Categoria: Educação


06:30 · 12.12.2018 / atualizado às 06:40 · 12.12.2018 por

Através de Edital a prefeitura de Quixadá está convocando para nomeação e posse 175 candidatos aprovados no último concurso público municipal, realizado em 2016. São 172 para os cargos de professores da educação básica, nas áreas de Educação Infantil, Ensino Fundamental I e Ensino Fundamental II nas disciplinas de Ciências, Educação física, Geografia, História, Língua portuguesa e Matemática. As outras três vagas são para o cargo de técnico de radiologia.

A prefeitura divulgou ainda que os concursados aprovados deverão comparecer, pessoalmente, ou por intermédio de procurador, mediante procuração pública ou particular, com firma reconhecida em cartório, de 18 a 21 deste mês de dezembro, de 8h às 12h e de 14h às 17h, na sede da Secretaria de Educação do Município, na Rua José de Queiroz Pessoa, 1932, Centro da cidade, para confirmarem interesse em assumir as funções disponíveis.

Outros 211 de um total de 764 aprovados, iniciarão suas atividades no dia 17 deste mês. São 95 auxiliares de serviços gerais, nove auxiliares de serviço funerário, 30 agentes administrativos, cinco motoristas categoria A e 21 categoria D, 22 vigias, 10 atendentes, cinco auxiliares de arquivo e um bombeiro hidráulico. Completam a lista 13 servidores com deficiência física. São cinco auxiliares de serviços gerais, cinco cozinheiros, um motorista categoria D e dois eletricistas.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

10:00 · 03.12.2018 / atualizado às 10:05 · 03.12.2018 por
Projeto de alunas do ensino médio de Senador Pompeu, de combate à violência contra a mulher ganha destaque nacional.

Um grupo de alunas da Escola Estadual de Educação Profissional Professor José Augusto Torres, em Senador Pompeu, será um dos premiados nesta terça-feira (4) em Fortaleza, como um dos 11 melhores projetos do Desafio Criativos da Escola, promovido pelo Instituto Alana, uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que aposta em programas que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância. Este ano a premiação chega à  sua 4ª edição.

As estudantes de Senador Pompeu se inscreveram com uma pesquisa, realizada por elas, acompanhada de um aplicativo virtual para combater a violência contra mulheres. Os constantes relatos de casos de agressões domésticas informados por mulheres nesta cidade do Interior do Ceará incomodaram as pesquisadoras. Pensando em transformar essa realidade e promover o diálogo sobre igualdade de direitos, as jovens criaram o projeto Centro de Pesquisa Continuada pela Igualdade de Gênero Nísia Floresta.

Elas aprofundaram seus conhecimentos, a partir de leituras e de filmes, além de pesquisas sobre casos de violência contra a mulher no Ceará.  Depois, aplicaram uma pesquisa na própria escola, para mapear a realidade da violência de gênero sofrida pelas colegas. Para ajudar nas pesquisas, passaram a divulgar o “Violentômetro“, uma ferramenta inovadora, criada por elas, que auxilia mulheres a identificarem ações e comportamentos típicos de parceiros abusivos.

Os resultados dessa pesquisa foram apresentados durante a Semana Escolar “Maria da Penha”. Apontaram que muitas adolescentes eram vítimas desse tipo de violência. Para apoiá-las, o grupo promoveu debates, inclusive em outros colégios, e trabalhou temas relacionados ao feminismo.

O próximo passo da equipe será escrever um livro reunindo histórias e depoimentos potentes compartilhados nessas conversas. Deverão contam com a presença de figuras de destaque na comunidade.

Desafio Criativos da Escola

Esta é a quarta vez consecutiva que um projeto do Ceará é premiado no Desafio Criativos da Escola. Este ano, a cerimônia de premiação dos 11 projetos selecionados será amanhã, dia 4 de dezembro, no Teatro Câmara, em Fortaleza, com a participação de três estudantes e um educador de cada um dos grupos selecionados. A transmissão do evento será feita ao vivo pelo canal do Youtube do Criativos da Escola.

Pelo terceiro ano consecutivo, o Desafio contou com o apoio do programa Parceria Votorantim pela Educação, do Instituto Votorantim, nos 105 municípios onde desenvolve suas atividades.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 03.12.2018 / atualizado às 07:15 · 03.12.2018 por
Congresso acadêmico sobre o Sertão Central pretende discutir potencialidades da região.

Instituições acadêmicas do Centro do Estado pretendem reunir diversos segmentos sociais para discutirem as potencialidades desta região do semiárido brasileiro. O evento, I Congresso Nacional Interdisciplinar sobre o Sertão Central (Conisce), reunirá saberes da comunidade e produções realizadas na academia sobre o Sertão Central. Será o suporte para a criação de um banco de dados, reunindo conceitos empíricos e científicos, apontam os organizadores.

Os trabalhos, enquadrados em eixos temáticos: inovação, tecnologia e espaço urbano; educação, formação e direitos humanos; desenvolvimento, sustentabilidade e recursos naturais; cultura, arte, identidade; saúde, espaço agrário e sistemas biológicos, serão apresentados no Conisce, de 4 a 7 de dezembro, na Faculdade Cisne, em Quixadá.

Podem ser inscritos artigos em diversas modalidades: trabalhos de conclusão de curso, pesquisas de iniciação científica e de mestrado e doutorado.  Além de palestras e apresentações de trabalhos acadêmicos, o congresso terá atividades ligadas a áreas culturais e educacionais, economia solidária, gastronomia regional, artesanato e planejamento regional. O endereço eletrônico é http://conisce.com.br/.

Conforme a coordenadora do Congresso, professora Simone Dantas, será a oportunidade para o diálogo com vários segmentos em busca de soluções eficientes, não somente para o convívio como também o desenvolvimento da região tendo como alicerce as suas potencialidades.

Apesar de a escassez hídrica ser apontada como principal problema, recebendo sempre soluções paliativas, o planejamento, a administração e aplicação de novas tecnologias podem minimizar esses efeitos. O conhecimento está se fortalecendo na engenharia, na arquitetura, na saúde, agropecuária, na química, na ecologia e até na tecnologia da informação como opções.

O nosso sertão precisa deixar de existi r sob o estereótipo da pobreza. Sentimos com isso a necessidade de nos organizarmos, de associarmos a academia e o ator social nessa transformação. Com isso aguardamos a inscrição de propostas interessantes. A nossa expectativa é de esse espaço se consolidar como um instrumento eficaz de mudanças”.

Além da Faculdade Cisne, o Instituto Federal do Ceará (IFCE), a Faculdade de Educação, Ciências e Letras do Sertão Central (FECLESC), da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e a Universidade Federal do Ceará (UFC) em Quixadá estão unidas na organização da conferência especial. Contam com o apoio da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, do Instituto de Estudos e Pesquisas sobre o Desenvolvimento do Ceará (Ipece) e da Associação dos Municípios do Sertão Central (Amusc).

De acordo com o Ipece o Sertão Central é formado pelos municípios Banabuiú, Choró, Deputado Irapuan Pinheiro, Ibaretama, Ibicuitinga, Milhã, Mombaça, Pedra Branca, Piquet Carneiro, Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu e Solonópole. São 16.014,77 km² de área com população de 392.811 habitantes.

I Congresso Nacional Interdisciplinar sobre o Sertão Central (Conisce)
De 4 a 7 de dezembro – Faculdade Cisne
Quixadá – Ceará

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 30.11.2018 / atualizado às 07:46 · 30.11.2018 por

A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) lançou edital, com 444 vagas para cursos de Graduação, nos campi do Ceará e Bahia. De acordo com a instituição as inscrições vão até 5 de dezembro, exclusivamente pela Internet, no endereço eletrônico sisure.unilab.edu.br.

No Ceará, no campi de Redenção, as vagas estão distribuídas entre os cursos de Administração Pública, Agronomia, Enfermagem, Engenharia de Computação, Engenharia de Energias, Humanidades e Letras – Língua Portuguesa, com ingresso no período letivo de 2018.2, que tem início na próxima segunda-feira (3).

O edital diz respeito ao Sistema de Seleção Utilizando o Resultado do Enem (Sisure) 2018.2 e ao Processo de Seleção de Estudante Estrangeiro (PSEE) 2018 referente ao ingresso de 2018.2, relativo ao edital 24/2018.

A seleção consistirá no aproveitamento de resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), referentes aos últimos cinco anos (2013 a 2017). Haverá bonificação de 10% sobre a Nota Final para os candidatos que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas.

Ainda conforme a Unilab, será aceita somente uma única inscrição para cada candidato, que concorrerá a uma única vaga. O resultado final deverá ser divulgado no dia 7 de dezembro, junto com a convocação para a pré-matrícula. Já a pré-matrícula e matrícula curricular na coordenação do curso ocorrem de 10 a 12 de dezembro.

Mais Informações

Coordenação de Políticas de Acesso e Seleção de Estudantes – CASE
Email: case.prograd@unilab.edu.br
Fone: (85) 3332-6174

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

08:00 · 15.11.2018 / atualizado às 20:35 · 15.11.2018 por
Os estudantes de Choró começaram a receber a visita de candidatos a prefeito, vice e vereadores mirins. Estão levando as eleições a sério.

No próximo dia 30 a população estudantil de Choró, uma cidade do Sertão Central com pouco mais de 13 mil habitantes, participará de uma eleição especial. Mais de dois mil alunos vão eleger o prefeito, vice-prefeito e vereadores mirins deste Município. Os candidatos já se mobilizam, realizam suas campanhas e expõem suas propostas.

Eles terão até o dia 20 para realizaram os seus registros de candidatura. As fotos, a relação de eleitores e os locais de votação serão apresentados nesse dia. Já estão confirmadas 14 candidaturas. Os levantamentos apontam 2.300 eleitores aptos a votar.

Os eleitos serão diplomados e empossados em sessão solene, em janeiro de 2019, pelo prefeito Marcondes Jucá, o presidente da Câmara Municipal, Fabiano Lemos Cabral, a secretária da Ação Social Lucicleide Jucá, o coordenador do Selo Unicef, o presidente do CMDCA e a coordenadora do Conselho Tutelar no Município, Gizélia Lemos. O mandato será de dois anos.

O prefeito Marcondes Jucá começou a receber os candidatos no seu gabinete, mas nesses eleições ele não vai poder tomar partido.

Conforme o coordenador municipal do Projeto Selo Unicef, Douglas Barreto, o pleito seguirá os mesmos moldes de uma eleição real. Os eleitores mirins escolherão seus candidatos nas urnas eletrônicas distribuídas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), atendendo o Projeto Selo Unicef, do qual é o coordenador municipal.

O Município receberá nove urnas eletrônicas, mais duas de reserva. O TRE prestará todo o suporte técnico para a eleição especial que está mobilizando jovens e adolescentes das escolas públicas da rede municipal e estadual de ensino.

Douglas Barreto acrescentou que ele e o chefe de Gabinete da administração municipal, Gilberto Almeida, participaram de reunião de planejamento no TRE/CE com Lorna Vidal e Geferson Aguiar, Analista Judiciário, que será o responsável pela Eleição Municipal Mirim de Choró.

A iniciativa atende a Lei Municipal 524/2018, que cria o Governo Municipal Mirim e a Câmara Municipal Mirim, onde os eleitos terão relevante papel social junto ao governo municipal e poder legislativo, conforme ações específicas do Projeto Selo Unicef, Partiu Mudar, cuja proposta é assegurar o protagonismo infantojuvenil para a construção, fomentação e aprimoramento da Política Municipal para a criança, o jovem e o adolescente, completou Douglas Barreto.

Com a iniciativa desenvolvida dentro do Projeto Selo Unicef a prefeitura de Choró pretende promover o protagonismo infantojuvenil.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 15.11.2018 / atualizado às 07:05 · 15.11.2018 por
Alunos do Colégio Valdemar Alcântara se destacaram em uma exposição especial sobre os costumes sertanejos. Fotos > Cleumio Pinto

Uma exposição de alunos do Colégio Valdemar Alcântara (CVA), em Quixadá, realizada nesta quarta-feira (14), recebeu elogios dos visitantes. A mostra, com o título “Sacadas”, foi apresentada ao público na Semana Acadêmica, Cultural, Ambiental e Social do CVA. Dentre os temas abordados, a estiagem, brincadeiras e o trabalho dos carroceiros foram alguns dos destaques. Apresentações de teatro, de dança e de música, também sobre os temas expostos, completaram a programação.

A professora de Artes do CVA, Luiza de Marilac, responsável pela coordenação do projeto, acrescentou que foi desenvolvido pelos estudantes no segundo semestre. Nas pesquisas decidiram se dedicarem aos temasPovo do massapê” e “Carroceiros de Quixadá”. O trabalho educacional poderá se transformar em uma exposição itinerante, visitando escolas e espaços culturais da cidade.

O resultado das pesquisas surpreendeu até os alunos. Gerliane Silva foi um deles. Quando realizavam o trabalho de campo foram descobrindo a importância do carroceiro no dia a dia da cidade. As citações de escritores famosos da literatura brasileira como Rachel de Queiroz e Graciliano Ramos reforçaram a importância do personagem popular e de outros costumes sertanejos.

Outro estudante, Maurício Cruz, se tornou até cordelista. Os versos criados por ele no estilo literário reconhecido recentemente como patrimônio cultural imaterial, retratam a diversidade vivida no período da seca e também a alegria das crianças no cotidiano sertanejo. Inspiraram os colegas a definirem o título da exposição sobre a seca, “Povo do massapê”.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

09:00 · 13.11.2018 / atualizado às 08:45 · 13.11.2018 por
Os alunos do Colégio Menino Jesus descobriram na pesquisa escolar que o número de romeiros do Maranhão é tão grande quanto do Ceará.

Uma pesquisa sobre religiosidade divulgada na quarta-feira (7) pelo Diário do Nordeste aponta São Francisco como o preferido dos cearenses. O Colégio Menino Jesus, em Canindé, onde é realizada a maior festa franciscana da América Latina, resolveu aproveitar o período dos festejos deste ano em homenagem ao padroeiro da cidade e aplicar uma enquete com o público. Moradores do Maranhão representam o maior número de visitantes de outro estado, 36%, seguido do Piauí, com 14,3%. De todas as cidades do Ceará somam 42%.

> Pesquisa revela as crenças religiosas dos cearenses

O questionário, aplicado pelos aluno e professores também revelou que 41% dos romeiros vão a Canindé acompanhados de familiares. Os dados apontam que 27,8% seguem em grupos e 25,5% em caravanas. Apenas 4,9% viajam sozinhos para demonstrarem a sua devoção, pagarem promessas ou agradecerem por alguma graça alcançada. O percurso é realizado pela maior parte em ônibus, representando 72%. Em automóveis são 17,34%. De motocicleta apenas 1,2%, sem considerar a maior motorromaria do Pais, a de Fortaleza a Canindé, com mais de 25 mil motociclistas.

Os levantamentos ainda revelaram algumas curiosidades. Os paus-de-arara, principal transporte utilizado pelos romeiros durante mais de meio século, praticamente desapareceram. Foram incluídos nos pouco mais de 1% no item outros veículos, onde as motos foram relacionadas. Um lei nacional sancionada há dois anos passou a proibir o tráfego desse tipo de transporte nas rodovias federais. O principal acesso a Canindé é pela BR-020. Perguntados se concordavam com a proibição 59,6% responderam afirmativamente; 39,1% não foram favoráveis e 1,3% não opinaram.

Entretanto, apesar de a devoção demonstrar muita força, representando 55,5% os pagadores de promessa e 62% por alguma cura de saúde, quase 1/3, 20,2%, foram a Canindé no período festivo fazendo turismo, 11,5% queriam conhecer a cidade, sendo 6,1% acompanhados de parentes. A maioria, 39,%, se hospedou em casas particulares, 22,1% em outros locais, 21,8% em pousadas, 10,1% em abrigos e somente 6,5% ficaram em hotéis. O bom acolhimento foi quase unânime, 98,2%elogiaram a hospitalidade e apenas 1,5% reclamaram.

Conforme o diretor do Colégio Menino Jesus, professor Romeu Rocha de Oliveira, os levantamentos de campo, além de levarem aos estudantes a experiência de como as pesquisas são feitas, o seu processo, também foi a oportunidade de conhecerem a importância da religião na cidade onde nasceram e moram. De 30 de setembro a 2 de outubro eles entrevistaram 778 pessoas. Os resultados foram apresentados à administração do Santuário de São Francisco das Chagas e à prefeitura do Município. Os dados podem auxiliar no desenvolvimento de ações tanto pelo aspecto econômico como religioso.

Os alunos levaram a série a pesquisa religiosa com os romeiros em Canindé.
Os romeiros também se interessaram em colaborar com os jovens pesquisadores.
Professores acompanharam a atividade de campo dos estudantes do Colégio Menino Jesus.

Modelo Educacional

O Colégio Menino Jesus, de ensino infantil e fundamental, desenvolve vários projetos sociais. Um deles, Educação e Saber, oferece gratuitamente para crianças carentes, o primeiro ano, a alfabetização, em uma turma de 25 anos. Também é parceiro do Sistema Ari de Sá. Romeu Rocha divide a direção da instituição com Joane Laurenio, acrescenta.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

20:00 · 11.11.2018 / atualizado às 20:00 · 11.11.2018 por
Em Ibicuitinga a prefeitura serviu um lanche especial para os candidatos do Enem antes da viagem a Quixadá

Aproximadamente 2.800 alunos da rede pública na área da Coordenadoria Estadual da Educação 12 (Crede 12) participaram da segunda fase de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste domingo (11). Eles representam 77% do total de inscritos na região, 3.592. O número exato será divulgado somente o decorrer da próxima semana, informou a diretora da Crede 12, Joyce Santana. Além de Quixadá e Quixeramobim, sua equipe assiste os municípios de Boa Viagem, Choró, Ibaretama, Ibicuitinga e Madalena.

Este ano a Crede 12 não pode montar barracas com distribuição de frutas, de água e de canetas nas entradas das entidades onde as provas foram realizadas. A lei eleitoral proíbe qualquer ação governamental dessa natureza até 60 dias após o pleito eleitoral, acrescentou.

Então, a estratégia foi as próprias escolas distribuírem o lanche reforçado, principalmente para os alunos que precisaram viajar das localidades rurais onde moram para a sede de Quixadá. A concentração ocorreu na Escola Estadual de Ensino Médio Coronel Virgílio Távora.

Em Ibicuitinga, foi a prefeitura quem forneceu o lanche reforçado para mais de 300 estudantes da Escola Estadual de Ensino Médio Professora Maria Edilce Dias Fernandes. O encontro ocorreu na praça do polo e lazer da cidade, transformando o desembarque para Quixadá em um momento festivo.

Mais de 300 alunos se concentraram no polo de lazer de Ibicuitinga antes da viagem para as provas do Enem em Quixadá
O prefeito de Ibicuitinga, Franzé Carneiro, fez questão de desejar boa sorte nas provas do Enem aos alunos da sua cidade

Na preparação, a Escola realiza várias atividades de incentivo à participação no Enem, como vem fazendo desde 2010. Também é a Escola quem promove a inscrição dos alunos dos 1°, 2° e 3° anos, ainda a aquisição do RG e CPF, documentos essenciais para a inscrição, através de parcerias com a prefeitura, a Casa do Cidadão de Morada Nova, Setor de Identificação de Quixadá e Quixeramobim, além da Receita Federal em Quixadá e Agência dos Correios, explicou o coordenador pedagógico Max Well da Cunha.

> Confirma as imagens da segunda fase do Enem em todo o Ceará

Como no domingo passado nenhum incidente foi registrado nos cinco locais de prova em Quixadá. Ninguém chegou atrasado.

Em Quixadá, os professores do Colégio Valdemar Alcântara realizaram “Blitz do Enem”
A maioria dos candidatos chegou nos locais de prova em Quixadá hora antes de os portões abrirem
Os portões abriram pontualmente às 11 horas. A maioria preferiu entrar logo

 

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

06:30 · 07.11.2018 / atualizado às 06:35 · 07.11.2018 por
O campus do IFCE em Quixadá está abrindo 80 vagas nos cursos técnicos de Química e de Edificações

O Instituto Federal do Ceará (IFCE) estará abrindo de 13 a 26 deste mês de novembro, inscrições para 80 vagas no campus de Quixadá para os cursos de Edificações e de Química. Segundo o IFCE, as opções são para quem vai cursar o Ensino Médio e o Ensino Técnico de forma integrada. Além de gratuitas, não haverá exame de seleção. A seleção será por meio da análise do histórico escolar dos candidatos.

As inscrições serão feitas exclusivamente pelo site http://qselecao.ifce.edu.br, onde também está disponível o edital com todas as informações sobre o processo. O candidato terá até ás 20h do dia 27 de novembro para entregar na recepção do campus o protocolo gerado no ato da inscrição on-line e toda a documentação prevista no edital.

O resultado final está previsto para o dia 11 de dezembro. A pré-matrícula dos candidatos aprovados ocorre entre os dias 12 e 14 de dezembro deste ano. As aulas iniciam em 12 de fevereiro de 2019.

Mais informações

IFCE campus de Quixadá
Av. José de Freitas Queiroz, 5000 – Cedro
(88) 3412.0111

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

16:00 · 04.11.2018 / atualizado às 20:55 · 04.11.2018 por
O mais número de inscritos no Enem em Quixadá se concentrou mais uma vez na Unicatólica.
No campus do IFCE os candidatos entraram logo nos primeiros minutos após o portão abrir.

Nenhuma anormalidade foi registrada em Quixadá neste domingo (4), no primeiro domingo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que se realiza em todo o País. Os portões foram abertos às 11h nos cinco locais de concentração dos inscritos espalhados pela maior cidade da região, que recebeu também estudantes de Choró, Ibaretama e Ibicuitinga. Esse foi o relato de coordenadores e professores das escolas públicas e particulares que checaram a presença dos alunos nos pontos do Exame.

Apenas dois inscritos chegaram atrasados, minutos após os portões serem fechados, às 13h. Um deles foi no campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE); o outro no Centro Universidade Católica de Quixadá, a Unicatólica, onde foi concentrado o maior número de participantes do Enem este ano na região. Ao ver os portões da Unicatólica fechados, uma aluna, que pediu para não ter seu nome revelado, justificou ter confundido o horário, de verão. Retornou na garupa de uma motocicleta.

A única diferença em relação ao ano anterior foi a ausência das equipes da Coordenadoria Estadual de Educação 12 (Crede 12). No ano passado eles distribuíram lanches, água e canetas para os participantes. Este ano, os candidatos mais precavidos traziam kits de alimentação. Outra opção era comprar o reforço alimentar na porta dos locais de prova. Chocolates e biscoitos eram algumas das opções.

Antes do provão, uma mensagem de incentivo para dar boa sorte e um chocolate para dar energia.
Os professores acompanham seus alunos na porta dos locais de provas após um ano de preparação.

Segundo professores e coordenadores de instituições públicas de ensino , como Jorge Oliveira e Claudia Leite, da Escola Estadual Governador Gonzaga Mota, em Quixadá, eles checam a participação dos alunos no Enem. Amanhã será dia de discutirem na sala de aula as questões e o tema da redação deste ano, que dessa vez agradou os candidatos, sobre a “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet“, também considerada fake news. Também passarão a semana revisando as disciplinas para o segundo domingo de provas. O objetivo é dar mais segurança aos estudantes.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Sertão Central

Blog da editoria Regional, do Diário do Nordeste, sobre os municípios da região Sertão Central, do Ceará.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags