Categoria: Saúde


09:30 · 05.10.2019 / atualizado às 09:40 · 05.10.2019 por
Em Choró, a paróquia de São Sebastião comemorou o dia dedicado a São Francisco com uma caminhada ecológica. Fotos > Paróquia de São Sebastião.

O dia dedicado a um dos santos mais populares da igreja católica, São Francisco, foi comemorado em várias paróquias do Interior do Ceará. Além de Canindé, conhecida como a capital franciscana das Américas, em Quixadá e Itapiúna, milhares de fiéis participaram das procissões de encerramento dos festejos em homenagem ao santo protetor dos animais.

> Festa de São Francisco das Chagas reúne um milhão de fiéis em Canindé

Em Choró, outro município da região, dezenas de devotos, trabalhadores rurais, estudantes, professores, participaram de uma caminha ecológica organizada pela paróquia de São Sebastião.

Apesar de São Sebastião proteger seus devotos contra a fome, a peste e a guerra, dessa vez a luta foi pela proteção do meio ambiente nesta cidade com pouco mais de 12 mil habitantes, conforme o último censo do IBGE. 

Segundo frei Henrique Araújo, à frente da paróquia de São Sebastião há pouco mais de um ano, a iniciativa da caminhada partiu de outro padre da sua comunidade, frei Roberto de Oliveira, com o objetivo de conscientizar os moradores e os gestores públicos sobre dois problemas que crescem na cidade, o desmatamento e os esgotos, já que São Francisco é o padroeiro da ecologia.

Devotos, trabalhadores rurais e estudantes participaram da caminham ecológica promovida em homenagem a São Francisco.
A caminhada ecológica seguiu do campo à principal rodovia de acesso à cidade.

Para a moradora Francisca Cardoso, a região é muito castigada pela seca, “mas infelizmente a cultura de derrubas de matas e queimadas ainda é muito presente.É preciso mudar essa ideia, as serras precisam se reflorestar para que amanhã as pessoas e os animais tenha uma boa qualidade vida.Preservar é o melhor caminho, para a vida no planeta“, comentou.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

08:30 · 21.09.2019 / atualizado às 08:30 · 21.09.2019 por
Independente, mãe de uma menina de 7 anos, Geane Lemos, pede auxílio urgente dos órgãos de saúde para tratamento de câncer. Foto > Rede Social  

No dia 23 de julho passado a representante comercial Francisca Geane da Silveira Lemos, 38 anos, foi diagnosticada com câncer de estômago. A doença pegou ela e a família de surpresa. Eles moram em Quixadá.

Após alguns atendimentos na Unidade de Pronto (UPA) desta cidade a trabalhadora cearense, mãe de uma menina, precisou ficar internada, recebendo cuidados médicos. Passados quase dois meses seu estado de saúde está debilitado, por conta de um quadro de anemia.

Ela precisa ser transferida para tratamento em um hospital especializado, o Instituto do Câncer do Ceará (ICC). Como está havendo demora no atendimento ela gravou um vídeo e divulgou nas redes sociais pedindo auxilio urgente.

A secretária de Saúde de Quixadá, Juliana Câmara justificou que Geane Lemos ainda não foi transferida para o ICC por falta de leitos. O pedido foi feito também ao Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), mas também está lotado.

Enquanto não conseguimos uma internação adequada para ela, a assistência, inclusive com medicamentos, está sendo prestada na UPA da nossa cidade. Continuamos acompanhando o caso de regulação. Nossos hospitais de referência estão lotados. Precisamos aguardar vagas, mas estamos vigilantes“, justificou a secretaria.

