Categoria: Ciência


08:00 · 23.02.2015 / atualizado às 12:19 · 23.02.2015 por

AtualizaDSCN0423da às 12h30

Quixadá
As chuvas continuam no Interior do Ceará. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) o Estado deverá continuar sob a influência de áreas de instabilidade atmosférica até a próxima quarta-feira, 25. Essas áreas se formam em virtude da atuação de um Vórtice Ciclônico de Ar Superior (VCAS – sistema de baixa pressão atmosférica e circulação horária a aproximadamente 12km de altura).

Por conta desse fenômeno natural haverá chuvas no Centro-Norte na manhã desta segunda-feira, 23. No sul do Estado, estão previstas nebulosidade variável com chuvas isoladas. Entre a tarde e a noite, há possibilidade de chuvas em todas as regiões cearenses.

Conforme o órgão meteorológico oficial do Estado até a atualização desta edição havia chovido em 134 municípios. A maior precipitação foi registrada em Independência (72,5mm) no Sertão de Crateús. Já no Sertão Central, a maior chuva ocorreu em Deputado Irapuan Pinheiro (55mm), seguido de Solonópole (52mm), Pedra Branca (45mm) e Madalena (44,8mm).

Ainda de acordo com a Funceme o quadro também será favorável à ocorrência de precipitações amanhã, terça-feira, 24. O Ceará deverá ficar com nebulosidade variável entre a madrugada e manhã com possibilidade de chuvas na faixa litorânea. Ao longo do dia, há possibilidade de chuva em todas as regiões.

Confira as maiores precipitações

-Independência: 72.5 mm
-Ipaporanga: 66.0 mm
-Orós (Posto: Oros) : 62.6 mm
-Pacatuba : 57.0 mm
-Deputado Irapuan Pinheiro  : 55.0 mm
-Solonópole : 52.0 mm
-Pedra Branca : 45.0 mm
-Ararendá : 44.0 mm
-Fortaleza: 42 mm
-Pereiro: 41.4 mm

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

08:00 · 11.02.2015 / atualizado às 08:08 · 11.02.2015 por

RQuixeramobim
O radar meteorológico da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) instalado em Quixeramobim, na Serrinha de Santa Tereza, voltou a funcionar. No mês de janeiro e neste início de fevereiro, o equipamento, que integra a Rede Cearense de Radares, estava em manutenção.

Segundo a Funceme, o Radar de Quixeramobim, com tecnologia Banda-S, tem raio de atuação de 400 km. Agora, além dos meteorologistas, os internautas podem voltar a acompanhar o movimento das precipitações em todo o Ceará até em alguns estados vizinhos.

Ainda de acordo com a Funceme, no período das 8 horas desta terça-feira, 10 para às 8 horas desta quarta-feira, 11, as maiores chuvas no Ceará foram registradas em Farias Brito, com 49 mm, Juazeiro Do Norte, 34 mm, Altaneira, 29.0 mm, Caririaçu, 22 mm, Missão Velha, 21.8 mm, Campos Sales 18.4 mm, Barbalha, 15 mm, Santana do Cariri 14.0 mm e Crato, 11 mm.

Para monitorar o radar da Funceme em Quixeramobim basta clicar no link > Radar de Quixeramobim  

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

08:00 · 08.02.2015 / atualizado às 07:05 · 08.02.2015 por

Ailton Andrade e Profeta da chuva Paulo Costa 1Quixadá
Um mês após a apresentação dos profetas da chuva acerca do prognóstico para a quadra invernosa deste ano, um especialista em Estatística, o professor José Ailton Alencar Andrade, da Universidade Federal do Ceará (UFC), tem demonstrado preocupações sobre a continuidade dessa tradição.

Na avaliação dele os profetas merecem mais atenção, principalmente da ciência, quase nunca sem realizar estudos mais amplos sobre como as previsões são feitas. Há espaço para pesquisas na área de biologia, meteorologia, linguística, antropologia, etc. Um apoio maior poderia ajudar os profetas em suas previsões, adicionando a eles um pouco de método científico, para reduzir os vieses naturais de suas observações.

Ele também está preocupado com o não surgimento de profetas novos. “A tradição parece estar se perdendo com as novas gerações, surgem profetas de ocasião, para aparecer em fotos”, isso fragiliza a figura do profeta, que hoje ainda tem um grande respeito por parte do grande público, acrescenta.

