Busca

Categoria: Meteorologia


06:00 · 10.05.2017 / atualizado às 06:20 · 10.05.2017 por

A Barragem Germinal, construída no município de Palmácia, é a mais nova atração do Maciço de Baturité. Com capacidade para 3,1 milhões de m³ o reservatório construído pelo governo do Estado com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) sangrou pela primeira vez com as chuvas da última segunda-feira (8) na região serrana. A barragem represa as águas do rio Pacoti.

Segundo informações da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) a barragem ainda não foi incluída no sistema de monitoramento da Companhia. A obra, iniciada em 2011, acaba de ser concluída. O governador do Estado, Camilo Santana, ainda não definiu data para a inauguração. Mas com a Germinal sangrando a expectativa da população de Palmácia é de que seja ainda neste mês de maio.

Atualmente estão sangrando no Ceará os açudes Acaraú Mirim e São Vicente, da bacia do Acaraú; Quandú, Gameleira e São Pedro Timbaúba, da bacia do Litoral; Itaúna, Tucunduba e Angicos, da bacia do Coreaú e o Maranguapinho, Itapebussu, Cahuipe e Tijuquinha, das bacias Metropolitanas. Este último, o Tijuquinha, em Baturité, ultrapassou sua cota máxima, de 881 mil m³ pela terceira vez este anos. As outras duas foram nos dias 13 e 17 de abril. Os dados são da Cogerh.

Veja também no Diário do Nordeste o Tijuquinha sangrando pela terceira vez

YouTube Preview Image

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

07:00 · 09.04.2017 / atualizado às 07:55 · 09.04.2017 por

Totalmente seco havia cinco anos, o açude do distrito de Califórnia, distante 30Km do Centro de Quixadá, se transformou na principal atração de lazer desde município do Centro do Estado nos últimos dias. Segundo relato dos moradores do lugarejo com mais de 500 famílias a barragem encheu do dia para a noite, trazendo alegria, e atraindo muitos visitantes nos fins de semana.

Segundo o presidente da Associação de Trabalhadores Livres da Califórnia, Maurício Alves de Sousa, 55 anos, agora, além de água para as casas, os animais não passarão mais sede. Eles chegaram até a cavar uma cacimba no açude seco, a procura de água. As famílias estavam sendo abastecidas pelos carros-pipa. Chafarizes também foram instalados, mas para quem já está acostumado a ter água na torneira, o incomodo é grande.

Agora, apesar de não se saber ao certo qual o volume hídrico acumulado, com a barragem cheia haverá água para as casas pelo menos até o fim do ano de 2019. A água do açude será utilizada somente para o abastecimento humano e dos animais, ressaltou o líder comunitário enquanto se divertia no banho de açude que encheu apenas com a carga dos riachos que desaguam nele. “Por enquanto é receber os visitantes e comemorar com eles“, acrescentou.

Elias Carlos da Silva, 42 anos, foi um desses visitantes. Ele é proprietário de uma agência de turismo, a Eias Turismo. Embora more numa região praiana, Cascavel, resolveu promover um passeio diferente e trouxe 13 turistas para conhecerem o lugar. O cartão de visita foi a passagem molhada do rio Choró, na entrada do distrito. Os pais, que moram em Quixadá, haviam lhe enviado as fotos. Restava apenas conferir, e se divertir.

Para chegar até a vila do distrito da Califórnia é preciso seguir pela CE-060, com destino ao Maciço de Baturité e atravessar a passagem molhada do rio Choró.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

18:35 · 31.03.2017 / atualizado às 20:33 · 31.03.2017 por

Exatamente uma semana após um empresário registrar em vídeo, no seu telefone celular, a queda de um raio sobre um monólito em Quixadá, mais uma descarga atmosférica de alta intensidade foi captada em um celular nesta cidade do Sertão Central.

O motorista de carro-pipa Guilherme Lima, de Quixadá, foi o primeiro a postar o vídeo do raio nas redes sociais. Ele informou ao Diário do Nordeste que a imagem foi gravada por um amigo, que estava viajando de Fortaleza para Quixadá, pela BR-122. O raio caiu  por volta das 16 horas à margem da rodovia federal, entre Ibaretama e Quixadá.

Guilherme Lima garantiu que o vídeo é autêntico e que o motorista, o qual seguia sozinho, em princípio ficou assutado e depois, eufórico. Sem revelar o nome do autor do vídeo Lima ainda disse que após fazer o registro inusitado o amigo não perdeu tempo passou a compartilhar no Facebook.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

08:00 · 25.03.2017 / atualizado às 17:20 · 25.03.2017 por

Um dia após o vídeo da descarga de um raio atingindo um monólito na cidade de Quixadá viralizar nas redes sociais, o empresário Marcos Franklin (foto) assumiu a autoria das imagens. Logo após receber o material audiovisual, a reportagem do Diário do Nordeste esteve no local. Uma pessoa informou que o vídeo teria sido feito por um dos operários que estava trabalhando numa obra, no campus da Universidade Federal do Ceará (UFC), próximo ao Açude Cedro.

Diante do sucesso do vídeo, com mais 25 mil visualizações no Diário do Nordeste até esta sexta-feira (24), o verdadeiro autor resolveu se identificar. Ele é o chefe dos operários que se assustaram quando o raio atingiu o monólito ao lado do campus da UFC. Marcos Franklin confessou que o registro foi acidental. Naquele momento, ele estava gravando o andamento da obra de pavimentação do estacionamento externo do campus.

No local, foi constatado que o raio atingiu a antena parabólica de uma residência situada ao lado da formação rochosa – peculiar na região. A dona da casa, Adriana Pinto, informou ainda que a descarga atmosférica danificou o seu televisor. No momento exato do estrondo, às 16h18, ela e a família correram para fora do imóvel.

Essa também foi a reação dos alunos da UFC, quando viram o clarão e ouviram o barulho do trovão e de um grupo de crianças que jogava futebol ao lado da rocha. Para muitos, foi um milagre o raio não lhes ter atingido.

Conforme o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), a carga de um raio tem velocidade média de cerca de 100 Km/s. O potencial elétrico médio é de 100 milhões de volts.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

21:45 · 23.03.2017 / atualizado às 22:45 · 23.03.2017 por

Na tarde desta quinta-feira (23), enquanto registrava imagens de um canteiro de obras no campus da Universidade Federal do Ceará (UFC), nas proximidades do Açude Cedro,  em Quixadá, um operário flagrou o exato momento em que a descarga de um raio atmosférico atingiu um monólito. Quem presenciou o fenômeno natural ficou assustado.

Momento em que o raio atingiu o monólito, ao lado do campus da UFC

Esse foi o segundo dia consecutivo com maior incidência de raios neste município do Centro do Estado este ano, e no mês de março. Foram 97 até as 21 horas, conforme dados do Sistema de Monitoramento de Descargas Atmosféricas da Enel, distribuidora energética no Ceará.

Nas 24 horas anteriores o Sistema de Monitoramento registrou 115. Em seguida vem o município de Quixeramobim, com 78 raios na quarta-feira e 46 nesta quinta. Em março já foram 3.424. A maior quantidade deles, 312, caiu em Sobral, seguida de Quixadá, com 291.

A pouco mais de uma semana uma dessas descargas elétricas naturais de alta intensidade atingiu o transformador da Faculdade Cisne e deixou o prédio às escuras. O raio causou apenas danos materiais. O momento também foi registrado, por outro internauta.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161