Categoria: Polícia


15:30 · 22.11.2018 / atualizado às 15:30 · 22.11.2018 por
Último suspeito de participação em chacina na cidade de Quixeramobim, “Gato à Jato”, é preso.

A equipe da Polícia Civil em Quixeramobim prendeu nesta quarta-feira (22) o ultimo autor da chacina praticada nesta cidade do Sertão Central na noite de 28 de junho passado. O terceiro envolvido no crime, Mateus Fernandes dos Santos Sousa, vulgo “Gato à Jato“, 21 anos, natural deste Município, se entregou após um cerco policial na localidade de São Luiz, na zona rural de Choró, realizada com o apoio de policiais do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio).

Conforme o delegado Huggo Leonardo de Lima Anastácio, titular da delegacia de Quixeramobim, na terça-feira (20) “Gato à Jato” conseguiu fugir do cerco policial trocando tiros com os policiais. No confronto um comparsa dele, de outros crimes, foi baleado no braço. O cerco na região continuou e percebendo que não poderia escapar não teve outra alternativa.

Com a prisão de “Gato à Jato” todos os envolvidos no assassinato da adolescente de 16 anos Débora Mayra do Nascimento de Souza, de Antonia Danila Alves Pereira, 25, e de Francisco Neto Lopes de Sousa, 22, estão atrás das grades. Por integrar uma facção criminosa rival à dominante na cadeia pública de Quixeramobim o último criminoso foi transferido para a Delegacia de Capturas, em Fortaleza.

Isaías Maciel da Costa, vulgo “Mucuim”, de 24 anos,foi preso no dia 9 de agosto por uma equipe da Polícia Civil em Quixadá. Além da chacina de Quixeramobim ele havia confessado à Polícia a autoria de 11 homicídios. Estava sendo financiado pela facção Comando Vermelho (CV) para praticar execuções na região, principalmente nesta cidade. O Primeiro Comando da Capital (PCC) colocou uma recompensa de R$50 mil pela morte dele.

O outro envolvido nas três mortes no bairro Conjunto Esperança é Francisco Fábio Aragão da Silva, vulgo “Pão“, 23 anos, foi preso um dia após o crime. Ele estava com duas armas de fogo e mais de 60 munições. Cercado por equipes da Polícia Civil, do Raio e do Cotar ele se entregou sem resistência.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

09:00 · 22.11.2018 / atualizado às 09:10 · 22.11.2018 por
Ao serem presos, Ismael e Evangelista justificaram que achado não é roubado.

Dois homens, identificados como Ismael Gomes Marques, 36 anos e Francisco Evangelista Alves de Moura, 33, foram presos em flagrante por um crime não muito comum nos tempos atuais. Eles roubaram o rádio de um deficiente visual que estava pedindo esmolas em uma esquina movimentada no Centro de Quixadá. Para completar a renda do seu sustento, o ancião de 73 anos, natural de Aratuba, aposentado, se acomoda nas proximidades do mercado público.

Nesta quarta-feira (21) ele foi surpreendido pela dupla, que ao se aproximar, ao invés de prestar auxílio roubou o seu maior bem material.

Populares que passavam pelo local viram a ação da dupla e pediram o auxílio de um sargento da Polícia Militar. Mesmo de folga o policial perseguiu a dupla até a Praça José de Barros, onde recuperou o rádio e deu voz de prisão aos marginais. Ismael Gomes é natural de Urubutetama. O comparsa, Francisco Evangelista, nasceu em Ibicuitinga, cidade vizinha a Quixadá.

Na Delegacia Regional da Polícia Civil, para onde foram conduzidos, alegaram que o rádio estava no chão. Imaginaram não ter dono.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

08:00 · 22.11.2018 / atualizado às 07:51 · 22.11.2018 por

Na tarde desta quarta-feira (21) um morador da localidade de Jurema Velha, na zona rural de Banabuiú, enfrentou dois assaltantes com um dos seus instrumentos de trabalho, uma foice.

A vítima informou à Polícia Militar que estava na sua casa, com um filho, quando dois indivíduos invadiram o imóvel anunciando um assalto. Como eles aparentavam não estarem portando armas de fogo, reagiu. Assustada, a dupla fugiu.

O agricultor ainda informou aos policiais militares que os assaltantes aparentavam ser muito jovens. Um deles vestia uma blusa do Corinthians e o outro do Flamengo. Eles fugiram em uma motocicleta Honda Titan de cor preta.

Mais detalhes não foram informados, exceto que as ações dos criminosos estão aumentando com a proximidade das festas de fim de ano.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 22.11.2018 / atualizado às 07:30 · 22.11.2018 por
Raio de Boa Viagem fez a maior apreensão de maconha nesta cidade do Sertão Central. Foto > VCrepórter

Pouco mais de um mês após a sua instalação na cidade de Boa Viagem, no Sertão Central, a equipe do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) fez a sua primeira grande apreensão de drogas. De acordo com a Polícia Militar, o grupamento especializado localizou um endereço suspeito no Bairro de Fátima. Ao realizarem vistoria no local os policiais encontraram 24 quilos de maconha prensada.

