Categoria: Cultura


07:30 · 15.02.2019 / atualizado às 07:40 · 15.02.2019 por
Em clima de festa a Fundação Cultural de Quixadá abriu a sua programação para 2019.

Violão, teclado, dança, teatro, balé e inglês, a Fundação Cultural de Quixadá deu início ao primeiro período de cursos gratuitos para crianças, adolescentes e adultos. Na abertura da programação o secretário de Cultura, Esportes e Juventude de Quixadá, Audênio Moraes, contou com a presença do prefeito Ilário Marques, destacando as artes como fundamentais para a socialização e formação da personalidade das crianças e adolescentes.

Na solenidade de lançamento, o secretário Audênio Moraes anunciou que em breve a Fundação passará a ser Escola de Artes e Cultura. A mudança possibilitará, por exemplo, que os certificados dos cursos nas áreas de artes, música, dança e teatro, tenham o reconhecimento do Ministério da Cultura, agora Ministério da Cidadania. “Uma audiência com o secretário estadual de cultura já está agendada para pautarmos essa questão da escola de artes”, afirmou.

A  Secretaria de Cultura, Esportes e Juventude do Município também terá um ônibus disponível. Os recursos estão assegurados através de emendas parlamentares dos deputados estaduais Osmar Baquit e Rachel Marques.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 14.02.2019 / atualizado às 07:05 · 14.02.2019 por

O Núcleo Gestor do Fórum de Cultura e Turismo do Sertão Central, em parceria com a Quitanda das Artes- Agência e Produtora Cultural, vai realizar nesta quinta-feira (14), em Quixadá, reunião do Fórum para eleição dos novos gestores.

São convidados gestores municipais de cultura, produtores culturais, artistas, conselheiros de Políticas Públicas Culturais, ONGs, Institutos, diretores de Centros Culturais, diretores de Escolas e diretores de Universidades Públicas e Privadas da região. O Encontro será realizado a partir das 8h na Casa de Saberes Cego Aderado.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

06:30 · 11.01.2019 / atualizado às 06:30 · 11.01.2019 por
Faculdade Cisne receberá Encontro de Profetas da Chuva de Quixadá neste sábado (12).

Este ano o Encontro de Profetas da Chuva de Quixadá não será realizado no campi do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) nesta cidade. Os organizadores transferiram o evento para a Faculdade Cisne. A mudança ocorreu em razão de o IFCE não poder disponibilizar suas dependências na data agendada, neste sábado, dia 12.

De acordo com o comerciante João Soares, um dos organizadores, o Encontro terá início no mesmo horário, a partir da 8 horas. São aguardados pelo menos 30 profetas. Representantes de várias cidades cearenses, de todas as regiões do Estado, já confirmaram suas presenças no maior e mais antigo Encontro do gênero no País. Este ano chega à sua 23ª edição.

Os homenageados este ano com uma outorga especial dos idealizadores, uma tradição desde a sua criação, serão o presidente da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), Neury Sangelo Cavalcante Freitas; a presidente do Instituto Agropolos do Ceará, Ana Tereza Barbosa de Carvalho e o deputado estadual Guilherme Sampaio Landim.

23º Encontro de Profetas da Chuva de Quixadá
Dia 12 de janeiro – A partir das 8 horas
Auditório da Faculdade Cisne

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

12:30 · 06.01.2019 / atualizado às 16:40 · 06.01.2019 por
O Reisado de Caretas Boi Coração, da comunidade de Boa Água, em Quixadá, é considerado um dos mais tradicionais e originais do Ceará.

Hoje tem festa no terreiro da casa do Mestre Chico Emília, na comunidade rural de Boa Água, em Quixadá. O Reisado do Caretas Boi Coração vai receber os moradores e a vizinhança para a festa de Reis, comemorada neste 6 de janeiro. Após a apresentação de um dos grupos mais tradicionais do Sertão Central, será servido um jantar comunitário, encerrando o ciclo natalino nesta localidade distante 40 km da sede do Município.

Segundo o organizador da festa, o professor Edinês Brito, o encontro tem início às 18 horas. Em agradecimento as doações grupo de folguedo, uma herança dos migrantes da região do Maciço de Baturité, que se estabeleceram em Boa Água no início da década de 1930, se apresentam ao público, preservando o costume fortalecido nos últimos anos pelo interesse e participação das crianças da localidade.

A cultura original é mantida de geração a geração pelos moradores de Boa Água.
As crianças também se interessam e participam da brincadeira, assegurando a preservação da tradição.

Além dos Caretas infantis outro reisado tradicional no Sertão Central, o Boi de Antônio Maria Águeda, o “Das Águias”, comando pelo Mestre Piauí, principal mestre-de-boi em atividade na sua terra natal, Quixeramobim, deverá se apresentar no terreiro do Mestre Chico Emília. Os dois são Tesouros Vivos da cultura cearense, outorga da Secretaria de Cultura do Estado (Secult).

O Boi Coração, acompanhado dos brincantes, os Caretas, as Pastorinhas, a Ema, os Urubus, o Cabrito, repetem praticamente o ritual realizado nos outros terreiros onde o reisado é comemorado, todavia, de acordo com o Edinês Brito, historiador, a particularidade dos Caretas em relação a outros reisados está no fato de que os personagens, os Reis Magos, retornaram a Belém após a visita para saudar o filho de Deus.

O professor pesquisou o folguedo realizado pelo seu povo. Representa o retorno dos três reis à manjedoura do Menino Jesus, para alertarem Maria e José da intenção do rei Herodes de mandar matar o rei dos judeus. Para não serem notados pelos soldados romanos, Belchior, Balthasar e Gaspar, usaram mascaras e disfarces de mendigos. Retornam à Belém pedindo esmolas. Essa é a origem da tradição.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

06:30 · 03.01.2019 / atualizado às 06:30 · 03.01.2019 por
O maior Encontro de Profetas da Chuva é realizado em Quixadá desde 1998.

Hospitalidade e um número recorde de participantes, essa é a expectativa dos idealizadores e organizadores do Encontro de Profetas da Chuva de Quixadá, o comerciante João Soares e o engenheiro químico Helder Cortez. Para este ano, o 23º, a confraternização especial deverá receber aproximadamente 40 “profetas”, como são conhecidos homens e mulheres a apontarem dos sinais da natureza suas previsões sobre a quadra invernal a chegar no sertão nordestino.

Sempre realizado no segundo sábado do ano novo, no Dia do Profeta da Chuva, data oficializada neste Município, além de tradicional, se estendendo por mais de duas décadas, o Encontro também é o maior do País nesse gênero. Em razão da participação de um grande número de “profetas”, costuma atrair autoridades na área da agricultura e pecuária e a mídia nacional. “Com um maior número de cientistas populares, maior a probabilidade de acertos”, explica João Soares.

Este ano, o campus do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) na cidade, na estrada de acesso ao Açude Cedro, recebe mais uma vez o evento, o terceiro consecutivo. O local é ideal porque está próximo do maior complexo histórico da região, ao lado da exótica formação monolítica da Pedra da Galinha Choca e do parque natural, onde podem ser encontrados formigueiros, cupinzeiros, ninhos de pássaros e a flora da caatinga, de onde são extraídos a maioria dos sinais para as previsões meteorológicas.

Nos últimos anos o modelo criado pelos amigos João Soares e Helder Cortez em Quixadá se espalhou pelo Ceará. No início do mês, foi realizado em Tauá o 3º Encontro de Profetas da Chuva dos Inhamuns, com seis participantes. O próximo deverá ocorrer em Ipu, na Serra da Ibiapaba. “Incentivamos a realização dessas reuniões como forma de assegurar a prática e a preservação dessa tradição. Muitos estão ficando velhos e a cada ano sempre perdemos um desses amigos, como Ribamar Lima, de Quixadá, falecido há pouco mais de mês”, acrescenta Soares.

O profeta Josué Viana está chegando aos 80 anos de idade. São mais de 60 dedicados às experiências de observar o movimento da natureza e principalmente dos astros. Neles encontra a segurança para expor a sua previsão. Com um percentual de acertos elevado ele tem conquistado o respeito e a atenção de muitos. Apesar de restarem ainda algumas análises antes do Encontro do qual participa nas últimas duas décadas , já é possível prever um bom inverno no Ceará.

Na natureza eles encontram o sinais para previsão da quadra invernosa no sertão cearense.

João Soares, que também desenvolve suas profecias, não é tão otimista. Ele comunga com o diagnóstico dos profetas dos Inhamuns, prevê o período da quadra chuvosa inferior a um bom inverno. Entretanto, quanto mais análises mais apurada fica a definição paralela à apresentada pelo órgão oficial do Estado, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Fuceme). Como o Encontro de Quixadá reúne um maior número de profetas e de várias regiões, a probabilidade de acerto é maior, reitera.

Bom, o resultado será apresentado no dia 12 de janeiro próximo. Além de mais de uma dezena de profetas e profetisas de Quixadá estão confirmadas a participação de representantes de Aracati, Camocim, Ipu, Limoeiro do Norte, Orós, Russas, Tauá e Sobral. Serão recepcionados com um café da manhã especial. Haverá homenagens a personalidades e após o Encontro será servido um almoço ao público.

O Encontro em Quixadá costuma contar com mais de 30 profetas e profetisas.

A novidade este ano será a campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis. Como o público espectador costuma ser superior a 500 pessoas o objetivo é angariar meia tonelada de produtos para distribuição com famílias carentes sertanejas. São as mais afetadas quando boas chuvas não chegam às  suas lavouras, acrescentam Soares e Cortez.

Fique por Dentro

30 é a média de profetas participantes do Encontro em Quixadá
No último Encontro 23 apresentaram suas previsões
Lurdinha Leite e Meyrismar Nobre são as profetisas do Encontro
Em 2018 a maioria dos profetas apontaram chuvas melhores em relação ao ano anterior, interrompendo um longo período de estiagem

23º Encontro de Profetas da Chuva
Dia 12 de janeiro – A partir das 8h
Campus do IFCE – Quixadá
Estrada do Açude Cedro

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

06:15 · 27.12.2018 / atualizado às 06:15 · 27.12.2018 por
Nova Iorque será o primeiro filme exibido no Teatro Rachel de Queiroz, em Guaramiranga. Foto > Divulgação

Seis curtas-metragens vencedores da edição deste ano do Festival Ibero-americano de Cinema e um curta do projeto Enel Compartilha Animação serão exibidos nesta sexta-feira (28), a partir das 19h, no Teatro Rachel de Queiroz , em Guaramiranga. As exibições fazem parte do projeto Cine Itinerante – 28º Cine Ceará, que está circulando pelo Interior do estado disseminando a cultura do audiovisual.

Segundo os organizadores, no total, 21 cidades recebem a programação do Cine Itinerante – 28º Cine Ceará, que começou no dia 26 de novembro. Os filmes já foram exibidos em Maracanaú, Maranguape, Horizonte, Paracuru, Beberibe, Fortim, Itaiçaba, Amontada, Acaraú, Granja, Limoeiro do Norte, Eusébio, Pacatuba, Sobral, Quixadá, Russas, Guaiúba, Aquiraz, Pacoti e Campos Belos.

O Cine Itinerante – 28º Cine Ceará é financiado pela Secretaria do Audiovisual (SAV) do Ministério da Cultura. Trata-se de uma parceria da Secitece e Centec, unidades de Maracanaú, Maranguape, Beberibe, Fortim, Itaiçaba, Amontada, Acaraú, Granja, Quixeré e Limoeiro do Norte. Conta com o apoio: Secretarias Municipais de Cultura de Horizonte, Eusébio, Pacatuba, Aquiraz, Guaramiranga e Guaiúba, e Campus UFC de Sobral, Quixadá e Russas.

Os filmes exibidos em Guaramiranga serão: Nova Iorque, de Leo Tabosa , melhor filme da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem e Prêmio da Crítica/Júri Abraccine; O Vestido de Myriam, de Lucas Rossi, melhor Direção da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem, Prêmio Olhar Universitário, Troféu Samburá – Melhor Curta-metragem e Prêmio Aquisição Canal Brasil; Só Por Hoje, de Sabrina Garcia, Melhor Roteiro da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem; A Canção de Alice, de Barbara Cariry, Melhor Produção Cearense da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem; Plantae, de GuIlherme Gehr, Troféu Samburá – Melhor diretor de curta-metragem e A Vila, de alunos do projeto Enel Compartilha Animação.

O 28º Cine Ceará é uma promoção da Universidade Federal do Ceará (UFC), através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, do Ministério da Cultura, via Secretaria do Audiovisual, da Agência Nacional do Cinema (Ancine), do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da Secultfor.

A realização é da Associação Cultural Cine Ceará e Bucanero Filmes. Patrocínio: SP Combustíveis, M. Dias Branco, Banco do Nordeste, Café Santa Clara e Indaiá, com agradecimentos à Enel e Oi.

Cine Itinerante – 28º Cine Ceará
Dia 28 – Teatro Rachel de Queiroz / Guaramiranga
A partir das 19h

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

18:00 · 25.12.2018 / atualizado às 18:05 · 25.12.2018 por
Os Caretas Boi Coração, um grupo cultural de reisado de Quixadá, busca doações para realização de jantar comunitário.

Um dos grupos culturais mais tradicionais do Sertão Central, o Reisado de Caretas Boi Coração, iniciou campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis, para a realização do jantar comunitário na comunidade de Boa Água, no distrito de Cipó dos Anjos, na zona rural de Quixadá.

Segundo o organizador da festa de encerramento do ciclo natalino na comunidade rural, Edinês Brito, será realizada no Dia de Reis, 6 de janeiro, a partir das 18 horas, no terreiro da casa de Chico Emília. Em agradecimento as doações os Caretas Boi Coração se apresentarão ao público.

O contato com Edinês Brito pode ser mantido através das redes sociais. Ele agradece em nome do grupo de reisado, uma herança dos migrantes da região do Maciço de Baturité, que se estabeleceram em Boa Água no início da década de 1930. Seu Assis e Seu Sitônio, falecidos, são os fundadores. Ambos chegaram ao distrito ainda crianças, passando a brincar no reisado dos familiares.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

12:00 · 22.12.2018 / atualizado às 12:22 · 22.12.2018 por
O Encontro de Corais de Quixadá aconteceu no Museu Histórico Jacinto de Sousa.

Apresentações de corais animaram na noite desta sexta-feira (21) o público que costumar ir à Praça da Estação, onde está situado o Museu Histórico Jacinto de Sousa, no Centro de Quixadá. Mesmo as crianças, atraídas pela brinquedopraça e o parque de diversão instalado naquele espaço público, pararam para assistir as apresentações, anunciado a chegada do natal na cidade. Logo depois foi a vez de o público infantil ser recebido pelo Papai Noel.

O prefeito de Quixadá, Ilário Marques, e o secretário de Cultura, Esportes e Juventude do Município, Audênio Moraes, aproveitaram o momento do Encontro de Corais para desejarem a todos um natal de muita paz e saúde, lembrando ser esta época do ano um momento de fraternidade.

Ainda foi anunciado o Show da Virada, a tradicional festa de réveillon na Praça José de Barros. A atração principal deste ano será o cantor Júnior Vianna, acompanhado de um espetáculo pirotécnico. Apesar da crise econômica em todo o Pais, o esforço pela realização da festa é uma demonstração de que momentos difíceis podem ser superados, comentou o gestor municipal.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

 

10:00 · 16.12.2018 / atualizado às 09:45 · 16.12.2018 por

Há séculos, a data de 25 de dezembro, quando comemoramos o nascimento de Jesus, sofre contestação, tDalvez pelo fato de o evangelho não indicar dia nem mês do natal de Cristo.

Registros enciclopédicos informam que a data de 25 de dezembro foi fixada a fim de cristianizar grandes festas pagãs, que celebravam o nascimento do “Vitorioso Sol” no tradicional culto solar. O objetivo era oferecer sacrifício e suplicar pelo retorno da luz, porque as noites, naquela época do ano, eram mais longas e muito frias.

Passaram então a comemorar o nascimento de Jesus em 25 de dezembro no calendário Juliano e em 06 de janeiro no egípcio, porque, neste dia, celebrava-se o aniversário do “Sol Invencível”. Era tal a importância da estrela solar, que, em 274, o imperador Aureliano proclamou o “Deus do Sol” como padroeiro do Império.

Todas as divergências tornam-se insignificantes se, a 25 de dezembro ou em outra qualquer data, tivermos o propósito de comemorar o nascimento de Jesus imbuídos do verdadeiro espírito cristão.

O Natal que se aproxima, com certeza, não será diferente dos anteriores. Pouco a pouco o importante evento da cristandade está voltando às comemorações milenárias das festas pagãs, quando não era o Cristo o centro das festividades.

Como comemorar o verdadeiro Natal de Jesus, se o aniversariante está cada vez mais ausente das festividades? Como festejar o natalício de alguém se não permitimos a sua presença? Não será porque a sua humildade conflita com a opulência do seleto evento? O teólogo grego Orígenes, no ano de 245, já repudiava a maneira de se comemorar o nascimento de Cristo com as pompas de um Faraó.

O Natal que agrada Jesus deve ser um encontro de confraternização, onde não se faça restrições de qualquer espécie. Como, então, alegrar o aniversariante que foi exemplo de humildade, fechando as portas, impedindo a participação dos pobres, excluídos pela impossibilidade de cooperar com os altos custos do evento e sem recursos para oferecer um presente para enfeitar as ricas árvores de Natal? Como alegrar Jesus se esbanjamos em fartas mesas alimento cujo desperdício daria para saciar a fome de muitas famílias?

Com que direito os oradores, na noite de Natal, em seus eloquentes discursos, confessam-se emocionados com a angústia da Sagrada Família, que não encontrou nenhuma porta aberta que acolhesse Maria portando, no ventre, o Salvador do mundo, se agora, as portas fechadas impedem a entrada de Jesus em sua festa?

A troca de presentes entre os que festejam o Natal, não rememora a atitude dos astrólogos do Oriente, que levaram presente ao Deus Menino a quem queriam homenagear, pois não trocaram presentes entre si.

Será que nas comemorações natalinas alguém se lembra de oferecer o presente ao aniversariante?  Não é preciso que seja valiosa jia de ouro ou prata e sim coisas simples, embora de grande valia para Jesus, que sorri ao receber corações que, em todos os dias do ano, praticaram a oração da caridade, conjugando o verbo amar e acolheram com afeto os pobres e desamparados.

Não magoamos as chagas de Cristo porque ao receber tão valorosos presentes, Ele constata que não foi em vão o seu sacrifício, oferecendo a própria vida para nos livrar da impura ambição, da repudiada vingança e do desamor que acende, no mundo, a fogueira da maldade, que fomenta as sangrentas lutas fratricidas.  Neste natal, vamos convidar Jesus para a sua festa, para cantar, ao nosso lado: Noite feliz.

* João Eudes Costa é escritor, fundador e Imortal da Academia Quixadaense de Letras (AQL), pesquisador e bancário aposentado nascido em Quixadá (CE).

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

06:30 · 12.12.2018 / atualizado às 07:00 · 13.12.2018 por
Casa de Saberes Cego Aderaldo recebe nesta quinta (13) o projeto Cine Itinerante – 28º Cine Ceará

Nesta quinta-feira (13) o projeto Cine Itinerante – 28º Cine Ceará, com exibição gratuita de seis curtas-metragens vencedores da edição deste ano do Festival Ibero-americano de Cinema e o curta do projeto Enel Compartilha Animação estará em Quixadá. Segundo os organizadores, a programação tem inicio às 19h30, na Casa de Saberes Cego Aderaldo, defronte à Praça José de Barros.

O Cine Itinerante – 28º Cine Ceará é uma promoção da Universidade Federal do Ceará (UFC), através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, do Ministério da Cultura, via Secretaria do Audiovisual, da Agência Nacional do Cinema (Ancine), do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da Secultfor.

A realização é da Associação Cultural Cine Ceará e Bucanero Filmes. Conta com o patrocínio de SP Combustíveis, M Dias Branco, Banco do Nordeste, Café Santa Clara e Indaiá. .

O projeto é financiado pela Secretaria do Audiovisual (SAV) do Ministério da Cultura. Tem parceria com a Secitece e o Centec. Conta com o apoio das secretarias municipais de Cultura de Horizonte, Eusébio, Pacatuba, Aquiraz e Guaiúba, e Campus UFC de Sobral, Quixadá e Russas.

Além de Quixadá, a mostra está passando por mais 19 cidades cearenses. O Cine Itinerante começou no dia 26 de novembro. Os sete filmes já foram exibidos em Maracanaú, Maranguape, Horizonte, Paracuru, Beberibe, Fortim, Itaiçaba, Amontada, Acaraú, Granja, Quixeré, Limoeiro do Norte, Eusébio, Pacatuba e Sobral. A programação segue até a próxima segunda-feira (17). No dia 14 passa por Russas, 15 em Guaiúba, 16 em Aquiraz, 17 em Pacoti. O encerramento está programado para Campos Belos, em Caridade, dia 18.

Os filmes

Nova Iorque, de Leo Tabosa (Melhor filme da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem e Prêmio da Crítica/Júri Abraccine)
O vestido de Myriam, de Lucas Rossi (Melhor Direção da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem; Troféu Samburá– Melhor Curta-metragem).
Só por hoje, de Sabrina Garcia (Melhor Roteiro da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem)
A canção de Alice, de Barbara Cariry (Melhor Produção Cearense da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem)
Plantae, de GuIlherme Gehr (Troféu Samburá– Melhor diretor de curta-metragem)
A vila (de alunos do projeto Enel Compartilha Animação)

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Sertão Central

Fatos diários do Sertão Central e do Maciço de Baturité em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Alex Pimentel.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags