Busca

Categoria: Serviço público


21:00 · 27.03.2017 / atualizado às 20:55 · 27.03.2017 por

O Departamento Estadual do Trânsito (Detran) divulgou nesta segunda-feira (27) o seu primeiro balando de apreensão de animais nas rodovias do Ceará em 2017. Nos dois primeiros meses do ano foram recolhidos 2.300, sendo 1.600 em janeiro, e o restante, 1.700 em fevereiro. Pelas estatísticas, quase 39 animais são encontrados por dia nas CEs causando perigo para motoristas e motociclistas.

O trabalho de recolhimento é realizado por 13 equipes, cada uma contanto com um motorista e dois auxiliares ou laçadores e um caminhão gaiola. Elas percorrem cerca de 10 mil km por mês, conforme a extensão das rodovias estaduais pavimentadas. Cada rodovia é percorrida pelo menos duas vezes por semana pelas equipes.

Para realizar essas operações o Detran mantém currais nas 14 unidades regionais. Delas, os animais, na maioria jumentos, são levados para a Fazenda Paula Rodrigues, em Santa Quitéria, propriedade do Estado administrada pelo órgão fiscalizador. A Fazenda conta com oito profissionais: um gerente, um veterinário, um ajudante de veterinário e cinco auxiliares, dando tratamento adequado de vermifugação, alimentação e água.

Ainda de acordo com o Detran, durante todo o ano de 2106 foram recolhidos 9.600 animais. Se comparado às estatísticas deste ano atualmente quase 10 animais estão sendo recolhidos a mais por dia.

O Detran orienta a quem encontrar animal solto nas rodovias acionar as equipes de recolhimento pelo 0800 275 6768, ou pelo 190, que  a Polícia aciona o Detran ou pelo 3101.5834.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

08:30 · 25.03.2017 / atualizado às 08:00 · 25.03.2017 por

As dificuldades enfrentadas por dezenas de estudantes universitários de Ocara, no transporte para as faculdades de Quixadá foram solucionadas. A frota utilizada passou de dois para três ônibus, resolvendo o problema da superlotação.

A reclamação foi feita ao Diário do Nordeste através de ligações telefônicas. Outros estudante publicaram mensagens nas redes socais. Alguns xingaram a prefeitura de Ocara, mas denotavam tratar-se de críticas de adversários políticos.

Conforme uma das universitárias, Aniele Silva, ainda no sábado (18), ocorreu uma reunião com a prefeita Amália Lopes de Sousa e o diretor de Transportes e na segunda-feira (20) já havia mais um ônibus realizando a rota.

Mais uma vez a reportagem tentou manter contato telefônico com a prefeitura de Ocara, através do número (85) 3322 1011, mas as ligações não foram atendidas. Dessa vez foi enviada mensagem através da rede social oficial da prefeitura. Até a publicação desta edição não houve resposta.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

06:30 · 22.03.2017 / atualizado às 06:35 · 22.03.2017 por

Cerca de 100 estudantes universitários de Ocara (a 77Km de Quixadá) estão ficando revoltados com o serviço prestado pela prefeitura deste Município, de transporte coletivo, até a cidade de Quixadá,  onde estão situados os centros de formação superior nos quais eles estudam no período noturno.

Conforme os estudantes, no ano passado três ônibus realizavam o serviço de transporte. A frota diminuiu para dois, mesmo aumentando o número de passageiros. Muitos são obrigados a realizar todo o trajeto, de 154Km,, ida e volta à pé. Se a maioria fosse adolescente até suportaria a viagem, mas enfrentam uma jornada de trabalho diária de 8 horas. Quando a noite chega, estão exaustos.

Não bastassem esses desconfortos os ônibus estão chegando ao destino com cerca de 40 minutos de atraso, constantemente, prejudicando a participação na primeira aula. No retorno também há atraso, prejudicando o repouso noturno.

Estamos buscando qualificação profissional para que nosso município não precise mais buscar mão de obra em outras cidades ou na capital, diariamente enfrentamos as mais adversas situações”, desabafou a aluna Aniele Silva pedindo uma solução para os problemas.

A reportagem tentou manter contato telefônico com a prefeitura de Ocara. As ligações não foram atendidas. Os próprios alunos informaram que a gestão municipal se prontificou em apresentar uma solução até este fim de semana.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

07:30 · 18.03.2017 / atualizado às 07:30 · 18.03.2017 por

Um pesadelo para os agricultores cearenses, a praga da lagarta, será combatida por um defensivo especial. A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce) está iniciando a distribuição de um inseticida biológico, natural, o BT, denominação técnica do produto, é referente ao Bacillus thunrigiensis, agente biológico responsável pelo combate a infestação nas plantações de milho, podendo ser estendida para os plantios de feijão.

A divulgação foi feita pela diretor técnico da Ematerce, Itamar Marques. O bioinseticida está sendo produzido num laboratório montado pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) e começa a ser distribuído nas unidades do órgão assistencial do Estado em todas as regiões. No total, 4.500 agricultores familiares receberão o produto este ano.

A novidade chega como um alívio para quem já teve o seu primeiro plantio devorado pelas lagartas e teme perder o segundo. Uma das regiões mais afetadas é o Sertão Central, onde costuma ocorrer um maior intervalo entre os períodos de chuva na quadra invernosa, os veranicos. É o caso de Quixadá, Quixeramobim, Canindé, Caridade e outros municípios.

Neste sábado (18) tem publicação no Diário do Nordeste sobre a Praga das Lagartas e sobre a biofábrica da SDA.

Veja as reportagens:

Plantações de milho estão sendo dizimadas no Interior do Ceará 

SDA constrói fábrica para combater praga da lagarta

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

08:00 · 17.03.2017 / atualizado às 08:00 · 17.03.2017 por

Três dias após a prefeitura de Quixadá divulgar a realização de ações de desobstrução das calçadas e espaços públicos e a Justiça de Canindé determinar a aplicação da mesma medida, a mudança começa a ser notada nestas duas cidades do Centro do Estado.

Em Quixadá, os pedestres já estão circulando com mais facilidade pelas calçadas da área comercial. Os comerciantes estão colaborando. A mudança recebe elogios, mas muitos observam desconfiados. Temem tratar-se apenas de uma estratégia de início de governo, para agradar a população.

O diretor superintendente do Departamento Municipal de Trânsito (DMT) e do Departamento Municipal de Administração de Bens e Serviços Públicos (Demasp) de Quixadá, Higo Carlos Cavalcante, garante que esses espaços não serão mais ocupados irregularmente.

Em Canindé, a remoção das barracas de camelôs está sendo realizada por equipes de fiscalização da prefeitura e da Guarda Civil, com o apoio da Polícia Militar. Apesar do reforço policial os responsáveis pela operação informaram que nenhum incidente foi registrado.

Veja mais no Diário do Nordeste > Guardas e agentes de trânsito de Quixadá irão desobstruir calçadas e vias públicas

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161