Policiais que participaram das buscas informaram que a droga estava guardada dentro de uma mala, escondida em um cômodo do imóvel situado próximo à Escola de Ensino Fundamental Benjamim Alves da Silva.

Na porta da suposta “boca de fumo” os policiais do Raio encontraram duas mulheres. Elas foram conduzidas juntamente com a droga para a Delegacia Regional da Polícia Civil em Canindé. A condução até a cidade vizinha ocorreu porque a ação policial se efetivou no fim da tarde desta quarta-feira (21), por volta das 17h. A delegacia de Boa Viagem funciona no expediente. A Regional é plantonista.

Ainda de acordo com informações de uma fonte da Polícia, uma das mulheres detidas estava à procura da sua filha e do seu genro. O casal também já foi identificado. Estava sendo procurado.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 22.11.2018 / atualizado às 06:55 · 22.11.2018 por
Alan Victor está sendo investigado pela Polícia Civil de Quixadá por uma série de roubos de celulares. Foto > VCrepórter.

Após uma série de roubos de telefones celulares no Centro de Quixadá, o suspeito dos crimes acabou se dando mal. Ele foi capturado por populares quando tentava assaltar mais uma vítima. A abordagem ocorreu na noite da última terça-feira (20) na Praça José de Barros. No momento muitas pessoas praticavam cooper. Ao verem a ação do meliante o perseguiram. Ele, identificado como Alan Víctor Fernandes da Silva, foi imobilizado e preso algumas quadras depois, na Av. Plácido Castelo.

Apesar da captura de Alan Victor, outros assaltos e até arrastões vêm ocorrendo no Centro da cidade. Conforme relatos das vítimas, os criminosos se aproveitam dos locais onde há maior concentração de pessoas, nos bares e restaurantes próximos à Praça Coronel Nanan e à Praça da Cultura. Na última sexta-feira (16) clientes de um bar ficaram assustados quando foram atracados por três assaltantes, um deles armado com um revólver. Houve correria mas mesmo assim alguns celulares foram roubados.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

11:50 · 21.11.2018 / atualizado às 11:50 · 21.11.2018 por
A Escola do Estado assaltada nesta madrugada fica localizada na periferia de Quixadá.

Três indivíduos, um deles armado com uma escopeta calibre 12 e outro com um revólver, assaltaram na madrugada desta quarta-feira (21) um vigilante da Escola Estadual José Martins Rodrigues, na periferia de Quixadá. O trio roubou o revólver calibre 38, pertencente à empresa de segurança na qual a vítima trabalha, ainda o colete à prova de bala.

Além dos objetos da empresa os criminosos roubaram o telefone celular, o relógio e R$ 180,00 do funcionário de segurança particular. Também pretendiam levar a sua a motocicleta, mas não encontraram a chave.

Conforme informações colhidas pela Polícia Civil os criminosos conseguiram entrar na escola pulando o muro. Em seguida se esconderam na cozinha. Como não conseguiram adentrar as outras dependência da unidade escolar, além de assaltarem o vigilante roubaram um telefone fixo. Eles não usavam capuzes nem máscaras, mas não foi possível identifica-los.

Ainda de acordo com os levantamentos da Policia essa foi a segunda vez que a escola foi atacada este ano. Na primeira, os meliantes não tiveram sucesso.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

10:30 · 21.11.2018 / atualizado às 17:30 · 21.11.2018 por
Três dias após incêndio de ônibus escolares criminosos atearam fogo em caminhão caçamba em Madalena.

Quatro dias após o incêndio de dois ônibus escolares no pátio da prefeitura de Madalena, mais um veiculo utilitário foi destruído pelo fogo nesta cidade do Centro do Estado, situada a 185 Km da capital cearense. Dessa vez o alvo dos criminosos foi um caminhão caçamba, de propriedade particular. Desesperados, o dono e amigos tentaram as chamas com baldes d’água, mas em pouco tempo restou apenas as ferragens.

De acordo com o comando da Polícia Militar no Município os dois incêndios estão relacionados. Foram provocados por membros de facções criminosas em guerra na cidade. O conflito teve início com o assassinato do membro de um dos grupos rivais, identificado pelo pseudônimo de “Cocão“. O crime ocorreu no dia 14 deste mês. Pouco tempo depois os ataques começaram.

> Ônibus escolares são incendiados na madrugada em garagem da prefeitura de Madalena

Dois suspeitos de participarem dos ataques na cidade foram detidos pela Polícia Militar e conduzidos para a delegacia da Polícia Civil em Boa Viagem, onde os crimes de Madalena são apurados. Os nomes deles não foram revelados para não prejudicar as investigações.

A Polícia Civil está investigando o incêndio dos ônibus escolares de Madalena. A autoria é atribuída a facções criminosas.

A Polícia Militar também está levantando quem foram os autores de ameaças de morte, através de ligações telefônicas, aos policiais do destacamento de Madalena. A equipe passou a ficar mais alerta, ressaltou o comandante.

> Dois suspeitos de colocarem fogo em ônibus escolares da Prefeitura de Madalena foram presos

A prefeita Sônia Costa solicitou ao governador do Estado, Camilo Santana, a imediata instalação de um núcleo do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) na sua cidade, para dar segurança à população.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

09:00 · 21.11.2018 / atualizado às 11:12 · 21.11.2018 por

Um homem identificado como Alisson Jardel Ferreira de Melo, 26 anos, foragido da Justiça, morreu no fim da tarde desta terça-feira (20) durante um confronto numa abordagem de equipes do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) na zona rural de Morada Nova.

Segundo informações da Polícia Militar, quando as equipes do Raio chegavam à localidade de Frade, distante cerca de 20 Km do Centro de Morada Nova, foram recebidas à bala. Os policias reagiram. Houve troca de tiros. Alisson foi baleado e apesar de socorrido ao hospital do Município não resistiu aos ferimentos.

No domingo (19) ele e um comparsa haviam enfrentado equipes do Raio noutra localidade rural deste Município. A dupla conseguiu fugir. O outro criminoso ainda não foi identificado, mas quanto ao morto, de acordo com os levantamentos da Polícia Militar, ele estava foragido da cadeia pública de Limoeiro do Norte. Respondia por assalto à mão armada, lesão corporal, receptação e formação de quadrilha.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 21.11.2018 / atualizado às 11:13 · 21.11.2018 por

Uma aposentada de 76 anos foi vítima de um assalto praticado em plena luz do dia nesta terça-feira (20) na zona rural de Quixadá. O roubo ocorreu na localidade de São Luiz dos Maciel, no distrito de Custódio, a pouco mais de 15 Km do Centro da cidade.

A Polícia Militar informou que três indivíduos, utilizando capuzes, invadiram a residência da vítima e roubaram R$ 4.900,00, um revólver calibre 38 e ainda joias. Os criminosos não dispensaram nem um anel de formatura, pertencente a um familiar.

O assalto ocorreu por volta das 10 horas. Os criminosos fugiram em motocicletas. Equipes da Polícia Militar cercaram a região, todavia,  até a publicação desta edição os assaltantes não haviam sido localizados.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

06:30 · 21.11.2018 / atualizado às 11:14 · 21.11.2018 por

O vereador de Quixadá, Gutemberg Queiroz Pelegrine Filho, conhecido como “Guto da Glaudiesel”, foi afastado do cargo pelo período de 180 dias. A decisão foi tomada pelo juiz de Direito Adriano Ribeiro Furtado Barbosa a pedido do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). O vereador foi denunciado por corrupção passiva.

O promotor de Justiça da comarca deste Município, Marcelo Cochrane, solicitou a medida judicial em razão de denúncia de uma ex-assessora do vereador, alegando ter sido nomeada para o cargo com a condição de repassar mensalmente parte de sua remuneração ao vereador para permanecer no cargo comissionado.

Ainda de acordo com Marcelo Cochrane, do total da remuneração no valor de R$ 1.822,00, a denunciante ficava apenas com a fração de R$ 900,00. O restante do valor, R$ 922,00, era repassado ao vereador, por intermédio de um mototaxista de alcunha “Branco”. A prova do esquema de rachadinha” foi apresentada em uma gravação de áudio feita pela ex-assessora.

Quando o vereador soube da existência da gravação, foi ao encontro da servidora com o intuito de que esta não revelasse a ninguém o conteúdo do áudio, pedindo que ela comparecesse mais uma vez ao Ministério Público com a finalidade de “retirar o que havia dito”. “Guto da Glaudieselalega inocência.

 Esposa e filho presos

A denúncia foi levada adiante. Para assegurar mais provas do crime de corrupção passiva o representante do MPCE solicitou à Justiça mandados de busca na residência, na oficina e no sítio do vereador. As buscas, realizadas nesta terça-feira (20), se estenderam à Câmara Municipal.

Enquanto o Ministério Público e a Polícia Civil realizavam as buscas na Câmara de Vereadores os servidores tiveram que aguardar do lado de fora.

Durante o cumprimento da determinação judicial, com o apoio da Polícia Civil, um filho de Guto da Glaudiesel foi preso em flagrante. Ele estava na oficina quando os policiais encontraram um cartucho de espingarda calibre 22.

No sítio, na localidade de Riacho Verde, além de um casal de araras os policiais encontraram uma pistola calibre 22. Como a esposa do vereador, Monica Maria Bezerra Borges Pelegine, 45 anos, estava no imóvel , também foi presa em flagrante.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Sertão Central

Fatos diários do Sertão Central e do Maciço de Baturité em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Alex Pimentel.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags