Categoria: Esportes


07:00 · 16.07.2018 / atualizado às 07:05 · 16.07.2018 por

Os Jogos de São João dos Queiroz seguem o mesmo rito do evento multiesportivo mundial. Acender a tocha olímpica é um exemplo

O Comitê organizador dos Jogos Olímpicos de São João dos Queiroz (JOSJQ) realiza a partir desta segunda-feira (16) a 31ª edição dessa competição. De acordo com os organizadores, a abertura das provas esportivas está programada para as 18 horas, no ginásio poliesportivo desta comunidade rural de Quixadá. Até o encerramento, no próximo sábado (21). delegações de Quixadá e de cidades vizinhas disputarão o pódio em diversas modalidades.

No Ginásio Esportivo Fernando Holanda haverá os jogos de futsal, nas modalidades masculino e feminino e de vôlei. Ao lado, no “Parque Olímpico“, os atletas disputarão as medalhas de tiro ao alvo, corrida de 100 metros, salto em distância, sinuca e jogos de tabuleiro. Uma das provas mais aguardadas, a cavalhada, com a participação de cavaleiros de diversas regiões, será realizada no sábado (21). No encerramento de cada dia estão programadas apresentações culturais.

Os Jogos Olímpicos, realizados sempre na segunda quinzena de julho, no período de férias escolares, são considerados pelos moradores dessa comunidade da zona rural de Quixadá o mais antigo do Ceará e talvez do Brasil. Eles recebem mais de 500 atletas e equipes de várias cidades da região.

A Escola de Ensino Fundamental João Gonçalves da Rocha, ao lado do ginásio poliesportivo, funciona como o hotel da “Vila Olímpica” para os atletas visitantes. Os XXXI Jogos Olímpicos de São João dos Queiroz contam com o apoio da prefeitura de Quixadá. O ginásio poliesportivo recebeu reparos e a estrada de acesso à vila foi raspada novamente, para facilitar o acesso dos veículos.

Além de modalidades mais populares como o futebol, o handebol e o vôlei existem algumas bem peculiares aprovadas pelo Comitê especial. A sinuca é uma delas. Havia também a corrida de jegues, mas por encontrarem irregularidades, como infringir a Lei de Proteção aos Animas, foi excluída. Corrida mesmo, só de atletas e de bicicletas.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

 

22:30 · 06.07.2018 / atualizado às 22:30 · 06.07.2018 por

Quando a torcida de Quixadá resolveu “vestir a camisa” a festa acabou, para a seleção canarinha.

Esperança até o último segundo, foi como muitos torcedores de Quixadá reagiram ao placar desfavorável logo no primeiro tempo da última partida da seleção brasileira nesta Copa do Mundo. No segundo tempo o Brasil até reagiu. Fez gol, mas não foi o suficiente para famílias, amigos, continuarem se reunindo para assistirem a disputa pelo hexa campeonato.

Deu para roer as unhas, rezar, fazer promessas, mas o empate veio, para adiar um pouquinho mais o sofrimento, ou até mudar a história do jogo. “Valeu Brasil ! Fica para a próxima ! Continuo tendo orgulho de você !“, comentava a estudante Katiane Martins, com os olhos começando a lacrimejar.

Quando a partida terminou tinha torcedor que ainda não acreditava no resultado do placar.

Roer unhas, rezar, fazer promessa, os torcedores fizeram de quase tudo para o Brasil não se despedir da Copa.

Dessa vez, fazer o que ? Quem conseguia segurava o choro, mas não escondia a dor da derrota.

Não foi diferente em outros cantos da cidade. As festas nos barzinhos e no Balneário Cedro Clube foram trocadas pelo silêncio, da dor, de torcedor. As vitórias nas fase de grupos e nas oitavas até estavam começando a animar, afinal, brasileiro não desiste nunca e a partida só termina no último segundo dos acréscimos e quem sabe, da prorrogação. Dessa vez não deu. Volta pra casa Brasil, que mesmo assim a gente vai te receber de braços abertos, foi como muitos reagiram.

Outros torcedores levaram a derrota na esportiva. Se diziam, aliviados em relação ao placar frente à seleção da Bélgica, por 2 X 1 na tarde desta sexta-feira (6). “Da última vez foi de 7 X 1. A gente já estava desconfiando, por isso não havia tanto entusiasmo por aqui. Ainda tinha o fantasma das cores da Bélgica, as mesmas da Alemanha“, desabafou o estudante Maykon Ferreira. Dessa vez ele trocou o barzinho pela reunião com os amigos, em casa. Era preciso se concentrar para ver a partida, afinal o Mundial deste ano está muito estranho, como a canarinha jogou.

Com a derrota os pontos de encontro onde os torcedores assistiam os jogos esvaziaram rapidinho.

Antes da seleção quem voou mais cedo para a casa foi uma turma de quadrilha junina, de Ibaretama. Eles não esperaram nem pelos acréscimos. Uns três ainda acreditavam na possibilidade de a disputa ir para a prorrogação, apesar de muitas partidas estarem se decidindo até nos segundo finais. Alguns até tentaram aguardar mais um pouco, mas para a maioria, não havia mais como reverter a derrota.

A torcida dos  moradores da Travessa José Jucá não desistiu. Fizeram a sua parte. Vestiram, literalmente a camisa da Seleção. O Brasil até se esforçou, no segundo tempo, mas dessa vez, até em matéria de criatividade, perceberam que eles foram melhores. Confeccionaram uma bandeira com fitinhas entre as árvores da rua. Agora, é esperar a próxima Copa. O entusiasmo será o mesmo, garantem.

Daqui a quatro anos as árvores podem até desaparecer na Travessa José Jucá, mas o orgulho e a esperança vão continuar.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

14:30 · 02.07.2018 / atualizado às 14:45 · 02.07.2018 por

Dessa vez a torcida mais animada era a do Privilege Bar, onde os fregueses podem assistir as partidas no telão.

Apesar do sufoco no primeiro tempo, em Quixadá a torcida comemorou aliviada a vitória da seleção brasileira por 2X0 sobre o México. Como o jogo foi no fim da manhã, muita gente precisou retornar para o trabalho. Dessa vez os pontos de encontro da cidade, o Privilege Bar, o Bar do Duarte e o Balneário Cedro Clube receberam um número menor de fregueses. A festa só continuou para quem está de férias, na maioria estudantes.

> Neymar brilha, Brasil vence México por 2 a 0 e se classifica para as quartas

Mesmo assim, ainda não foi dessa vez que mais uma vitória da equipe canarinha empolgou os torcedores. Logo após o encerramento do jogo j á tinha torcedor preocupado com o próximo adversário do Brasil, possivelmente a Bélgica, que vem surpreendendo nesta Copa do Mundo. “Cada partida é um sofrimento. De qualquer forma de 7 X 1 gente não perde mais“, comentou a universitária Amanda Martins. Não poder curtir a vitória de hoje com o namorado porque ele precisou retornar ao trabalho.

Dessa vez muitos preferiram assistir a partida dentro dos seus lares ou próximo de casa. Foi o caso de moradores do bairro Combate. Agora estão mais confiantes. Entretanto, como a próxima partida da equipe brasileira ser no fim da tarde da sexta-feira (6), pretendem participar da primeira motocarreata que provavelmente será realizada pela primeira vez em Quixadá.

Nos bairros, como o Combate, os vizinhos se reuniram para assistirem juntos mais uma vitória da seleção.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

08:00 · 02.07.2018 / atualizado às 13:00 · 07.07.2018 por

Para quem procura muita adrenalina nestas férias o voo livre em Quixadá é uma das opções.

