Busca

Categoria: Seca


10:00 · 04.06.2017 / atualizado às 09:25 · 04.06.2017 por

O Comitê Gestor da Sub-Bacia Hidrográfica do Rio Banabuiú reconheceu como crítica a situação do seu aporte após o período chuvoso deste ano no Ceará. A análise foi divulgada no site oficial da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) uma semana após a reunião realizada no auditório do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE) em Quixadá.

De acordo com a divulgação feita pela Cogerh, dentre as alternativas encontradas para minimizar o problema, dos escassos recursos hídricos, considerando-se a necessidade primária e primordial do abastecimento humano, foi a hidroponia e a produção em ciclo fechado. A proposta foi feita pelo professor do IFCE, Rinaldo Cavalcante.

Ainda conforme dados da Cogerh, a sub-bacia do Banabuiú é a segunda das 12 monitoradas pelo órgão estadual com menor volume hídrico. Atualmente está com apenas 3,74% da sua capacidade, superior apenas a da bacia do Baixo Jaguaribe, com 1,34%.Todavia, se comparada a capacidade de armazenamento, a bacia do Banabuiú está com volume superior a do Salgado e da Serra da Ibiapaba.

Na reunião, com a participação de 46 instituições membros do Comitê e mais 34 convidados, também foram escolhidos os novos dirigentes do Comitê da Sub-Bacia do Banabuiú. Os nomes eleitos para compor a direção foram: Sérgio Pinto da Cunha para presidente, Francisco Almir Frutuoso Severo, vice-presidente, José Cláudio da Silva para secretário e Vicente Honorato da Silva secretário-adjunto.

O açude Arrojado Lisboa, situado em Banabuiú, está atualmente com menos de 1% da sua capacidade

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

11:56 · 13.01.2017 / atualizado às 11:56 · 13.01.2017 por

Quixadá. Membros do Comitê da Seca do Sertão Central promovem nesta exta-feira (13), mais uma reunião para tratar das ações desenvolvidas na região. O encontro deve começar as 14h, no salão da Câmara de Vereadores de Quixadá. Autoridades do Governo do Estado devem participar da reunião.

Participam da reunião do Comitê da Seca representantes da SDA, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce), Fundação Cearense de Recursos Hídricos (Funceme), Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), Exército, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) entre outros. O encontro fará um balanço das ações desenvolvidas pelos órgãos do Estado a cerca das iniciativas realizadas em 2016 na região.

“A decisão de realizar a reunião em Quixadá foi um consenso entre os integrantes do comitê por conta da programação do Dia dos Profetas das Chuvas e da importância da divulgação das ações do comitê. É um momento simbólico e muito significativo para os agricultores, que esperam alguma informação sobre a previsão da quadra invernosa de 2017, mesmo com a divulgação oficial pela Funceme só ocorrer no dia 18. O trabalho que realizamos no comitê é fundamental para atender às demandas dos municípios e queremos destacar nossas ações”, disse o secretário da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Dedé Teixeira.

De acordo com a pasta, além de apresentar alguns dados sobre as atividades do comitê, que em 2016 coordenou e encaminhou a perfuração de 1.800 poços profundos em todo o Estado, o secretário vai discutir com os membros do comitê as estratégias para 2017. Atualmente, a Operação Carro Pipa vem atendendo a 137 municípios em todo o Estado do Ceará utilizando dois mil veículos.

__________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

10:43 · 13.01.2017 / atualizado às 10:44 · 13.01.2017 por
Encontro começa no sábado (14), no IFCE de Quixadá (Foto: arquivo/Alex Pimentel)
Encontro começa no sábado (14), no IFCE de Quixadá (Foto: arquivo/Alex Pimentel)

Quixadá. Chove ou não chove este ano? O Ceará vai passar por mais um ano de estiagem? Essa resposta deverá vir dos profetas da chuva, homens e mulheres conhecidos por formular suas previsões do tempo, com base no conhecimento popular e na observação de fenômenos da natureza, como o formigueiro, o xique-xique e a casa do João-de-Barro. O encontro começa neste sábado (14), no auditório do Instituto Federal do Ceará (IFCE).

A organização do encontro prevê a participação de cerca de 30 profetas e mil pessoas. “É um evento que vem crescendo a cada ano”, disse Soares. “O nosso esforço é manter viva essa tradição, a nossa cultura, pois os nossos pais, avós sempre se preocuparam com o inverno, olhavam para a natureza para saber se haveria muita ou pouca chuva a cada ano”.

Profetas realizam previsões com base em observações da natureza
Profetas realizam previsões com base em observações da natureza

O encontro é promovido pelo Instituto de Pesquisa da Viola Cultural do Sertão Central. Começou de forma tímida, a partir de uma sugestão dada pelo próprio Soares ao engenheiro Químico da Cagece Hélio Cortez, que a cada ano observava o comportamento dos agricultores que sempre indagavam ser haveria ou não um bom inverno. “As pessoas insistiam, perguntavam ao Cortez e ele me falou muito sobre isso, quando fui presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Quixadá. Então tive a ideia de reunir, convidar os profetas da chuva”, explicou.

No sábado, a partir das 8h, começa, no auditório do campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) o Encontro dos Profetas da Chuva. Não há uma programação pré-definida, avisa um dos fundadores do evento, o empresário João Soares. Antes, haverá apresentação de duplas de violeiros, dentre eles, está confirmada a participação de Geraldo Amâncio e Edmilson Soldado.

Leia a matéria completa na editoria Regional da edição desta sexta-feira do jornal Diário do Nordeste >> Começa hoje o encontro dos Profetas da Chuva

__________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

10:00 · 14.11.2016 / atualizado às 10:00 · 14.11.2016 por
Segundo organizadores seis mil pessoas podem ter participado da Caminhada (Foto: José Avelino Neto)
Segundo organizadores seis mil pessoas podem ter participado da Caminhada (Foto: José Avelino Neto)

Senador Pompeu. Fieis deste Município do Sertão Central, distante cerca de 280 km da Capital, promoveram, no último domingo (13), mais uma Caminhada da Seca. O ato relembra as centenas de vidas perdidas em consequência da estiagem de 1932, um das piores da cidade. Conforme os organizadores, a Caminhada reuniu um público de seis mil pessoas chegando a sua 34ª edição este ano. A quantidade ficou abaixo do que era esperado mas segue um número que tem se mantido ao longo dos anos.

Cortejo segue por estrada que leva ao Açude Patú e relembra mortos da seca de 1932 (Foto: Pascom de Iguatu)
Cortejo segue por estrada que leva ao Açude Patú e relembra mortos da seca de 1932 (Foto: Pascom de Iguatu)

A homenagem às vítimas da estiagem emocionou o povo e renovou a fé na esperança de dias melhores. A concentração começou por volta de quatro e meia da manhã em frente à Igreja Matriz, no Centro de Senador Pompeu. Cerca de uma hora depois os fiéis saíram em cortejo em direção a barragem do açude Patú, por uma estrada de terra batida. A grande maioria estava vestida de branco e caminhava com pés descalços. Conter a emoção era difícil e muitos choravam durante o percurso.

O cortejo seguiu até o Cemitério da Barragem, onde uma missa foi celebrada pelo bispo da Diocese de Iguatu, dom Edson de Castro Homem, e concelebrada pelos padres Anastácio Ferreira de Oliveira, também de Iguatu, e João Melo dos Reis, de Senador Pompeu. Segundo relatos históricos, no Cemitério da Barragem estariam enterrados a grande maioria dos mais de dois mil mortos daquele ano. Todos teriam morrido em virtude da falta de comida, água e cólera, e foram enterrados como indigentes. A sensação de emoção era única, compartilhada por mulheres, idosos, crianças, jovens e homens.

A Caminhada se tornou tradicional no segundo domingo de novembro. Ela já era tradição na cidade mas só foram oficializadas na década de 1980, a pedido do povo, pelo padre Albino Donati, falecido há dois anos. O movimento recebe o apoio do Centro de Defesa dos Direitos Humanos da cidade e vem crescendo graças ao gesto de fé e respeito de não esquecer o sofrimento de conterrâneos.

Leia a matéria completa na edição desta segunda-feira do Diário do Nordeste >> Fiéis fazem a 34ª Caminhada da Seca

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

10:03 · 10.11.2016 / atualizado às 10:03 · 10.11.2016 por
Tradicional Caminhada relembra mortos pela seca de 1932 (Foto: arquivo/Alex Pimentel)
Tradicional Caminhada relembra mortos pela seca de 1932 (Foto: arquivo/Alex Pimentel)

Senador Pompeu. Cerca de 10 mil pessoas são esperadas em mais uma Caminhada da Seca. O evento simbólico acontece anualmente, no segundo domingo de novembro, neste Município da região Central, como forma de lembrar as pessoas que foram dizimadas pela fome provocada pelos tempos difíceis da estiagem no Estado. Este ano a caminhada chega a sua 34ª edição.

O evento deve começar às 4h30 da manhã com a concentração em frente a igreja Matriz da cidade. De lá, os fiéis seguem em caminhada pela estrada de terra que dá acesso ao açude Patu e que leva ao cemitério da barragem, onde foram enterradas milhares de pessoas mortas em 1932 em virtude da seca. O local é considerado uma espécie de “Campo de Concentração” dos flagelados pela estiagem daquele ano.

Conforme os organizadores “A lembrança é uma forma de conscientizar as pessoas sobre o holocausto do sertão, durante a seca de 1932”. A caminhada é organizada pela Paróquia Nossa Senhora das Dores e recebe o apoio do Centro de Defesa dos Direitos Humanos – Antônio Conselheiro.

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

13:53 · 31.10.2016 / atualizado às 13:53 · 31.10.2016 por
Francisco Ademar usa palma forrageira e solta bichos no pasto (fotos: José Avelino Neto)
Francisco Ademar usa palma forrageira e solta bichos no pasto (fotos: José Avelino Neto)

Banabuiú. Com o acúmulo de cinco anos seguidos, os efeitos da seca em quase todo o estado tem sido enormes. Mas na zona rural deste Município, localizado há 220 km de Fortaleza, criadores de ovinos e caprinos convivem com animais com produtividade em alta, ajudando na geração de lucro para a família. Uma proeza, visto que em algumas situações, até a água do lugar precisa ser comprada. Os criadores afirmam seguir estratégias que fazem os animais resistirem à estiagem.

Para os açudes, o período chuvoso de 2016 gerou recargas tão pequenas que 130 dos 153 deles, monitorados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), estão com volume abaixo dos 30%. Mas para o agricultor Atanias Salviano Gonçalves, 45, a pouca chuva que caiu, serviu e tem garantido o abastecimento do rebanho. “A chuva pra gente foi boa! Tenho um açude pequeno lá por perto e é com essa água que eu abasteço meus bichos. Lá em casa nunca entrou uma pipa d’água”, diz Atanias.

Mesmo em período de seca, gado rende mais de 300 litros de leite ao dia
Mesmo em período de seca, gado rende mais de 300 litros de leite ao dia

Se houve um período ruim para os produtores da região foi 2012. “Eu perdi 40 cabeças de gado de 120 que eu tinha. Morreram tudo de fome e outras doentes porque comiam salsa”, conta Francisco Ademar Lopes, 66. A água que tem em casa ele compra de caminhões pipa. Mesmo assim a situação não é ruim. “Dou forragem, tem a água que eu compro e minhas criação produzem 300 litros de leite por dia, então, não tenho do que reclamar”, diz ele.

Ciente do momento difícil que enfrentaria Francisco Ademar foi buscando meios de superar as dificuldades geradas pela estiagem. Uma das alternativas foi o plantio de palma forrageira, ideia que ele investiu após receber orientação da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce). “Tenho uma plantação que comecei com umas sementes que ganhei na Ematerce e isso aí hoje me ajuda muito”. A produção de leite que é garantida de seus animais é comprada por uma empresa de laticínios, o que ajuda a garantir o sustento de casa.

As alternativas encontrada por agricultores do Sertão Central em meio a seca é o principal destaque da editoria Regional do Diário do Nordeste desta segunda-feira (31). Leia a matéria completa >> Produtores driblam a seca por mais um ano no Sertão Central

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

10:14 · 11.10.2016 / atualizado às 10:14 · 11.10.2016 por
Fechamento da unidade provoca receio do desemprego entre funcionários (Fotos: José Avelino Neto)
Fechamento da unidade provoca receio do desemprego entre funcionários (Fotos: José Avelino Neto)

Quixadá. A notícia do fechamento da unidade de produção de biocombustíveis da Petrobras deste Município, distante cerca de 170 km de Fortaleza, já provoca tensão em funcionários e temor aos comerciantes da região. Pelo menos cerca de 100 trabalhadores devem ser demitidos da unidade. O encerramento nas atividades deve acontecer por etapas, a partir do mês que vem, conforme informou a Petrobras em nota.

Desde o último final de semana a usina já tem a sua rotina e trabalho alterada. Funcionários que pediram para não ser identificados, disseram que o clima é de desespero entre trabalhadores. Muitos deles estariam na unidade desde que ela foi aberta. “Teve gente que chegou a chorar depois que recebeu a notícia porque sabia que seria demitido”, revelou a fonte.

Rotina de trabalho na unidade já começa a ser alterada
Rotina de trabalho na unidade já começa a ser alterada

Segundo a reportagem apurou, na última quinta (6) e sexta-feira (7), dirigentes da Petrobras do Rio de Janeiro chegaram em Quixadá e iniciaram uma sessão de reuniões internas. O comunicado veio na sexta. Muitos ficaram abatidos com a decisão. Uma das razões para o encerramento das operações seria a seca, que castiga o Ceará já há cinco anos seguidos e que nas cidades da região Central, como em Quixadá, agem ainda mais forte.

Visto como uma esperança para a comunidade local sobretudo pela quantidade de empregos diretos e indiretos que iria gerar, após oito anos de atividade o setor de biocombustíveis em Quixadá deu lugar à decepção. “Esse ramo deu emprego a muita gente. Com o fim dessa unidade aqui, com certeza nos vamos ficar desempregados”, diz o motorista Ranilson Dantas da Costa, 34, natural do Rio Grande do Norte. “Não vai ter mais o que carregar, então tem gente que já começou a ser colocado pra fora”, explica o motorista.

A bancada política cearense começa a se articular para evitar o encerramento das atividades da Petrobras em Quixadá. O Governador Camilo Santana disse que vai negociar a concessão de incentivos fiscais para evitar que a usina tenha a produção encerrada. Camilo informou, em coletiva de imprensa na manhã da última segunda (10), em Fortaleza, que aguarda uma reunião com representantes da Petrobras para discutir o assunto.

O Governador informou que se colocou a disposição para evitar o fechamento da unidade. “Até porque o Estado investiu ali, o Estado construiu acesso, construiu adutora para garantir água, oferecendo algumas condições necessárias na época. É um programa importante para o Brasil e nós vamos fazer de tudo para evitar a saída”.

A repercussão sobre o fechamento da unidade da Petrobras em Quixadá entre funcionários e comerciantes é um dos destaques do caderno de Negócios do Diário do Nordeste desta terça (11). Leia a matéria completa aqui >> Desemprego preocupa comércio de Quixadá

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798 ou ainda pelo email: jornalismosertaocentral@gmail.com

09:00 · 17.09.2016 / atualizado às 17:33 · 16.09.2016 por

Banabuiú. A região do Sertão Central terá 13 municípios agraciados com o Garantia Safra. Por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), o benefício garante um salário mínimo pagos em cinco parcelas, aos agrcultores de municípios prejudicados pela seca e que tenha constatado a perca de, pelo menos, 50% de sua safra. A portaria autorizando o pagaento foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) da última quinta-feira (15).

Agricultores que tiveram perca de 50% da lavoura serão beneficiados (Foto: José Avelino Neto)

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), a primeira parcela deve ser paga até a próxima segunda-feira (19). Na região, além de Banabuiú, agricultores de Boa Viagem, Choró, Deputado Irapuan Pinheiro, Ibaretama, Ibicuitinga, Milhã, Mombaça, Pedra Branca, Piquet Carneiro, Quixeramobim, Senador Pompeu e Solonópole. No total, 73 municípios cearenses serão beneficiados. A SDA estima que este ano o Garantia Safra vá beneficiar cerca de 116.573 agricultores do Estado.

Conforme a portaria, os  pagamentos serão realizados a partir do mês de setembro nas  mesmas datas definidas pelo calendário de pagamentos de benefícios sociais da Caixa  Econômica Federal. As parcelas serão pagas consecutivamente e acabarão no mês de janeiro de 2017.

________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

10:14 · 15.09.2016 / atualizado às 10:14 · 15.09.2016 por

Capistrano. O governador do Estado, Camilo Sobreira Santana, entregou para a população deste Município, localizado na região do Maciço de Baturité, uma nova adutora. Com investimento de mais de R$ 2,2 milhões, a obra deve ajudar a população a ter acesso a água limpa e tratada.

A cerimônia de entrega aconteceu na tarde da última quarta-feira (14) com a presença de autoridades. Camilo Santana destacou que vem fazendo esforços para garantir água a todas as regiões do Ceará, em atenção ao período de estiagem. “Estamos vivendo o quinto ano consecutivo de seca. Não temos medido esforço para minimizar as consequências para nossos irmãos e irmãs”. Em sua fala, o governador antecipou que além das duas máquinas perfuratrizes adquiridas para realizar o trabalho de perfuração de poços no interior, o Governo estaria realizando a compra de mais 19 máquinas. “Sei do desafio da área rural, do homem do campo, e também de quem mora na área urbana. Esse investimento vai trazer maior segurança para os moradores da região”, disse.

Adutora deve garantir abastecimento regular aos moradores de Capistrano (Foto: Ascom/Governo do Estado)
Adutora deve garantir abastecimento regular aos moradores de Capistrano (Foto: Ascom/Governo do Estado)

A adutora vai captar água no Açude Pesqueiro, para seguir por 8 km até a Estação de Tratamento de Água (ETA). Lá, a água passa por um rigoroso processo para remoção de impurezas e tratamento (floculação, decantação e filtração). Depois de limpa, a água recebe cloro para desinfecção e é encaminhada para estações de bombeamento até os reservatórios dos bairros. A obra, executada pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) com recursos do Governo.

A obra deve garantir aos moradores de Capistrano o abastecimento da cidade até a próxima quadra chuvosa, além de água de melhor qualidade e aumento na vazão.

De acordo com o Governo do Estado a ampliação do sistema de abastecimento de Capistrano, que também vai agraciar os moradores de Itapiúna, atendendo a cerca de 8.500 habitantes, está incluída entre as medidas do Plano Estadual de Convivência com a Seca, apresentadas pelo Governo do Ceará em fevereiro de 2015.

________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

14:26 · 14.08.2016 / atualizado às 14:36 · 14.08.2016 por
BANABUIU SECA
Açude de Banabuiú: com menos de 1% de sua cota máxima

Banabuiú. A semana se encerrou com 45 açudes em volume morto e outros 23 completamente secos. Os dados são do monitoramento realizado pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogrh) na última sexta-feira (12).

Na última semana, a Cogerh informou que o açude Batente, em Ocara, e o Poço do Barro, em Morada Nova, entraram em volume morto. Já o Serafim Dias, em Mombaça, passou a ser considerado seco. Outros 126 reservatórios estão com volume abaixo de 30%. Apenas um, o Quandú, em Itapipoca, está com volume acima de 90%.

De acordo com a Cogerh, o volume total acumulado nos 153 açudes monitorados é de 2,07 bilhões m³ (11,08 %).

Confira a relação:

Açudes em volume morto
Amanary
Barragem do Batalhão
Batente
Bonito
Broco    
Canafístula    
Capitão Mor    
Carnaubal
Castro
Catucinzenta
Cedro
Cipoada
Cupim
Ema
Faé
Farias de Sousa
Fogareiro
Forquilha
Frios
Gerardo Atimbone,
Jenipapeiro
Jenipapeiro  II   
João Luís   
Martinópole
Mons. Tabosa
Monte Belo
Parambu
Penedo
Pentecoste  
Poço da Pedra   
Poço do Barro
Pompeu Sobrinho  
Premuoca  
Riacho da Serra
Riacho do Sangue
Salão  
Santo Antônio  
Santo Antônio de Russas
São Domingos II
São José II
Sitios Novos   
Tejuçuoca   
Trapiá II   
Várzea da Volta
Várzea do Boi

Açudes secos
Adauto Bezerra
Barra Velha
Carão
Carmina
Desterro
Escuridão
Favelas
Forquilha II
Jerimum
Madeiro
Nova Floresta
Pau Preto
Pirabibu
Potiretama
Quixeramobim
Santa Maria de Aracatiaçu
São Domingos  
São José I
São Mateus
Serafim Dias
Sousa
Umari
Vieirão

______

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, e do telefone (88) 9 9662 9580 ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com