Mesmo assim, a família, com o auxílio dos amigos, iniciou uma corrente solidária. Um bingo beneficente será realizado no dia 13 de outubro, na AABB da cidade. O prêmio será uma motocicleta Honda Bros 0Km ou R$ 5 mil. A cartela custa R$ 50,00. Com o dinheiro, os irmãos pretendem custear despesas com viagens e tratamento. Os telefones para contato são (88) 9 9650 7777 e (88) 9 9942 7593.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

14:30 · 12.09.2019 / atualizado às 05:40 · 13.09.2019 por
Estão abertas 310 vagas de emprego para o Hospital Regional do Sertão Central. Foto > Alex Pimentel

O Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) abriu inscrições para contratação de profissionais da saúde em diversas áreas, através de seleção simplificada, para o Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), localizado em Quixeramobim. São 31 cargos com 10 vagas em cada.

De acordo com o Edital do Processo Seletivo, os interessados podem se inscrever até as 23h59 do dia 22 deste mês, através da internet, no hotsite www.igbpromunicipio.com.br.

O valor da taxa de inscrição para os cargos de nível médio é R$ 60,00. Para concorrer aos cargos de nível superior o candidato precisa pagar R$ 120,00.

O Edital ainda estabelece que o candidato poderá inscrever-se apenas para um cargo. Dentre as opções de nível médio estão Auxiliar de Laboratório e técnico de Enfermagem. Para o nível superior, há para fonoaudiólogo, nutricionista e médico em diversas áreas.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

01:00 · 11.09.2019 / atualizado às 22:55 · 10.09.2019 por
O prefeito de Baturité, Assis Arruda (Direita), acompanhado da primeira-dama, Idalba Arruda, foi um dos primeiros gestores do Maciço a assinar a Carta de Intenções. Foto > Divulgação

Os prefeitos de Aracoiaba, Antônio Cláudio, e de Baturité, Assis Arruda, foram os primeiros desta região serrana a assinarem a Carta de Intenções apresentada pelo reitor da Unilab, Alexandre Cunha, para implantação do curso de Medicina no campus localizado na cidade vizinha, Redenção.

Ontem (9), Alexandre Cunha recebeu o prefeito de Aracoiaba. Nesta terça-feira (10) foi a vez do gestor municipal de  Baturité, acompanhado da primeira-dama, Idalba Arruda, ir ao campus da Unilab, para assinatura do Termo de Intenções.

Essa será uma grande conquista para toda a região do Maciço, pois vem ao encontro dos anseios de nossa população, pela implantação do curso de Medicina, como também de um Hospital Universitário”, ressaltou Assis Arruda.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

09:00 · 04.09.2019 / atualizado às 09:00 · 04.09.2019 por

A Rede de Atenção Psicossocial de Quixadá será fortalecida com a descentralização dos atendimentos de saúde mental através do Projeto Entrelaçando Mentes. Essa ação começou a ser desenvolvida pela Secretária de Saúde do Município, através do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS).

A proposta também pretende fortalecer os vínculos nas comunidades rurais entre a população e as equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF,) garantindo a integralidade do cuidado por meio de ações de promoção e prevenção, bem como a garantia da participação popular e sua corresponsabilidade com a saúde mental.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Quixadá, o projeto tem início planejado para este mês de setembro. A primeira comunidade assistida será do distrito de Custódio, a 22 km do Centro de Quixadá. Em seguida a iniciativa será ampliada para às demais áreas descentralizadas de saúde do Município.

Na saúde mental o matriciamento é uma ferramenta importante para garantir cuidado continuado e, sobretudo, fortalecer os princípios da reforma psiquiátrica tanto na desmistificação das ideias manicomiais por meio da educação permanente dos profissionais, quanto na reinserção das pessoas em sofrimento psíquico na comunidade, destacou a secretária Juliana Câmara.

A descentralização dos atendimentos diz respeito à realização de atendimentos compartilhados, onde o psiquiatra irá subsidiar o médico e a equipe dos PSF a conduzirem os casos de doenças mentais da melhor e mais coerente maneira possível“, explicou  a coordenadora do CAPS II no Município, Kerly Queiroz.

Na avaliação da especialista empoderamento dos profissionais será de grande validade e ganhos para a comunidade. “No primeiro momento, em cada área, faremos territorialização, com levantamento dos dados estatísticos relacionados aos casos psiquiátricos, assim como avaliaremos os recursos psicossociais disponíveis em cada área para serem utilizados como potenciais ferramentas terapêuticas“, ressaltou.

Além da coordenadora do CAPS II, que é terapeuta ocupacional, o psiquiatra Bruno Eduardo Alencar, a enfermeira Aleide Barbosa Viana e a assistente social Gislane Granjeiro integram a equipe responsável pelo programa implantado.

Os dados concretos da epidemiologia serão construídos nos encontros com as áreas atendidas.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 19.08.2019 / atualizado às 17:46 · 16.09.2019 por
De acordo com os organizadores, mais de 500 motociclistas participaram da 11ª Moto Romaria de Canindé a Quixadá. Fotos > Alex Pimentel

Devotos de São Francisco de Canindé participam na manhã deste domingo (18) da 11ª Moto Romaria ao Santuário de Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão, em Quixadá.

De acordo com Cleyton Félix, organizador do cortejo religioso motorizado, mais de 500 motociclistas percorreram 100 km até a Terra dos Monólitos na Moto Romaria de Canindé a Quixadá.

Após percorrerem 100 km os moto romeiros chegaram em Quixadá com simpatia.

Apesar de este ano termos confeccionado apenas 500 blusas, no total, mais de mil pessoas participaram, considerando os garupeiros e a caravana de carros e vans que acompanharam o percurso“, explicou Félix.

Pelos cálculos do vereador Chico Justa, de Canindé, que também participa da organização da motoromaria, este ano, cerca de duas mil pessoas viajaram da sua terra natal até Quixadá. Foram bem acolhidos.

Cleyton Félix e Chico Justa, organizadores da moto romaria, elogiaram a receptividade em Quixadá.

Reunidos diante da igreja da Rainha do Sertão, motociclistas, motoristas, e seus veículos, receberam a bênção do padre Rafael Maria de São José, da Comunidade Maria Oásis da Paz, reitor do Santuário.

O padre Rafael Maria de São José, reitor do Santuário, recebeu os visitantes com uma bênção coletiva. 
Acompanhado dos romeiros de Canindé, o reitor do Santuário Mariano fez a bênção dos veículos. 

Após cumprirmos a missão religiosa vamos visitar o Açude Cedro“, comentou o trabalhador Francisco de Assis Tavares, 37 anos. Ele participou da Moto Romaria pelo sexto ano consecutivo.

Ao chegar em Quixadá, a autônoma Antônia Érica de Oliveira, 19, outra motoromeira, elogio a limpeza, mas reclamou dos buracos nas rodovias que ligam as duas cidades, a BR-020 e a CE-456.

Para os participantes da moto romaria, a beleza da paisagem vista do santuário é um motivo a mais para participarem.
Após as preces no Santuário, muitos passeiam pela Terra dos Monólitos.
A Moto Romaria de Canindé a Quixadá teve início em 2008, com pouco mais de 200 participantes. Este ano foram aproximadamente 2 mil.

Além do carro de apoio, dando assistência aos motociclistas, a prefeitura de Canindé disponibilizou uma ambulância e uma equipe da Guarda Municipal para auxiliar os participantes do passeio“, acrescentaram os organizadores.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 18.08.2019 / atualizado às 06:50 · 18.08.2019 por
O Hemoce de Quixadá montou uma central de coleta no campus do Centec Fatec. Mais de 60 voluntários doaram sangue. Fotos > Centec Fatec

Universitários da Faculdade de Tecnologia Centec Fatec Sertão Central participaram neste sábado (17) de um trote solidário provido em parceria com o Hemoce de Quixadá e a Loja Macônica Acácia Sertaneja Nº 43, de Quixeramobim.

Mais de 90 voluntários doaram sangue no campus da faculdade, localizado no distrito industrial de Quixeramobim. A iniciativa da direção do Centec Fatec teve como objetivo incentivar os alunos a participarem de ações dessa natureza.

De acordo com o diretor do Centec Fatec, professor Jardel Paixão, a Loja Macônica de Quixeramobim os Centros Acadêmicos de Tecnologia em Gestão do Agronegócio e Tecnologia de Alimentos aderiram à campanha e o resultado surpreendeu.

Das 8h às 14h30 o movimento não parou no auditório do campus. Os universitários ainda assistiram uma lição de primeiros socorros ministrada por monitores do Centro de Preparação em Atendimento Pré-Hospitalar, o CEPAPH“, ressaltou Paixão.

Um bom número de acadêmicos compareceu ao campus neste sábado para participar da programação especial. 
Quem participou ainda pode assistir uma aula especial de primeiros socorros ministrada por uma equipe do CEPAPH.

Conforme informação do Centec Fatec, no total, 128 candidatos compareceram para doação de sangue, alguns, parentes e amigos dos alunos. Foram coletadas 93 bolsas e 23 se cadastraram no banco de dados do Hemoce.

Os doadores também receberam ingressos para o show Apaixona Quixeramobim, com os irmãos Vavá & Márcio e o grupo musical Sambart, no dia 6 de setembro no BNB da cidade.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

08:30 · 15.08.2019 / atualizado às 08:25 · 15.08.2019 por

A prefeitura de Quixadá divulgou em rede social a retomada de implantação do curso de Medicina nesta cidade do Sertão Central. O processo, iniciado pela Faculdade Estácio, vencedora da disputa, havia sido interrompido no início do ano por decisão judicial.

O prefeito Ilário Marques informou ter sido procurado pela instituição de ensino logo após o desembargador César Jatahy Fonseca, do Tribunal Regional Federal da 1º Região, sustar decisão do juiz federal Renato Coelho Borelli, da 9ª Vara Civil do Distrito Federal, que havia suspendido a prerrogativa da Estácio, de ofertar o curso nesta cidade.

Na sua decisão o desembargador esclareceu: “o que o Edital parece vedar é que determinadas mantenedoras se reúnam em consórcio, não que diversas mantenedoras agrupadas em um mesmo grupo econômico, como é o caso do Grupo Estácio de Sá, pudessem participar da seleção.”

Na determinação judicial anterior, o magistrado havia entendido que a Faculdade Estácio integrava um consórcio que não poderia ter participado – enquanto consórcio, do processo de escolha da instituição para abrir o curso de Medicina.

Os embargos haviam sido apresentados pela Unichistus. A reportagem do Diário do Nordeste não conseguiu contato com representantes da instituição para se pronunciar sobre a última decisão, mas ainda cabe recurso ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 12.08.2019 / atualizado às 07:30 · 12.08.2019 por
Equipes do socorristas do SAMU de Quixadá e de Quixeramobim levaram pouco mais de 10 minutos no atendimento de urgência. Fotos > Alex Pimentel

Duas equipes, uma de Quixadá e a outra de Quixeramobim, participaram da primeira etapa da II Olimpíada de Atendimento Pré-Hospitalar (APH), realizada na tarde do último sábado (10), no campus da Unicatólica, em Quixadá, onde foi simulado um acidente de trânsito.

O médico Kitt Rôla, diretor do Núcleo de Ensino e Capacitação da Cooperativa de Atendimento Pré & Hospitalar (COAPH), promotora da competição, avaliou o desempenho dos dois grupos e anunciou o de Quixadá vencedor.

As duas equipes conseguiram reduzir significativamente o tempo de resgate veicular em ângulo zero. O mínimo necessário é 20 minutos, mas nesta segunda competição conseguiram reduzir o tempo para pouco mais de 10 minutos“, explicou o médico.

A Olimpíada de Atendimento Pré-Hospitalar (APH) do Ceará é uma competição especial para socorristas, de resgate médico. “O objetivo de aprimorar as técnicas de atendimento do paciente vítima de trauma e estimular o ensino e habilidade das técnicas“, ressaltou o diretor.

A equipe da COAPH simulou um acidente de trânsito no campus da Unicatólica de Quixadá.
Utilizando procedimentos padrão os socorristas seguiram todo o protocolo de um atendimento real.
No resgate do paciente foi utilizada a técnica de resgate veicular em ângulo zero.
O desempenho das equipes foi elogiado pelos promotores da competição.

A enfermeira Joana Duarte, coordenadora da base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Quixadá, considera o treinamento, no modelo de competição, importante para o entrosamento e agilidade das equipes no melhor atendimento aos pacientes.

As outras fases do Interior serão realizadas no Cariri, dia 8 de setembro; no Vale do Jaguaribe dia 6 de outubro e nos Inhamuns dia 17 de novembro. Os melhores classificados em cada fase poderão participar da etapa final no mês de dezembro, em Fortaleza.

A equipe representando Quixadá venceu a primeira etapa da II Olimpíada promovida pela COAPH.
Dezenove profissionais participaram da primeira etapa da Olimpíada, realizada em Quixadá.

Acidentes no Ceará

Neste fim de semana foram registrados vários acidentes no Estado, no Interior e na capital, onde a maioria foi registrada. Segundo levantamentos feitos pela reportagem 20 pessoas ficaram feridas e oito morreram.

> Carro com sete pessoas capota e deixa dois mortos no Conjunto Palmeiras
> Três pessoas morrem em colisão frontal entre um carro e um caminhão na BR-116
> Acidente deixa homem morto e três feridos na BR-116; família voltava de culto
> Kombi tomba em avenida na Serrinha e deixa 10 feridos, entre eles crianças
> Duas vendedoras ambulantes de bombons são atropeladas por motoqueiro no Presidente Kennedy

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

17:00 · 09.08.2019 / atualizado às 18:00 · 09.08.2019 por
Cada equipe participante da competição conta com quatro integrantes: Um médico, um enfermeiro, um técnico e um condutor, A Olimpíada especial é promovida pela COAPH . Foto > Divulgação/COAPH

A II Olimpíada de Atendimento Pré-Hospitalar (APH) do Ceará, uma competição especial para socorristas, idealizada e promovida pela Cooperativa de Atendimento Pré & Hospitalar (COAPH), será aberta neste sábado (10) em Quixadá, onde será realizada a primeira fase de disputas. As outras fases do Interior serão realizadas no Cariri, no Vale do Jaguaribe e nos Inhamuns.

Segundo os organizadores, equipes de cada região participarão de uma série de provas, com diversas modalidades de atendimento pré-hospitalar, incluindo resgate médico, salvamento em emergências e desafios contra-relógio. Os melhores classificados em cada fase poderão participar da etapa final no mês de dezembro, em Fortaleza.

De acordo com o médico Kitt Rôla, diretor do Núcleo de Ensino e Capacitação da COAPH e um dos organizadores, a competição de saúde de resgate veicular em ângulo zero é uma nova técnica utilizada pelos profissionais do serviço de APH na retirada do paciente do veículo num acidente automobilístico.

A disputa tem o objetivo de aprimorar as técnicas de atendimento do paciente vítima de trauma e estimular o ensino e habilidade das técnicas“, ressalta o diretor.

Especializado em ginecologia, o médico, com mais de 32 anos de carreira, é o atual presidente da Regional Ceará da Associação Brasileira de Medicina de Urgência e Emergência (Abramurgem).

II Olimpíada de Atendimento Pré-Hospitalar (APH)
Dia 10 de agosto – A partir das 16h
Unicatólica de Quixadá – Em frente ao bloco L

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Sertão Central

Fatos diários do Sertão Central e do Maciço de Baturité em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Alex Pimentel.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags