Categoria: Ciência


07:30 · 17.04.2015 / atualizado às 07:22 · 17.04.2015 por

Quixeramobim
O Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) registrou na manhã da última quarta-feira, 15, um abalo sísmico de magnitude 2.5 na escala Richter. O tremor de terra ocorreu às 9h18 da hora local. O fenômeno foi sentido na zona rural de Quixeramobim, numa área abrangendo os distritos de Belém, Nenelândia e Berilândia.

Quixeramobim - Riacho da Roça 2

Segundo o coordenador municipal da Defesa Civil, Marcos Machado, ele manteve contato com um especialista do Núcleo Sismológico da UFRN, professor Francisco Brandão, o qual informou que as causas do abalo sísmico foram naturais. O professor e gerente deverá visitar Quixeramobim na próxima semana e avaliar o exato local do epicentro, provavelmente ocorrido na localidade de Riacho da Roça, a 42 Km do Centro da cidade, onde os moradores foram os primeiros a ouvirem um estrondo, provocado pelo tremor de terra.

Ainda conforme Marcos Machado, houve especulações acerca das causas do tremor de terra no Município. Alguns chegaram a cogitar que pode ter sido causado pela perfuração de um grande número de poços profundos, em razão do colapso de água na cidade. Outros atribuíram à estiagem prolongada. O especialista em sismologia descartou essas possibilidades. Uma análise “in loco” irá definir com mais precisão as reais causar do abalo sísmico.

Veja a reportagem no Diário do Nordeste > Quixeramobim registra abalo sísmico

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central informando e sugerindo reportagens através dos fones (88) 9970.5161 ou (88) 8865.6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

07:00 · 31.03.2015 / atualizado às 06:38 · 31.03.2015 por

Quixadá - IFCE & Parcerias Tecnológicas (18)Quixadá
A Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação, do Instituto Federal do Ceará (PRPI/IFCE), promoverá hoje, 31, o workshop “Pesquisa e Inovação”. Conforme o IFCE o evento reunirá pesquisadores do campus de Quixadá e do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes) da Petrobrás. O workshop será realizado no auditório do IFCE de Quixadá. Por volta das 16h30, dentro da programação, haverá palestra sobre “A propriedade intelectual no IFCE e a interiorização do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT)”, proferida pelo bacharel em Direito e membro do Núcleo, Igor Moura.

O Cenpes é um dos complexos de pesquisa aplicada mais importantes do mundo. Além de laboratórios avançados, tem salas de simulações e imersão em processos da indústria de energia.

No Encontro, representantes dos cursos de mestrado do Instituto Federal do Ceará apresentarão as linhas de pesquisas, projetos e trabalhos desenvolvidos por essas pós-graduações stricto sensu: “O evento é importante pois estamos prospectando entrar no seleto grupo de instituições que têm pesquisas em conjunto com a Petrobrás. Nosso objetivo é o de colocar os pesquisadores, tanto do IFCE quanto da Petrobrás, em conversação direta, a fim de estreitarmos mais ainda as parcerias institucionais existentes e avançar em outras frentes”, afirma o pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação, Auzuir Ripardo de Alexandria.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

08:00 · 22.03.2015 / atualizado às 14:00 · 22.03.2015 por

Baturité
Após mais de 20 dias sem nuvens carregadas voltou a chover em várias regiões do Ceará no período deste sábado, 21, para domingo, 22. Conforme dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), colhidos até o momento da atualização desta edição, às 12 horas, havia chovido em 107 municípios, no Maciço de Baturité, nos Inhamuns, Cariri, no Vale do Jaguaribe e no Sertão Central, onde foi registrada a maior chuva de Quixadá este ano, 109,2mm, no Açude Pedras Brancas. Mas a maior chuva do período ocorreu em Nova Russas, no Sertão de Crateús, com 137mm.

Maciço de Baturité - Chuvas 21.03.15 (3)

O retorno das chuvas também foi comemorado no Maciço de Baturité, onde a região não era banhada desde o início do mês. Apesar dos registros oficiais apontarem apenas chuva de 76,8mm em Redenção, no posto pluviométrico do Açude Acarape do Meio, a neblina agradou quem visitava a região serrana neste sábado. Além de Baturité, Guaramiranga e Pacoti, também choveu em Aracoiaba, Capistrano e Itapiúna, deixando o clima agradável.

Ainda de acordo com a Funceme, neste domingo o Ceará deverá permanecer sob a influência de áreas de instabilidade atmosférica que devem deixar o céu com nebulosidade variável e com chuvas em todas as regiões no decorrer do dia. Esse fenômeno deve continuar nesta segunda, 23, e terça-feira, 24. Essa nebulosidade está associada a áreas de instabilidade que se formam em virtude da atuação do sistema atmosférico Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).

As 10 maiores chuvas no Ceará deste sábado para domingo – Dados da Funceme até às 11 horas deste domingo

– Nova Russas (Posto: Nova Betânia): 137.0 mm
– Ibiapina (Posto: Ibiapina): 125.0 mm
– Tamboril (Posto: Tamboril): 114.0 mm
– Quixadá (Posto: Ac. Pedras Brancas): 109.2 mm
– Poranga (Posto: Poranga): 101.0 mm
– Graça (Posto: Graça): 87.0 mm
– São Benedito (Posto: São Benedito) : 86.8 mm
– Redenção (Posto: Redencao): 85.0 mm
– Marco (Posto: Marco): 85.0 mm
– Itarema (Posto: Carvoeiro): 83.0 mm

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

07:00 · 13.03.2015 / atualizado às 08:09 · 13.03.2015 por

Radiestesia - Rivaldo LeiteQuixadá
Acostumado a localizar onde há poços de água subterrâneos utilizando apenas uma vareta de madeira e um pêndulo, o técnico em Agropecuária Rivaldo Leite, 56 anos, também conhecido como “Seu Menino”, está feliz com o número de clientes à procura das suas habilidades com sua técnica, uma pseudociência conhecida como radiestesia. Apesar de angustiado com o prolongamento da estiagem no Nordeste, para ele o período está sendo de “vacas gordas”. Ao longo de mais de 20 anos dedicados a essa atividade nunca foi tão procurado.

Para quem recebe vencimentos mensais de R$ 1.200,00 da Prefeitura de Quixadá na função de coordenador do Conselho de Defesa Civil Municipal (Condema), responsável pela Operação Pipa neste Município do Sertão Central do Ceará, suas habilidades em radiestesia estão auxiliando significativamente no orçamento familiar. Embora cobre apenas R$ 700,00 por cada serviço, do início de 2014 até os dias atuais ele já indicou mais de 50 poços em vários municípios do Ceará e até no Rio Grande do Norte.

Se por um lado “Seu Menino” está triste com a seca estendida nos três últimos anos, pelo outro está feliz em poder trazer do subsolo o alívio para muita gente. Ele garante acerto de 90 a 93% nas suas análises. Além de definir a profundidade das fendas ainda dá o diagnóstico da qualidade da água. Por conta dos resultados, enquanto as chuvas não voltam a banhar com abundância o Estado, a lista de pedidos na sua agenda só aumenta. “Às vezes a alegria vem para alguns nos momentos mais difíceis para outros. Se recebi esse dom, tenho que aproveita-lo”, ressalta.

Neste últimos 12 meses, além de Quixadá, terra a qual adotou como seu lar definitivo após chegar de sua terra natal, Aurora, na região do Cariri, “Seu Menino” realizou trabalhos com sua técnica exótica em Quixeramobim, Madalena, Ocara, Banabuiú, Morada Nova, Guaiúba, Maranguape, Caucaia, e Cascavel. Ainda segundo o radiestesista, a Prefeitura de Ibicuitinga lhe contratou para indicar o local de perfuração de 27 poços.

Mas foi em Boa Viagem que encontrou o seu mais recente desafio. Após o proprietário de uma fazenda na localidade de Pedra da guia, situada a pouco mais de 15Km do Centro da cidade gastar com a perfuração de 10 poços, sem encontrar água, contratando uma empresa com geólogo, por exigência do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), foi nas mãos dele, indicando o local do 11º poço que o fazendeiro acabou encontrando água. “O poço deu vazão de 10.200 litros por minuto é a água é boa”, comentou feliz disponibilizando o seu telefone para outros interessados, (88) 9615 1593.

Veja a reportagem no Diário do Nordeste > Quem ganha dinheiro com a estiagem no Semiárido ? 

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

11:00 · 24.02.2015 / atualizado às 11:39 · 24.02.2015 por

Quixadá
Após um fim de semana de chuvas e alegria para o sertanejo, em todo o Interior do Ceará, as chuvas as precipitações atmosféricas deverão se reduzir nos próximos dias, principalmente no Centro do Estado. Esse foi o ultimo diagnóstico da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Amanhã, 25, a estabilidade atmosférica deve aumentar, diminuindo à ocorrência de chuvas em relação aos últimos dias, mas pode chover no litoral e serras.

