Busca

Categoria: Cidadania


08:30 · 23.04.2017 / atualizado às 08:31 · 23.04.2017 por

O Comitê organizador dos Jogos Olímpicos de São João dos Queiroz (JOSJQ) está correndo contra o tempo para realizar a 30ª edição consecutiva da competição, considerara pelos moradores dessa comunidade da zona rural de Quixadá a mais antiga do Ceará e talvez do Brasil. Eles devem receber mais de 500 atletas e equipes de várias cidades da região. Os Jogos Olímpicos são realizados na segunda quinzena do mês de julho.

Entretanto, como ocorreu na Vila Olímpica do Rio de Janeiro as obras correm o risco de não serem concluídas, melhor, nem iniciadas, faltando pouco mais de 90 dias para o acendimento da tocha olímpica. Essa é a preocupação do presidente do Comitê Olímpico rural, Alexandre Neto. O Parque Olímpico ainda aguarda as obras. Ele se refere ao ginásio poliesportivo, que está com o seu telhado comprometido além da necessidade de reparos.

Quanto ao entorno do ginásio, onde são realizadas as partidas de futebol de campo, as corridas, arremesso de peso, também precisa de cuidados e quem sabe uma estrutura receptiva um pouco melhor para o público. A Escola de Ensino Fundamental João Gonçalves da Rocha, ao lado do ginásio poliesportivo funciona como o hotel da Vila Olímpica para os atletas visitantes.

A respeito das Olimpíadas de São João dos Queiroz o prefeito de Quixadá, Ilário Marques, informou que se empenhará com sua equipe para assegurar a realização do evento. Providências já estão sendo adotadas para os reparos do ginásio, que em breve passará a ser administrado pela Secretaria de Educação do Município. Posteriormente será realizada licitação para uma obra completa, quem sabe até a construção de uma vila olímpica no distrito onde os jogos se tornaram tradição.

Alexandre Neto confirmou o compromisso do prefeito em realizar os reparos para a realização dos Jogos Olímpicos de São João dos Queiroz. Como se trata de uma edição especial eles querem fazer bonito, principalmente para os visitantes. Após cinco anos vai haver novamente prova de natação. Com as chuvas deste ano o açude da comunidade encheu. Será mais uma dentre mais de uma dezena de modalidades disputadas durante o mês de julho por atletas de várias cidades da região.

Além de modalidades mais populares como o futebol, o handebol e o vôlei existem algumas bem peculiares aprovadas pelo Comitê especial. A sinuca é uma delas. Havia também a corrida de jegues, mas por encontrarem irregularidades, como infringir a Lei de Proteção aos Animas, foi excluída. Corrida mesmo, só de atletas e de bicicletas.

Enquete
Qual a importância dos Jogos Olímpicos de São João dos Queiroz para você

Alexandre Neto
Presidente do Comitê Olímpico

Acredito que somos o único lugar do mundo que realiza uma competição com espírito olímpico. Não se trata apenas de uma competição, mas de uma festa, uma confraternização com nossos vizinhos e escolhemos o esporte para realiza-la“.

Roberto Rivelino da Silva
Professor de Educação Física

É gratificante saber que uma comunidade do nosso município se reúne a três décadas para promover uma competição dessa natureza. O esporte é com certeza uma das formas mais simples de educar as pessoas e esses Jogos Olímpicos realizados em São João dos Queiroz são o exemplo disso“.

Letícia Evelin Oliveira
Estudante Atleta

Nasci e estou crescendo em um lugar muito especial, afinal não é em todo canto que a gente tem a oportunidade de participar todos os anos de uma olimpíada, principalmente ao lado da família e dos amigos. Uma força dessas com certeza todo atleta olímpico gostará de ter“.

Veja também no Diário do Nordeste

Comunidade rural anseia restauração de ginásio

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

00:30 · 17.04.2017 / atualizado às 06:45 · 17.04.2017 por

Nesta semana será a vez de Quixadá receber o atendimento especializado do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon) do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), o Decon Viajante.

Segundo o MPCE o atendimento está programado para esta segunda-feira (17) na Praça José de Barros, no Centro da cidade, das 8 às 14 horas. As promotorias de Justiça da Comarca local darão apoio no atendimento à população.

O projeto recebe o título de “Decon Viajante” por ser um modelo de atendimento móvel aos consumidores. Uma van é utilizada como espaço de atendimento aos consumidores do Interior do Estado. O objetivo é descentralizar o atendimento para quem precisa da assistência, contribuindo para o aumento na resolução de conflitos, geralmente com bancos e operadores de telefonia.

Na cidade, o Decon Viajante também pretende realizar fiscalizações em estabelecimentos para verificar o cumprimento do Código de Defesa do Consumidor (CDC) e legislações específicas para as diversas atividades comerciais, e também, de forma educativa, se há a presença do “Livro de Reclamações do Consumidor”, de acordo com a lei nº 16.704/2016 que entrou em vigor no dia 28 de julho deste ano.

Segundo sua coordenação, o Decon Viajante é uma ação do projeto “Fortalecimento e Expansão dos Órgãos de Defesa do Consumidor” do Decon, firmado entre a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça e a Procuradoria-Geral de Justiça do Estado do Ceará (PGJ) e tem como objetivo reestruturar os órgãos de defesa do consumidor, e implantar Procons em municípios cearenses integrados ao Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec).

O Decon Viajente também emite RG e CPF, no entanto o cidadão já deverá apresentar foto 3×4, não podendo ser foto escaneada. Não será realizada a emissão do boleto de 2ª via do RG, portanto o interessado já deve apresentar o boleto e o comprovante de pagamento para o atendimento. A emissão do boleto da 2ª via do RG é feita no site da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, e é disponível para qualquer cidadão através do link http://cidadao.sspds.ce.gov.br/DAE/emitirRG.

O prazo de entrega dos documento atualmente é de 30 dias, e o local da entrega será acertado com a Promotoria.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

16:00 · 13.04.2017 / atualizado às 16:36 · 13.04.2017 por

Famílias continuam ocupando as casas do Jardim Norte I, um conjunto habitacional do programa Minha Casa Minha Viva, onde foram construídas 540 moradias no bairro Planalto Sabonete, na periferia de Quixeramobim, invadido no dia 26 de março passado.

A informação foi passada por um membro de um movimento de jovens da cidade, Aécio Holanda. “A água e a energia elétrica das casas foi cortada. Num gesto humanitário passamos a distribuir água através de carros-pipa e estamos arrecadando alimentos porque muitos deles estão passando até fome“, explicou.

Um grupo de jovens está realizando ações humanitárias de amparo às famílias, como a distribuição de água

No dia anterior, um oficial de Justiça, acompanhado de uma tropa do Batalhão de Choque (BP Choque) da Polícia Militar havia cumprido uma ação de reintegração de posse no outro conjunto do Minha Casa Minha Vida invadido na cidade, o Edmilson Duarte Lima. As famílias saíram pacificamente, mas no Jardim Norte I houve resistência. Em uma das vias de acesso ao habitacional os invasores fizeram um bloqueio com galhos de árvores e ainda atearam fogo em pneus. Na outra, abriram uma vala.

Moradores desmentiram a informação de que o Jardim Norte I havia sido desocupado, mas não informaram o número atual de ocupantes. Eles pediram para não terem seus nomes revelados.

A reportagem do Diário do Nordeste voltou a tentar manter contato telefônico com o Fórum de Justiça de Quixeramobim. As ligações não foram atendidas.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

10:30 · 13.04.2017 / atualizado às 10:35 · 13.04.2017 por

Uma sensação de perda muito grande, essa foi a reposta de pais e mães quando viram a polícia na porta das suas casas e foram obrigadas a sair às pressas. Por falta de uma moradia digna e diante da incerteza de realizarem finalmente o sonho da casa própria, embora apenas com uma sala um quarto, uma cozinha e um banheiro, muitas delas acabaram invadindo o conjunto Edmilson Duarte Lima, em Quixeramobim.

             Fotos > Paulo Simião

O desempregado José Ferreira da Silva Filho, 52 anos, foi um deles. Ocupava a casa 20 na quadra 3 quando de costume, ao acordar, cedo, viu a tropa da Polícia. Como usavam capacetes com viseiras escuras, não dava sequer para ver nos rostos deles se teriam compaixão às vésperas da sexta-feira santa com quem era obrigado a dividir o lugar de dormir com os insetos e os ratos. Não pensou duas vezes. Colocou a mobília numa carroça e voltou para o seu martírio.

Não foi diferente para a operária calçadista Leilane Barbosa, 27 anos. Ela é casada, mas está separada. Quando estava saindo da casa que ocupou a preocupação era como justificar para os filhos que eles teriam que retornar para a casa da avó, onde havia deixado as crianças na noite anterior. “Eu não queria que elas presenciassem a humilhação do despejo com o uso da força policial. Eles adoram a polícia“, completou.

Apesar da frustração, como de muitas outras famílias que invadiram casas nos dois conjuntos, ela pretende continuar lutando pela moradia própria. Quando se sujeitam a uma situação dessas é porque precisam, mas reconhecem que se deve respeitar a Justiça dos homens, e também  temer a de Deus.

A assessoria da prefeitura de Quixeramobim informou que assistentes sociais estão levantando a relação de quem de fato tem direito à moradia popular em um dos dois conjuntos. É  preciso ter muita cautela porque apesar de parte dos invasores terem sido cadastrados outros se aproveitaram da situação. Alguns até pagaram a outras pessoas para ocuparem as casas. O objetivo da prefeitura é viabilizar a entrega o mais rápido possível.

Entenda melhor vendo as reportagens abaixo no Diário do Nordeste

Conjuntos habitacionais invadidos em Quixeramobim são desocupados 

Sinduscon solicita ao governo do Ceará retomada de conjuntos em Quixeramobim

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

07:30 · 07.04.2017 / atualizado às 08:20 · 07.04.2017 por

O médico sanitarista Manoel Dias da Fonseca Neto, especialista em Epidemiologia e Mestre em Gerenciamento de Sistemas Locais de Saúde, apresenta nesta sexta-feita (7) uma Conferência especial na Academia Quixadaense de Letras (AQL). O tema do evento, promovido pela AQL, será O Cuidado Humano no Parto e Nascimento.

Através de Nota a AQL informou que a Conferência tem início programado para as 14 horas no auditório João Eudes Costa. Será aberta ao público e a oportunidade, principalmente para profissionais da área de saúde, de aprimorarem seus conhecimentos assistindo as explanações de um dos mais conceituados médicos da área.

A sede da Academia Quixadaense de Letras está situada na Rua Rodrigues Júnior, entre a agência do Banco do Brasil e a Praça Coronel Nanam, no Centro da cidade.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161