Busca

Categoria: Parapente


00:00 · 23.10.2017 / atualizado às 22:00 · 22.10.2017 por

Dezenas de pilotos de voo livre estão começando a decolar da rampa da Serra do Urucum, em Quixadá.

Pilotos de voo livre de todos os cantos do planeta começaram a chegar neste domingo (22) em Quixadá para aproveitarem mais uma temporada de bons ventos. Além de  caravanas de europeus, dessa vez os brasileiros também estão chegando em maior número no Havaí do voo livre, como esta cidade ficou conhecida por apresentar correntes de ar muito fortes, e acompanhadas das “termais” como são denominadas as bolhas atmosféricas quentes, são ideais para a prática de cross country, quando os pilotos buscam atingir a maior distância voando com seus parapentes.

Este ano, a rampa da Serra do Urucum, ao lado do Santuário de Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão, está melhor estruturada. O espaço de decolagens conta agora com pátio para chegarem da velas e equipamentos, banheiros e até a rampa teve as pedras removidas. A iniciativa foi da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Município. O próprio secretário, Pedro Baquit participou diretamente da transformação, explicou o presidente da Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC), Artemir Júnior.

A intenção da administração municipal era abrir oficialmente a temporada neste domingo, recepcionando os pilotos, as equipes, seus acompanhantes e os turistas com um café da manhã especial. Entretanto, em razão do acidente que vitimou o piloto de Brasília, Ney Albert Murtha, de 46 anos, na última sexta-feira (20), o qual morreu em uma queda com seu parapente logo após decolar da rampa do Urucum, a programação foi cancelada em respeito aos familiares. Mesmo assim, muitos pilotos decolaram, oferecendo seus voos em memória do amigo.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

15:00 · 20.10.2017 / atualizado às 16:00 · 20.10.2017 por

Os socorristas se empenharam para resgatar o piloto o mais rápido possível, mas a queda foi fatal.

O piloto de voo livre Ney Albert Murtha, 46 anos, de Brasília (DF), morreu durante um voo de parapente no início da manhã desta sexta-feira (20) em Quixadá. O acidente ocorreu na Serra do Urucum, no distrito de Juatama, na zona rural deste município do Sertão Central. Ele havia acabado de decolar da rampa oficial, quando a pouco mais de mil metros sua vela fechou diante da enorme formação rochosa caindo de uma altura de aproximadamente 100 metros, comentou o morador João da Silva Neto. Desde o início da manhã ele estava assistido os voos dos pilotos.

Várias equipes de resgate, dos próprios pilotos seguiram para o local. A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros de Quixeramobim foram acionados logo em seguida. Apesar da agilidade no resgate, que só pode ser realizado com o auxílio do helicóptero da Ciopaer, quando chegaram no local, de mata fechada, no sopé do rochedo, o piloto já estava morto. Na queda ele sofreu traumatismo cranioencefálico, explicou um dos socorristas.

O piloto caiu no sopé da Serra do Urucum. O resgate do corpo foi feito pela equipe da Ciopaer.

Outros pilotos, amigos de Ney Murtha, também seguiram para o local do acidente, a direita da rampa de decolagens. Pediram para não terem seus nomes revelados, mas informaram que era o último voo de Murtha nesta temporada. Ele havia chegado à cidade havia duas semanas. Tinha mais de 18 anos de experiência em voos com parapente. “Murtha inclusive estava feliz, apesar dos ventos fracos no seu último dia em Quixadá. Ele resolveu testar uma vela nova. Ainda não entendemos o que provocou o acidente“, comentou um piloto.

O helicóptero pousou com o corpo do piloto em um casulo de resgate pendurado a um cabo de aço.

Apesar da agilidade dos socorristas Ney Murtha teve morte imediata ao cair com o parapente.

O secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Quixadá, Pedro Baquit, que também seguiu para o local do acidente com membros da Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC) para darem assistência ao piloto, informou que estava programado para o próximo domingo (22) a abertura oficial da temporada de voo livre com um café da manhã especial para os pilotos na rampa do Urucum, que a praticamente duas décadas, nesta época do ano, viajam de todos os cantos do mundo para Quixadá, conhecida com “Havaí do voo livre”. “Será um momento de homenagem póstuma“, acrescentou Baquit se referindo ao acidente.

Várias equipes de socorro de urgência e emergência seguiram para o local do acidente.

Apesar do esforço não foi possível salvar o piloto de voo livre. A queda foi fatal.

O corpo do piloto foi recolhido pela equipe do Núcleo de Perícia Forense (Pefoce) de Quixeramobim para a realização da necrópsia. Os amigos, incluindo outros dois pilotos de Brasília, auxiliarão no translado para o Distrito Federal, onde residia com esposa e três filhos. Ney Murtha era engenheiro da Agencia Nacional de Águas (ANA).

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

12:00 · 06.08.2017 / atualizado às 10:10 · 06.08.2017 por

 

Curso de resgate de pilotos de voo livre será realizado no próximo fim de semana em Quixadá.

Uma boa oportunidade para quem tem medo de voar, mas quer participar dos bastidores de um dos esportes radicais mais praticados em todo o planeta, o voo livre. A Quixadá Aventura, uma empresa especializada no resgate de pilotos de voo livre abiu inscrições para motoristas interessados em se especializar nessa área. Os interessados poderão se inscrever pelo Whats App (88) 9 9911 3182 ou por mensagem pelo Facebook da Quixadá Aventura.

Segundo o empresário Erismar Júnior, organizador do curso, os motoristas, de ambos os sexos, precisam apenas ter experiência na direção e se preferirem podem inscrever também o seu co-piloto, como ocorre nos ralis. A inscrição será confirmada após o depósito de R$ 100,00 na conta corrente 17843-8, do Banco do Brasil, agência 0241-0. As aulas serão ministradas nos dias 12 e 13 deste mês no Centro Cultural Rachel de Queiroz, no Centro de Quixadá.

Além de aulas teóricas, ministradas na noite da sexta-feira (12), os participantes terão a oportunidade de aprender na prática como os resgates dos pilotos de parapente e de asa delta são realizados. Pilotos de parapente decoarão das rampas de Quixadá e através de rádios e orientação por GPS e mapas os alunos localizarão os pouso e efetuarão os resgates.

A iniciativa recebe o apoio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Quixadá. Recentemente, o secretário municipal de Turismo, Pedro Baquit, conheceu a estrutura do voo livre da sua terra natal. Ele inclusive participou de um voo duplo de parapente, vendo no esporte mais um atrativo para o turismo e a economia local.

Logo após o curso mais uma janela de bons ventos para pratica do voo livre estará aberta em Quixadá. De setembro a novembro pilotos experientes de vários países chegam para decolarem nos ventos considerados os mais radicais do planeta para a prática desse esporte, comparado as super ondas do surfe. Por esse motivo a cidade recebe o título de “Havaí do Voo Livre”.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

09:58 · 19.10.2016 / atualizado às 09:58 · 19.10.2016 por
Temporada aproveita fortes ventos desta época do ano (Fotos: Quixadá Aventura)
Temporada aproveita fortes ventos desta época do ano (Fotos: Quixadá Aventura)

Quixadá. Começou a nona edição da temporada internacional de voo livre de Quixadá. Quem olhar para os céus deste Município da região central cearense, certamente verá ainda mais praticantes de voo livre colorindo e cortando o céu. A temporada se estende até dezembro, prometendo reunir praticantes de esportes radicais de vários países.

A temporada é marcada no calendário por dois eventos que já ocorrem tradicionalmente nesta época, o Encontro Internacional de Voo Livre e a X-Ceará, que conta com o apoio da Confederação Brasileira de Voo Livre. O primeiro se inicia na segunda quinzena deste mês e segue até o dia 26 de novembro. No dia seguinte, tem início a X-Ceará, que encerra a temporada em e de dezembro.

Maioria do público é formado por turistas
Maioria do público é formado por turistas

De acordo com os organizadores do evento, cerca de 150 pilotos de outros países devem chegar a Quixadá. Na edição do ano passado, 118 gringos e 32 brasileiros de outros estados participaram. Com o sucesso do evento, os organizadores aguardam um público ainda maior este ano.

Além da aventura e da adrenalina, uma das principais propostas é a quebra de recordes. Em edições anteriores pilotos saíram de Quixadá e só tocaram o chão quando estavam perto do Maranhão. Empresas do ramo que atuam pelas cidades da região se envolvem para organizar a temporada.

No início de outubro deste ano o Diário do Nordeste trouxe no caderno Regional do final de semana uma grande reportagem com detalhes sobre a temporada internacional. Leia a matéria completa aqui >> Voo livre colore o céu de Quixadá

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

 

 

07:00 · 14.12.2015 / atualizado às 07:01 · 14.12.2015 por

Quixadá
O fim de semana foi de festa em Quixadá, cidade do Sertão Central conhecida como o “Havaí do voo livre”. Além da última etapa da primeira competição promovida pela Liga Cearense de Cross Country (LCXC) pilotos brasileiros e estrangeiros inauguraram a rampa de decolagens do Pedra dos Ventos Resort, um hotel fazenda situado no distrito de Juatama. Agora, o Município conta com duas rampas para a prática do voo livre. A outra fica situada ao lado do Santuário de Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão, na Serra do Urucum.

Voo Livre - Rampa do Pedra dos Ventos 12.12.15 (12)

A rampa do Pedra dos Ventos é a primeira do Ceará a ter grama sintética no pátio de decolagens. A estrutura montada pelo empresário Antônio Almeida, proprietário do resort, agradou os participantes. Segundo ele, que é um dos pioneiros do voo livre no Ceará, o investimento foi de aproximadamente R$ 30 mil e nada melhor do que a realização da última etapa da competição promovida pela LCXC para marcar oficialmente as atividades na nova rampa. Será mais uma opção para o número cada vez maior de pilotos que chega a Quixadá para a prática dessa modalidade esportiva.

Voo Livre - Rampa do Pedra dos Ventos 12.12.15 (2)Voo Livre - Rampa do Pedra dos Ventos 12.12.15 (3)

Para o piloto Pergentino Junior, um dos coordenadores do LCXC 2015, que em Quixadá contou com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedet) e ainda com os socorristas do Grupo Monólitos, o conhecimento que se adquire com um evento deste porte é de grande importância para os pilotos locais já que Quixadá tem agora duas das melhores estruturas do Ceará para a prática do voo livre. É a oportunidade para esses pilotos adquirirem mais experiência e alcançarem destaque nacional e internacional.

Voo Livre - PremiaçãoConforme o presidente da Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC), Artemir Júnior, o campeão da primeira competição de cross country realizada pela LCXC neste fim de semana, reconhecida oficialmente pela Federação Brasileira de Voo Livre, foi o piloto alemão Falko Felix Fischer. Com a conquista ele garantiu vaga no Campeonato Brasileiro de Voo Livre em 2016. Em breve os pilotos cearenses estarão chegando ao lugar mais alto do pódio, acrescentou.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9 9970 5161 ou (88) 9 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

08:00 · 11.12.2015 / atualizado às 07:58 · 11.12.2015 por

Voo Livre - Rampa Pedra dos Ventos (1)Quixadá
Os amantes do voo livre terão a oportunidade de acompanharem neste fim de semana em Quixadá mais uma série de decolagens de pilotos de parapente. Após o Meeting XC Quixadá, realizado em novembro com a participação de aproximadamente 300 pilotos de vários países, esta cidade do Sertão Central recebe a última etapa da competição promovida pela Liga Cearense de Cross Country (LCXC).

As decolagens estão programadas para o início das manhãs deste sábado, 12 e domingo, 13, na rampa do Pedra dos Ventos Resort, no distrito de Juatama. O espaço é aberto ao público, mas quem preferir poderá acompanhar parte dos voos da vila rural situada logo abaixo do primeiro ponto do Ceará revestido com grama sintética.

Segundo os organizadores, 40 pilotos de parapente estão participando da competição de voos de longa distância. Alguns deles são de outros países. Quando decolarem da rampa do Pedra dos Ventos Resort estarão encerando a competição estadual que teve início em julho na rampa do Santuário de Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão, na Serra do Urucum, em Quixadá. A segunda etapa foi realizada em outubro, no Sítio Bosco, em Tianguá.

Para o presidente da Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC), Artemir Júnior, a realização da competição do LCXC marca uma importante conquista para o voo livre cearense. O circuito foi reconhecido pela Federação Brasileira de Voo Livre e passa a integrar oficialmente o calendário nacional dessa modalidade esportiva. Ele ficou ainda mais feliz em razão da iniciativa ter partido da AVLSC.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9 9970 5161 ou (88) 9 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

07:00 · 17.08.2015 / atualizado às 07:08 · 17.08.2015 por

Quixadá
O corpo do engenheiro civil português João Miguel Carvalho Ferreira da Silva, 39 anos, vítima de um acidente com parapente no início da tarde do último sábado, 15, em Quixadá, a 160Km de Fortaleza, onde morava, deverá ser liberando pelo Núcleo de Perícia Forense de Quixeramobim somente nesta segunda-feira, 17. A esposa dele, única familiar no Brasil, não pode seguir viagem para o Sertão Central do Ceará porque ela se encontra em gravidez de risco.

O presidente da Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC), Artemir Júnior, está dando auxílio à família. Como a esposa não deve seguir até Quixadá e os pais do engenheiro civil viajam somente nesta segunda- feira de Portugal para Fortaleza, Artemir Júnior aguarda procuração para liberar o corpo e fazer o traslado para a capital cearense. “Fui informado por familiares da esposa de João Miguel que ele será cremado na terça-feira e suas cinzas serão levadas pelos pais para sua terra natal”, explicou.

Acidente parapente - 15.08.15O local de onde o corpo foi resgatado é de difícil acesso, informou o Bombeiro Militar Dourado do Nascimento. Ele e sua equipe tiveram que adentrar uma mata fechada e depois escalar uma rocha íngreme. Encontraram o piloto já sem vida. As linhas do parapente estavam totalmente enroscadas. Mais abaixo a viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) aguardava para realizar o socorro ao hospital mais próximo, entretanto, a morte deve ter ocorrido instantaneamente, ressaltou.

No domingo retrasado, 9, um acidente com o médico Thiago Amorim Cobra, 48 anos no Rio de Janeiro, tirou a sua vida numa modalidade de parapente chamada spped fly. O piloto se chocou contra a Pedra da Gávea. Alguns pilotos, dentre eles o presidente da Federação de Parapente e Asa Delta do Ceará (Fepace) João Guy de Almeida. Nesses casos, os pilotos mais experientes superestimam suas capacidades. O nível de confiança é maior do que o nível de segurança.

Veja a reportagem no Diário do Nordeste > Piloto de parapente cai durante voo e morre

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

07:00 · 16.08.2015 / atualizado às 16:18 · 16.08.2015 por

Voo Livre - João Miguel (5) DNQuixadá

A tarde deste sábado, 15, foi marcada por uma tragédia para o voo livre, principalmente em Quixadá, considerada o Havaí dessa modalidade de esporte. O piloto português João Miguel Carvalho Ferreira da Silva, 39 anos, radicado no Brasil, morreu após decolar da rampa da Serra do Juá, no distrito de Juatama, a cerca de 15Km do Centro de Quixadá. A queda, de aproximadamente 300 metros de altura, ocorreu por volta das 14 horas, no povoado de Ouro Preto. O piloto havia chegado pela manhã de Fortaleza, onde residia, e pretendia voltar para a capital cearense ainda no sábado.

Segundo informações da Polícia Civil, a decolagem de João Miguel foi tranquila. O problema ocorreu quando o parapente do português fechou, provavelmente em decorrência de um vento circular forte conhecido como “rotor”. O paraquedas reserva não foi acionado e ele caiu. O presidente da Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC), Artemir Júnior, foi quem registrou o Boletim de Ocorrência.

Anda de acordo com a Polícia o corpo do piloto foi resgatado pela equipe do Corpo de Bombeiros de Quixeramobim. Ele bateu violentamente contra uma rocha. Apresentava um corte profundo em uma das pernas, se estendendo do joelho até o calcanhar. As suspeitas preliminares são de que ele morreu em consequência de hemorragia interna, tendo sofrido diversas fraturas internas. Todavia, somente o laudo da Perícia Forense poderá identificas as reais causas da morte, explicou um policial.

A reportagem do Diário do Nordeste, que faz a cobertura das competições de Voo Livre no Sertão Central há mais de uma década, entrevistou o piloto quando das suas primeiras decolagens em Quixadá, no ano de 2010. Ele chegou da Europa para participar do X Ceará, a maior prova na modalidade cross country do mundo. Além das excelentes térmicas, correntes de ar quente, ideais para a prática do voo livre, ele encontrou também muita hospitalidade. Adotou o Ceará como seu lar e logo se sentiu em casa. Há um mês, no dia 14 de julho, João Miguel havia superado o seu recorde pessoal, atingindo 120Km em voo.

Voo Livre - João Miguel (1)

Hoje, no caderno Jogada, do Diário do Nordeste, uma reportagem especial de George Noronha aborda a segurança no voo livre. Veja aqui > Voo rápido, pouso feliz

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

08:00 · 17.07.2015 / atualizado às 08:26 · 17.07.2015 por

Quixadá
A Liga Cearense de Cross Country ( LCXC) e a Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC) realizam neste sábado, 18 e domingo, 19, a 1ª Etapa do Circuito Cross Country de Parapente. Conforme os organizadores, o point da competição será na rampa do Santuário Nossa Senhora Rainha do Sertão, na serra do Urucum, em Quixadá.

Quixadá-Voo-Livre

Segundo o presidente da AVLSC, Artemir Júnior, nessa modalidade de competição vence o piloto que alcançar a maior distância em voo. Como o Ceará, e principalmente Quixadá, é considerado um dos melhores lugares do planeta para esse tipo de competição os pilotos resolveram criar a LCXC. Representantes de todos os cantos do Estado chegam nesta sexta-feira, 17, para participarem da 1ª Etapa.

A abertura será realizada nesta noite no Hotel Vale das Pedras. Haverá distribuição das camisas do evento aos participantes, confirmação das inscrições e um congraçamento dos atletas que chegarem ao “Havaí do voo livre”, como Quixadá é conhecida pelos esportistas de voo livre. Mais de 20 já confirmaram suas presenças. A AVLSC será representada por Dileone Freitas, Eurismar Júnior, Beto Sena, Diego Dantas, William Ferreira, Alexsandre Roldão e Falko Felix Fischer.

A meta para este ano é realizar três etapas, em categoria única. Além da abertura oficial em Quixadá, a segunda será realizada no mês de outubro. Ainda não foi definido o local da 2ª Etapa do Circuito Cross Country de Parapente, mas o encerramento já está confirmado, será em dezembro, na rampa do Hotel Pedra dos Ventos, no distrito de Juatama, também em Quixadá.

O Circuito Cross Country de Parapente tem o apoio da Federação de Federação de Parapente e Asa Delta do Ceará (Fepace), Hotel Vale das Pedras, Sol Paraglides, Termik Zone, Via Sertão, Univoo e da Prefeitura de Quixadá, acrescenta o presidente da AVLSC. Aproveite e veja abaixo o vídeo promocional.

YouTube Preview Image

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

08:00 · 11.07.2015 / atualizado às 08:48 · 11.07.2015 por

Quixadá
Pilotos de parapente e de asa delta do Ceará começaram a sentir a sensação de decolar de uma das rampas mais sofisticadas do Brasil. Situada no parque ambiental do Hotel Pedra dos Ventos, na Serra do Juá, ao lado da vila de Juatama, a 18Km do Centro de Quixadá, além da inclinação ideal para o início dos voos, a rampa é revestida de grama sintética, explica o empresário Antônio Almeida, responsável pela nova atração do complexo hoteleiro.

Voo Livre - Rampa Pedra dos Ventos (1)

Além da rampa, banheiros e uma área de camping complementarão o espaço de decolagens, o primeiro dessa categoria no Ceará. A altitude em relação ao nível do mar é de 450 metros, ideal para decolagens com o objetivo de longos alcances e também para voos de instrução. Logo abaixo existe uma extensa área de pousos e praticamente ao lado da nova estrutura de voo livre. A data oficial de inauguração da rampa do Pedra dos Ventos ainda não foi definida, mas deve ocorrer no mês de setembro, explicou o empresário.

Entretanto, a novidade já se tornou atração para pilotos da região. O empresário Eurismar Júnior é um deles. “Essa rampa chega pra sanar a dificuldade que tínhamos de fazer voos locais e pousar próximo da sua subida, assim como acontece em Pacatuba, na região metropolitana de Fortaleza, e no Rio de Janeiro, onde rapidamente os pilotos conseguem subir a rampa e fazerem novos voos. Para subir a rampa do Santuário de Quixadá após um voo “prego”, direto para o pouso, o tempo médio é de 50 minutos. Na rampa de Juatama isso acontece em 10 minutos” ressaltou.

No primeiro fim de semana após a liberação da rampa do Pedra dos Ventos para decolagens dezenas de pilotos, a maioria de parapentes, filiados à Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC) coloriram o céu de Juatama com suas velas. Era uma homenagem a iniciativa de Antonio Almeida. Os elogios também se estenderam nas redes sociais. Pilotos estrangeiros, da Espanha, da Inglaterra, da França, já tomaram conhecimento da novidade e postaram mensagens nas redes sociais elogiando a iniciativa. Será mais uma atração de Quixadá.

Conforme o empreendedor hoteleiro, o investimento final com toda a estrutura da nova rampa deverá ficar em torno de R$ 20 mil. O recurso é todo próprio, pois dificilmente são disponibilizados recursos públicos para esportes dessa natureza, apesar de gerarem dividendos, tanto para o Município como para o Estado. Mesmo assim ele está feliz. Além de atrair mais cliente para o hotel rural, considerado um dos melhores do Nordeste, os associados da AVLSC, na maioria jovens carentes de Juatama, e a própria comunidade, serão beneficiados.

Fique por Dentro

Quixadá, cidade do Centro do Ceará situada a 167Km da capital  Fortaleza, é conhecida entre praticantes do voo livre como um dos melhores lugares do mundo para decolagens de parapentes e asas delta, principalmente para quem participa de competições da modalidade cross country, onde os pilotos buscam atingir a maior distância possível. As térmicas da região, como são conhecidas as correntes de ar quentes que mantém as velas no ar, são consideradas pelos pilotos ideais para essa prática, e também são as mais fortes do planeta, por esse motivo a cidade também é conhecida como o “Havaí do voo livre”.

Mais Informações

Hotel Pedra dos Ventos
Serra do Juá – Distrito de Juatama – Quixadá
Telefone (88) 9 9604-0425

Veja também no Diário do Nordeste > Voo livre em Quixadá

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com