Quixadá - Chuva Inverno 23.02.15 AP

Mesmo assim, até às 11 horas da manhã desta terça-feira, 24, a Funceme registrou chuvas em 114 municípios cearenses, a maior delas em Nova Russas, no Sertão de Crateús, com 60 mm. Em Quixadá choveu apenas 3,6mm, no posto do Açude Cedro. Bem diferente dos dias anteriores. Na sexta-feira, 20, o mesmo posto pluviométrico havia apontado 12,8 mm; ontem, 23, a carga d’água foi praticamente a mesma, 12,6 mm.

A população de Quixadá esperava mais. Alguns internautas divulgaram imagens nas redes sociais de nuvens carregadas sobre a cidade. A expectativa era de continuidade das chuvas nos próximos dias, contrariando as previsões negativas de chuvas abaixo da média, mas na região a precipitações não passaram dos 4 milímetros nas últimas 24 horas . As nuvens estão diminuindo e haverá possibilidade de chuva apenas na região Norte, na quinta-feira, 26, conforme a Funceme.

Confira as maiores precipitações

– Nova Russas (Posto: Nova Betania): 60.0 mm
– Jati (Posto: Jati): 52.0 mm
– São Gonçalo Do Amarante (Posto: Siupe): 49.0 mm
– São Gonçalo Do Amarante (Posto: Pecem): 48.0 mm
– Viçosa Do Ceará (Posto: Manhoso): 46.0 mm
– Jati (Posto: Sitio Macapa): 44.2 mm
– Paraipaba (Posto: Paraipaba): 43.0 mm
– Jijoca De Jericoacoara (Posto: Jericoacoara): 41.0 mm
– Beberibe (Posto: Paripueira): 40.8 mm
– Brejo Santo (Posto: Poço do Pau): 40.0 mm

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

08:00 · 23.02.2015 / atualizado às 12:19 · 23.02.2015 por

AtualizaDSCN0423da às 12h30

Quixadá
As chuvas continuam no Interior do Ceará. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) o Estado deverá continuar sob a influência de áreas de instabilidade atmosférica até a próxima quarta-feira, 25. Essas áreas se formam em virtude da atuação de um Vórtice Ciclônico de Ar Superior (VCAS – sistema de baixa pressão atmosférica e circulação horária a aproximadamente 12km de altura).

Por conta desse fenômeno natural haverá chuvas no Centro-Norte na manhã desta segunda-feira, 23. No sul do Estado, estão previstas nebulosidade variável com chuvas isoladas. Entre a tarde e a noite, há possibilidade de chuvas em todas as regiões cearenses.

Conforme o órgão meteorológico oficial do Estado até a atualização desta edição havia chovido em 134 municípios. A maior precipitação foi registrada em Independência (72,5mm) no Sertão de Crateús. Já no Sertão Central, a maior chuva ocorreu em Deputado Irapuan Pinheiro (55mm), seguido de Solonópole (52mm), Pedra Branca (45mm) e Madalena (44,8mm).

Ainda de acordo com a Funceme o quadro também será favorável à ocorrência de precipitações amanhã, terça-feira, 24. O Ceará deverá ficar com nebulosidade variável entre a madrugada e manhã com possibilidade de chuvas na faixa litorânea. Ao longo do dia, há possibilidade de chuva em todas as regiões.

Confira as maiores precipitações

-Independência: 72.5 mm
-Ipaporanga: 66.0 mm
-Orós (Posto: Oros) : 62.6 mm
-Pacatuba : 57.0 mm
-Deputado Irapuan Pinheiro  : 55.0 mm
-Solonópole : 52.0 mm
-Pedra Branca : 45.0 mm
-Ararendá : 44.0 mm
-Fortaleza: 42 mm
-Pereiro: 41.4 mm

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

08:00 · 11.02.2015 / atualizado às 08:08 · 11.02.2015 por

RQuixeramobim
O radar meteorológico da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) instalado em Quixeramobim, na Serrinha de Santa Tereza, voltou a funcionar. No mês de janeiro e neste início de fevereiro, o equipamento, que integra a Rede Cearense de Radares, estava em manutenção.

Segundo a Funceme, o Radar de Quixeramobim, com tecnologia Banda-S, tem raio de atuação de 400 km. Agora, além dos meteorologistas, os internautas podem voltar a acompanhar o movimento das precipitações em todo o Ceará até em alguns estados vizinhos.

Ainda de acordo com a Funceme, no período das 8 horas desta terça-feira, 10 para às 8 horas desta quarta-feira, 11, as maiores chuvas no Ceará foram registradas em Farias Brito, com 49 mm, Juazeiro Do Norte, 34 mm, Altaneira, 29.0 mm, Caririaçu, 22 mm, Missão Velha, 21.8 mm, Campos Sales 18.4 mm, Barbalha, 15 mm, Santana do Cariri 14.0 mm e Crato, 11 mm.