Esse quadro, negativo, é o resultado da pesquisa realizada este ano pelo especialista. As técnicas estatísticas foram aplicadas a 15 profetas. Conforme Ailton Andrade, muitos deles já estão acostumados com o estudo, o que permite uma melhor aplicação do questionário. Pela primeira vez os profetas demonstraram muita dúvida sobre a estação chuvosa.

Embora, através de suas observações da natureza, tenham indicado o que acreditam que irá acontecer (bom ou fraco inverno), a maioria das previsões foram carregadas de incertezas. No período de Janeiro a Fevereiro de 2015, combinando todas as previsões, os profetas acreditam em uma chance de apenas 41% de bom inverno, porém com um erro relativamente alto de 31,2% para mais e para menos. No período a partir de março, quando para muitos o inverno efetivamente se inicia, a probabilidade de bom inverno segundo os profetas é de 52% com erro também alto, de 30,6%.

ESPECIALISTA

José Ailton Alencar Andrade é professor do Departamento de Estatística e Matemática Aplicada da Universidade Federal do Ceará (UFC), Doutor em Estatística pela Universidade de Sheffield – Inglaterra.

Veja a reportagem completa no Diário do Nordeste > Especialista teme pelo fim da tradição

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

06:30 · 12.01.2015 / atualizado às 06:20 · 12.01.2015 por

Quixadá - Seminário Convivência Semiárido (8)Quixadá
Focados na discussão dos estudos científicos populares e acadêmicos, especialistas de três esferas se reuniram em Quixadá para abordarem temas relacionados ao convívio com o semiárido. As discussões complementam a programação do Encontro de Profetas da chuva, realizado pelo 19º ano consecutivo nesta cidade do Centro do Estado. Conforme os organizadores, a inciativa tem por objetivo equilibrar o saber popular com o saber acadêmico e ao mesmo tempo levar ao conhecimento do público ações e informações consideradas relevantes para a relação com a natureza.

Quixadá - Seminário Convivência Semiárido (4)O ambientalista Rodrigo Castro, o engenheiro agrônomo francês Nicolas Fabre e o químico industrial Helder Cortez foram os convidados a abordarem suas especialidades no Seminário Convivência com o Semiárido, realizado logo após o encerramento do XIX Encontro dos Profetas da Chuva. Rodrigo Castro focou sua apresentação nas ações da Associação Caatinga, da qual é coordenador; Nicolas Fabre destacou as estratégias para agriculturas sustentáveis no semiárido brasileiro e Helder Cortez apresentou as ações do Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar), do qual é coordenador, como um modelo de gestão para o saneamento rural.

Quixadá - Seminário Convivência Semiárido (23)Os três especialistas reforçaram a necessidade da educação sobre a importância da água e do equilibro da natureza para o convívio harmônico no bioma exclusivamente brasileiro, a caatinga. Herlder Cortez ressaltou a opção da criação de uma disciplina voltada para a água, a partir dos primeiros anos de formação estudantil como uma forma de conscientizar as novas gerações. O problema está se agravando e a cada ano se necessita de mais aporte hídrico para atender as populações, tanto da capital, Fortaleza, como dos municípios do Interior e suas comunidades rurais. O uso consciente e racional está se tornando cada vez mais importante, ressalta.

Nas suas explanações o coordenador geral da Associação Caatinga, ambientalista e ecólogo Rodrigo Castro, demonstrou a importância da conservação de áreas nativas. Ele citou como exemplo a unidade de conservação da Serra das Almas. Antes, fez questão de ressaltar o conhecimento popular dos profetas da chuva e da importância da preservação dessa tradição. É importante manter viva essa cultura, de enxergar a natureza com outros olhos, os seus sinais, não tão facilmente perceptíveis. Na avaliação dele essa sensibilidade deve ser valorizada e respeitada.

Conforme o ambientalista, somos 80% de brasileiros urbanos, do asfalto. Apenas 20% convivem na zona rural, os quais alimentam o restante da população do País. Nas cidades, as pessoas só começam a se preocupar com relação à questão da água quando há necessidade de racionamento, quando começa a faltar. Muitos não sabem de onde vem a água que consomem. A maior parte dos mananciais está na caatinga, uma floresta semiárida, mas a sua cobertura vegetal é dramática. Atualmente a desertificação já atinge o médio Jaguaribe, o Sertão dos Inhamuns e Irauçuba no noroeste do Estado. A recuperação é muito difícil e demorada. Faltam recursos e vontade política para reverter esse quadro.

Segundo Fabre,mestre em Sistemas Agrários e Desenvolvimento Rural, pelo Instituto Nacional de Agronomia de Paris e assessor estadual de Agroecologia e coordenador de Projetos de Estudos e Pesquisas na Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), além da falta de recursos e de interesse político os processos de cultivo e de criações de animais precisam mudar radicalmente no Ceará e no Brasil para evitar a continuidade desse processo degradante. As queimadas ainda persistem e o mau uso do solo, aliado a outros fatores, é responsável pela desertificação em crescimento. Para ele, não se concebe, após 500 anos de convívio os governantes alegarem terem sido apanhados de surpresa pela seca. A inércia desses governos diante das causas e das necessidades adequadas de convívio é uma de suas causas.

Por outro lado, uma política pública está crescendo positivamente no Interior do Estado. Trata-se do Sisar, criando e mantendo sistemas de abastecimento de água encanada em comunidades rurais.Graças a ele, 20% da população rural tem água nas suas casas, e esse percentual está em crescimento, explica o coordenador do programa, Helder Cortez. Ao expor a expansão do Sisar, ele ressaltou três aspectos importantes para o sucesso do Sistema desenvolvido com o auxílio do Governo do Estado: sua auto-sustentabilidade, auto-gerência e o resgate à cidadania. O Ceará tem destaque nacional nesse modelo de assistência rural.

NÚMEROS

65 % da caatinga já foi desmatada
200 litros é a média de consumo de água por dia de cada brasileiro
2.105.824 é a população rural do Ceará
65% da população rural do Ceará tem acesso à água

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Ser tão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central informando e sugerindo reportagens através dos fones (88) 9970.5161 ou (88) 8865.6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

12:00 · 11.01.2015 / atualizado às 13:36 · 11.01.2015 por

Profetas da Chuva  - Josué (5)Quixadá
As chuvas da quadra invernosa deste ano serão melhores em relação a 2014, mesmo assim as precipitações não serão suficientes para repor quantidade considerável de águas nos açudes espalhados pelo Interior do Ceará. Essa foi a previsão da maioria dos profetas da chuva apresentada neste sábado, 10, no XIX Encontro de Profetas da Chuva, realizado no parque de exposições da Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos do Ceará (Acocece), em Quixadá.

No encerramento do Encontro, o apresentador e um de seus idealizadores, o químico industrial Helder Cortez, fez a interpretação das previsões e conclui serem similares as apresentadas pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Nas pesquisas da maioria as chuvas vão chegar, em maior quantidade em relação ao ano passado, mas somente a partir de meados de março.

Mais uma vez o pavilhão da Acocece lotou. O secretário estadual do Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, e o o secretário de Pesca, Aquicultura e Agricultura Irrigada, Osmar Baquit, assistiram as apresentações dos profetas e profetisas, até saborearam um pouco de mel de inchui. Aproveitaram um dos pedaços da colmeia levada pelo vereador de Jaguretama e também profeta da chuva, Geozanam Leitão.

Veja a reportagem completa na edição desta segunda-feira, 12, no Diário do Nordeste.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central informando e sugerindo reportagens através dos fones (88) 9970.5161 ou (88) 8865.6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

07:00 · 10.01.2015 / atualizado às 06:53 · 10.01.2015 por

XVII Encontro dos Profetas da Chuva  2013 (21)Quixadá
A apresentação dos profetas da chuva acerca da quadra invernosa no Ceará é aguardada com expectativa no Interior do Estado. Além de agricultores, autoridades, pesquisadores, estudiosos e estudantes, dezenas de curiosos deverão se concentrar na manhã deste sábado, 10, no parque de exposições da Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos do Ceará (Acocece), na estrada do Açude Cedro, em Quixadá, para conhecerem o prognóstico do XIX Encontro dos Profetas da Chuva. O Encontro, aberto ao público, tem início previsto para às 8 horas.

De acordo com um dos idealizadores e organizadores do evento, João Soares, além deles, profissionais da imprensa, da radiodifusão e de várias emissoras de televisão estarão presentes para conhecerem as previsões extraídas da ciência popular. Várias autoridades públicas e políticas também confirmaram suas presenças, dentre elas o novo secretário do Desenvolvimento Agrário do Estado, Dedé Teixeira e seu antecessor, Nelson Martins e o novo secretário estadual de Pesca, Aquicultura e Agricultura Irrigada, Osmar Baquit.  Eles terão contato direto com os protagonistas, como Antonio Lima, Lurdinha Leite e seu irmão, Chico Leite.

Alguns desses profetas já adiantaram suas previsões. Um deles foi Ribamar Lima. Baseado na observação dos pássaros, dos insetos e principalmente dos astros, ele não vê com otimismo o período invernoso no Estado. Acompanhando o movimento da primeira lua cheia de janeiro, constatou que a barra áurea não apareceu. O mesmo ocorreu na barra da lua do Natal e do Ano Novo.  A chuva será escassa para repor a carga dos açudes e também para garantir pasto para os animais. O mau prenúncio também havia sido apontado pela maioria no Encontro do ano passado.

Para conhecer como os profetas e profetisas fazem suas análises é melhor participar do Encontro, explica o engenheiro químico Helder Cortez, outro idealizador do evento. Todavia, Cortez ressalta não ser conveniente fazer comparações às previsões da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) com as apresentadas em Quixadá. “Enquanto as observações de nossos profetas estão centradas na cultura popular, associadas a rezas, crenças e esperança, o nosso órgão oficial meteorológico se concentra na ciência profissional, focado principalmente na recarga hídrica do nosso Estado”, ressalta.

Veja também no Diário do Nordeste > Encontro traz previsões sobre chuva

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central informando e sugerindo reportagens através dos fones (88) 9970.5161 ou (88) 8865.6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

06:00 · 06.01.2015 / atualizado às 05:53 · 06.01.2015 por

XVII Encontro dos Profetas da Chuva  2013 (15)Quixadá
Trinta profetas da chuva, como são conhecidos os sertanejos observadores dos sinais da natureza, que desses sinais extraem e apresentam diagnósticos meteorológicos acerca da quadra chuvosa no Ceará, se reunirão, de 9 a 11 deste mês, em Quixadá, no Centro do Estado, para participarem do XIX Encontro dos Profetas da Chuva. O encontro anual foi confirmado pelo Instituto de Viola e Poesia do Sertão Central, instituição responsável pela realização do evento regional.

A abertura do Encontro será no próximo dia 9, no Centro Cultural Rachel de Queiroz, com a realização do VIII Encanta Quixadá, um festival de violeiros dedicado aos participantes. Na manhã seguinte, os profetas e profetisas se encontram no Parque de Exposições da Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos do Ceará (Acocece), no caminho do Açude Cedro, onde apresentam suas previsões para o público. Além dos profetas de várias regiões do Ceará, são aguardados representantes de outros Estados, explica João Soares, um dos idealizadores do Encontro.

A outra novidade do XIX Encontro dos Profetas da Chuva será o Seminário Convivência com o Semiárido. O evento reunirá especialistas, como Hélder Cortez, gerente de Saneamento Rural da Cagece. Ele abordará o tema Modelo de Gestão para o Saneamento Rural. Outro palestrante será Nicolas Fabre, engenheiro agrônomo representante da Associação de Prefeitos do Ceará (Aprece) e graduado na França. Ele abordará o tema Agroecologia – estratégias para agriculturas sustentáveis no contexto do Semiárido Brasileiro. O terceiro convidado, Rodrigo Castro, da Associação Caatinga, discorrerá sobre a experiência da ONG na convivência com o Semiárido nordestino.

No domingo, como tem ocorrido nos últimos anos, será servido um café da manhã para os profetas e convidados, incluindo pesquisadores de várias instituições de ensino superior dedicadas a pesquisas científicas e antropológicas. João Soares e Helder Cortez também se reunirão com o grupo para avaliarem a realização do Encontro. Na oportunidade, serão discutidas propostas, atendidas solicitações para a realização do próximo Encontro e as previsões para o inverno de 2015.

Veja a reportagem completa no Diário do Nordeste > Encontro reúne Profetas da Chuva 

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central informando e sugerindo reportagens através dos fones (88) 9970.5161 ou (88) 8865.6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

07:00 · 02.10.2014 / atualizado às 08:35 · 02.10.2014 por

Quixadá - Chuva Inverno 04.02.14 (3)Quixadá
Após dias de intenso calor, próximo da marca dos 40° centígrados, uma chuva fina chegou ao Centro do Estado na madrugada desta quinta-feira, dia 2. Segundo o Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) a frente fria na região é provocada pelo Sistema Cavado de Altos Níveis (CAN). O fenômeno, de instabilidade atmosférica, pode ocasionar chuvas isoladas no Centro-Sul, na região Jaguaribana e na faixa litorânea entre a madrugada e manhã. No decorrer do dia, céu entre nublado e parcialmente nublado em todas as regiões cearenses.

Apesar do clima agradável, do tempo nublado, até às 7 horas desta manhã, a Funceme  registrava chuvas apenas em Ipueiras, no noroeste do Estado, na região de Ipu, com 15mm e São Gonçalo do Amarante, na região litorânea leste do Ceará, com 2,4mm.  Todavia, após a última atualização dos dados, às 7h30, a maior chuva havia sido registrada na sede de Ipueiras, com 49mm, seguida de  Crateús, com 15,6 mm, Ibicuitinga com 14,9 mm, Barro com 7,8 mm, Quixeramobim 7 mm, Russas 4 mm, Croatá 4 mm e São Gonçalo Do Amarante 2,4 mm.

Ainda de acordo com a Funceme, o clima agradável deverá continuar na sexta-feira, dia 3. O Nordeste deverá permanecer sob a influência do CAN. Por isso, áreas de instabilidade atmosférica podem ocasionar chuvas isoladas no Centro-Sul e na faixa litorânea, principalmente entre a madrugada e manhã. Entre a tarde e a noite, podem ocorrer chuvas isoladas no Centro-Sul e na região Jaguaribana. Nas demais regiões, nebulosidade variável no decorrer do dia.

* Atualizado às 7h30

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central informando e sugerindo reportagens através dos fones (88) 9970.5161 ou (88) 8865.6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

07:00 · 10.08.2014 / atualizado às 07:00 · 10.08.2014 por

super-lua-cheia-perigeuQuixadá
Os apaixonados pela lua, fotógrafos e cinegrafistas, terão a oportunidade de assistir a partir do fim da tarde deste domingo, 10, um belo espetáculo astronômico. Conforme especialistas, a partir das 17h30 o satélite da Terra ficará a 356.896 quilômetros, cerca de 30 mil a menos em relação ao normal e aparentemente estará 14% maior e 30% mais brilhante em relação a uma lua cheia convencional.

Nas redes sociais grupos estão se formando para assistirem o fenômeno lunar. Em Quixadá, um dos pontos preferidos é o Açude Cedro. Todavia, conforme os cientistas a lua surgirá ao leste, praticamente numa posição oposta a pedra da “Galinha Choca”, uma das preferidas nos cartões postais da cidade. Todavia, quanto mais distante de áreas povoadas será melhor para acompanhar a “super-lua”.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central informando e sugerindo reportagens através dos fones (88) 9970.5161 ou (88) 8865.6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

07:00 · 26.07.2014 / atualizado às 07:04 · 26.07.2014 por

Seca continua no Nordeste até o fim de fevereiro.  Quixadá
Desde 2011 o Ceará está em alerta para o êxodo rural. Segundo dados do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) no início desta década 106 cidades do Ceará perderam população rural. Esses números representam 57,60% do total de municípios e poderão aumentar ainda mais quando o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizar o próximo censo, em 2020. Conforme os especialistas o quadro pode se tornar ainda mais negativo. A maior dificuldade está em manter o homem no campo. Além da seca, muitas terras estão deixando de produzir. O solo está se tornando cada vez mais infértil.

Uma pesquisa científica concluída recentemente poderá ser a solução para problemas de degradação provocada por sais no solo do semiárido. Os estudos, iniciados em 2009, realizados pelo professor do Departamento de Química Orgânica e Inorgânica da Universidade Federal do Ceará (UFC), Lindomar Roberto Damasceno da Silva, levaram o especialista a produzir um mineral sintético, denominado por ele Zeoclay P46. O insumo auxilia na recuperação da fertilidade de solos degradados.

Segundo o professor pesquisador o P26 é utilizado por meio da aplicação direta no solo, antes de iniciar a irrigação com água salobra, salgada ou doce. Um processo de troca iônica ocorre durante a ação do produto quando ele absorve as partículas de cálcio e magnésio ao entrar em contato com a água. Durante a utilização de água salobra ou salgada na irrigação, a presença do P46 tem a propriedade de evitar a indisponibilidade do sal contido na água para a planta. A água doce permite que o produto retire o excesso de sal já presente no solo, o qual caracteriza em parte um solo degradado.

Veja a reportagem completa no Diário do Nordeste > Pesquisa propõe alternativa para solos degradados.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central informando e sugerindo reportagens através dos fones (88) 9970.5161 ou (88) 8865.6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Sertão Central

Fatos diários do Sertão Central e do Maciço de Baturité em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Alex Pimentel.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags