um lanche especial foram preparados para os 378 estudantes, todos portadores de alguma necessidade especial, explicou a coordenadora do Centro e presidente da Associação dos Pais e Amigos de Pessoas Especiais de Quixadá (Apapeq), Vera Carneiro.

A data foi dedicada os 89 meninos e meninas, crianças, adolescentes e adultos autistas assistidos pelo projeto mantido pelo entidade filantrópica, com o apoio da Apapeq e das secretarias de Educação e de Saúde de Quixadá e da Secretaria Estadual de Educação. O restante da turma, portadores da Sindrome de Down, de paralisia cerebral e de necessidades múltiplas, foram convidados, juntamente com pais, e toda a equipe de educadores e profissionais da saúde.

Dentre as atividades da programação especial as meninas ganharam uma sessão de embelezamento das unhas.
Outros alunos preferiram pintar o rosto para entrarem no clima da diversão.
Teve também quem preferiu apenas botar a não na massa, de modelar.
Outros foram para a fila dos brinquedos infláveis. Puderam se divertir até cansar.

A dona de casa Geunete Ferreira, 26 anos, mãe de Davi Rubens, um garoto autistas de apenas 5 anos, considerou o momento interessante, como forma de inclusão social. Para ela, momentos assim devem acontecer com mais frequência, em lugares públicos. “As pessoas ainda têm muito preconceito. Precisam aprender que nossos filhos são diferentes mas são iguais e não olharem como se fossemos mal educados, como costuma ocorrer quando vamos a uma loja. Ele apenas é hiperativo”, explica.

A secretária de Educação do Município, professora Lígia Saraiva, também participou da festa e destacou os avanços da inclusão educacional regular nas escolas de Quixadá. Há alguns anos recebiam assistência de 49 profissionais especializados. Hoje, são 137, além do reforço no Centro Integrado, garantindo a todos um convívio com os colegas, sendo respeitadas suas diferenças.

A secretária de Educação de Quixadá e as coordenadoras da assistência especial comemoram os avanços no Município.
O aluno Luciano Silva é o músico da turma. Do violão à sanfona, ele domina todos os acordes.

Para a gerente da Educação do Centro, professora Kuicia Aguiar, os avanços tem sido significativos nos últimos anos. A escola passou a acolher e a Apapeq a dar o suporte necessário para essas crianças e adolescentes se sentirem na extensão das suas casas e no convívio coletivo social.

A aceitação da família é o fator essencial nesse processo de inclusão e oportunidade de todos interagirem como na festa especial realizada nesta 2 de abril, é uma declaração de amor, destaca a psicopedagoga Silvana Damasceno. Ela é das três profissionais dessa área especializada em aliar a psicologia à pedagogia.

Outra ciência aplicada nesse sentido é a musicoterapia, desenvolvida na cidade melo maestro Helder Meneses. Ele criou um espaço para essa atividade da festa realizada no Centro Integrado de Saúde. Foi uma oportunidade para os alunos e os pais conhecerem esse conjunto de técnicas baseadas na música e empregadas no tratamento de problemas somáticos, psíquicos ou psicossomáticos.

O professor Helder Menezes trouxe uma novidade especial para a cidade em se tratando tratamento terapêutico, a musicoterapia. 

 Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Sertão Central

Fatos diários do Sertão Central e do Maciço de Baturité em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Alex Pimentel.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags