Busca

Categoria: Clima


07:30 · 27.08.2018 / atualizado às 07:40 · 27.08.2018 por

Além do combate ao crime a Polícia Militar também está combatendo queimadas em Morada Nova. Foto > VCRepórter

Quase três meses após o retorno da estiagem no sertão cearense as queimadas estão se multiplicando perigosamente pelo Interior do Estado. Muitas moradias estão localizadas em áreas consideradas de risco, próximas à extensões de matas secas. Neste fim de semana, em Morada Nova, além da guarnição do Corpo de Bombeiros policiais militares tiveram trabalho para debelarem as chamas que se alastraram na localidade de Manga Nova.

Neste fim de semana o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar atenderam ocorrência de queimada na localidade de Manga Nova. Fotos > VCRepórter

> Queimadas superam a média de 20 anos

Também foram registradas queimadas em Quixadá e Canindé. Nesta última cidade a guarnição do Corpo de Bombeiros já realizou o isolamento onde a mata seca podia atingir residências, escolas e outros estabelecimentos. Mesmo assim, com o aumento da peregrinação de romeiros à cidade, em razão dos festejos de São Francisco, a atenção aumentou. O maior problema tem ocorrido à margem da BR-020.

Em Quixadá, além de queimadas em terrenos baldios, causando risco de incêndios, a população tem reclamado de muita fumaça, principalmente no entorno da cidade, próximo ao lixão. A Polícia Civil está investigando se trata-se de ação criminosa e de produção clandestina de carvão vegetal, muito comum a partir desta época do ano.

As queimadas nas margens das rodovias causam riscos de acidentes. todo cuidado é pouco ao cruzar a cortina de fumaça.

O piloto de voo livre Eurismar Junior flagrou durante um voo no ultimo fim de semana sobre Quixadá uma enorme cortina de fumaça, próximo ao lixão da cidade. Moradores de áreas residenciais vizinhas reclamaram. Alguns tiveram problemas respiratórios. Pelas imagens é possível ver a dimensão do dano causado ao meio ambiente.

O piloto de voo livre ficou impressionado com a extensão do fumaceiro no entorno de Quixadá. Foto > Eurismar Júnior

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

09:00 · 08.06.2018 / atualizado às 09:25 · 08.06.2018 por

Expectativa de quem mora no Interior do Ceará é de mais chuvas na região, como em Quixeramobim, onde caiu apenas 2 mm. 

Apesar de a quadra invernosa ter se encerrado oficialmente no fim de maio, continua chovendo no Interior do Ceará. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), no intervalo das 7h da quinta-feira para as 7h desta sexta-feira (8), foram apontadas precipitações em 49 municípios, a maior delas em Trairí, 37 milímetros, seguida de Paracuru, com 33 mm. Acarape e Redenção, no Maciço de Baturité, vêm logo se seguida, com 30 e 27 mm.

Ontem (7) a Funceme havia registrado chuvas no Interior, no Sertão dos Inhamuns, mas apenas 4 mm, em Tauá. Além da região metropolitana as nuvens haviam chegado apenas ao litoral do Pecém, mesmo assim a maior delas ocorreu em Trairi, com 22 mm, seguida de São Gonçalo do Amarante, com 17,6 mm, onde no intervalo das 24 horas da terça-feira para a quarta-feira, choveu 33 mm.

Esse quadro meteorológico está ocorrendo em virtude de áreas de instabilidade que se formam sobre o oceano Atlântico e se deslocam em direção ao continente. Ainda conforme o órgão meteorológico oficial do Estado, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) está afastada do setor norte do Nordeste brasileiro, padrão observado nos últimos dias. Em razão desses fatores hoje as nuvens estão carregadas no centro-norte, com possibilidade de chuvas.

As nuvens voltaram a aparecer carregadas no Sertão Central, animando novamente os moradores da região.

Previsão Meteorológica

A previsão da Funceme para o sábado (9) é de possibilidade de chuvas no noroeste, no litoral cearense e no Maciço de Baturité. Nas demais regiões, céu deverá permanecer entre parcialmente nublado e claro. Para o domingo (10) o céu deverá permanecer entre parcialmente nublado e claro durante todo o dia.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

11:00 · 20.05.2018 / atualizado às 10:50 · 20.05.2018 por

O Diário do Nordeste fez imagens aéreas da atual situação do Banabuiú, terceiro maior açude do Ceará

Desde o dia 10 deste mês a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) tem registrado chuvas no Sertão Central, nos dois últimos dias mais intensas, com apontamentos acima dos 50 milímetros em alguns municípios da região. Entretanto, no intervalo das últimas 24 horas, das 7h sábado (19) para as 7h do domingo (20) apenas em Quixeramobim, com 22,2 mm.

A Funceme havia previsto para este período nebulosidade variável em todas as regiões, mas ainda apontou precipitações em outros seis municípios cearenses: Tauá com 12 mm; Uruburetama 8 mm; Granja 5 mm; Redenção, 3,2 mm; Camocim 2 mm e Amontada também com 2 mm.

Apesar da redução, pela primeira vez no período desta quadra invernosa choveu por três dias seguidos no Centro do Estado. O quadro meteorológico favorável melhorou um pouco mais o nível dos grandes açudes desta região. No maior deles, o Arrojado Lisboa, em Banabuiú, pelos dados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), foi 1 milhão de metros cúbicos a mais, chegando próximo dos 7% da sua capacidade.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

08:00 · 16.05.2018 / atualizado às 10:38 · 16.05.2018 por

Em Quixeramobim, as chuvas de ontem para hoje aumentaram a expectativa de a a barragem sangrar

Após 13 dias, as chuvas voltaram a banhar  municípios do Centro do Estado. Em Quixadá, em que o último registro oficial ocorreu no segundo dia de maio, com 30,6 mm, na noite desta terça-feira (15), trovoadas, seguidas de aproximadamente meia hora de carga d’água marcaram 13,2 mm. No município vizinho, Quixeramobim, cujo último registro, de 27 mm, ocorreu no segundo dia de maio, também choveu, 44 mm.

Entretanto, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a maior precipitação apontada no intervalo das 7h desta terça-feira (15) às 7h desta quarta (16) foi em Boa Viagem, com 50 mm.

Leia ainda:

> Chuvas devem diminuir na segunda quinzena de maio, diz Funceme

Nesta quarta, o dia amanheceu nublado no Sertão Central. A Funceme previu nebulosidade variável com eventos de chuva no Centro-norte, na região Jaguaribana e no Cariri. Nas demais regiões cearenses, céu parcialmente nublado e para amanhã (17), a possibilidade de chuvas em todas as regiões do Estado.

Chuvas no Estado

Em todo o Estado, de acordo com a Funceme, foram registradas chuvas em 45 municípios cearenses, destacando o extremo sul com o maior número de municípios banhados, 13. Morada Nova (41 mm), Barbalha (39 mm), Mauriti (34 mm) e Juazeiro do Norte (32 mm) são outros destaques.

Veja os municípios onde mais choveu

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

11:30 · 07.05.2018 / atualizado às 11:25 · 07.05.2018 por

O colorido especial das nuvens chamou a atenção de moradores de Quixadá. Foto > Pedro Baquit

Quem pôde observar o por do sol no último sábado (5) em Quixadá teve a oportunidade de apreciar e registrar um bonito fenômeno atmosférico. Foi o caso do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Pedro Baquit. Na companhia dos amigos na propriedade rural da família, no entorno da cidade, ele flagrou uma imagem especial. Todos ficaram encantados, afinal, não é todo dia que é possível apreciar nuvens alaranjadas no sertão.

Um grupo de amigos que estava na piscina do Pedra dos Ventos Resort, um hotel fazenda situado no distrito de Juatama, na zona rural de Quixadá, também fez o registro do fenômeno. Antônio Almeida, proprietário do estabelecimento hoteleiro confessou aos hospedes nunca ter visto imagem tão bonita ao ver a fotografia registrada por Antônio Regis.

O mesmo fenômeno foi registrado do Pedra dos Ventos Resort, no distrito de Juatama. Foto > Antônio Regis

Sobre a coloração vermelha alaranjada das nuvens, o meteorologista David Ferran, da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) explicou ser causada pela iluminação do sol, quando está nascendo ou se pondo, próximo ao horizonte, onde os raios solares atingem a nuvem por baixo.

O especialista acrescentou que nesses horários os raios solares “percorrem” um maior caminho pela atmosfera, e a cor azul é mais espalhada pelos aerossóis, pequenas partículas finíssimas presentes na atmosfera, explica o azul ao fundo. Ao chegar na nuvem, que é formada por partículas de água/cristais de gelo, a cor mais presente é o amarelo e vermelho, gerando esta mistura de cores entre essas duas tonalidades.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

10:30 · 01.05.2018 / atualizado às 10:30 · 01.05.2018 por

Barragem de Quixeramobim, na CE-060, aguarda sua sangria ainda no inverno deste ano

A barragem do Açude Quixeramobim atraiu um bom número de curiosos neste início de manhã ensolarado do Dia do Trabalhador. Além do feriado, o motivo foi a chuva, de 43 milímetro, registrada no posto pluviométrico localizado ao lado do reserbatório. Também choveu na localidade de Passagem, na zona rural, onde o ponto de coleta captou 45,6mm. No dia anterior foram 24mm. Todavia, a lâmina d’água do Quixeramobim continua praticamente no mesmo nível apontado nas 24 horas anteriores.

No Sertão Central, ainda houve registros de 35mm em Banabuiú, 27mm em Pedra Branca, 20mm em Boa Viagem, 16mm em Quixadá, 11,2mm em Choró, 10,8mm em Itatita, 8mm em Solonópole e 5mm em Ibaretama.

As nuvens ficaram negras no fim da tarde desta segunda-feira em Quixadá, mas os registros foram de 16mm

Na região serrana mais próxima da capital, no Maciço de Baturité, o maior volume foi em Mulungu, com 48mm, seguido de Acarape, 26mm, Redenção, 22,8mm, Aratuba, 18,3mm, Itapiúna, 7,6mm e Aracoaiaba com 4mm.

No Maciço de Baturité, a maior chuva foi apontada em Mulungu, com 48mm

No período das 7h da segunda-feira às 7h desta terça a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) apontou chuvas em 75 municípios. De acordo com o mapa da Fundação as precipitações foram distribuídas por todo o Estado. O destaque ficou com Limoeiro do Norte, no Vale do Jaguaribe, onde foi registrado 52mm. Altaneira, no Sul do Ceará, vem logo depois, com 50mm.

> Mais de 70 cidades do Ceará iniciam maio com chuvas

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

10:00 · 30.04.2018 / atualizado às 11:30 · 30.04.2018 por

O volume atual do Açude Quixeramobim é 5,95 milhões/m³, o equivalente a 75,48 % da sua capacidade

As chuvas do fim de semana no Centro do Estado foram abaixo da expectativa dos moradores da região, todavia, os 24 milímetros apontados pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) em Quixeramobim no intervalo das 7h da manhã do domingo para as 7h desta segunda-feira (30) foram suficientes para deixar a população desta cidade em estado de alerta, com a possibilidade de a barragem sobre CE-060 ficar mais próxima de atingir a sua cota máxima e sangrar.

> Fortaleza amanhece com chuva nesta segunda-feira (30), véspera de feriado

A última vez em que a água transbordou pelas 15 comportas na extensão de 240 metros da ponte foi no início de abril de 2011. Pelo monitoramento da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), o nível se mantém o mesmo dos últimos dias. Entretanto, conforme os dados captados diariamente, desde 21 de abril a cota vinha baixando. Com a recarga deste fim de semana retornou ao nível do dia 27. Ainda faltam os mesmos 81 centímetros para a lamina d’água ultrapassar a barragem.

> De onde vêm as águas que recarregam os grandes açudes

Segundo o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Quixeramobim desde o dia 18 a água da barragem homônima voltou a ser captada para a Estação de Tratamento e distribuída para a população da cidade. A recarga está aliviando o racionamento de mais de ano para mais de 15 mil consumidores. O reservatório tem oficialmente capacidade para 7,8 milhões de m³.

A última vez em que a água ultrapassou as 15 comportadas da barragem na CE-060 foi em 2011

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

13:00 · 29.04.2018 / atualizado às 12:55 · 29.04.2018 por

As nuvens até retornaram ao Sertão Central, mas a chuva esperada para o fim de semana ainda não veio

A população do Sertão Central ainda continua na expectativa de chuvas mais acentuadas no fechamento deste fim de semana. As precipitações até chegaram a alguns municípios da região, todavia, de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), não passaram dos 14 milímetros em Quixeramobim no intervalo das 7h deste sábado às 7h desta manhã. Em Pedra Banca foi apenas 10mm. O maior volume no Centro do Estado foi registrado em Solonópole, com 19,6mm.

Apesar de a temperatura começar o dia na casa dos 18ºC, com uma névoa encobrindo os monólitos e serras da região, não prevaleceu o quadro de chuvas mais intensas até o meio-dia deste domingo (29). O prognóstico da Funceme é de nebulosidade variável com chuva no Centro-norte do Ceará, nas demais regiões, prevê apenas possibilidade de chuva.

Momentos antes da publicação deste edição a Funceme apontava chuvas em 35 municípios cearenses. A maior ocorreu em Mombaça, mais ao Centro-sul do Estado, com 44mm, seguida de Limoeiro do Norte, no Vale de Jaguaribe, com 43mm e Russas, também naquela região, co40mm. Independência vem logo depois, com 30mm e Paramoti com 23mm.

> Regiões Jaguaribana e do Sertão Central concentram chuvas deste domingo (29)

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

10:30 · 23.04.2018 / atualizado às 10:30 · 23.04.2018 por

Desde a quarta-feira (18) a água voltou a correr no rio Piranji, enchendo açudes e trazendo alegria

Após quatro dias as chuvas retornaram à região Centro do Estado. Desde o intervalo das 24 horas da última terça-feira (17) para quarta (18), quando a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou 122 milímetros em Ibaretama, o céu permaneceu parcialmente nublado até o início da noite do domingo (22), quando ocorreram precipitações acima dos 50mm em Quixadá e Choró.

> Chuvas se concentram no Sertão Central e Vale do Jaguaribe; Quixadá é destaque com 66 mm

Entretanto, o destaque nesta região continua sendo Ibaretama, mesmo com 33mm de sábado para domingo. Moradores do distrito de Piranji apontam nos seus pluviômetros acima dos 70mm naquela localidade distante cerca de 20Km da sede do Município. A água continua correndo no rio que dá nome àquele lugarejo, atraindo os moradores da região para o banho no afluente com nascente no distrito de Daniel de Queiroz, em Quixadá.

Além do balneário formado na vila de Piranji, com a barragem da água, um pouco mais acima, cerca de 1,5Km, na Fazenda Lagoa de Pedra, os moradores estão se reunindo na passagem molhada para um bom banho, ao mesmo tempo apreciarem a corredeira. As chuvas de abril até encheram o açude da propriedade rural, armazenando 4 milhões de m³. A água será suficiente para três anos explicou um dos proprietários, Leonardo Mota.

A passagem molhada da Fazenda Lagoa da Pedra, em Piranji, se tornou novamente ponto de lazer

Leonardo Mota recebe os amigos à margem do rio para comemorarem o retorno das águas

Em 2015, a barragem da fazenda havia secado. Com o retorno das chuvas, a fatura vai voltar à região, com muito feijão, milho, legumes e peixes. Os rebanhos de gado, de ovinos e de caprinos vão poder engordar sem susto e nem preocupação, destaca o agricultor Gilberlânio Nascimento. Para comemorar o retorno dos bons tempos se reuniu com os amigos ao lado da corredeira do Piranji.

Antes de desaguar no Oceano Atlântico, entre Beberibe e Fortim, o Piranji está trazendo alegria ao sertão

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 19.04.2018 / atualizado às 10:00 · 19.04.2018 por

População de Quixeramobim está de olho nas 15 comportas da barragem com 240 metros de extensão.

O Açude Quixeramobim, neste município homônimo, se tornou a principal atração do Centro do Estado nestes últimos dias. Completamente seco havia pouco mais de uma semana, a barragem construída na rota da CE-060,  altura do Km 210, acumulou água o suficiente para atrair a atenção dos moradores desta cidade e de quem cruza a rodovia estadual, principal via de acesso ao Sul do Ceará. Muitos motoristas e motociclistas param para registrar a transformação provocada pela força da natureza.

> Cai a intensidade das chuvas nos municípios do CE

Apesar de o açude ter reduzido significativamente a sua capacidade, de 54 milhões de m³ para apenas 7,8 milhões de m³, segundo levantamentos da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), por conta do assoreamento da sua bacia hídrica, continua sendo orgulho para a população local. Muitos inclusive desconfiam da baixa capacidade. O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) avalia haver aporte para um pouco mais, 9 milhões de m³.

Segundo o técnico do Dnocs, João Eudes da Silva, administrador da Barragem, como é mais conhecida, está a pouco mais de um metro de atingir o seu volume máximo. A imagem causa a sensação de que a água vai voltar a correr pelas 15 comportas abaixo da ponte com 240 metros de extensão a qualquer momento. Por esse motivo muitos estão de olho nas chuvas dos próximos dias rio Quixeramobim acima.

O administrador do Dnocs explica que mesmo barrado a 46Km, no Açude Fogareiro, no trecho abaixo o afluente recebe água de outros rios e riachos. Como não choveu nas últimas 24 horas na região, o volume atual continua o mesmo dos últimos dois dias, 5,01 milhões de m³. A régua de medição do açude aponta 1,35 metros para completar os 100%, ressalta João Eudes, também feliz com as mudanças, afinal desde outubro de 2015 estava completamente seco.

Para o aposentado Antônio Maurílio da Silva, 74 anos, o gigante adormecido da Terra do Leite despertou após seis anos de sonolência para a barragem e de sofrimento para a população da cidade, enfrentando racionamento por quase dois anos e ainda necessitando de rodízio para a água chegar as torneiras das suas casas, apesar de passarem a receber água do Açude Pedras Brancas, através de uma adutora com 60Km de extensão. Agora é comemorar, comentava recordando a cheia de 1974, quando a enchente lavou a ponte.

Menos de um metro

Na manhã desta quinta-feira o gerente regional da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), órgão responsável pelo monitoramento dos açudes públicos no Ceará, Paulo Ferreira, atualizou as informações sobre a Barragem de Quixeramobim. Agora está a 90 centímetros de alcançar a cota de sangria. O volume acumulado até o momento é de 5,77 milhões de m³ o que representa 73,23% da sua capacidade.

Após seis anos barragem de Quixeramobim pode sangrar novamente nos próximos dias.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154