Opção não falta, mas para quem procura adrenalina nestas férias de julho uma boa opção é o voo livre em Quixadá, no Centro do Estado. O lugar é ideal para a prática desse esporte nesta época do ano, para os menos experientes, quando os ventos estão mais amenos e as térmicas, como são conhecidas as correntes de ar mais quentes, menos frequentes. É a temporada verde, referência feita pelos pilotos em razão da flora da caatinga ainda carregada, após as chuvas da quadra invernal.

> Praias, açudes, serras, cultura e muita aventura no Interior 

Neste fim de semana mais de 60 pilotos, de parapente e de asa delta, acompanhados de familiares e de amigos invadiram Quixadá. Eles participaram da Quixadá Verde, uma competição de voo livre promovida pela Quixadá Aventura em parceria com a Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC) e o apoio das secretarias de Esportes e de Turismo deste Município.

Para o idealizador do evento, o empresário Eurismar Júnior, foi a oportunidade para demonstrar que as decolagens na Terra dos Monólitos, também conhecida como o Havaí do Voo Livre, são ideais na maior parte do ano e não somente com os ventos de outubro e novembro. A iniciativa atraiu participantes de várias cidades cearenses, de estados do Nordeste e até do Norte do País, aquecendo um pouco mais a economia local.

O policial militar Marcelo Soares, 43 anos, é um exemplo. Ele viajou quase 1.500 quilômetros, de Belém, no Pará, até o Ceará, para finalmente poder realizar voos mais longos. Ficou encantado, com o clima da cidade, a rampa, a paisagem e a hospitalidade dos anfitriões. Apesar de ser muito distante da sua terra natal, pretende retornar, com mais amigos. Ela já havia passado por Pacatuba, “mas ao saber que o paraíso é aqui, não pensei duas vezes“.

O casal Charles Henrique Matos, 51 anos, analista de TI, e Elida Diniz, 41, enfermeira, vieram do Rio Grande do Norte. Há dois anos eles realizam voos duplos, geralmente na praia da Pipa, distante 80 km de Natal, onde residem. Dessa vez resolveram viajar um pouco mais, aproveitando o início das férias. Não imaginavam que seria um passeio tão agradável. Pretendem retornar. Não imaginavam haver tantos atrativos em tão pouco espaço, tudo pertinho.

Como eles, até quem é cearense como a educadora física Luana Saunier, 22, e o namorado Diego Cassiano, 19, se renderam à temporada verde. Eles nasceram em Aracati e moram em Canoa Quebrada, no litoral, onde podem realizar voos curtos nos fins de semana e nas férias e tomar banho de mar. Mesmo assim ficaram surpresos  e admirados com as opções em Quixadá, inclusive para a prática de outros esportes. Ela é filha de Jerome Saunier. Ele foi o primeiro piloto de parapente no Brasil.

Para quem ainda está criando para voar como os pássaros, poder apreciar as decolagens também é interessante.

Mais Informações

Quixadá Aventura
www.quixadaavetura.com.br/quixadaverde
Whatsapp (88) 9 9911 3182

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

08:00 · 30.06.2018 / atualizado às 08:25 · 30.06.2018 por

Aberta a temporada anual de voo livre em Quixadá, com a participação de 60 pilotos de parapente.

Pilotos de voo livre de várias cidades do Ceará e de estados do Norte e Nordeste participam neste fim de semana da primeira competição do ano de cross country, a Quixadá Aventura. De acordo com o organizador do evento, Eurismar Junior, no total 60 competidores se inscreveram na disputa, onde o objetivo do piloto é alcançar a maior distância possível. As decolagens ocorrem neste sábado e domingo durante todo o dia da rampa do Urucum, ao lado do Santuário de Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão, em Quixadá.

Os pilotos menos experientes seguirão com destino ao município de Madalena. São aproximadamente 50 km em linha reta. Antes, na noite desta sexta-feira (29) a Quixadá Aventura, empresa especializa em resgates de voo livre, promoveu palestra, com especialistas da área, para os  pilotos voarem com segurança. O encontro aconteceu no Hotel Vale das Pedras, onde a maioria dos esportistas estão  hospedados com suas equipes.

O cross country Quixadá Aventura está sendo realizado com o apoio da prefeitura de Quixadá. Na manhã deste sábado as secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo e de Esportes ofereceram um café da manhã especial para os pilotos. As decolagens têm início às 8 horas e seguem até as 15 horas nestes dois dias. A partir das 17 horas os competidores começam a se reunirem para avaliarem os seus relutados. A premiação está programada para as 18 horas do domingo no Restaurante Nori, no Centro de Quixadá

Mais Informações

Quixadá Aventura
Dias 30 de junho e 1º de julho
Rampa do Urucum – Quixadá
www.quixadaavetura.com.br/quixadaverde
Whatsapp (88) 9 9911 3182

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 28.06.2018 / atualizado às 07:00 · 28.06.2018 por

O número de torcedores aumentou nos pontos de encontra da Copa do Mundo em Quixadá. O Balneário foi um deles.

Dessa vez foi sem sufoco, e o número de torcedores aumentou nos principais pontos de concentração de Quixadá, o Bar do Duarte, o Balneário Cedro Clube e o Privilege Bar, todos no Centro da cidade, onde a partida do Brasil X Sérvia foi transmitidas nos telões, com o auxilio de paredões sonoros. A maioria já vestia a blusa da seleção, mas ainda não foi dessa vez que a festa se espalhou pelas ruas, e nem teve motocarreata. Mas alguns motociclistas já fizeram o primeiro ensaio. Estão começando a acreditar mais na equipe nacional.

No Privilege Bar teve muita comemoração após a vitória da seleção brasileira sobre a Sérvia.

Quem não diminui o entusiasmo é o motorista Rafael Sá e sua família. Além de ele, a esposa Agda Barbosa e o filho Ian Barbosa vestirem as cores do Brasil, a decoração do carro, os fogos e o paredão animam também a vizinhança. Após assistirem a partida em casa seguem para a Praça José de Barros, para comemorarem e se juntarem a outros torcedores. Apesar dos 2 X 0 ainda não foi dessa vez a primeira explosão de alegria da massa, reconheceu.

Mesmo assim teve festa nos pontos de encontro da cidade e muitos retornaram para casa orgulhosos, literalmente encobertos com a bandeira nacional. Em muitas ruas, os moradores comemoraram a vitória do Brasil nas calçadas, dessa vez com um sabor especial por conta da eliminação da poderosíssima Alemanha da Copa do Mundo. Logo surgiram memes nas redes sociais, descontando os 7 X 1 da Copa anterior.

Muitos torcedores retornaram para casa orgulhos, com o Brasil nas  oitavas e a Alemanha desclassificada.

Copa Fest

Na região, Morada Nova está sendo o destaque. A prefeitura deste Município montou um espaço especial para os moradores se concentrarem e assistirem juntos os jogos da seleção brasileira, na arena Copa Fest. Antes e depois das partidas tem show musical, ao vivo. Os torcedores elogiam a iniciativa. Juntos, tem mais animação. Assistem os jogos no Centro da cidade protegidos do sol, já que todas as partidas são durante o dia.

Em Morada Nova a torcida se reuniu no espaço especial criado pela prefeitura.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

09:30 · 23.06.2018 / atualizado às 09:25 · 23.06.2018 por

App criado por startup de Quixadá está alcançando a marca de 400 mil downloads e ganhando destaque nacional.

Uma equipe formada por profissionais de Administração e de Tecnologia da Informação (TI) de Quixadá e de Ocara está ganhando destaque entre as startups, empresas emergentes dedicadas ao desenvolvimento de modelos de negócios tendo como plataforma os aplicativos para telefones celulares, conhecidos popularmente como apps. Um deles, o Copa do Mundo, está atingindo a marca dos 400 mil downloads.

A tabela virtual da Copa, criada pela Belong Tecnologia, ganhou destaque entre os segmentos especializados em TI. A equipe da startup é formada por Breno Viana, John Victor Oliveira e Ricardo França, graduados em Administração, e os colegas Thiago Barbosa, graduado em Sistema de Informação e Wkerlyson Batista, em Desenvolvimento de Sistemas. Além do app dos jogos eles estão desenvolvendo outros projetos.

> Negócios criativos estão despontando no Interior do Ceará

Um deles, o serviço de delivery da Ki Sabor, já está funcionando. O negócio funciona em Quixadá há nove anos. Ao receber a proposta dos jovens empreendedores o proprietário José Gomes de Alencar não pensou duas vezes. Aceitou a criação da Sabor Delivery. Ficou mais prático e mais fácil de atender os pedidos a domicílio. Estão aumentando a cada dia, reconhece. Ele recomenda a outros comerciantes apostarem na ferramenta.

O proprietário da Ki Sabor ficou surpreso com a ideia e feliz com os resultados alcançados.

Recém formado, Breno Viana ressalta que o app Copa do Mundo está funcionando como uma vitrine de vendas para a sua equipe. Juntos, sempre estão à procura de soluções e desenvolvimento de outros negócios, para lanchonetes, supermercados, farmácias, consultórios de odontologia, qualquer segmento. Podem atender demandas em todo o Brasil e de outros países a partir do Interior do Ceará.

Belong Tecnologia
belongtec.apps@gmail.com

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 22.06.2018 / atualizado às 06:50 · 22.06.2018 por

O Bar do Duarte foi o local mais procurado pelos torcedores de Quixadá na estreia do Brasil na Copa do Mundo.

Os principais bares de Quixadá já estão preparados para receberem os torcedores dispostos a assistirem juntos a segunda partida da seleção brasileira de futebol na Copa do Mundo. Na estreia da equipe canarinha, contra Suíça, os locais preferidos foram o Bar do Duarte, onde se concentrou o maior número de torcedores, seguido do Balneário Cedro Clube, e ainda dos barzinhos Privillege e Itajubá. O empate em 1 X 1 frustrou a torcida. A comemoração foi tímida.

Dessa vez, apesar de muitos precisarem retornar ao trabalho no segundo expediente, já que o comércio e os bancos deverão ficar fechados somente até duas horas após a partida, como a Costa Rica é considerada uma seleção mais fraca, tem gente prometendo fazer motocarreata pelas ruas da cidade. Algumas torcidas organizadas nas ruas pretendem seguir o mesmo esquema após terem decorado as frentes das suas casas com as cores verde e amarelo.

Mais ruas de Quixadá estão decoradas para incentivar a seleção brasileira a conquistar vitórias.

Os torcedores só esperam não serem surpreendidos novamente com “apagões” de energia elétrica exatamente no horário da partida, como ocorreu no bairro Putiú, quando muitos moradores saíram às pressas das suas casas para assistirem o jogo nas casas de parentes e de amigos. Noutros bairros, como o Planalto Universitário e Lagoa, a energia faltou logo após à partida.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

20:30 · 17.06.2018 / atualizado às 20:35 · 17.06.2018 por

A torcida das Atrevidas do Pedal até se esforçou para dar força ao Brasil. A esperança por jogos melhores continua.

A torcida da seleção brasileira em Quixadá até começou a se animar no primeiro tempo da partida contra a Suíça. Afinal o placar estava a favor da equipe do coração. Entretanto, o gol de empate do adversário no início do segundo tempo, esfriou um pouco a animação de quem vestiu a camisa canarinha para comemorar a primeira vitória na Copa do Mundo.

Mesmo assim, os moradores da Rua do Herval, principalmente a equipe de ciclismo Atrevidas do Pedal, continua acreditando no Brasil. Elas pretendem se reunir novamente, na partida contra a Costa Rica, e comemorar mais gols, de preferência com vitória. Dessa vez, apesar do empate, além da equipe adversária ser considerada forte, o arbitro não ajudou.

Quem também estavam muito animadas eram as moradoras da Rua Tenente Cravo. Silvanir, Natali e Regina, com a ajuda do amigo Carlos, ornamentaram um trecho da via pública, com bandeirinhas e uma enorme bandeira pintada no asfalto. Apesar do empate na estreia, pretendem estender um pouco mais a decoração. Quem sabe dê mais sorte para os jogadores brasileiros.

A turma da Rua Tenente Cravo não foi diferente. Torcida não faltou. Os moradores continuam acreditando na seleção.

Concentração canarinha

No primeiro jogo do Brasil, a torcida ainda foi um pouco tímida. A animação era mais notada no Bar do Duarte, onde se concentrou o maior número de torcedores neste domingo, seguido do Balneário Cedro Clube,  e ainda dos barzinhos Privillege e Itajubá.

Apesar do clima de descontração alguns torcedores roíam as unhas. Outros concentravam os olhos nos telões instalados para a transmissão do jogo. Não se conformavam com o resultado. Estavam ansiosos para participarem da primeira carreata da vitória na cidade.

Mais de 400 torcedores lotaram o Bar do Duarte no Centro de Quixadá. Muitos ficaram desanimados após o empate.

No Balneário Cedro Clube alguns torcedores não escondiam a aflição quando a seleção era atacada pelo adversário.

Apagões

Durante a após o jogo do Brasil na Rússia foram registrados apagões em alguns bairros de Quixadá. A partida estava começando quando faltou energia no Putiú. O bairro fica ao lado da subestação de energia elétrica. Muitos moradores saíram às pressas das suas casas para assistirem a partida nas residências de familiares e de amigos, noutros bairros.

Cerca de uma hora após o jogo faltou energia elétrica no Planalto Universitário, no bairro da Lagoa e parte do Centro da cidade. Um cabo da rede de alimentação de alta tesão rompeu. Apenas o Pinheiro Supermercado, e outros poucos estabelecimentos que possuem gerador continuaram abertos. A equipe de plantão da concessionária agiu rápido. Duas horas depois o problema foi solucionado.

Muitos moradores de Quixadá enfrentaram o “apagão” de seleção e a falta de energia em vários bairros.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 17.06.2018 / atualizado às 07:20 · 17.06.2018 por

Pilotos da terra abrem a temporada verde de voo livre em Quixadá. Fotos > Kido Aranha

Os ventos de junho começaram a soprar com mais força no Sertão Central. A mudança climatológica abriu a temporada verde de voo livre cross country na região. Pilotos de parapente voltaram a decolar com mais frequência das rampas do Santuário de Nossa Senhora Rainha do Sertão, na Serra do Urucum, e do Pedra dos Ventos Resort, no distrito de Juatama, ambas em Quixadá, considerada a capital brasileira do voo livre. Para muitos estrangeiros é o Havaí dessa modalidade.

Esta semana o piloto Kido Aranha, de Quixadá, já conseguiu realizar um voo de 65 quilômetros. Segundo o poliatleta, a decolagem ocorreu na rampa do Santuário e o pouso no município de Madalena. Em quilômetros rodoviários a distância é quase o dobro, 104,6 km. Para ele, presidente interino da Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC) é uma demonstração de que há possibilidade de bons voos durante outras épocas do ano, e não apenas em outubro e novembro.

Apesar das muitas nuvens frias ainda neste período os pilotos já podem alcançar outros municípios.

O título “temporada verde” vem da mudança da vegetação logo após a estação das chuvas no sertão.

Quixadá, localizada a 160 km da capital cearense, sedia anualmente dois eventos internacionais para pilotos de parapente e de asa delta. Um deles é o Meeting XC Quixadá, com início em julho, e o XC Ceará, na temporada de outubro e novembro, quando os ventos são considerados ainda mais ideais para os voos de longa distancia, quando pilotos de todo o planeta buscam a quebra de recordes, mundial e pessoais.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Sertão Central

Fatos diários do Sertão Central e do Maciço de Baturité em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Alex Pimentel.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags