Busca

Categoria: Religião


07:30 · 22.03.2017 / atualizado às 06:55 · 22.03.2017 por

Lideranças políticas e religiosas de Canindé participaram nesta segunda-feira (21) da apresentação do projeto de restauração do Corredor Religioso desta cidade do Interior do Ceará. O modelo detalhado da proposta foi apresentado pelo arquiteto Luciano Guimarães. O objetivo é ampliar os canteiros, passeios e calçadas ao longo da Avenida Francisco Cordeiro Campos, do entorno da igreja de Nossa Senhora das Dores e o complexo do Convento e Basílica de São Francisco.

Conforme o arquiteto, o corredor religioso vai oferecer melhores condições de mobilidade e segurança para os romeiros, que em grande número costuma visitar Canindé, principalmente em outubro, período dos festejos em homenagem a São Francisco. O projeto já se encontra em análise na Secretaria das Cidades, do governo do Estado.

Na apresentação do projeto a prefeita de Canindé, Rozário Ximenes, destacou ter participado recentemente de audiência com o governador Camilo Santana, o qual lhe assegurou que o Corredor Religioso será uma das grandes marcas da sua gestão. A urbanização do rio Canindé, o camelódromo e o calçadão no centro da cidade também integram a obra estruturante turística de Canindé.

Também presente à apresentação, o pároco e reitor do Santuário de São Francisco das Chagas de Canindé, frei Marconi Lins, informou que o projeto já foi apresentado ao Conselho Administrativo da Arquidiocese de Fortaleza. O representante religioso considerou a proposta interessante, todavia alguns pontos ainda estão sendo discutidos. Os detalhes não foram informados.

Os recursos para execução das obras do Corredor Religioso são oriundos do governo do Estado, em convênio com o Ministério do Turismo e parceria da prefeitura de Canindé. No total, serão investidos R$ 4.772.853,17. A contrapartida da prefeitura será de menos de 10%. O anuncio havia sido feito por Camilo Santana no fim de junho de 2016, na solenidade de entrega das obras de reforma e ampliação da barragem Jacurutu.

Veja mais no Diário do Nordeste > Corredor religioso de Canindé será reformado em parceria do Governo e Prefeitura

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

12:00 · 19.03.2017 / atualizado às 12:00 · 19.03.2017 por

Criado em 31 de março de 1938, o distrito de Custódio realizou na manhã deste domingo (19), Dia de São José, a procissão em homenagem ao padroeiro desta comunidade rural situada a a cerca de 20Km do Centro de Quixadá. Segundo os moradores católicos desta localidade o cortejo é um dos mais antigos do Ceará.

Este ano, o publico foi bem menor. Os paroquianos responsáveis pelos festejos, que se estenderam desde o dia 9, atribuem o número reduzido de fieis as condições das estadas de acesso ao povoado. Desde o início do mês começou a chover com mais frequência na região, dificultando o tráfego.

Mesmo assim todo o ritual foi realizado. Começou às 9 horas com a imagem do santo percorrendo a principal rua de Custódio nas mãos dos devotos, seguida de missa celebrada pelo padre Marcos Chagas. Finalizando os festejos, houve o arreamento da bandeira no pátio da igreja construída no século passado.

A programação foi realizada debaixo de sol forte. Quem levou guarda-chuva, na expectativa de se proteger para não se molhar, acabou utilizando o artefato como sombreiro. A paróquia montou tendas para proteger os fiéis durante a celebração eucarística. Todos agradeceram pelas chuvas deste ano e esperam a continuidade do inverno.

A celebração do Dia de São José em Quixadá foi apenas uma dentre as dezenas realizadas em vários municípios do Estado. O santo é padroeiro do Ceará. Em Custódio, o Tema Geral das festividades, acompanhadas da novena, foi “São José, em Nazaré, cultivava com Maria e Jesus a história de uma família santa e feliz“.

Veja mais no Diário do Nordeste > Chove em apenas 12 cidades no Dia de São José

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

10:30 · 01.03.2017 / atualizado às 10:30 · 01.03.2017 por

Quixadá
O bispo da diocese do Crato, dom Gilberto Pastana, acompanhado de uma comitiva, visitou a diocese de Quixadá na véspera deste carnaval. A visita canônica ocorreu em razão da presença de 11 seminaristas da diocese de Crato, que estão na região desde 2016, para dar continuidade aos estudos no curso de Teologia, no Centro Universitário Católica de Quixadá (Unicatólica).

Após o encontro com os seminaristas, dom Gilberto Pastana presidiu uma celebração eucarística e na homilia, sobre os desafios atuais da evangelização, disse que a formação acontece na medida em que se acolhe os ensinamentos de Jesus e se conforma à vida de Jesus.

Todos nós que estamos aqui porque na verdade queremos ser cristãos; evangelizar mais do que anunciar a boa-nova, mais do que anunciar o evangelho, evangelizar é fazer com que as pessoas se convençam dos ensinamentos do Senhor e tragam para a sua vida como valores absolutos; o evangelho não é uma teoria, o evangelho é uma prática existencial”, afirmou o bispo na celebração.

Na visita, dom Gilberto Pastana estava acompanhado do padre Acúrcio Barros, reitor do Seminário Diocesano São José e o ecônomo da diocese, padre Joaquim Ivo. Eles visitaram Seminário Diocesano Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão, a Unicatólica, e acompanhados do bispo de Quixadá, dom Ângelo Pignoli, fizeram uma visita cordial ao bispo emérito dom Adélio Tomasin.

A Diocese de Quixadá divulgou a visita da comitiva diocesana do Crato na segunda-feira (27), na sua página na internet.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

10:00 · 01.03.2017 / atualizado às 10:45 · 01.03.2017 por

Banabuiú
Desde fevereiro de 2015, quando o açude Arrojado Lisboa começou a atingir a sua cota mínima os 1.124 profissionais cadastrados na Colônia de Pescadores Z-14, de Banabuiú, começaram a deixar a atividade artesanal. A pesca caiu acentuadamente no terceiro maior reservatório do Ceará. A cidade passou de exportadora da pesca a importadora de tilápia, principal prato e tradicional nos restaurantes da cidade.

Antes, era possível pescar de seis a sete toneladas por mês, explica o presidente da Colônia Z-14, Genival Maia Barreto. A carência deverá encarecer o preço do peixe preferido na região, o tilápia. O quilo era vendido no beiço d’água a R$ 5,00. Na cidade não passava dos R$ 10,00. Agora, com a proximidade da quaresma, o preço vai subir para R$ 12,00. Na Semana Santa, vai disparar. O pescado vai ser vendido a R$ 20,00 o quilo.

O representante dos pescadores no Sertão Central aponta também o período da piracema como um dos fatores para a elevação do preço. Nesta época, de desova em águas limpas, é proibida a pesca do tilápia, do tambaqui, da sardinha e da branquinha. A opção para os mais pobres será a sardinha, bem mais em conta. A outra é torcer pelas chuvas voltarem e com elas a revitalização dos cardumes ou aceitar o valor estabelecido pelos comerciantes.

Para os consumidores, como a dona de casa Maria Anunciada Ferreira, não adianta tentar empurrarem o preço do peixe para cima. “Por aqui, com essa crise a gente mal em dinheiro para atender as necessidades básicas. Pelo jeito só quem vai poder comer peixe na sexta-feira santa rico. Por ironia Jesus era o rei dos pobres“, desabafa.

Além de Banabuiú, o Arrojado Lisboa abastecia Quixadá, a região de Sobral e São Benedito, ainda Fortaleza e até Campina Grande, na Paraíba. Nos últimos dias o açude recebeu uma considerável recarga d’água, passando de 624 milhões de metros cúbicos para 926, mesmo assim representando apenas 0,58% da sua capacidade total, 1.601.000.000m³, conforme dados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

Veja no Diário do Nordeste a situação da pesca no Interior do Ceará > Queda na produção faz disparar o preço da tilápia

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

09:30 · 23.02.2017 / atualizado às 10:55 · 23.02.2017 por

Quixadá
Duas comunidades religiosas de Quixadá estão disponibilizando aos católicos programações especiais para o período carnavalesco. Uma delas é o Shalom; a outra, a Regina Pacis. Ambas oferecem momentos de recreação, diversão, shows e também de orações.

O Shalom de Quixadá realiza pelo 23º ano consecutivo o Renascer. Os encontros, do dia 25 ao dia 28, serão realizados no Colégio Valdemar Alcântara (CVA), com entrada gratuita. O evento é destinado a todos os públicos. Existe até um espaço especial para as crianças, o Renascer Kids.

Na programação, com início previsto para este sábado (25) a partir das 18 horas, com a missa da misericórdia. Haverá também atrações musicais, palestras, cursos, seminário de vida no espírito santo, oração e aconselhamento e confissões, garantem os organizadores. Retiro Renascer Quixadá > (88) 9 9667 1974

Excursão com shows e trilha ecológica para os jovens em Fortaleza 

A Comunidade Regina Pacis tem uma opção um pouco diferente, nos quatro dias, em Fortaleza, no Condomínio Espiritual Uirapuru. Podem participar jovens dos 15 aos 29 anos. Os adolescentes deverão apresentar autorização por escrito, dos pais ou responsáveis.

Conforme um dos organizadores, Almir de Sousa, o valor para participar do retiro especial é R$ 80,00, com direito a passagem ida e volta no ônibus, hospedagem e alimentação. Também estão incluídos os shows, palestras, momentos de oração e adoração e uma trilha ecológica, na segunda-feira (27). Retiro Regina Pacis > (88) 9 9910 0250

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161