Busca

Categoria: Ecologia


08:00 · 15.04.2018 / atualizado às 07:55 · 15.04.2018 por

Cidades do Maciço de Baturité pretendem criar consórcio para recebimento de resíduos sólidos da região.

Os prefeitos de Baturité, Guaramiranga, Mulungu, Pacotí, Palmácia e Redenção firmaram na Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (Sema), com o secretário Artur Bruno, um protocolo de intenção para criação de um consórcio para a Gestão Integrada de Resíduos naquela região, que, segundo eles será o primeiro do Estado nesse modelo.

O protocolo de intenção foi assinado pelos prefeitos, Assis Arruda, de Baturité; David Campos, de Palmácia; Robert Viana Leitão, de Mulungu; Daviv Benevides, de Redenção; Roberlândia Castelo Branco, de Guaramiranga; e Francisco José Sampaio Leite, de Pacoti, que em nome do grupo disse acreditar na união dos gestores. “Tenho como certo que será uma parceria bem proveitosa. Um modelo que poderá ser seguido por todos os demais municípios”, pontuou. Entretanto, não foi definida data para o seu início.

Prefeitos dos seis municípios se reuniram na Sema com o secretário Artur Bruno. Foto > Sema

Entretanto, n0 encontro com os gestores públicos o titular da Sema classificou o momento como histórico, destacou os bons indicadores ambientais da região e afirmou que o governo do Estado transferirá os 2% do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMs) desses municípios para a implantação e manutenção desse novo sistema.

De acordo com o engenheiro sanitarista, Tarcísio Pinto, consultor para a área de resíduos sólidos e que assessora a Sema, os municípios deverão apresentar lei de criação de fundo específico de meio ambiente, para recebimento do recurso – todos os municípios do Maciço já têm; definir área para descartar os resíduos, uma Central Municipal de Resíduos; criar o Consórcio Público para Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e apresentar o Plano Regionalizado de Coletas Seletivas.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

12:00 · 18.03.2018 / atualizado às 10:30 · 18.03.2018 por

Semana das Água será realizada no Maciço de Baturité com foco na sustentabilidade dos mananciais.

Ambientalistas, pesquisadores, estudantes, lideranças sociais, gestores, técnicos, políticos e moradores da região serrana com preservação da Mata Atlântica no Ceará participam a partir da manhã desta segunda-feira (19) da XV Semana das Águas do Maciço de Baturité, que este ano tem como temaÁgua, sustentabilidade e vida“. Neste dia, dedicado ao padroeiro deste Estado, a programação será aberta com a Caravana das Águas.

De acordo com os organizadores do evento, às 7hs, três ônibus partirão de Aracoiaba, uma das 13 cidades que formam esta região, em visita aos principais açudes do Maciço. Os participantes conhecerão os mananciais, observarão suas condições, incluindo a quantidade a qualidade da água,  terão a oportunidade de conversarem com moradores dessas áreas. No retorno, ao meio-dia, será servido um almoço coletivo.

A programação da XV Semana das Águas segue na manhã da terça-feira (20), a partir das 8 horas, com concentração dos participantes no Campus da Liberdade, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), em Redenção. No auditório do campus será realizado o Seminário Territorial das Águas.  Será um momento de estudos e debates sobre o tema principal do evento, tendo como foco a construção coletiva de políticas publicas relacionadas a água.

7ª Romaria das Águas

O ápice da semana ecológica, que na quinta-feira (22) comemora o Dia Mundial da Água, está programado para o próximo domingo (25), quando às 7 horas terá início a 7ª Romaria das Águas, com uma celebração ecumênica na parede do Açude Tijuquinha e no Convento dos Padres Jesuítas, em Baturité. O encerramento está previsto para o meio-dia, com um almoço partilhado, acompanhado de apresentações culturais com artistas da região, dentre eles Cecília do Acordeon, de Ocara.

Resultado de imagem para semana das águas do maciço de baturitéNo início deste mês de março o Açude Tijuquinha voltou a sangrar. Atualmente está com 95% da sua capacidade.

A Semana das Águas do Maciço de Baturité é realizada pela Incubadora Tecnológica da Unilab e Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Aracoiaba (STTR).

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 26.01.2018 / atualizado às 07:30 · 26.01.2018 por

O prefeito de Aracoiaba, Antônio Cláudio Pinheiro, assinou na tarde desta quinta-feira (25) decreto municipal estabelecendo a redução média de 20% do valor dos salários do próprio chefe do poder executivo, dos secretários e demais cargos no âmbito da administração direita e indireta da prefeitura. A medida foi tomada em razão da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

De acordo com o Decreto, a decisão será publicada no Diário Oficial do Município e começa a vigorar a partir deste mês de janeiro e terá vigência por 120 dias. O salário do prefeito será reduzido de R$ 18 mil para R$ 15 mil. Os secretários do Município, de R$ 6 mil para R$ 5 mil. Os secretários adjuntos de R$ 2,5 mil para R$ 2 mil.

A LRF é uma lei complementar brasileira que visa impor o controle dos gastos da União, estados, Distrito Federal e municípios, condicionando-os à capacidade de arrecadação de tributos desses entes políticos.  Nos estados e municípios os gestores não podem gastar mais de 54% da arrecadação com salários do funcionalismo. O descumprimento poderá acarretar improbidade administrativa.

No último levantamento realizado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), em outubro no ano passado, 83 prefeituras estavam descumprindo a norma estabelecida na LRF.

Veja mais no Diário do Nordeste

83 municípios descumpriram limites de gastos

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

16:00 · 13.01.2018 / atualizado às 16:09 · 13.01.2018 por

Jovens da zona rural de Quixadá estão aprendendo um novo modelo de convívio coletivo.

Iniciada havia três anos, com agricultores familiares, uma proposta de economia solidária, associada à agroecologia, desenvolvida pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Quixadá (STTR) com um grupo de 10 jovens de uma comunidade rural deste Município está começando a render os seus frutos na região.

O projeto, que recebe o título de Bodega Ecológica, desenvolvido na localidade de Lagoa da Jurema, distante 22Km do Centro de Quixadá é um dos destaques do Caderno Regional do Diário do Nordeste deste sábado (13). Daqui a um mês e meio os rapazes e moças da comunidade estarão colhendo centro e cebolinha na horta comunitária, para consumo entre as famílias e também a venda.

A diferença para as outras verduras e hortaliças produzidas convencionalmente e comercializadas no mercado está no trabalho coletivo, juvenil e a não utilização de nenhum tipo de fertilizante industrial ou agrotóxico industrial. O próximo passo será aprenderem a negociar a venda dos produtos da horta, explicou a secretária de Juventude do Sindicato, Tatiana Souza.

Diante do sucesso da Bodega Ecológica juvenil a presidente do STTR de Quixadá, Conceição Sousa, pretende multiplicar o modelo para todas as comunidades rurais do Município e além de gerar alimentação saudável, poder trabalhar com os jovens o convívio coletivo, distante das drogas e do consumo de bebidas alcoólicas.

Do campo as verduras e hortaliças vão para a Bodega Ecológica, para comercialização.

Francisca Antônia está feliz, com três filhos e um sobrinho participando da Bodega Ecológica.

Os 10 jovens de Lagoa da Jurema são os primeiros a participarem do projeto.

Veja a reportagem no Diário do Nordeste

Bodega ecológica estimula jovens agricultores

Mais Informações

STTR de Quixadá
Rua Rodrigues Júnior, 1042 – Centro
Fone (88) 3412 0481

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

08:00 · 11.11.2017 / atualizado às 08:00 · 11.11.2017 por

Gramas das praças de Quixadá estão recebendo água de reuso de esgotos.

A prefeitura de Quixadá, em parceria com a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) estão dando uma verdadeira e inovadora lição ecológica. As praças públicas da cidade, abandonadas nos últimos anos, passaram a receber um cuidado especial, principalmente nos jardins, recheados com gramados e para mantê-los verdes nesta época do ano, estão sendo cuidados com água de reuso dos esgotos da cidade, iniciativa pioneira no Estado.

Em pouco mais de mês a mudança já está sendo notada e elogiada pela população. A Praça da Estação é um exemplo. A transformação está ocorrendo porque além da recuperação e reabertura da brinquedoteca e da inauguração da briquedopraça, todos os dias os jardins recebem água da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Cagece, explica o secretario de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente de Quixadá, Christian Quezado.

O modelo inovador ganhou destaque no Diário do Nordeste deste sábado (11). Além da nova estratégia ambiental, o gerente regional da Cagece, engenheiro civil Petrônio Heleno Leite, explica a situação da rede de esgotos em Quixadá e o supervisor de Esgoto e Meio Ambiente, tecnólogo em Saneamento e Mestre em Engenharia Urbana e Ambiental, Cleyton Oliveira, como funciona o processo de tratamento da água dos esgotos.

Água para as praças de Quixadá está sendo captada na Estação de Tratamento de Esgoto da Cagece.

Veja a reportagem completa no Diário do Nordeste

Água de esgoto é tratada para regar vegetação de praças

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

18:00 · 15.10.2017 / atualizado às 15:00 · 15.10.2017 por

A mata seca proporciona uma bela paisagem na geografia de Quixadá. Fotos > Lutero Rômulo

Um grupo de profissionais autônomos e estudantes resolveu realizar neste fim se semana em Quixadá uma expedição diferente. Preocupados com as recentes queimadas registradas no entorno na cidade eles resolveram escalar um do monólitos da região, a Pedra da Baleia, na Serra Branca, atingida pelo fogo, para registrarem a dimensão da devastação. Todavia, de acordo com um dos expedidores, o advogado Lutero Rômulo,apenas a base do monólito onde acamparam deste sábado para domingo foi atingida pela queimada.

Além do passeio aventureiro a intenção era registra a dimensão da devastação e realizar uma campanha de conscientização junto à população. Do alto, de aproximadamente 100 metros acima do nível do mar, o grupo pode observar todo entorno. Nenhum dano mais grave foi constatado. “Apesar de a vegetação estar completamente seca,a paisagem é deslumbrante“, acrescentou Lutero Rômulo. Ele fez registros fotográficos da expedição.

Os 10 aventureiros escalaram a Pedra da Baleia à procura de destruição mas se depararam com uma bela paisagem.

Mesmo assim, a preocupação com as queimadas continua. A maioria ocorre acidentalmente ou provocadas por agricultores, para limparem as terras para plantio. Nas últimas semanas foram registrados alguns focos de queimadas no entorno de Quixadá. Na quinta-feira (12) o Diário do Nordeste publicou reportagem sobre a situação das queimadas no Ceará. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) o mês de setembro deste ano apresentou número recorde de focos.

Veja a reportagem no Diário do Nordeste

Setembro bateu recorde de queimadas no Ceará

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

07:30 · 08.10.2017 / atualizado às 07:15 · 08.10.2017 por

Com recursos próprios Deusimar de Oliveira construi os três tanques para a criação de peixes.

O empreendedor rural Deusimar Cândido de Oliveira, dono de uma pequena propriedade no Vale do Forquilha, em Quixeramobim, está chamando a atenção de outros pequenos produtores rurais para o modelo implantado recentemente por ele. Com a mesma água ele cria peixes, produz hortaliças e ainda cultiva mamões. Foi a forma encontrada por ele para utilizar melhor a água do poço na sua produção, agregando valor e ainda reaproveitando o recurso natural.

Dedicado há mais de três décadas ao cultivo de frutas e verduras o produtor rural percebeu na criação de peixes uma forma a mais de agregar dividendos à sua produção, gerando mais alimentos sadios. Antes de a água descer para o pomar passa por um processo de enriquecimento mineral realizado por mais de 50 mil tilápias, criadas em três tanques. As fezes dos peixes e a ração utilizada para a alimentação do cardume completam o processo.

Em breve o empreendedor rural vai começar a pescar os primeiros “frutos” do seu investimento inovador.

Para criar os peixes nos tanques ele utiliza bombas para oxigenar a água e manter o seu cardume sadio.

Para fazer as bombas de oxigenação funcionarem Deusimar utiliza energia solar captada por placas.

Pesquisando na internet ele também encontrou a outra maneira de reutilizar a água, através da aponia, muito parecida com a hidroponia. A técnica consiste no cultivo suspenso de hortaliças, alfaces. E para completar a irrigação inteligente as bombas utilizadas na oxigenação da água dos tanques é feita com energia solar. As placas fotovoltaicas foram fornecidas pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce).

A horta apônica ainda é experimental mas com os resultados o empreendedor pretende expandir sua produção.

Deusimar garante que o processo de cultivo das alfaces é totalmente natural. Encontrou a técnica na internet.

O representante regional da Fetraece, Militão de Almeida, foi conhecer e aprovou a inovação de Deusimar.

Mais Informações

Frutos do Sertão
Sítio Forquilha – Quixeramobim
Fones: (88) 9 8842 7376 / (88) 9 9225 3675
Email: deusimarfrutosdosertao@gmail.com

O modelo de produção criado por Deusimar de Oliveira é um dos destaques do Caderno Regional do Diário do Nordeste neste sábado (7).

Veja a reportagem completa

Agricultor cria modelo de reutilização da água na roça

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

08:00 · 09.09.2017 / atualizado às 07:55 · 09.09.2017 por

Para os trilheiros a nossa floresta branca é uma das mais atraentes do planeta.

O turismo ecológico está começando a despontar no Interior. A cada dia aumentam os grupos de aventureiros e as descobertas de novas trilhas. O DOC, um caderno especial do Diário do Nordeste publicado aos sábados, foi buscar nos quatro cantos dos Ceará alguns desses lugares. Em matéria de natureza, a Terra dos Monólitos, da aventura e dos esportes radicais, como Quixadá é conhecida, a Chapada da Ibiapaba, onde está situada a Bica do Ipu e o bondinho, ainda a Chapada do Araripe, no Cariri, são alguns destaques.

Em Quixadá, além dos grupos de trilheiros, o secretário municipal do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Pedro Baquit, que assumiu a pasta no início deste ano com a nova administração, pretende fortalecer esse segmento turístico. No pacote também estão inclusos o montanhismo e o voo livre. A ideia é atrair mais turistas para a região, capacitando e auxiliando quem se dedica a essas atividades. Atrativos naturais o Município tem, ressalta.

Pedro Baquit pretende fazer o turismo “decolar” em Quixadá, começando pelas rampas de voo livre.

Nessa perspectiva, o empresário Antonio Almeida, do Pedra dos Ventos, pioneiro na região em turismo de aventura e ecológico juntamente com o tenente do Exército Brasileiro, Adão Donato Masera, falecido, já conquistou a auto-sustentabilidade do seu empreendimento, o Pedra dos Ventos Resort, um hotel-fazenda situado no distrito de Juatama. Além do voo livre e das trilhas o parque particular começa a receber outro segmento, os observadores de pássaros.

Na avaliação de Almeida, quem se dedica a essas atividades de exploração turística precisa se profissionalizar, como fazem os europeus. Todos os anos, nas duas últimas décadas, nos meses de outubro e novembro, eles trazem pilotos de voo livre de vários países para participarem do X Ceará, uma competição aérea de cross country. Quixadá se torna uma vitrine para o planeta. Suas outras potencialidades podem ser exibidas. com planejamento e organização esse tesouro natural pode ser encontrado.

Veja a reportagem especial no Diário do Nordeste

Nas trilhas do Ceará: esporte, lazer e aventura no Interior  

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

06:00 · 25.08.2017 / atualizado às 06:05 · 25.08.2017 por

O parque do Açude Cedro, em Quixadá, é considerado um dos mais belos do mundo.

O juiz da 23ª Vara Federal, Ricardo José Brito Bastos Aguiar de Arruda, voltou a realizar em Quixadá, Audiência Pública com a diretoria do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), através de videoconferência, para adoção de providências de restauração e preservação do acervo arquitetônico e natural do Açude Cedro. Além dos representantes do Ministério Público participaram representantes de vários segmentos sociais e moradores do entorno do açude centenário.

Na última Audiência, realizada no dia 10 de maio, o magistrado federal havia estabelecido prazo de 160 dias para o Dnocs apresentar o cronograma do projeto de restauro. O plano foi apresentado, com possibilidade do início dos serviços em 2020, todavia o órgão federal dependerá da contratação do arquiteto Romeu Duarte, ex-superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Ceará para elaboração do projeto.

Na administração municipal anterior o então secretario do Desenvolvimento Econômico e Turístico de Quixadá, Fabiano Barbosa, teve dificuldade para realizar as obras de restauro do armazém e da vila do Açude Cedro, na alameda de acesso a parede do reservatório centenário. O recurso financeiro havia sido captado através de emenda parlamentar, mas retornou aos cofres do governo federal porque a prefeitura não conseguiu em tempo hábil empresa pelo Iphan para realizar o serviço.

A esse respeito, presente na Audiência que contou também com a participação do atual secretário da pasta de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Município, Pedro Baquit, o ambientalista Osvaldo Andrade questionou a contratação do arquiteto, apontando que ele foi o responsável pela elaboração dos projetos dos campus da UFC e do IFCE, dentro da área de preservação do Açude Cedro, onde estão situados alguns dos monólitos tombados como patrimônio natural.

Um dos proponentes da Audiência Pública acatada pelo Ministério Público, o jornalista e advogado Wanderley Barbosa, também participou do encontro realizado na sala do magistrado. Como o espaço era pequeno, outros interessados na restauração e preservação do Açude Cedro outros interessados acompanharam no corredor do Fórum, por esse motivo a próxima reunião, em novembro, será realizada no auditório do IFCE. Nela será realizado um amplo debate sobre o projeto a ser apresentado pelo Dnocs, acrescentou Barbosa.

Sala de Audiências do Fórum Federal em Quixadá ficou lotada. Foto > Eurismar Júnior 

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

07:30 · 14.07.2017 / atualizado às 08:00 · 14.07.2017 por

Alguns ambientalistas de um grupo de servidores de Choró foram atacados por abelhas italianas durante a realização de uma aula de campo realizada pela Coordenadoria de Educação Ambiental (COEAS) da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA) nos dias 12 e 13 de julho neste município do Sertão Central. O ataque ocorreu na localidade de Riacho do Meio, no distrito de Caiçarinha.

Ainda de acordo com um servidor do Município o grupo de 35 pessoas, dentre professores, membros de associações comunitárias e outros ligados ao meio ambiente, foram divididos em dois grupos e quando caminhavam pela mata, um deles passou debaixo de um juazeiro e foi surpreendido por um enxame.

Oito pessoas foram picadas. Três foram socorridas ao Hospital Municipal Padre José Bezerra Filho. Duas delas são alérgicas as toxinas liberadas pelos insetos através dos ferrões. Uma terceira recebeu o maior número de picadas, aproximadamente 80. Após receberem medicamento antialérgico tiveram alta.

Apesar do incidente o curso foi concluído. O tema da capacitação foi “Educação Ambiental para a Qualidade da Água”. Outra pauta apresentada foi o lixo no meio ambiente. O Município tem um modelo que mesmo com estiagem mantém a água barrada no subsolo. A experiência da barragem subterrânea funciona exatamente na localidade de Riacho do Meio, a 16Km do Centro de Choró.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161