Para monitorar o radar da Funceme em Quixeramobim basta clicar no link > Radar de Quixeramobim  

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

08:00 · 08.02.2015 / atualizado às 07:05 · 08.02.2015 por

Ailton Andrade e Profeta da chuva Paulo Costa 1Quixadá
Um mês após a apresentação dos profetas da chuva acerca do prognóstico para a quadra invernosa deste ano, um especialista em Estatística, o professor José Ailton Alencar Andrade, da Universidade Federal do Ceará (UFC), tem demonstrado preocupações sobre a continuidade dessa tradição.

Na avaliação dele os profetas merecem mais atenção, principalmente da ciência, quase nunca sem realizar estudos mais amplos sobre como as previsões são feitas. Há espaço para pesquisas na área de biologia, meteorologia, linguística, antropologia, etc. Um apoio maior poderia ajudar os profetas em suas previsões, adicionando a eles um pouco de método científico, para reduzir os vieses naturais de suas observações.

Ele também está preocupado com o não surgimento de profetas novos. “A tradição parece estar se perdendo com as novas gerações, surgem profetas de ocasião, para aparecer em fotos”, isso fragiliza a figura do profeta, que hoje ainda tem um grande respeito por parte do grande público, acrescenta.

Esse quadro, negativo, é o resultado da pesquisa realizada este ano pelo especialista. As técnicas estatísticas foram aplicadas a 15 profetas. Conforme Ailton Andrade, muitos deles já estão acostumados com o estudo, o que permite uma melhor aplicação do questionário. Pela primeira vez os profetas demonstraram muita dúvida sobre a estação chuvosa.

Embora, através de suas observações da natureza, tenham indicado o que acreditam que irá acontecer (bom ou fraco inverno), a maioria das previsões foram carregadas de incertezas. No período de Janeiro a Fevereiro de 2015, combinando todas as previsões, os profetas acreditam em uma chance de apenas 41% de bom inverno, porém com um erro relativamente alto de 31,2% para mais e para menos. No período a partir de março, quando para muitos o inverno efetivamente se inicia, a probabilidade de bom inverno segundo os profetas é de 52% com erro também alto, de 30,6%.

ESPECIALISTA

José Ailton Alencar Andrade é professor do Departamento de Estatística e Matemática Aplicada da Universidade Federal do Ceará (UFC), Doutor em Estatística pela Universidade de Sheffield – Inglaterra.

Veja a reportagem completa no Diário do Nordeste > Especialista teme pelo fim da tradição

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

06:30 · 12.01.2015 / atualizado às 06:20 · 12.01.2015 por

Quixadá - Seminário Convivência Semiárido (8)Quixadá
Focados na discussão dos estudos científicos populares e acadêmicos, especialistas de três esferas se reuniram em Quixadá para abordarem temas relacionados ao convívio com o semiárido. As discussões complementam a programação do Encontro de Profetas da chuva, realizado pelo 19º ano consecutivo nesta cidade do Centro do Estado. Conforme os organizadores, a inciativa tem por objetivo equilibrar o saber popular com o saber acadêmico e ao mesmo tempo levar ao conhecimento do público ações e informações consideradas relevantes para a relação com a natureza.

Quixadá - Seminário Convivência Semiárido (4)O ambientalista Rodrigo Castro, o engenheiro agrônomo francês Nicolas Fabre e o químico industrial Helder Cortez foram os convidados a abordarem suas especialidades no Seminário Convivência com o Semiárido, realizado logo após o encerramento do XIX Encontro dos Profetas da Chuva. Rodrigo Castro focou sua apresentação nas ações da Associação Caatinga, da qual é coordenador; Nicolas Fabre destacou as estratégias para agriculturas sustentáveis no semiárido brasileiro e Helder Cortez apresentou as ações do Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar), do qual é coordenador, como um modelo de gestão para o saneamento rural.

Quixadá - Seminário Convivência Semiárido (23)Os três especialistas reforçaram a necessidade da educação sobre a importância da água e do equilibro da natureza para o convívio harmônico no bioma exclusivamente brasileiro, a caatinga. Herlder Cortez ressaltou a opção da criação de uma disciplina voltada para a água, a partir dos primeiros anos de formação estudantil como uma forma de conscientizar as novas gerações. O problema está se agravando e a cada ano se necessita de mais aporte hídrico para atender as populações, tanto da capital, Fortaleza, como dos municípios do Interior e suas comunidades rurais. O uso consciente e racional está se tornando cada vez mais importante, ressalta.

Nas suas explanações o coordenador geral da Associação Caatinga, ambientalista e ecólogo Rodrigo Castro, demonstrou a importância da conservação de áreas nativas. Ele citou como exemplo a unidade de conservação da Serra das Almas. Antes, fez questão de ressaltar o conhecimento popular dos profetas da chuva e da importância da preservação dessa tradição. É importante manter viva essa cultura, de enxergar a natureza com outros olhos, os seus sinais, não tão facilmente perceptíveis. Na avaliação dele essa sensibilidade deve ser valorizada e respeitada.

Conforme o ambientalista, somos 80% de brasileiros urbanos, do asfalto. Apenas 20% convivem na zona rural, os quais alimentam o restante da população do País. Nas cidades, as pessoas só começam a se preocupar com relação à questão da água quando há necessidade de racionamento, quando começa a faltar. Muitos não sabem de onde vem a água que consomem. A maior parte dos mananciais está na caatinga, uma floresta semiárida, mas a sua cobertura vegetal é dramática. Atualmente a desertificação já atinge o médio Jaguaribe, o Sertão dos Inhamuns e Irauçuba no noroeste do Estado. A recuperação é muito difícil e demorada. Faltam recursos e vontade política para reverter esse quadro.

Segundo Fabre,mestre em Sistemas Agrários e Desenvolvimento Rural, pelo Instituto Nacional de Agronomia de Paris e assessor estadual de Agroecologia e coordenador de Projetos de Estudos e Pesquisas na Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), além da falta de recursos e de interesse político os processos de cultivo e de criações de animais precisam mudar radicalmente no Ceará e no Brasil para evitar a continuidade desse processo degradante. As queimadas ainda persistem e o mau uso do solo, aliado a outros fatores, é responsável pela desertificação em crescimento. Para ele, não se concebe, após 500 anos de convívio os governantes alegarem terem sido apanhados de surpresa pela seca. A inércia desses governos diante das causas e das necessidades adequadas de convívio é uma de suas causas.

Por outro lado, uma política pública está crescendo positivamente no Interior do Estado. Trata-se do Sisar, criando e mantendo sistemas de abastecimento de água encanada em comunidades rurais.Graças a ele, 20% da população rural tem água nas suas casas, e esse percentual está em crescimento, explica o coordenador do programa, Helder Cortez. Ao expor a expansão do Sisar, ele ressaltou três aspectos importantes para o sucesso do Sistema desenvolvido com o auxílio do Governo do Estado: sua auto-sustentabilidade, auto-gerência e o resgate à cidadania. O Ceará tem destaque nacional nesse modelo de assistência rural.

NÚMEROS

65 % da caatinga já foi desmatada
200 litros é a média de consumo de água por dia de cada brasileiro
2.105.824 é a população rural do Ceará
65% da população rural do Ceará tem acesso à água

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Ser tão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central informando e sugerindo reportagens através dos fones (88) 9970.5161 ou (88) 8865.6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

12:00 · 11.01.2015 / atualizado às 13:36 · 11.01.2015 por

Profetas da Chuva  - Josué (5)Quixadá
As chuvas da quadra invernosa deste ano serão melhores em relação a 2014, mesmo assim as precipitações não serão suficientes para repor quantidade considerável de águas nos açudes espalhados pelo Interior do Ceará. Essa foi a previsão da maioria dos profetas da chuva apresentada neste sábado, 10, no XIX Encontro de Profetas da Chuva, realizado no parque de exposições da Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos do Ceará (Acocece), em Quixadá.

No encerramento do Encontro, o apresentador e um de seus idealizadores, o químico industrial Helder Cortez, fez a interpretação das previsões e conclui serem similares as apresentadas pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Nas pesquisas da maioria as chuvas vão chegar, em maior quantidade em relação ao ano passado, mas somente a partir de meados de março.

Mais uma vez o pavilhão da Acocece lotou. O secretário estadual do Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, e o o secretário de Pesca, Aquicultura e Agricultura Irrigada, Osmar Baquit, assistiram as apresentações dos profetas e profetisas, até saborearam um pouco de mel de inchui. Aproveitaram um dos pedaços da colmeia levada pelo vereador de Jaguretama e também profeta da chuva, Geozanam Leitão.

Veja a reportagem completa na edição desta segunda-feira, 12, no Diário do Nordeste.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no  Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central informando e sugerindo reportagens através dos fones (88) 9970.5161 ou (88) 8865.6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Sertão Central

Fatos diários do Sertão Central e do Maciço de Baturité em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Alex Pimentel.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags