Categoria: Cidadania


17:00 · 11.12.2018 / atualizado às 16:30 · 11.12.2018 por
A Praça Coronel Nanan ficou mais decorada para as festas de fim de ano em Quixadá.

As principais praças de Quixadá começaram a ser decoradas para os festejos natalinos. A primeira a ser iluminada foi a Coronel Nanan, onde dezenas de famílias se reuniram na noite desta segunda-feira (10) para receberem a Caravana da Coca Cola com a Família Noel. A visita especial ocorreu com o apoio da prefeitura e do comércio local. Quatro caminhões, iluminados e num deles o trenó do Papai Noel com suas renas percorreu vários bairros antes de parar na praça para saudar as crianças.

Dezenas de famílias se concentraram na Praça Coronel Nanan para receberem a Família Noel.
Papai Noel percorreu vários bairros da cidade no seu trenó.
Era grande o número de crianças aguardando um pouco da atenção do Bom Velhinho.

De acordo com a administração municipal foi a abertura da programação oficial na cidade. Segue até o dia 22 de dezembro com o Natal das Famílias dos Centros de Referências de Assistência Social (CRAS). A festa acontece no bairro Campo Velho, no dia 13, no Campo Novo dia 14, Renascer dia 17 e Residencial Rachel de Queiroz no dia 18. A programação nos CRAS terá início sempre às 9h com oferta de serviços sociais, palestras. À noite, a partir das 18h, haverá a confraternização.

No dia 20, grupos de corais se apresentam na fachada do Museu Histórico Jacinto de Sousa, também a partir das 18h, no Centro da cidade. No dia seguinte, 21, haverá concerto natalino também com início programado para as 18h, na Praça José Marques da Silva, conhecida popularmente como Praça da Estação. O espaço público transformado recentemente na “Praça das Crianças”, receberá decoração especial nos próximos dias, para as festas de fim de ano, acrescentou a prefeitura.

 Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

12:00 · 07.12.2018 / atualizado às 11:56 · 07.12.2018 por
Comitiva africana conhecerá experiências de convívio no semiárido cearense. Foto > Fernanda Cruz

Uma delegação africana, formada por representantes de Burkina Faso, Níger e Senegal,  vai aportar no Ceará a partir da próxima segunda-feira (10). Conforme a Articulação Semiárido Brasileiro (ASA) o grupo chega ao estado para conhecer as estratégias de convivência com o semiárido brasileiro. O intercâmbio é fruto da parceria entre a ASA e a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

Os visitantes deverão permanecer até a sexta-feira (14). Vão conhecer experiências acompanhadas por diversas organizações que compõem o Fórum Cearense pela Vida no Semiárido (FCVSA), que representa a ASA no Ceará, em oito municípios: Quixadá, Choró, Quixeramobim, Senador Pompeu, Ibaretama, Barreira, Ocara e Chorozinho.

Entre as experiências estão as cisternas de placas, o sistema de reuso de águas, quintal produtivo e casas de sementes. A primeira visita será na comunidade quilombola do Sítio Veiga, na Serra do Estevão, em Quixadá. Atualmente 39 famílias residem no quilombo e todas possuem cisterna de primeira água e algumas também têm cisterna de produção.

No período da estiagem as cisternas de placa espalhadas pelo sertão cearense são abastecidas por carros-pipa.

A comunidade também possui uma casa de mel, uma casa de sementes e uma cisterna comunitária. A garantia e a demarcação de 967,5 hectares de terras são os principais desafios da comunidade surgida há mais de um século a partir de negros escravizados que fugiram.

Em Quixeramobim a comitiva vai conhecer a feira agroecológica, outra iniciativa importante para a permanência das famílias agricultoras no campo devido à geração de renda, organizada por uma rede de agricultores agroecológicos que fazem uso da estratégia dos Fundos Rotativos Solidários para se capitalizar e ampliar a produção de todas as famílias envolvidas.

No município de Senador Pompeu, a delegação deverá conhecer a experiência com reuso de águas cinzas de Dona Silvia Helena, da comunidade de Lima dos Pedros. “Sempre tive vontade de ter meu canteiro, hoje graças ao reuso tenho um quintal cheio de plantas, verdura de todo jeito e é daqui que eu vivo”, conta.

Noutro município incluído no roteiro, Chorozinho, a visita será na propriedade de Dona Angélica, na comunidade Pau Pereira, com ênfase nas estratégias de estocagem de água. Ela possui uma cisterna para consumo humano, uma cisterna de produção e também faz o reuso da água.

Na programação estão incluídas visitas a experiências coletivas. Uma é a cisterna escolar e a proposta de educação contextualizada no município de Barreira, e duas experiências de estoque comunitário de sementes: a casa de sementes Nova Conquista, na comunidade Riacho do Meio, em Choró, e a casa de semente Várzea de Cima, em Ibaretama.

A participação na casa de sementes gera autonomia e independência as famílias, que passam a ter sementes adaptadas ao clima e na hora exata do plantio.

O coordenador da ASA no Ceará e secretário de Finanças da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece), Luiz Carlos Ribeiro, aponta para uma expectativa positiva dos agricultores e agricultores e das organizações para trocar experiências com os representantes africanos. No primeiro dia da visita estrangeira haverá reunião com a Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) do Estado, explica.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

10:00 · 03.12.2018 / atualizado às 10:05 · 03.12.2018 por
Projeto de alunas do ensino médio de Senador Pompeu, de combate à violência contra a mulher ganha destaque nacional.

Um grupo de alunas da Escola Estadual de Educação Profissional Professor José Augusto Torres, em Senador Pompeu, será um dos premiados nesta terça-feira (4) em Fortaleza, como um dos 11 melhores projetos do Desafio Criativos da Escola, promovido pelo Instituto Alana, uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que aposta em programas que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância. Este ano a premiação chega à  sua 4ª edição.

As estudantes de Senador Pompeu se inscreveram com uma pesquisa, realizada por elas, acompanhada de um aplicativo virtual para combater a violência contra mulheres. Os constantes relatos de casos de agressões domésticas informados por mulheres nesta cidade do Interior do Ceará incomodaram as pesquisadoras. Pensando em transformar essa realidade e promover o diálogo sobre igualdade de direitos, as jovens criaram o projeto Centro de Pesquisa Continuada pela Igualdade de Gênero Nísia Floresta.

Elas aprofundaram seus conhecimentos, a partir de leituras e de filmes, além de pesquisas sobre casos de violência contra a mulher no Ceará.  Depois, aplicaram uma pesquisa na própria escola, para mapear a realidade da violência de gênero sofrida pelas colegas. Para ajudar nas pesquisas, passaram a divulgar o “Violentômetro“, uma ferramenta inovadora, criada por elas, que auxilia mulheres a identificarem ações e comportamentos típicos de parceiros abusivos.

Os resultados dessa pesquisa foram apresentados durante a Semana Escolar “Maria da Penha”. Apontaram que muitas adolescentes eram vítimas desse tipo de violência. Para apoiá-las, o grupo promoveu debates, inclusive em outros colégios, e trabalhou temas relacionados ao feminismo.

O próximo passo da equipe será escrever um livro reunindo histórias e depoimentos potentes compartilhados nessas conversas. Deverão contam com a presença de figuras de destaque na comunidade.

Desafio Criativos da Escola

Esta é a quarta vez consecutiva que um projeto do Ceará é premiado no Desafio Criativos da Escola. Este ano, a cerimônia de premiação dos 11 projetos selecionados será amanhã, dia 4 de dezembro, no Teatro Câmara, em Fortaleza, com a participação de três estudantes e um educador de cada um dos grupos selecionados. A transmissão do evento será feita ao vivo pelo canal do Youtube do Criativos da Escola.

Pelo terceiro ano consecutivo, o Desafio contou com o apoio do programa Parceria Votorantim pela Educação, do Instituto Votorantim, nos 105 municípios onde desenvolve suas atividades.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 17.11.2018 / atualizado às 07:00 · 17.11.2018 por
Os eleitores de mais seis cidades do Sertão Central já podem ir aos cartórios do TRE para realizarem o cadastramento biométrico

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-Ce) reabriu o atendimento para o cadastramento biométrico. No Sertão Central, Quixeramobim, Milhã, Solonópole, Senador Pompeu, Deputado Irapuan Pinheiro e Piquet Carneiro estão na lista das 55 cidades onde os eleitores deverão regularizar a situação até 150 dias antes das próximas eleições, em 2020. Nesse período, quem não compareceu às urnas na ultima eleição pode normalizar sua situação eleitoral. Também é possível realizar a transferência de título, explica o TRE-Ce.

As outras cidades onde os eleitores podem procurar os cartórios do TRE para realizarem o cadastramento são: Acopiara, Aiuaba, Alto Santo, Antonina do Norte, Ararendá, Araripe, Arneiroz, Assaré, Baixio, Beberibe, Campos Sales, Catarina, Ererê, Graça, Independência, Ipaumirim, Ipu, Ipueiras, Iracema, Jaguaretama, Jaguaribara, Massapê, Monsenhor Tabosa, Morrinhos, Mucambo, Nova Russas. Novo Oriente, Orós, Pacujá, Parambu, Pereiro, Pires Ferreira, Poranga, Potengi, Potiretama, Quiterianópolis, Reriutaba, Saboeiro, Salitre,  Santana do Acaraú, São João do Jaguaribe, Senador Sá, Tabuleiro do Norte, Tamboril, Tarrafas, Tauá, Umari e Varjota.

No período de 2017 a 2018, encerrado antes das últimas eleições, o TRE-Ce implementou a revisão eleitoral, com biometria, em 67 municípios cearenses. No Centro do Estado, Quixadá, Choró, Ibaretama, Ibicuitinga, foram algumas das cidades. No total, eleitores de 129 dos 184 municípios do Ceará utilizaram a identificação biométrica. Mais de 4,6 milhões foram biometrizados. O eleitorado estadual soma atualmente 6.282.136 eleitores.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

08:00 · 15.11.2018 / atualizado às 20:35 · 15.11.2018 por
Os estudantes de Choró começaram a receber a visita de candidatos a prefeito, vice e vereadores mirins. Estão levando as eleições a sério.

No próximo dia 30 a população estudantil de Choró, uma cidade do Sertão Central com pouco mais de 13 mil habitantes, participará de uma eleição especial. Mais de dois mil alunos vão eleger o prefeito, vice-prefeito e vereadores mirins deste Município. Os candidatos já se mobilizam, realizam suas campanhas e expõem suas propostas.

Eles terão até o dia 20 para realizaram os seus registros de candidatura. As fotos, a relação de eleitores e os locais de votação serão apresentados nesse dia. Já estão confirmadas 14 candidaturas. Os levantamentos apontam 2.300 eleitores aptos a votar.

Os eleitos serão diplomados e empossados em sessão solene, em janeiro de 2019, pelo prefeito Marcondes Jucá, o presidente da Câmara Municipal, Fabiano Lemos Cabral, a secretária da Ação Social Lucicleide Jucá, o coordenador do Selo Unicef, o presidente do CMDCA e a coordenadora do Conselho Tutelar no Município, Gizélia Lemos. O mandato será de dois anos.

O prefeito Marcondes Jucá começou a receber os candidatos no seu gabinete, mas nesses eleições ele não vai poder tomar partido.

Conforme o coordenador municipal do Projeto Selo Unicef, Douglas Barreto, o pleito seguirá os mesmos moldes de uma eleição real. Os eleitores mirins escolherão seus candidatos nas urnas eletrônicas distribuídas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), atendendo o Projeto Selo Unicef, do qual é o coordenador municipal.

O Município receberá nove urnas eletrônicas, mais duas de reserva. O TRE prestará todo o suporte técnico para a eleição especial que está mobilizando jovens e adolescentes das escolas públicas da rede municipal e estadual de ensino.

Douglas Barreto acrescentou que ele e o chefe de Gabinete da administração municipal, Gilberto Almeida, participaram de reunião de planejamento no TRE/CE com Lorna Vidal e Geferson Aguiar, Analista Judiciário, que será o responsável pela Eleição Municipal Mirim de Choró.

A iniciativa atende a Lei Municipal 524/2018, que cria o Governo Municipal Mirim e a Câmara Municipal Mirim, onde os eleitos terão relevante papel social junto ao governo municipal e poder legislativo, conforme ações específicas do Projeto Selo Unicef, Partiu Mudar, cuja proposta é assegurar o protagonismo infantojuvenil para a construção, fomentação e aprimoramento da Política Municipal para a criança, o jovem e o adolescente, completou Douglas Barreto.

Com a iniciativa desenvolvida dentro do Projeto Selo Unicef a prefeitura de Choró pretende promover o protagonismo infantojuvenil.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

18:30 · 12.10.2018 / atualizado às 18:30 · 12.10.2018 por
Jovens promoveram uma festa especial para as crianças assistidas pela Associação Grão de Mostrada no dia dedicado a elas.

Mais de 150 crianças assistidas pela Associação Grão de Mostarda, uma entidade não governamental localizada no bairro Campo Velho, em Quixadá, ganharam uma festa especial no dia dedicado a elas. A iniciativa partiu do auxiliar administrativo Jonathan Rodrigues, de Banabuiú. Com a ajuda de amigos e de patrocinadores ele arrecadou brinquedos, doces, pipoca, refrigerante, para comemorar a data na Escola de Ensino Fundamental Padre José Vicente, localizada naquele bairro.

Com o auxílio do Grupo Pré Militar de Quixadá um mini parque foi montado no ginásio poliesportivo da Escola. Teve também brincadeira com palhaços durante toda a manhã. Seis adolescentes que este mês comemoram seus 15 anos de idade receberam os parabéns de todos, com direito a bolo e velinhas, completou a mantenedora da Grão de Mostarda, Maria de Fátima da Silva, conhecida como “Tia Fátima“. A ONG funciona desde 2004, acrescentou feliz com o presente dos jovens.

Colaboradores da Indústria Calçadista Dakota, com fábrica na cidade, também promoveram festa para crianças. De acordo com os organizadores, a mobilização, realizada há nove anos recebe o título de Projeto Criança Feliz. Este ano eles receberam aproximadamente dois mil meninos e meninas de várias creches, com brincadeiras, apresentações teatrais e distribuição de brinquedos. Os filhos dos funcionários da indústria, aproximadamente 200, também participaram da festa.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 09.10.2018 / atualizado às 07:05 · 09.10.2018 por
O Zoológico de São Francisco, em Canindé, precisa de doações para dar melhor assistência aos animais.

O único parque de animais silvestres existente no Interior do Ceará, o Zoológico São Francisco, em Canindé, agradece a quem puder fazer doações para manutenção da assistência a mais de 400 espécies, incluindo onças e até os ursos siberianos Dimas e Kátia. O casal é uma das principais atrações.

> Zoológico ainda não foi notificado sobre pedido de resgate de ursos em Canindé

Apesar de muitos romeiros colaborarem com o pagamento de R$ 2,00 para terem ingresso ao jardim especial mantido pelo Santuário de São Francisco das Chagas, os recursos não são suficientes. Com as contas no vermelho a entidade franciscana deixa de realizar outras ações de caridade.

Quem visita o zoológico, ao lado do Parque dos Romeiros, a pouco mais de 1Km da Basílica, fica admirado com a beleza do lugar e os cuidados com os animais. Até uma clínica veterinária é mantida para assistência aos “hospedes”. Eles recebem atenção de um veterinário e de uma bióloga. Há também uma equipe de limpeza.

Para fazer doações os interessados, inclusive empresários e políticos, podem manter contato pelo telefone (88) 3343 1811, da administração do Zoológico, explica o reitor do Santuário, frei Marconi Lins.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 08.10.2018 / atualizado às 07:00 · 08.10.2018 por
Neste primeiro turno muitos eleitores precisaram ter paciência para votar em Quixadá.

Os números são do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Dos 53.420 eleitores cadastrados 12.627 não votaram neste primeiro turno das eleições em Quixadá. O Cartório Eleitoral da 6ª Zona, sediado neste Município informou que 9.627 títulos foram inabilitados porque os titulares não realizaram o recadastramento biométrico. O restante, 3 mil, não compareceu às seções. Foram disponibilizadas 203 urnas eletrônicas.

Dessa vez, boa parte dos eleitores reclamou da demora nas filas, em algumas delas aproximadamente uma hora. Quem deixou para cumprir a obrigação eleitoral no fim da tarde, para evitar o sol quente e o calor de mais de 35°C, também precisou ter paciência. O principal motivo da demora era o número de opções a votar, seis. Por outro lado, a identificação biométrica tornou o processo mais rápido. Era apertar o polegar no leitor e ir para a urna.

Ainda na região da 6ª Zona Eleitoral, a qual atende também os municípios de Banabuiú, Choró e Ibaretama, nenhuma urna apresentou problema grave. Foram detectadas apenas a falta de energia elétrica em dois locais de votação, na localidade de Alívio dos Cancões, distrito de Cipó dos Anjos e Alto Alegre, em São João dos Queiroz, ambas na zona rural de Quixadá. Nenhuma urna foi impugnada.

Não houve demora na entrega das urnas eletrônicas no Cartório Eleitoral da 6ª Zona.
O processo de apuração em Quixadá foi rápido em Quixadá. Às 21h estava concluído.

Quanto a crimes eleitorais, foram detectados apenas “derrame” de santinhos nas entradas de alguns locais de votação. Os autores não foram identificados. Um Oficial de Justiça aposentado foi detido. Ele é natural do Pará. Estava de passagem em Quixadá. Queria votar. O presidente da seção autorizou, mas houve insistência. Ele queria que a esposa votasse também. Houve discussão, a Polícia Militar foi acionada. O caso foi parar na delegacia regional da Polícia Civil.

Com a liberação das camisetas com propaganda, alguns eleitores improvisaram quando foram às urnas.
Teve eleitor que preferiu “carregar o candidato nas costas”.

Diário Sertão Central. Participe pelo telefone e whats app (85) 9 8755 0154

09:30 · 09.09.2018 / atualizado às 09:35 · 09.09.2018 por
Acessibilidade de cadeirantes à passarela do Açude Cedro Melhora após um ano. Geraldo da Silva pôde apreciar a beleza do lugar.

O aposentado e cadeirante Geraldo Lucindo da Silva teve pela primeira vez a oportunidade de conhecer o parque histórico do Açude Cedro e passear pela passarela da barragem em forma de arco. Era um sonho de criança quando se despediu da sua terra natal, Quixadá e foi morar em Fortaleza. Mais de 70 anos depois pode retornar, acompanhado dos filhos Valdemir Aquino e Valdecir de Aquino.

No início de abril do próximo ano Geraldo Lucindo completará 85 anos. O passeio, de Maracanaú, onde a família reside atualmente, ao ponto turístico mais visitado da cidade, foi um dos presentes antecipados. Um sobrinho, Jaftanael da Silva, e um amigo, José Antônio Martins, também participaram da visita e tiveram a oportunidade de conhecerem e apreciarem a beleza do lugar.

Dessa vez o cadeirante não teve muita dificuldade para chegar à passarela na sua cadeira de rodas. O automóvel da família pode subir a rampa. A cadeia pode cruzar a barreira formada por barras de ferro para impedir o acesso de bicicletas à varanda da barragem. Uma das barras foi retirada para melhorar a acessibilidade de portadores de necessidades especiais.

Em julho do ano passado outro portador de necessidades especiais passou pelo constrangimento de precisar ser erguido sobre os obstáculos. Era o artista plástico tetraplégico Antonio Luiz Martins, natural de São Paulo. Foi preciso um voluntário agarra-lo pelos braços para superar o obstáculo das barras de ferro encravadas na entrada de acesso à passarela da parede do açude. A situação vexatória foi registrada pelo Diário do Nordeste.

> Acessibilidade é mais um problema enfrentado por quem visita o Açude Cedro

Pouco tempo depois a direção do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), responsável pela administração do lugar, determinou a mudança no acesso. Mesmo assim faltam melhorias de acessibilidade, ressaltam os visitantes, não deixando de elogiar a beleza cênica do parque. A falta de placas de sinalização e de guias turísticos também foram notadas, além das pichações.

Uma das barras de ferro foi retirada facilitando o acesso de cadeirantes à passarela da barragem.No fim da passarela da barragem os visitantes se deparam com enormes pichações.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

17:30 · 07.09.2018 / atualizado às 07:05 · 08.09.2018 por
O desfile do Dia da Independência teve início em Quixadá com a apresentação das tropas militares às autoridades e ao público.

Iniciado com o Hino da Independência, seguido de um breve discurso do prefeito em exercício, João Paulo Furtado, apresentando parte da sua equipe direta e se comprometendo em empenhar todo o esforço para realizar uma boa administração, o desfile cívico de 7 de Setembro começou em Quixadá com a apresentação das tropas do 9º Batalhão da Polícia Militar, seguido do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). O Grupo de Pré Militares de Quixadá também marchou na mesma direção das tropas militares.

Enquanto as tropas militares se apresentavam às autoridades e ao público, a Banda Municipal Maestro Nabor Crebilon entoava o Hino Nacional e o helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) sobrevoava a Avenida Plácido Castelo, palco do evento comemorativo. Quando a aeronave realizou um sobrevoo mais baixo o público aplaudiu. Era apenas o começou do desfile de mais de 20 escolas e entidades não governamentais que a partir daquele momento manchavam em direção contrária, como tem ocorrido nos últimos anos.

Repetindo a tradição dos últimos anos, os maços deram início aos desfiles das entidades não governamentais e escolas.

Este ano, um grupo de aprovados no concurso público realizado pela prefeitura de Quixadá em 2016 voltou a participar do desfile. Eram aproximadamente 60 participantes. Como no ano passado, portavam faixas, e cartazes, dessa vez de agradecimento ao Ministério Público e ao prefeito em exercício. Também pediam a nomeação imediata para exercerem seus cargos.

Pelo segundo ano consecutivo um grupo de aprovados no concurso público de 2016 também desfilaram.

Apesar do sol forte as crianças resistiram e cumpriram o dever cívico em homenagem à Pátria. Cada grupo era aplaudido, como também as evoluções da Fanfarra Valentim, da Escola de Educação Profissional Maria Cavalcante Costa, a Banda do Colégio Estadual Coronel Virgílio Távora (BCVT) e a Banda Marcial César Cals (BMCC), da Escola Estadual Governador César Cals, conhecida como Estadual. As apresentações dos músicos encerram o desfile da Independência na cidade, por volta do meio-dia.

Muitas crianças participaram do desfile da Independência em Quixadá, mesmo debaixo de sol muito forte.

(mais…)

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Sertão Central

Blog da editoria Regional, do Diário do Nordeste, sobre os municípios da região Sertão Central, do Ceará.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags