Busca

Categoria: Serviço público


07:00 · 13.12.2017 / atualizado às 07:15 · 13.12.2017 por

Programa Águas do Sertão pretende eliminar armazenamento de risco de água e implantar rede de esgoto.

Cerca de 200 mil moradores de comunidades rurais do Ceará serão beneficiados com saneamento básico através do programa Águas do Sertão. O governo do Estado recebeu nesta terça-feira (12) autorização da Assembleia Legislativa para contratação de crédito no valor de R$ 240 milhões, destinados à execução das obras. Na lista de beneficiados estão comunidades de 18 municípios do Sertão Central.

Conforme o governo do Estado, o empréstimo será de 50 milhões de Euros, aproximadamente R$ 200 milhões do banco KFW, e mais 10 milhões de Euros, cerca de R$ 40 milhões, de contrapartida do Estado, por intermédio da Secretaria das Cidades, com previsão de implantação do programa em 2018. O objetivo é instalar sistemas de abastecimentos de água além de reabilitar e melhorar o funcionamento de sistemas de esgotamento sanitários já existentes.

O governo do Estado justificou a necessidade dos serviços para evitar o armazenamento de água em reservatórios particulares, facilitando a proliferação de doenças, cujo hábito é provocado pela estiagem prolongada dos últimos cinco anos com chuvas abaixo da média histórica. Devido a diminuição do volume das águas, o esgoto é menos diluído, com efeitos sobre a situação sanitária no meio rural.

De acordo com a proposta, o programa Águas do Sertão contribuirá para a adaptação da população rural do Ceará às mudanças climáticas, por meio da aplicação de tecnologias que diminuam a vulnerabilidade frente à escassez de água. O modelo aplicado será o de gestão do Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar), com melhoria nas condições sanitárias e da proteção e utilização mais eficiente dos recursos hídricos.

Dentre as soluções apresentadas estão o acesso da população rural ao abastecimento de água; o uso racional dos recursos hídricos; o esgotamento sanitário; o uso de energias renováveis e inovações tecnológicas e o fortalecimento das estruturas de gestão comunitárias e associativas através de treinamento e capacitação, explica o secretário estadual das Cidades, Jesualdo Farias.

Nas pautas técnicas discutidas nas oficinas para expansão do saneamento rural estão a atualização dos projetos já em carteira; visitas em campo; relatórios de visita; elaboração dos novos projetos; análise e aprovação dos projetos elaborados; desapropriações; outorgas; licenciamentos; arcabouços jurídicos; licitação; trabalhos sociais; fiscalizações; medições; pagamentos; entrega da obra e filiação ao Sisar.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 12.12.2017 / atualizado às 07:15 · 12.12.2017 por

Trecho de 32Km está sendo executado entre as cidades de Redenção e Pacoti. Foto > DER

O trecho da rodovia CE-253, ligando as cidades de Redenção e Pacoti, no Maciço de Baturité está atualmente com 72% dos serviços executados.  Entretanto, o trecho de 32Km estará concluído somente no segundo semestre de 2018. A divulgação foi feita pelo diretor de engenharia do Departamento Estadual de Rodovias (DER), Quirino Ponte.

Ainda conforme o diretor do DER, estão sendo investidos recursos da ordem de R$ 31 milhões, do Governo do Ceará e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). As obras na rodovia estadual contam com serviços de terraplenagem, pavimentação, revestimento asfáltico, sinalização horizontal e vertical, obras d’arte correntes e especiais, drenagem e proteção ambiental.

O trecho da antiga estrada, próximo a Pacoti, está sendo alargado para receber a pavimentação de asfalto.

As obras dão continuidade aos serviços de pavimentação e outras melhorias viárias que vêm sendo realizadas pelo Governo do Ceará. O objetivo é proporcionar mais segurança a quem trafegam pelas regiões do Estado.

Atualmente, estão sendo executadas obras em 701,2Km de rodovias no Estado. São 98,42Km de duplicação, 224,33Km referentes a pavimentação e 378,45Km a restauração. O aporte financeiro é de R$ 700 milhões, acrescenta o DER.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

09:08 · 24.11.2017 / atualizado às 09:20 · 24.11.2017 por

No período de estiagem prolongada as cisternas de placa são abastecidas pelos carros-pipa.

Mais 300 cisterna de placa, do Programa Água Para Todos, do Ministério da Integração Nacional e coordenado no Ceará pela Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA), serão construídas para moradores de baixa renda da zona rural de Canindé. Outras 100 unidades de armazenamento de água, do mesmo programa, serão construída neste Município através da ONG Esco.

A divulgação foi feita pela prefeita deste Município do Sertão Central, Rosário Ximenes, após reunião do coordenador da Defesa Civil de Canindé, Júnior Mourão, com o secretário estadual do Desenvolvimento Agrário (SDA) Dedé Teixeira. O programa de cisternas de placa é uma parceria dos governos Federal, Estadual e Municipal, acrescenta a prefeita.

O titular da SDA, Dedé Teixeira, informou no encontro em Canindé que os recursos financeiros para a construção das cisternas são da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Segundo ele, houve uma necessidade de readequação do projeto proposto pela Funasa, que pretendia instalar um novo modelo de cisterna, ao custo de R$ 7 mil a unidade. O modelo tradicional custa R$ 3 mil.

Ainda conforme Dedé Teixeira mais famílias serão beneficiadas, amparando outras 400 no Município. Abastecidas no inverno, com a água das chuvas, as cisternas, com capacidade para até 16 mil litros, podem assegurar o abastecimento familiar por até seis meses. No período da estiagem recebem água dos carros-pipa.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

00:00 · 21.11.2017 / atualizado às 22:50 · 20.11.2017 por

A II Semana do bebê em Aracoiaba foi aberta com apresentações especiais, das crianças.

As secretarias de Saúde, de Assistência Social e de Educação de Aracoiaba, no Maciço de Baturité, realizaram na manhã desta segunda-feira (20), na Creche Nilo Alves, a abertura da II Semana do bebê. A ação tem como objetivo tornar o direito à sobrevivência e ao desenvolvimento de crianças de até seis anos prioridade na agenda dos municípios brasileiros. A campanha é uma estratégia de mobilização social apoiada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

De acordo com o prefeito Antonio Cláudio Pinheiro, a proposta no seu Município é reunir esforços em torno da garantia dos direitos das gestantes, mães e seus filhos. A Semana do bebê representa um momento importante para a discussão de temas relacionados à primeira infância e, desse modo, fortalecer o Sistema de Garantia dos Direitos, além de assegurar às crianças o direito a uma vida saudável, acrescenta.

No Município, a II Semana do Bebê prosseguirá até o dia 24 deste mês, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), com o apoio da equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) nas atividades junto às Estratégias de Saúde da Família.

A programação conta com diversos serviços como rodas de conversa, palestras, orientações sobre higiene bucal e pessoal, amamentação, vacinação, o teste do pezinho e ainda uma técnica indiana de massagem e relaxamento denominada “shatala”.

Através desse evento o Município têm a oportunidade de trabalhar em rede e criar um novo olhar em relação ao recém-nascido. A principal mensagem da Semana é destacar a importância dos cuidados com o bebê desde a gestação, favorecendo uma ligação segura entre mãe e filho”, destaca o secretário municipal de Saúde, De Assis Pinheiro.

A secretária municipal de Ação Social, Valdenia Silveira, destaca que os seis primeiros anos de vida são fundamentais para o desenvolvimento integral das crianças. Nessa fase da vida, desenvolvem grande parte do potencial cognitivo que terá quando adulto. Por isso, representa uma janela de oportunidades. A atenção integral nessa faixa etária tem impacto decisivo nos processos de aprendizagem e de construção de relações sociais, fatores que influenciarão a vida afetiva, profissional e social.

Crianças de até 6 anos de idade estão participando das atividades especiais da II Semana do bebê.

Trabalhar o potencial cognitivo é fundamental nessa idade.

Uma equipe de profissionais especializados trabalha na programação especial da II Semana do bebê.

II Semana do bebê em Aracoiaba
De 20 a 24 de novembro

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 16.11.2017 / atualizado às 07:30 · 16.11.2017 por

Carros-pipa voltaram a circular pelas estradas do Interior do Ceará com destino às comunidades.

No feriado da Proclamação da República as comunidades rurais assistidas pela Operação Pipa, do Governo Federal, começaram a receber novamente a visita dos carros-pipa. A meta dos pipeiros é repor o abastecimento paralisado havia uma semana até o próximo domingo. “Começamos nesta quarta-feira e não vamos descansar no fim de semana“, comentou o presidente do Sindicato dos Pipeiros do Ceará (Sinpece), Eduardo Aragão.

Ainda de acordo com o líder da categoria o retorno dos pipeiros às rotas estabelecidas pelas equipes da 10ª Região Militar ocorreu devido ao empenho do Comando Militar do Nordeste (CMNE) e da 10ª Região Militar. As reivindicações da categoria foram atendidas na reunião realizada na véspera do feriado. Os comandantes concordaram na substituição do equipamento de rastreamento GPipa, pivô das reclamações, por uma versão mais nova do aparelho.

A reportagem do Diário do Nordeste acompanhou uma das rotas, do Canal da Integração, em Morada Nova, até o distrito de Califórnia, na zona rural de Quixadá. A rota tem 120Km. O carro-pipa despejou 16 mil litros de água em três cisternas orientadas pela apontadora Marly Ferreira de Lima. Era a primeira entrega do dia, comentou o motorista Leandro Eder dos Santos.

O morador Antônio Batista dos Santos, da Califórnia, ficou feliz com o retorno do carro-pipa.

Algumas cisternas já estavam completamente secas. Um alívio quando o carro-pipa chegou.

No Ceará mais de 800 mil habitantes são assistidas pela Operação Pipa federal.

O movimento continua intenso nos mananciais de captação de água autorizados pela coordenação da Operação. As maiores concentrações de carros-pipa parados estão em Morada Nova, no entorno do Canal do Trabalhador; em Orós, no entorno do segundo maior açude público do Ceará; em Madelena, no Açude Umari, de onde passou a ser captada água para abastecimento dos moradores rurais deste município e vizinhos, e em Banabuiú, onde está situado o terceiro maior açude do Estado, o Arrojado Lisboa.

Veja mais no Diário do Nordeste

Carros-pipa voltam a abastecer no Interior

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

08:00 · 15.11.2017 / atualizado às 07:50 · 15.11.2017 por

Um dos mananciais mais movimentados no início desta manhã é o do Canal da Integração, em Morada Nova.

Nesta quarta-feira (15), feriado do Dia da Proclamação da República, mais de 1.700 carros-pipa cadastrados no programa emergencial de abastecimento d’água, a Operação Pipa, estão voltando a circular no Ceará. A confirmação é do presidente do Sindicato dos Pipeiros do Estado do Ceará (Sinpece), Eduardo Aragão.

Os carros-pipa começaram a encher seus tanques com cargas d’água nos mananciais autorizados pela coordenação da Operação Pipa às 5 horas desta manhã. A cada meia hora começaram a sair para as suas rotas. O objetivo é normalizar o abastecimento das comunidades rurais assistidas pelo programa o mais rápido possível.

Eduardo Aragão ressaltou que a paralisação da categoria, a qual se estendeu por uma semana, encerrou graças ao empenho do comando da 10ª Região Militar do Exército Brasileiro, que não mediu esforços para levar e assegurar junto ao Governo Federal as reivindicações dos pipeiros. Todos os equipamentos de rastreamento do GPipa serão substituídos.

Além da mudança da versão anterior do rastreador para o novo modelo, a coordenação da Operação Pipa concordou com a reposição das rotas atrasadas, em razão da paralisação e também encaminhou ao Ministério da Integração solicitação para reavaliação de reajuste dos valores das rotas por quilômetro percorrido.

Veja também no Diário do Nordeste

Comunidades dependem de poços, adutoras e carros-pipa

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

07:00 · 13.11.2017 / atualizado às 08:50 · 13.11.2017 por

No sábado (11) pipeiros e moradores bloquearam um trecho da BR-020 no Sertão Central.

Aproximadamente 1.600 carros-pipa cadastrados no programa emergencial de abastecimento d’água para comunidades rurais do Ceará, o Operação Carro-Pipa, do Governo Federal, continuam sem circular pelas cerca de 20 mil rotas no Estado. A informação é do Sindicato dos Pipeiros do Estado do Ceará (Sinpece) que resolveu manter a paralisação após o comando geral da 10ª Região Militar do Exército Brasileiro, responsável pelo controle e fiscalização do serviço dos pipeiros na região não ter atendido a principal reivindicação da categoria, a substituição do sistema de monitoramento das rotas.

A manifestação dos pipeiros teve inicio na última segunda-feira (6). Três dias depois, eles se reuniram com a coordenação da 10ª Região Militar. Foram oferecidas 500 unidades de uma nova versão do GPipa Brasil, para substituir as maquinas com problema instaladas nos carros-pipa.

O Sinpece informou que apresentou a lista de reivindicações ao coordenador da Operação Pipa no Ceará, coronel Claudemir Rangel. O comando maior justificou a necessidade de analisá-las e dar retorno posteriormente. Enquanto a pendência continuar os carros-pipa deverão continuar parados.

No sábado (11) um grupo de pipeiros, juntamente com a comunidade da localidade de Santa Cruz do Banabuiú, no município de Pedra Branca, interditou a BR-020, à altura do Sítio Feiticeiro. Eles usaram pneus e galhos secos de árvores para bloquearem o tráfego na rodovia federal.

Na manhã desta segunda-feira (13) um comboio de pipeiros pretende seguir de Banabuiú para Orós. Segundo o presidente do Sinpece, Eduardo Aragão, vão realizar mais uma manifestação para alertarem as autoridades acerca do problema de monitoramento das suas rotas.

Paralisação atinge Pernambuco e Bahia

Ontem (12), além do Ceará, grupos de pipeiros de Pernambuco e da Bahia também aderiram à paralisação. Estão enfrentando a mesma situação, acrescentou a presidência do Sinpece, justificando que o movimento poderá se estender por todo o Nordeste, já que o serviço de rastreamento das rotas é utilizado pela mesma empresa.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

08:00 · 11.11.2017 / atualizado às 08:00 · 11.11.2017 por

Gramas das praças de Quixadá estão recebendo água de reuso de esgotos.

A prefeitura de Quixadá, em parceria com a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) estão dando uma verdadeira e inovadora lição ecológica. As praças públicas da cidade, abandonadas nos últimos anos, passaram a receber um cuidado especial, principalmente nos jardins, recheados com gramados e para mantê-los verdes nesta época do ano, estão sendo cuidados com água de reuso dos esgotos da cidade, iniciativa pioneira no Estado.

Em pouco mais de mês a mudança já está sendo notada e elogiada pela população. A Praça da Estação é um exemplo. A transformação está ocorrendo porque além da recuperação e reabertura da brinquedoteca e da inauguração da briquedopraça, todos os dias os jardins recebem água da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Cagece, explica o secretario de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente de Quixadá, Christian Quezado.

O modelo inovador ganhou destaque no Diário do Nordeste deste sábado (11). Além da nova estratégia ambiental, o gerente regional da Cagece, engenheiro civil Petrônio Heleno Leite, explica a situação da rede de esgotos em Quixadá e o supervisor de Esgoto e Meio Ambiente, tecnólogo em Saneamento e Mestre em Engenharia Urbana e Ambiental, Cleyton Oliveira, como funciona o processo de tratamento da água dos esgotos.

Água para as praças de Quixadá está sendo captada na Estação de Tratamento de Esgoto da Cagece.

Veja a reportagem completa no Diário do Nordeste

Água de esgoto é tratada para regar vegetação de praças

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

08:00 · 10.11.2017 / atualizado às 08:45 · 10.11.2017 por

Paralisação de pipeiros no Ceará chega ao quinto dia. Mais de 800 mil habitantes afetados.

Mais de 1.600 carros-pipa cadastrados no programa emergencial de abastecimento d’água para comunidades rurais do Ceará, o Operação Carro-Pipa, do Governo Federal, continuam paralisados. Os pipeiros aguardam do comando geral da 10ª Região Militar do Exército Brasileiro, responsável pelo controle e fiscalização do serviço dos pipeiros no Ceará, o atendimento da principal reivindicação da categoria, a substituição do sistema de monitoramento das rotas. A manifestação teve inicio na última segunda-feira (6).

O presidente do Sindicato dos Pipeiros do Estado do Ceará (Sinpece), Eduardo Aragão, informou que nesta manhã (10) representantes da categoria terão reunião com o comando da 10ª Região Militar. No primeiro contato a proposta foi de substituição dos equipamentos de rastreamento via satélite, todavia foi oferecida apenas a troca dos aparelhos defeituosos. Os pipeiros não aceitaram. Decidiram manter a paralisação.

Ainda ontem (9) a 10ª Região Militar informou que 500 unidades de uma nova versão do GPipa Brasil, como o sistema de monitoramento é conhecido, substituirá as maquinas com problema instaladas nos carros-pipa. O Sinpece ainda não havia sido cientificado da providência. Ressaltou o representante dos pipeiros que somente o novo modelo é mais eficiente. As outras reivindicações, como a prestação de contas mais ágil, serão discutidas com o retorno das rotas.

Pelos levantamentos do Sinpece os pipeiros atendem de 20 mil rotas, da Operação Pipa Federal, atendendo mais de 800 mil habitantes de localidades rurais em 128 municípios do Ceará.

O aparelho GPipa utilizado para monitorar as rotas dos pipeiros é o pivô da paralisação.

Os pipeiros pretendem ficar de braços cruzados até o aparelho GPipa ser substituído por nova versão.

Alguns estão pernoitando entre os caminhões para evitarem furto de equipamentos e acessórios.

A margem do Canal da Integração, em Morada Nova, se transformou em um enorme estacionamento.

Estação Móvel de Tratamento de Água

Enquanto os pipeiros mantém a paralisação das rotas o Governo do Estado apresentou ontem um Fortaleza  uma alternativa para a redução de rotas de abastecimento de água potável para regiões mais críticas. O próprio governador Camilo Santana fez a demonstração das cinco Estações Móveis de Tratamento de Água (ETA). As unidades começarão a atendem ainda este mês comunidades beneficiadas beneficiadas pelo Projeto Paulo Freire.

Estação Móvel de Tratamento de Água será utilizada pelo Governo do Ceará. Foto > Divulgação

Veja a reportagem no Diário do Nordeste 

Estações móveis para a zona rural

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

07:30 · 08.11.2017 / atualizado às 07:35 · 08.11.2017 por

O Sindsemp promove constantes encontros com todas as categorias de servidores municipais de Paramoti.

O Sindicato dos Servidores Municipais de Paramoti (Sindsemp) encerrou o terceiro trimestre de 2017 com um saldo positivo. O balanço é composto por importantes conquistas para a categoria como o pagamento do salário referente a dezembro de 2016 e o reajuste de professores, explicou a presidente do Sindsemp, Emanoela Mesquita.

De janeiro deste ano ao fim de setembro, o Sindisemp conseguiu vencer importantes lutas em prol do direito dos trabalhadores públicos. A mais recente delas foi o pagamento de metade da parcela do décimo terceiro, debitado nas contas no mês de julho. A outra parcela deve ser paga em dezembro.

Na Educação, os professores tiveram os proventos reajustados conforme orientação do Ministério da Educação. O reajuste foi concedido de forma linear. Além dos salários, o Sindisemp conseguiu o reajuste do auxílio deslocamento. De acordo com o Sindicato, há 10 anos o benefício não sofria nenhuma revisão nos valores.

A presidente da entidade, Emanoela Mesquita, comemora os avanços e destaca outros importantes feitos. “Através de diálogo e negociação com a gestão, foi quitado o salário da competência de dezembro de 2016 sem a necessidade de intervenção judicial“.

A líder classista também lembra outros avanços importantes que vinham sendo reivindicados pela sua gestão sindical, como o pagamento do terço de férias e rateio dos recursos do  Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb)

No mês de julho foi pago o terço de férias para todos os profissionais da educação e além disso, fomos o único município da região do Sertão central que rateou R$ 8 milhões de precatórios do Fundef, de acordo com lei exclusivamente para aqueles que trabalharam de 1999 a 2006, e que recebiam os proventos dentro da folha dos 60%“, destacou a presidente.

Embora o pagamento de direitos conferidos por Lei seja uma garantia aos trabalhadores, o Sindisemp comemora as iniciativas porque teve um ano anterior tempestivo. Em 2016, na gestão do então prefeito Samuel Boiadjian, a classe dos professores chegou a passar mais de 100 dias com os salários atrasados. O fato prejudicou o comércio e comprometeu a economia da cidade.

Hoje, no entanto, o cenário é totalmente diferente: o pagamento dos servidores está em dia, todas as inadimplências com créditos consignados também já foram quitadas. Há boa relação entre o sindicato e a prefeitura. Além de se manter alinhado com as reivindicações trabalhistas sindicais, o atual prefeito Eduardo Feijó Santos tem mantido os compromissos que firmou com a população de Paramoti.

O município dispõe de médico no hospital de pequeno porte em todo horário, as escolas tem merenda de qualidade, os cinco postos do PSF funcionam perfeitamente com os profissionais, a iluminação pública da cidade foi trocada, enfim, ele tem desempenhado um papel muito respeitoso para com a população“, acrescentou Emanuela Mesquita.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161